1. Spirit Fanfics >
  2. Diário dos gêmeos! ( Bnha-Kiribaku-TodoDeku-primogênitos) >
  3. "Ikki você é fraco demais, e por isso deve morrer!"

História Diário dos gêmeos! ( Bnha-Kiribaku-TodoDeku-primogênitos) - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Yooooo
Me desculpem por não atualizar ;----;
Eu tô muito ocupada sabe?
Ensino médio, escola nova =w="
E muito trabalho pra fazer, pra nota!
Me desculpem mesmo sério...
Mas, pra deixar vocês felizes, aqui está! Esse lindo cap para vocês!
(Obs: Me desculpem se estiver curto, é que eu tenho que dormir cedo, pra minha aula amanhã =>=")

Capítulo 8 - "Ikki você é fraco demais, e por isso deve morrer!"


Fanfic / Fanfiction Diário dos gêmeos! ( Bnha-Kiribaku-TodoDeku-primogênitos) - Capítulo 8 - "Ikki você é fraco demais, e por isso deve morrer!"

Naquela hora, o clima entre o Ikki e o Kyle, ficou muito pesado

E tipo... Aquilo me dava um certo nervosismo sabe!? O Kyle meio que entendeu tudo errado! Mas, ele não sabe que, o Ikki tá com probpemas! Eu deveria falar isso ao Sora mais... Não quero que essa briga, machuque, as três pessoas, que amo muito! 

Minha vida desde o início, tá uma BAGUNÇA! Eu tô querendo me matar... O Ikki tá me maltratando, por causa de alguém, o meu irmão, tá passando por umas dificuldades... Você deve estar se perguntando: "Mas Ryo, que dificuldades?" O Sora meio que... Foi drogado, a alguns dias, e o corpo dele, não aguenta a droga... e acredite, ele não usa drogas!

"Que história é essa Ryo?" Você deve estar se perguntando... Então eu vou explicar...

°•||Alguns dias antes desta briga...||•°

♤♤♤♤♤♤♤♤♤♤♤♤♤♤♤♤♤♤♤♤♤♤

Eu e o Sora estavamos no quarto . Eu estava jogando no pc, enquanto o Sora tava no celular, ouvindo música. 

- Ryo... - eu logo tirei meus fones e me virei com a cadeira pra ele. - Fala Sora! - Sorri e ele logo se sentou na cama, olhando diretamente nos meus olhos.

- Você acha que eu tenho chance com a... Yumi? - Aquele pergunta me deixou muito surpreso! O Sora gostando da Yumi, e me perguntando se ele tem chance?

- Bem... provavelmente tem ue. Oque te incomoda nisso? - Ele logo após essa pergunta desviou o olhar, de um modo triste, e ligo falou

- É que... Eu acho que eu tô vivendo um amor platônico... A Yumi na verdade... não gosta de mim... - Eu logo o encarei, e logo vi as lágrimas descerem de seu rosto... e aquilo me deixou muito mal! E também ele nunca havia se apaixonado na vida... Ele só ficava e pronto! Mas, se apaixonar, não era o forte dele... 

- Hey... Eu sei como é Sora... - Me levantei da cadeira e logo sentei ao lado dele, o abraçando.

- Oque o Mike possui, que eu não possuo? - diz ele muito na bad.

- Sora... Você não precisa saber oque os outros tem de melhor, pra você ter que parecer igual! O mundo, como você diz não é um conto de fadas. - ele logo me interrompeu dizendo - Mas oque isso tem haver, com o amor que sinto pela Yumi...? - diz ele me olhando com as lágrimas caindo.

- O que eu quero dizer, é que o mundo, não é igual! Todos nós somos diferentes, e não podemos querer mudar quem nós somos, pra outra pessoa! Se ela não te ama, do jeito que você é, então ela não te merece. Só isso... - Continuei a abraça-lo fortemente, enquanto ele chorava e chorava. Eu sabia que o Sora, iria ter que aguentar isso... Mas eu nunca iria sair do lado dele. 

Mas... dois dias depois...

O Sora estava indo pra casa depois do treinamento de basquete. E ele tava vindo o mais rápido que podia! Mas aí...

- Ei Garoto! Passa a carteira e o celular, e ninguém se machuca! - Disse um dos bandidos 

- Me desculpa mas vou te que recusar! Nunca te darei meu celular e minha carteira, e inclusive, você deveria era trabalhar, seu VAGABUNDO! - "Nossa Ryo!! O Sora é louco!!" Acreditem, eu sei disso. E é por isso que tenho ficar de olho nele, e ele de olho em mim.

- Você quer morrer, MOLEQUE? PERDEU A NOÇÃO DO PERIGO!? HEIN!? - grita o outro bandido.

- Que perigo? Até agora só vejo, um cara VAGABUNDO, sem o que fazer, parecendo uma criança fazendo birra. - o bandido ficou tão irritado, que ele usou a individualidade para poder bater de frente com o Sora, e meu irmão... é MEU IRMÃO NÉ!? Então, ele se preparou, e logo atacou! Mas oque ele não esperava, era alguém de longe, preparando um tiro, e logo o bandido que estava lutando com o Sora falou

- Você vai MORRER! - Grita ele ainda tentando acertar o Sora que estava desviando facilmente.

- Só nos seus sonhos! Seu FILHO DA PUTA! - grita o Sora começando a explodir o rosto do bandido.

O Sora desafiava muito o perigo, mais cedo ou tarde... óbvio que isso iria acontecer... Ele tava brigando até que ele sentiu algo atingir seu pescoço, algo pontudo e fino.

- Argh!!! - Sora logo colocou a mão no pescoço, e quando sentiu, e olhou a sua mão, ela estava com sangue... Foi aí que a visão dele ficou turva, e tudo começou a girar... ele ficou com os olhos vermelhos espontâneamente, e seu canto da boca, estava caindo sangue...

- Quem é o Forte agora em!? - O bandido deu um chute na barriga do Sora... oque o fez não levantar, pois a droga, ainda estava fazendo efeito...

- É bom que você morra garoto, Você não vai durar muito, essa droga é muito forte, e por isso vai morrer logo, se sobreviver, isso vai ser muita sorte! - O bandidologo saiu dali com o outro, antes que a Polícia chegasse... Já o Sora ele... não conseguia se mexer... e essa droga... aos poucos está matando ele... "Mas como você sabe disso, Ryo?" Simples... Ele me falou e também, ele estava muito pálido, e ainda estava com os olhos vermelhos, e seu corpo não estava em boas condições...

Ele pediu pra eu não contar aos nossos pais sobre isso... E eu tô morrendo de medo! Se o Sora morrer... Eu mesmo não vou aguentar... e a Oka-san... também não! A nossa vida... Tá uma PORCARIA! TA UMA PORRA RESUMINDO!

Eu não tô aguentando tudo isso... Eu sinto cada dia que passa, mais vontade de acabar com a minha vida logo! Eu não vou aguentar! Eu não AGUENTO MAIS ISSO! A MINHA VIDA SÓ OCORRE MERDA! EU SÓ FAÇO MERDA! EU QUERO MORRER!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Será... que é tão difícil a morte vir me buscar...? A minha vida não vale nada... N-a-d-a ....

Quando eu voltei a realidade... eles estavam brigando! O Ikki e o Kyle estavam já bem machucados! E a Yumi, a Emi, e o Sora estavam tentando separar, enquanto o resto da sala, estavam a me observar... E se perguntando por que eu estava deixando aquilo acontecer... Foi aí... que eu explodi disso tudo...

- PAREM... DE BRIGAR! CARALHO! - Eu peguei o colarim dos dois e os bati na parede.

- RYO! - Gritou o Sora, mas a Emi segurou tanto a ele, quanto a Yumi...

- DO QUE VAU ADIANTAR BRIGAR!? BRIGA SÓ DÁ EM MORTE! EM ÓDIO! E ISSO ACABA FAZENDO VOCÊS DOIS ENLOUQUECEREM! EU NÃO AGUENTO MAIS ISSO TUDO! ISSO TUDO, SÓ ESTÁ ME DANDO MAIS VONTADE.... - Todos estavam ali presentes... Eu não aguentei e logo gritei:

- DE ME MATAR! TER DEPRESSÃO É HORRÍVEL! E EU NÃO QUERO QUE VOCÊS DOIS BRIGUEM POR MINHA CAUSA! Eu... amo vocês dois... E não quero perde-los... Então por favor... Parem de brigar! -

Todos estavam quietos diante da minha declaração de morte e amor digamos assim... A parte da depressão... O Ikki ficou chocado, junto com a Emi, a Yumi e claro... o Sora. Eu estava chorando muito, e o Kyle junto com o Ikki estavam com as faces pretas... sem dizerem nada... o único que agiu mesmo sabendo do que eu falei... foi o Sora, ele se soltou e me abraçou muito forte...

- Vai ficar tudo bem... Relaxa... eu e todos estamos com você... e sempre vamos ficar... - Ouvir daquilo do meu irmão me deixou um pouco mais calmo, mesmo eu sabendo, que... Ele vai morrer em breve... Isso é horrível... E eu tenho certeza que ninguém vai me salvar, quando eu perder aquilo mais precioso pra mim...

Depois disso... o dia letivo acabou... e o Sora me levou pra casa... e eu só queria uma coisa... Me cortar... Era só oque eu tava pensando, e quando ficou escuro, eu acordei e peguei a lâmina. Mas quando eu ia me cortar

(Pelo menos eu agora, vou me sentir bem)

O Sora tirou a lâmina de mim, e quando eu vi... eu até me assustei... eu não sabia que ele tava acordado...

- S-Sora? E-Eu p-pensava que você tava dormindo! - Ele logo me olhou no fundo dos olhos e perguntou

- Por que? -

- P-Por que oque? -

- Ryo... Por que não me contou sobre a sua depressão...? - Ele me olhava seriamente, sem demonstrar qualquer coisa.

- Achei que... não fosse importante só isso! -

- A sua VIDA não é importante? -

- Hey calma! Eu não quis dizer isso! -

- Ryo... oque te faz infeliz? Você tem uma mãe, um pai, um irmão, uma irmã, uma avó, um avô, e muitos amigos que te amam. Sei que é complicado o assunto, mas... Se cortar... vai te ajudar em alguma coisa? Se cortar... Vai te deixar mais feliz? Se cortar... vai te dar saúde? -

- Claro que va.. -

- Não vai não. -

Eu logo fiquei sem argumentos... o Sora... sempre sabia um jeito de reverter a situação desde pequeno... E eu admirava esse jeito dele...

- Ryo... você sabe que pode contar comigo em tudo... Até em relação a depressão. Eu vou te ajudar. Nunca na vida vou te deixar só. Por que eu te amo muito. - o sora pegou a lâmina e puxou a manga dele, até mostar o pulso. Eu não acreditava que ele tava fazendo isso! Ele fez um corte no pulso dele e começou a afundar mais o corte

- PARA! Por favor! - Eu logo peguei a lâmina jogando no lixo e logo falei

- Por que ta fazendo isso!? Você tem problema sanguíneo Sora! Você é fraco de saúde desde menor! Quando perde sangue, você pode morrer! E como a mamãe e o Papai, junto com a Hikari vão ficar!? EM!? -

- Agora percebeu? -

- An..? Como assim percebi!? -

- Ryo... Quando você se corta, é assim que eu fico... preocupado. Pois não quero te perder, assim como você não quer me perder. Então... por favor... não faz... mais... isso... -

O Sora colocou a mão na cabeça... foi aí que eu vi a palidez, e logo ele caiu no chão. Naquele momento, eu gritei pedindo socorro, e a mamãe junto com o papai vieram correndo e se depararam com a cena.

- Sora! Não! - A oka-san veio correndo, e o papai ligou pra ambulância e isso acordou a Hikari, e quando ele subiu, ela viu o sangue escorrendo do pulso do Sora e logo entrou em choque, e começou a chorar, e meu pai depois da ligação pegou ela no colo tentando acalma-lá e depois.... A ambulância chegou... Oque tipo fez muito barulho, e a minha casa era na frente da casa do tio Todoroki e do Tio Deku, eles logo saíram junto com a Yumi e o Ikki, e nos viram indo junto com o Sora que estava na cama da ambulância sendo levado, ainda com o sangue escorrendo.

O Tio Todoroki e o Tio Deku levou a mim e minha irmã, pro hospital, e o Ikki e a Yumi foram conosco... e chegando lá, o Sora foi levado imediatamente para a sala de cirurgia, pois ele começou a perder muito sangue... e demorou horas na sala, a Emi junto com o Kyle, souberam e vieram nos acalmar... até que o médico saiu falando

- Precisamos de um doador. Se não, seu filho irá morrer... -

- Na...ni? - a oka-san junto com todos nós ficamos em choque, o problema, era que como eu havia me cortado, eu não poderia doar! Então eu comecei a entrar em desespero!

- Yumi e Ikki! Qual o tipo sanguíneo de vocês!? -

-" B -"

- Kyle por favor! Qual o seu!? -

- Desculpa Ryo, eu sou "A-"

- Não! Não tem ninguém com sangue positivo aqui!? Por favor! -

O Tio Todoroki e o tio Deku, também disseram que não, e meu pai e minha mãe, haviam doado sangue pra minha vó, que tinha ido pro hospital recentemente, e por isso eles não poderiam ajudar! Eu entrei em desespero até que a Emi falou

- Eu sou O

Quando eu ouvi aquilo, eu logo falei

- Emi por favor me ajuda! Ajuda o Sora! Por favor! Nós não podemos perde-lo! Ele é tudo pra nós! Por favor! - Cheguei a ficar de joelhos chorando, mas ela me levantou e olhou pra mim dizendo

- Não precisa chorar. Eu vou te ajudar... o Sora também é importante pra mim, e não vou deixar que ele morra... tá? -

- Hai...

Ela logo foi com o médico e depois de um tempo, ela tava lá na sala doando sangue pra ele, e o médico disse que só poderíamos visita-lo amanhã. Então fomos pra casa, e tivemos que dormir, e eu ouvia a oka-san chorar sem parar, e o papai tentando acalma-lo. E então no dia seguinte, fui pro hospital mais cedo, antes de dar o horário pra ir pra escola, e fiquei lá com o Sora.

Mas ele... não deu sinal de acordar... provavelmente por conta da anestesia... E então eu fui pro colégio depois de um tempo, e tive que explicar o por que dele não aparecer... e então fui pro terraço e fiquei olhando lá pra baixo... e logo me posicionei pra pular.

(Não consigo controlar o meu corpo! Eu vou acabar me matando! Eu não posso deixar meu irmão, não depois do que ele fez, pra eu enxergar em relação a me cortar!! Ele tá no hospital por minha culpa!!! Isso mesmo... por minha culpa... Até que não vai ser ruim eu ke jogar daqui... NÃO! Eu não posso!! ALGUÉM ME AJUDA!!!)

Algumas lágrimas percorriam meu rosto, enquanto eu me preparava para pular, e quando eu pulei... eu senti o vento e senti meu corpo cair em uma velocidade estrema, Mas...

Acabo sentindo alguém me segurar e logo olho pra cima... e quando eu vi! Eu reconhecia, aqueles olhos verdes cor esmeralda, de longe!

- Ikki...? -

- Você não pode fazer isso! Ryo você merece viver! E não morrer! Se você se for... sua família, vai ficar desesperada! Por favor! Pensa direito! -

- Mas... -

Quando eu vi, o braço do Ikki estava com algumas queimaduras, e que pareciam recentes! Estavam em carne viva, e ele parecia estar com dor.

- O seu braço... Tá queimado... Quem fez isso? -

- N-Ninguém! Não precisa se preocupar com isso... eu mesmo me queimei com o keu próprio fogo... -

- Mentiroso... Não dá pra se queimar com a sua própria individualidade! -

- Argh.. -

- S-sangue? Na sua... barriga... -

- Não se preocupa com isso... -

Eu comecei a escorregar da mão do Ikki...

- Eu vou morrer... E se você não soltar você vai junto... solta Ikki!

- NUNCA! -

- Por que...? -

Eu olhei um pouco mais acima e vi uma sombra de alguém, como se estivesse pisando na mão do Ikki! Como se quisesse mata-lo!

- Ikki... tem alguém lá em cima! Pisando na sua mão! É aquela pessoa que está te forçando a fazer aquilo!?

Ele ficou calado, mas seu braço esquerdo, que estava segurando lá em cima, estava descendo sangue... Pelo visto, a mão do Ikki tava muito machucada a o ponto de sangrar de tantas pisadas, mas aí... o Ikki não aguentou e ele me soltou...

Eu olhei pra ele assustado e estiquei minha mão pra poder pegar a mão dele, mas eu comecei a cair rápido.

- NÃO! RYO!!!!!!!!! - Grita o meio a meio Com as lágrimas caindo.

- Ikki...

- NÃO! NÃOOOOOOOOO -

Eu vi um fogo azul em volta do Ikki, e logo vi seu corpo começar a queimar, até que ele usou o gelo do lado direito pra fazer uma espécie de escorregador, fazendo amortecer a minha queda, mas ele continuava lá em cima.

- IKKI!!!!!!!!! -

O Ikki estava sendo queimado ainda, com a própria individualidade dele! Isso era muito estranho! Isso nunca aconteceu! Com o grito que eu dei, várias pessoas olharam pra cima, e viram o Ikki meio que sendo jogado.

- NÃO! IKKI! -

Os professores viram, e o Tio Deku, meio que agiu, pois o all might tinha saído, e de qualquer maneira era filho dele!

Quando o tio Deku pousou, o Tio Todoroki, subiu com o gelo pra saber quem tinha feito isso! Mas quando chegou lá, não havia ninguém. E então ele desceu, e viu o fogo azul em volta do Ikki, e a cara que ele fez, não foi nada boa.

- Ele não vai aguentar ter três individualidades! -

- Eu sei Shoto! -

(3 individualidades? O Ikki tinha três!? E o corpo dele estava queimado! Meu Deus!)

- o Gelo dele não está esfriando o fogo...-

O tio shoto logo usou a parte do gelo dele esfriando o corpo do Ikki... E todos tavam tipo cochichando... E o Ikki tava desarcordado...

- Vamos levar ele pra enfermaria... -

- Ok... -

O Tio Deku e o Tio Shoto logo levaram ele dali, e o Aizawa-Sensei disse que por conta, do que havia acontecido, os alunos deveriam ir pra casa.

E todos assim foram, eu fiquei esperando junto com a Yumi, o Kyle e a Emi, o Ikki sair da enfermaria, e quando ele saiu.

- Ikki!

A Yumi logo pulou o abraçando.

- Argh! Eu ainda tô queimado idiota!

Diz ele.

- Graças a Deus você tá bem!

Digo suspirando aliviado.

- Por mim... Hunf. -

Diz o Kyle com raiva.

- Ky por favor! Agora não!

Digo o olhando "seriamente"

- Tá...

Assentiu ele

- Bem, é melhor a gente ir!

Diz a Emi.

- Ok!

Concordaram todos.

Logo saímos dali, e depois no dia seguinte, o Ikki tava andando e eu vi, então fui atrás

- Ikki! Já está melhor?

Pergunto

- Um pouco... mas você não deveria visitar o Sora?-

Pergunta ele.

- Eu tô indo pra lá, se esqueceu que o hospital é nessa direção? -

Falo sorrindo

- Esqueci. Mas enfim... espero que o Sora melhore logo...

Diz ele e eu logo assenti.

Estávamos conversando, e vimos o tio shoto, lutando contra alguns nomus, só que eram vários e ele tava sozinho!

- OTU-SAN! -

Grita ele

- Ikki...? -

Diz Shoto, que logo grita

- NÃO! SAIAM DAQUI! -

- NEM FERRANDO! NÃO VAMOS TE DEIXAR SOZINHO!

grita o Ikki ativando as individualidades e começando a lutar, e eu logo fui também, e começamos a brigar! Por que, convenhamos, ele precisava muito da nossa ajuda!

Mas aí, alguém chegou e logo ficamos cercado com fogo azul, de começo eu pensava que era o Ikki, mas quando eu vi, nem o fogo azul ele tava usando!

- Ora Ora... Shoto, e meu querido sobrinho, Ikki.

Diz o Dabi (Toya)

- Dabi... Maldito.. -

Diz Shoto

- Vai embora!

Diz o Ikki

- Você me enxe sabia? Nem um trabalho, de matar o filho do Kirishima Eijirou e de Bakugou Katsuki, você consegue fazer.

Diz o Dabi.

- Eu nunca o mataria...

Diz o Ikki

- Ha! Finjo que acredito garoto. Mas, vamos ao oqur interessa, meu alvo é tanto o Ryo Kirishima Bakugou, quanto meu querido irmão mais novo, Todoroki Shoto.

O Dabi logo começou a lutar contra nós, ele era só e etc. Mas o problema, é que ele, é um vilão! E foi ele quem queimou minha mãe. E o fez ficar traumatizado...

E aquilo me irritou sabe? E a luta começou a ficar mais intensa! Mas aí, ele me jogou longe, e jogou o Ikki também, ficando apenas com o Tio Shoto.

- Parece que vai ser eu e você, Shoto.

Diz ele continuando a briga.

- MISERÁVEL! -

Grita o tio Shoto.

O Tio Shoto e Dabi começaram uma luta muito acirrada, mas o Dabi estava mais forte do que antes! E o Tio Shoto estava apanhando muito, então eu fui ajudá-lo e comecei a brigar com ele, mas ele era forte demais...

- Últimas palavras? Ou melhor, não vai ter!

O Dabi logo colocou fogo na mão, e logo foi correndo pra me acertar, e eu estava muito cansado, se eu fosse atingido, eu iria morrer na hora! Então... Aconteceu outra coisa.

- SÓ POR CIMA DO MEU CADÁVER! -

O Ikki logo ativou as duas individualidades juntas, o que acabou fazendo o fogo azul.

E então, eles começaram a brigar. Mas, ambos estavam a levar socos, e chutes fortes! E isso estava prejudicando o corpo! Mas eles não paravam, até o Dabi falar.

- Ikki você é fraco demais e por isso deve morrer!! -

O Dabi fingiu que ia atacar o Ikki, mas na verdade, ele veio me atacar, e oque eu menos queria aconteceu... O Ikki se colocou na minha frente, e foi atingido no coração...

- Não... IKKIII!!! -

Gritei.

- MALDITO!! -

Gritou o tio Shoto chorando, e começou novamente a briga deles dois.

- Ikki! Não! Aguenta! -

Falei desesperado, tentando, estancar o sangue com as mãos.

- Não vai... Cof Cof... Adiantar... -

Diz ele

- Cala a boca! Óbvio que vai adiantar! ÓBVIO QUE VAI PORRA! -

- Não... não vai... olha... cof cof... me desculpa... por te maltratar daquele jeito... durante aqueles meses... Eu sinto mui... -

Ele começou a fechar os olhos! Mas se ele fechasse, eu sabia que ele iria morrer.

- NÃO FECHA OS OLHOS! Por favor! *Chorando*

- Eu queria voltar no tempo... e não fazer nada daquilo com você... Me desculpa mesm... Mesmo...

- Cala a boca! Quanto mais você fala, mais você perde sangue!

- Não adianta Ryo... eu não vou aguentar... até chamarem uma ambulância... só quero que saiba...

- eh...?

- Que eu também te amo...

- Não não fala isso! Isso não é um adeus! Você vai ficar bem! Aguenta por favor Ikki!

- Ryo...

- Oq...

Ele me puxou pra baixo e me beijou... e eu acabei retribuindo. Mas aí... a mão dele que estava segurando a minha afroxou, e ele logo parou de responder

- Não... Ikki... IKKI! NÃO! AAAAAAH

eu gritei de agonia e de tristeza... Por que...? Por que a minha vida está dando tudo errado...!? Depressão, Bullying, O Sora no hospital... e agora... a morte do Ikki! Aquilo não podia ser real!

Mas infelizmente era... a ambulância chegou e levou imediatamente o Ikki pro hospital, e eu fui junto, na esperança dele segurar minha mão... e assim que chegamos, ele foi levado pra sala de cirurgia... e o Tio Deku junto com a Yumi estavam chorando...

E o médico chegou dizendo... que... o Ikki não havia resistido... Isso foi um choque... pra mim, e pra todos que estavam ali presentes...

Por que? Oque eu fiz de errado...? OQUE EU FIZ PRA MERECER ISSO!? POR QUE!!!!!!

Continua...


Notas Finais


Esse foi o cap...
Espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...