1. Spirit Fanfics >
  2. Did it have to be love? >
  3. Não.

História Did it have to be love? - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


....

Capítulo 10 - Não.


Fanfic / Fanfiction Did it have to be love? - Capítulo 10 - Não.

Semanas se passaram. 

Luz, Cora e seus pais estavam em outra reunião fora do castelo.

Eu estava lá fora no Jardim e ouço um empregado me avisar que meus pais estavam chamando. 

O que será agora? Eu quebrei alguma coisa?

Respondi a ele que já ia, larguei os dentes de leão que eu soprava e fui até o escritório do meu pai.

Quando entrei se encontrava ele sentado e minha mãe ao seu lado. 

-Bom dia filha! - eles falam em unissono.

-Bom dia! - Eu respondo indo abraçá-los e dou um beijo na cabeça de cada um.

-Hoje receberemos uma visita de outro reino...- papai começa e afirmo com a cabeça compreendendo. 

-É uma família muito nobre, possui grandes terras. Eles são em quatro. Uma família de dois filhos. 

Ahh...tudo bem.

-Tudo bem. - respondo....- vocês querem que eu esteja junto para a visita?

-Sim, por favor. É a nossa família e a deles.

-Ok! 

Saio e vou para meu quarto me ajeitar, pois meus pais falaram que a família iria vir daqui meia hora. Estavam todos prontos.

Assim que termino de ficar pronta, encontro meus pais e eles caminham até o corredor, eles na frente e eu atrás. 

Quando eu vejo a família entrando e....o que?

Meu coração dispara. Tudo começa a parecer como se estivesse em Câmara lenta. 

Eu vejo na minha frente o menino alto e loiro que tinha visto algumas semanas atrás. O Filipe, ele mesmo, em carne e osso. Parado me olhando fixo nos olhos. 

Eu o encaro ainda paralisada.

Não pode ser...

Quando percebo o que estava acontecendo desvio o olhar, como sempre. Eu sempre desvio.

Olho para Cristina, que estava me olhando com um sorriso, retribuo.

Assim que nossos pais fazem o cumprimento, nós fizemos a mesma coisa. Depois Cristina corre para me abraçar e sorrimos.

Quando eles entraram para a sala, ficamos eu, Cristina e Filipe no corredor.

-Oi. - Filipe diz. 

Sinto uma coisa que não consigo explicar o que era....não. Eu não quero sentir isso, afinal...eu só acho ele bonito. Eu não gosto dele. Gosto do Harris. 

-Oi. - respondo. 

Depois do silêncio, nós 3 fomos para o salão principal. 

- Porque você não vai um dia lá em casa? - Cristina fala. 

-Pode ser, eu levo Luz também se você quiser. 

-Adoraria! 

-Aurora? Eu vou dar uma saidinha pra pegar um copo d'água, tudo bem? - Ela pergunta. 

Não! Eu não quero ficar sozinha com seu irmão dentro do salão. 

- Ahh...claro...- falo educadamente.

Ela sai e ficamos só eu e Filipe. 

Ele sentado no sofá e eu no outro. Não abrimos a boca. 

Ele era tão lindo...droga. Me peguei de novo pensando nisso. 

Para, Aurora. Só para. 

Olho de novo pra ele e ele percebe. Abaixo o olhar. Levanto de novo e dessa vez era ele que estava me observando, abaixo minha visão de novo rapidamente. 

O que estava acontecendo? 

Depois de algum tempo, Cristina chega e ficamos conversando até seus pais irem embora. 

■■■

Alguns mêses depois, estava no salão lendo os jornais tranquilamente, quando passo uma página e vejo Filipe e uma outra menina. Na matéria estava escrito uma página inteira sobre ele, sobre como ele era perfeito e tinhas muitas meninas atrás dele...Não era de se duvidar, a cara dele não engana ninguém. Por isso não queria me apaixonar. Apaixonar? Aurora, quem falou em se apaixonar....eu estava pensando nisso de novo. Não, eu não estava apaixonada por esse pricipesinho galã, que todas as moças caiam ao seus pés. Eu não era assim, não era que nem as outras meninas, nunca fui.

Mas aquilo me comoveu...e eu não sei o porquê, mas meu olhos começaram a encher de lágrimas, havia um aperto no coração, só de ver ele com aquela menina. Desabei em lágrimas e corri paea meu quarto. 

Contei para Luz o que aconteceu, ela achou estranho, eu também achei. Porque isso estava me incomodando? Porque eu estava chorando por causa dele, quando eu sei que sempre gostei do Harris?

O que estava acontecendo comigo? 

É...claro! Fazia todo o sentido. Como eu mesma sabia, eu sempre gostei do Harris, mas eu me magooava com ele. Ao ver sempre ele com Carrie e saber que ele não sentia o mesmo. Já fazia quase 10 anos que gostava de Harris. Eu sabia!...talvez isso estava acontecendo porque talvez eu precisasse esquecer Harris e estava usando outra pessoa para cubrir isso. 

Eu sabia que não gostava de Filipe, não iria gostar dele. Nem ele de mim. 







Notas Finais


Até


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...