História Dias Sangrentos - Capítulo 21


Escrita por: e dubid8

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 3
Palavras 893
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 21 - Mortalha


Fanfic / Fanfiction Dias Sangrentos - Capítulo 21 - Mortalha

Na Igreja, naquela manhã, Paloma se contorcia de dor no chão, ela estava coberta de sangue, depois de cometerem os atos imundos, a deixaram lá amarrada, sem comida ou água, a noite toda.

Paloma: O que me resta aqui? Por que eu não morro logo? Não tenho mais o que perder - pensava ela 

Eram pensamentos depressivos e deprimentes, a todo instante, porém, os seus pensamentos foram interrompidos por Eznoth, que chegou no salão para "conversar" com ela

Eznoth: Dormiu bem?

Paloma: ...

Eznoth: Qual é, não me responderá?

Paloma: O que quer Eznoth?

Eznoth: Te soltar daí

Paloma sentiu uma leve fagulha de esperança, mas não durou muito

Paloma: Então..

Eznoth pisou na sua cabeça

Eznoth: Cala a boca, você só fala quando eu quiser que você fale, tá ouvindo?

Paloma: Sim...

Eznoth: Que bom, por mim meus homens ficavam se divertindo com você até você morrer de fome, mas eu não sou tão mau

Eznoth se retirou e foi pra uma sala aos fundos da igreja, onde uma reunião era preparada

O que faremos?

Eznoth: Precisamos nos organizar Uru, o mais rápido possível

Uru: O que a gente faz? A deusa não te dá mais visões como antes não é Ez?

Eznoth: Você duvida das minhas visões celestes Uru?

Uru: De maneira alguma

Salazar: De qualquer forma, se me permite perguntar senhor, por que nos reuniu aqui?

Eznoth: Capturaram esses desgraçados, mas eles não vão deixar isso sair barato, então, o que eu quero é que vocês achem onde eles estão, e matem todos, antes que eles tentem fazer alguma coisa, quero que restabeleçam a ordem aqui nessa cidade

Qual a função de cada um aqui pai? - Perguntou um homem, relativamente jovem, que estava sentado numa cadeira de madeira

Eznoth: Ouça Papalak, você vai até os prisioneiros e tenta pegar informações, Salazar, organize os homens e vasculhem as cidades e os arredores, atrás dos filhos da mãe, e  Uru, pense nas possibilidades, no que eles podem fazer contra nós, você é o inteligente

Uru: Certo

Papalak: Tô descendo

Cada um se retirou da sala




Na pequena cidade, por entre becos, Arthur, Ítalo e João Paulo se esgueiravam, tentando atrair o mínimo de zumbis possível e não fazer barulho

João Paulo: Estamos andando aqui faz um tempinho já

Ítalo: Mas não achamos a Igreja, temos que continuar

João Paulo: Como a gente sabe que tá no caminho certo?

Arthur: Foca nos edifícios, o maior é a Igreja, e fica quieto

João Paulo: Ok

Eles cruzaram a rua oito e se dirigiram pra outro beco, este dava acesso à praça, quando eles o cruzaram, ouviram um barulho de sino, o sino de uma Igreja

João Paulo: ...

Arthur: O sino

Ítalo: A igreja

João Paulo: É só seguir o barulho então

Ítalo: Calma

Arthur: Pode ser uma armadilha, provavelmente sabem que nós viemos até aqui, e agora nos querem na catedral

Ítalo: É uma hipótese, mas como sabem?

De onde acham que nós conseguirmos atirar a flecha naquele seu amigo? - perguntou uma voz, porém nenhum dos três identificou de onde o som dela vinha

Ítalo puxou uma faca, Arthur uma machadinha, e João Paulo pegou um canivete

Ítalo: Quem é?

Ignorando a pergunta, o estranho respondeu

Temos olhos e ouvidos na cidade toda, não tinham um plano melhor não? Claro que não, porque o desespero de vocês é tão grande que o raciocínio é pequeno

Arthur: Vai ficar se escondendo até quando?

João Paulo: Isso não vai acabar bem

Conhecem a guilhotina? Foi uma forma de execução utilizada durante a Revolução Francesa, a decapitação era imediata, não havia dor, sua vida se esvaiava num piscar de olhos

João Paulo: A gente tem que sair daqui

Ítalo: Fica parado

Arthur: Não estamos vendo ele, mas ele está vendo a gente, se sairmos rápido assim, provavelmente todos nós vamos morrer

João Paulo: Ok

Queremos ser justos com vocês, queremos ser bondosos, então, façamos assim, a vida de vocês, também vai ser tirada, num piscar de olhos

A tensão estava ficando maior, o inimigo invisível estava causando pânico em todos

Vocês não sabem onde eu estou, mas eu vejo vocês, todos vocês, em qual eu agito primeiro?

Arthur: Droga

João Paulo: Bora logo!

Ítalo: Filho da...

Deviam ter ficado escondidos viajantes! Ou nunca terem pisado nessa cidade, porque agora que pisaram, não tem mais jeito de sair, vamos caçar todos vocês, um por um, como a morte, ceifando as almas, e esse, é o primeiro

Arthur: Como?

Uma flecha voou do terceiro andar de uma casa que estava do outro lado da praça, e atingiu o pescoço de João Paulo

Ítalo: Não..

Arthur: Merda

João Paulo: Eu..... cheguei.....

Antes que pudesse terminar de falar, ele caiu no chão, enquanto jorrava sangue do seu pescoço

Os dois permaneceram imóveis por um tempo, demorou pra processar o ocorrido, mas a realidade veio a tona, como uma martelada no crânio

Ítalo: Do outro lado da rua!

Arthur: Desgraçado

Eu sou Kirk! Gravem esse nome, o soldado de Eznoth, que caçou o primeiro!

Ele se retirou da sacada do terceiro andar, sumiu. Ítalo foi correr pra atravessar a rua mas Arthur segurou seu braço

Arthur: Não, você não vai

Ítalo: Mataram o João Paulo! - ele exclamou em um tom raivoso

Arthur: Vão matar você também, se não se controlar, se lembra? Vamos evitar conflitos, apesar de eu estar com raiva também, nosso propósito agora é encontrar uma rota alternativa pra igreja, e andar atentos como um cão, eles sabem da nossa presença

Ítalo: Você tá certo

Ítalo conteve sua raiva e voltou, então ele fincou a faca na cabeça de João Paulo, evitando assim que ele se transformasse em Zumbi

Ítalo: Tão tirando tudo da gente, vamos tirar tudo deles, até a última gota de sangue!














Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...