História Diário Do Apocalipse Zumbi - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Drama, Ficção Pós-apocalíptica, Romance, Sobrevivencia, Terror
Visualizações 12
Palavras 386
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Harem, Luta, Romance e Novela, Sci-Fi, Survival, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 5 - Relações Humanas


Fanfic / Fanfiction Diário Do Apocalipse Zumbi - Capítulo 5 - Relações Humanas

                         10° Dias

 Ainda de olhos fechados sinto algo pesado em mim, uma voz “Você me quer?” Um sussurro que até me deixa sem graça, abro meus olhos e ela está lá.


Rayssa: Fique calmo…


 Eu engulo a saliva com a secura que tem em minha garganta


Lukas: o quê?


Ela poe a mão em minha boca, mas logo desce ela até meu abdômen, com a outra mão ela tira minha cueca com calma (A Partir daí mano, tudo na minha mente engatinhou para eu me fazer de bobo e deixar rolar ), ela ajeitar seu cabelo o prendendo, põe os lábios suavemente na cabeça do pênis, e então ela o coloca para dentro de sua boca movendo sua língua, retirando e colocando, eu me sinto muito bem, ela parece experiente, ela parece natural, um constante sentimento de prazer, (Era a minha primeira vez e eu estava tão nervoso que minha pressão caiu pouco, mais eu conseguir controlá), em questão de um ou Dois minutos ela sobe sentando na minha barriga, eu sinto algo quente escorrendo entre as pernas dela, sem me importar eu a tento beijar, mais ela me coloca pra baixo colocando a mão em meu peito, ela está muito bem, se levanta um pouco e se ajeita para frente é para trás, eu estou nervoso (Eu tô transando! Manooooooo!), mais sinto tudo muito bem, ouvir ela gemer piora tudo, sempre aumentando a velocidade e diminuindo, eu me sentir muito bem, até que ela parou e se levantou indo em direção a seu quarto e trancando a porta (Disgraçaaaaaaa!)


   Eu fico muito confuso, fico pensativo lá horas, até ir me banhar para pensar mais, e mais, ela não sai de lá, nem a noite, ela não diz nada…



                       11° Dia


  Eu Não acho ela pela manhã, acho que ela deve ter fugido bem cedo, ela levou um pouco de comida, não sei se devia procurar ela (sinceramente não sei de nada do que aconteceu, mais qual o problema dela afinal), eu com certeza deveria, mais se ela foi embora, acho que ela ter seus motivos mais eu gostava mesmo dela


  Acabei ficando o dia todo na janela esperando ela voltar, o vento  passar pelas plantas que estão a crescer, enquanto penso nela, será que ela está bem…


  Até quando a noite cai, e eu, eu acabo cochilando.


Notas Finais


:p


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...