História Diário Maldito - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 8
Palavras 507
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, LGBT, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Obr por estarem aqui, e desculpem por demorar tanto para postar eu estive tendo problemas pessoais, e tbm tive um bloqueio de criatividade, mas espero que entendam.

Capítulo 15 - De volta as origens


Fanfic / Fanfiction Diário Maldito - Capítulo 15 - De volta as origens

Pov's Camila

Eu vejo que tenho sinal, então ligo para ele.

- Atende Max - Digo no celular fazendo a ligação.

- Oi Camila, conseguiu os itens ? - Diz ele ao telefone do lado de Acel.

- Sim, eu consegui e também perdi meus poderes - Digo com tom simplista porém triste ao mesmo tempo.

- Oque?! - Grita ele - Acel, rápido precisamos ir até Camila.

- ahm por quê Acel ta ai com você ? - Pergunto esperando sua resposta.

- Ah é que... - Diz Max enrolando - Olha o seguinte é que eu e Max estamos namorando - Diz Acel com um tom simplista.

- Ok, agora vocês vem me ajudar quando ? Ou vocês vão namorar mais um pouco ?! - Digo com tom de deboche fazendo Acel dar risada enquanto Max fica com raiva.

- Nós já vamos - Diz Max irritado.

- Ok - Digo desligando a chamada.

Depois de um tempo os dois se teleportam para me ajudar, mas percebo que não tem ninguém com Luna.

- Gente quem ficou com Luna ? - Digo brava por terem esquecido dela.

- Aí, é mesmo, vai lá Acel ! - Diz Max envergonhado por ter esquecido Luna.

- Ok, mas primeiro um beijinho - Diz Acel fazendo bico - Agora não vai logo - Diz Max parecendo o lobo alfa, eu sempre pensei que Max fosse o passivo - Vai por favor só um mozinho - Diz Acel com uma cara de cão abandonado, muito fofo mas minha namorada é mais - Ok, vem aqui - Diz Max beijando o Acel.

- Ok agora eu vou - Diz ele se teleportando.

- Ótimo, oque aconteceu ? - Diz Max perguntando a mim.

- Bem, eu estava naquela caverna, por que eu cai dentro de um buraco, que me levou até lá ai eu fiquei presa dentro de quatro paredes do nada, então eu conseguir fugir com minha adaga e uma corda, enfim eu fiquei sem poderes dentro daquela caverna - Digo vendo a expressão de preocupação dele.

- Isso é muito ruim pois, aquela caverna é a caverna de esperanças perdidas ela faz seus arrependimentos fazer seus poderes ficarem mais fracos até desaparecerem, então vc deve ficar melhor em uma semana duas mas... se vc não conseguir usar seus poderes do tempo na pedra pois ela precisa ficar vermelha e a pedra é amarela ela ficar vermelha com o tempo - Diz ele me fazendo ficar com medo e preucupada.

- Ok, mas ainda falta uma lágrima de um sucubus - Digo ao Max ainda preucupada.

- Ok a irmã do Acel é uma sucubus - Diz ele pegando o mapa do bolso dele - Vamos a um lugar para recuperar teus poderes.

- Ok - ele teleporta a gente para um templo.

- Aí, não acredito - Digo de boca aberta e assustada.

- Você já veio aqui ? - Pergunta Max curioso.

- ... - Eu só fico em silêncio pois não acredito no que eu estava vendo.

Contínua...


Notas Finais


Obr por lerem, eu posto quando eu puder e prometo que vai ser o mais rápido possível, pq minha vida ta uma zona.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...