1. Spirit Fanfics >
  2. Diário do Thiago: Os 15 dias. >
  3. O novo morador.

História Diário do Thiago: Os 15 dias. - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - O novo morador.


DIÁRIO DO THIAGO: OS 15 DIAS


 (06:54)

Acordo com o som da sirene de uma ambulância passando pela minha rua, e com os olhos voltados para o meu guarda-roupa, levanto e começo a me trocar. Enquanto eu fazia isso, escuto meu celular tocar. Era minha mãe:

-- Oi mãe, tudo bem?

-- Sim. Só Liguei para saber se estava tudo bem com você, e se não estava precisando de alguma coisa.

-- Estou bem, mãe. Não precisa se preocupar.

-- Ah! Que bom.

-- Como vai a Thais? (minha irmã)

-- Ela continua na linha da frente, junto com os outros médicos. Parece que a cada dia só aumenta os casos de pessoas contaminadas.

-- Se Deus quiser, tudo dará certo.  --- disse aflito.

-- Sim, assim esperamos. Enfim. Tenho que ir, o seu pai está me chamando.

-- Certo. Tchau... mãe.

-- Tchau meu filho, e se cuide, viu?

Minha mãe trabalha com meu pai em um supermercado no Rio de Janeiro. Ela sempre fala com muitas pessoas, o que acaba me preocupando muito.

(07:46)

Ligo a televisão, e eram a mesmas notícias. Já não aguentava mais.

(08:50)

Resolvo sair de casa para visitar o Ytalo. Pego meu chinelo que fica ao lado da porta, tranco a casa e saio.

(09:10)

Na frente da rua, vejo um filhote de gato debruçado o chão dormindo. Me aproximo dele e percebo que estava sujo e sem coleira.

Olho em volta e não vejo nenhum outro felino ou ser humano. Pego ele e levo para dentro de casa pra poder cuidar com mais facilidade. Ele acorda, e tremendo de medo começa a miar. Passo a mão em cima da cabeça dele para tentar acalmá-lo.

Com o gato se sentindo mais seguro, carrego-o para a pia do banheiro e começo a dar um banho nele.

(09:27)

Enrolado em uma toalha, deixo ele sobre a mesa. Vou até a geladeira, pego uma caixa de leite e despejo em uma tigela próxima. Levo pro gatinho e rapidamente ele começa a atacar a tigela para saciar a sua fome. Olhando pra ele começo a pensar se seria uma boa ideia tomar de conta dele, já que parecia que ele era um gato de rua.

(09:40)

Resolvo ficar com ele e nomeio-lhe de Hércules.

(10:00)

Almoço e deito no sofá da sala, ao lado de Hércules.

(16:30)

Levanto e percebo de que Hércules ainda estava dormindo. Vou até o quintal a procura de uma caixa na qual ele poderia dormir bem.

Encontro uma perfeita para o serviço, então, coloco um pano dentro e deixo ao lado de minha cama.

(17:00)

Hércules acorda e vai até mim. Faço carinho nele, e dou mais uma vez uma tigela com leite.

(18:00)

Começo a ver episódios de anime para me distrair um pouco, e nessa hora, percebo que Hércules gostou muito da cama que eu preparei para ele, o que me deixou muito feliz.

(20:20)

Janto miojo e logo depois, me jogo na cama, e apago.

 

Continua.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...