1. Spirit Fanfics >
  2. Dias ruins finalizados nos braços de quem amamos. >
  3. Único.

História Dias ruins finalizados nos braços de quem amamos. - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Único.


O dia tinha começado péssimo. Jongdae acordou com o pé esquerdo do sapato que era parte de seu uniforme simplesmente caído na varanda de um condômino um andar abaixo do seu. Depois de tomar um banho relâmpago – porque, enquanto navegava no twitter durante, percebeu que seu relógio estava uns dez minutos atrasado – e entrar no elevador com meia barra de cereal na boca e só o pé direito calçado, percebeu que o vizinho que estava com o seu sapato restante era o yag mais chato do condomínio todinho. Desistiu de pegar antes mesmo de tocar a campainha; ligou onde trabalhava e disse que a mãe estava passando meio mal; vomitando horrores e precisava cuidar dela, já que era o único filho.

Jongdae voltou para o próprio apartamento com ira no olhar. Bateu a porta ao entrar e fez um barulho enorme, ouvindo reclamações de sua vizinha da frente que saía no mesmo momento – iria levar notificação do síndico mais uma vez.

Sentou em sua cama e ligou a televisão, procurando algum filme ou série para ver se ficava menos estressado. Acabou decidindo atualizar Jojo, aquele anime desgraçado, e ficou mais puto ainda quando – como em todas as partes – o personagem preferido dele morreu. Xingou Araki de todos os palavrões que conhecia; mandou um áudio revoltado para o melhor amigo, Chanyeol, que era vagabundo e sempre o respondia rápido.

Menos naquele dia. Chanyeol não respondia nunca e daqui a pouco era a hora de ir para a faculdade, então Jongdae tinha que arrumar algo para comer e deixar aquela fúria ali em casa mesmo. Tinha aula do pior professor e não queria discutir mais uma vez com aquele senhor de educação duvidosa. Foi em busca de um lámen que não tivesse tanta pimenta assim e encontrou só a porcaria daquele que só não colocava fogo na língua porque era um coreano que comia. Chen riu com sarcasmo, se odiando até a última célula de seu cabelo. Era tão burro.

As aulas seguiam e ninguém falava com Jongdae, como sempre, se não fosse para pedir anotação de alguma aula. No entanto, estava tão irritado que acabou sendo totalmente rude com o colega que mais gostava de todos o curso, o Junmyeon. Mandou ele fazer o favor de arrumar o próprio conteúdo e o deixar em paz.

Quando ia embora para casa, começou a chover. Chen tinha esquecido o guarda-chuva. Não tinha crédito no cartão pra pedir um Uber, não podia pedir carona para Junmyeon porque era feio demais depois do que tinha dito e a merda da parada de ônibus era dali uns trezentos metros na chuva e sujeito a poças de água na roupa branca. Maldito dia.

Esperou a chuva passar um pouco e desistiu de tentar manter a calça branca limpa depois do terceiro ou quarto carro fazer questão de jogar água no estudante. Respirava fundo a cada segundo, puto de verdade, e, quando chegou em casa, tirou a roupa no caminho para a cama e mais uma coisa inesperada.

Zhang Yixing. Zhang Yixing e seus olhos bonitos, seu sorriso com covinhas e um vinco entre as sobrancelhas indicando que ele estava preocupado com o estado nada menos que catastrófico de Jongdae, que se jogou na cama e começou a chorar de puro nervosismo.

— O que aconteceu, Chen? — seu namorado perguntou e deu um beijinho besta na testa.

Jongdae não respondeu, mas estava implícito que aquele dia tinha sido uma merda. Mas pelo menos Yixing não tinha terminado com ele, né?

— Você quer contar o que aconteceu? — depois de uma negação, Lay só se levantou e foi na cozinha.

Chen ficou na cama, o travesseiro na cara agora cobrindo um sorriso feliz e um adulto paciente e feliz e apaixonado. Yixing voltou com uma garrafa de água e biscoitos de leite condensado, resgatou o cobertor e colocou a melhor parte de Jojo – a segunda, óbvio – e abraçou o namorado com carinho.

— Eu sei que seu dia foi um saco. Mas eu estou aqui agora. Você não pode ficar nada além de super feliz.

Jongdae estava espetacularmente feliz.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...