História Diferentes - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Itachi Uchiha, Naruto Uzumaki
Tags Itanaru, Naruita, Yaoi
Visualizações 103
Palavras 1.031
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu finalmente voltei. 👏👏
Era pra ter voltado antes mais teve algumas coisas que eu tive que cuidar, mais eu finalmente voltei pra postar o primeiro cap. dessa história.
Me desculpe que demorei, só que depois da cirurgia da minha mãe, minha vida virou de ponta cabeça, mais eu to aqui.
Quero agradecer a vcs q n desistiram de mim 💕 isso significa muito pra mim mesmo.
Eu queria avisar q a atualização da história vai ocorrer de forma lenta por 4 motivos.
1° eu estou participando do saral que é um evento na escola que cada sala escolhe um dia da semana e faz alguma coisa, minha sala escolheu fazer uma peça e mesmo eu n sendo a personagem principal eu ainda tenho bastante falas.
2°- eu tenho que pegar um pouco mais pesado nos estudos pq esse trimestre vai ter prova Brasil 😿
3°- Eu trabalho e faço catequese.
E 4° eu adoraria falar que eu to viajando mais eu sou pobre então 😒 não tem quarto é só isso mesmo. 😂😂
Eu queria pedir desculpas pq vcs vão achar bastantes erros na história por causa das vírgulas.
Gente vírgula não é de Deus n, só existe pra complicar com a minha vida.
Eu sei que o cap. ta curto mais com o tempo eu vou tentar aumentar.
Não esquecem que eu amo comentários, queria agradecer antes que eu me esqueço a todas as pessoas que me enviaram mensagens de incentivo 😘Bjs💋 obgd do fundo do meu kokoro ❤
Enfim vou deixar vcs lerem agr.

Boa leitura mhas raposas. 😘

Capítulo 2 - Alfa, Beta e Ômega


Fanfic / Fanfiction Diferentes - Capítulo 2 - Alfa, Beta e Ômega

Alfa.

Uma palavra pequena, com quatro letras, mais com tantos significados.

Simboliza o início, pois é o nome da primeira letra grega do alfabeto grego clássico.

Mais para a nossa espécie, essa pequena palavra, significa tudo.

Controle, poder, domínio, aoutoridade.

Beta.

Uma palavra também pequena, mais, com menos significado que a primeira.

Nome dado a segunda letra do alfabeto grego.

Para a nossa espécie?

Pessoas de segundo plano.

Ômega.

Uma palavra um pouco grande, em comparação com as outras duas.

Simboliza o fim, pois é o nome da vigésima quarta e última letra do alfabeto grego.

Para a nossa espécie?

Coisa sem importância.

Você é definido des de pequeno por essas três palavras.

Quando eu era pequeno, na base dos 3 ou 4 anos, eu exibia um comportamento de um alfa forte, autoritário, destemido não gostava de receber ordens, gostava mais de de cores escuras do que vivas. Minha família estava pulando de alegria, afinal, eles acreditavam que eu era um alfa.

Até que chegou o dia do D.S. (Definição dos Status) na escola, e um maldito papel contrariou tudo o que minha família pensava de mim.

Pois ao invés de confirmar que eu era um alfa, dizia que eu era um ômega.

Meu mundo virou uma merda dai em diante. Meus pais começaram a me tratar diferente, não tinha mais tantos privilégios, ficava frequentemente de castigo, era repreendido por meu comportamento nada ômega.

Até que um dia minha família cansou. Cansou de tentar me entender. Cansou de fingir sorrisos. Cansou de ter os vizinhos fofocando em como eles tinham um ômega defeituoso como filho. Eles simplesmente cansaram.

Com 6 (seis) anos de idade eu fui mandado para uma das melhores escolas aonde ômegas rebeldes aprendiam a ser bem, como eu posso dizer... Ômegas ideais.

Durante 11 (onze), malditos, anos eu vivi nesse inferno aprendendo a como ser um ômega perfeito, como lavar, passar, cozinhar, limpar a casa, tocar piano, cantar, cuidar de um bebê, pintar, jardinagem, ser delicado, porra mano até como dar prazer a um alfa eu tive que aprender, entre muitas e outras coisas.

Geralmente um ômega fica nesse internato por apenas 7 (sete) anos mais em casos espaciais, aonde o progresso do ômega não é satisfatório, ele tem que permanecer por mais 5 (cinco) anos.

Eu era considerado o ômega mais problemático, não seguia as regras, xingava, era péssimo em cozinhar, me recusava a enfiar minha boca em um pênis de borracha e nem chegava perto de um bebê.

Mesmo que esse inferno seja rigoroso, demorei um tempo mais finalmente aprendi a controlar meu temperamento.

Descobri que não importa o que eu faço se não segui as regras eu nunca sairia daqui.

Começei a ir as aulas, seguir as regras, falar educadamente, enfim, ser um ômega perfeito.

Não foi fácil eu queria xingar sem ser repreendido com a famosa frase ômega não xinga e uma reguada na mão, queria poder tocar guitarra sem me preocupar em ser pego e ouvir ômega só toca instrumentos calmos, queria poder usar as roupas que eu quiser sem ter que ouvir ômega não usa esse tipo de coisa, queria poder sair sem ter que escutar ômega tem que dormir cedo eu queria tantas coisas que prometi a mim mesmo que um dia eu seria eu mesmo sem me preocupar com que os outros vão pensar ou falar.

Tem dias que eu queria me trancar no quarto e chorar, esquecer de tudo e de todos. Ainda mais quando meu melhor amigo foi pra casa, se não fosse por ele eu teria dizandado. Conheci ele dois anos depois que eu cheguei nesse inferno, estava procurando um lugar para me esconder dos professores e pulei o muro da escola caindo encima dele, na hora da adrenalina eu me levantei falei um simples 'foi mal' e ia começar a correr de novo quando ele segurou meu pulso, com um aperto firme,  levantou uma de suas sombrancelhas olhou para o muro que eu pulei e me disse um simples vem e sai me arrastando. Dai em diante sempre que eu tinha tempo me encontrava as escondidas com ele, pois a minha escola desaprovava amizade entre em alfa e um ômega. Ainda mantenho contato com ele, mesmo que o filha da mãe mora lá no cafundes do Judas. 

Com muito esforço eu finalmente estou saindo desse inferno, fingi tão bem que  invés de eu ficar 5 (cinco) anos o diretor me liberou e com apenas 4 (quatro) anos estou livre desse inferno.

Nesse exato momento estou no avião pronto pra ver pela primeira vez meus 2 (dois) irmãos de 7 (sete) anos, que eu nem sabia da existência até hoje e rever minha amada família que eu não via e nem falava por malditos 11 (onze) anos.

    ●~○ 

●~○

Estou tremendo, minha mão que está segurando meu descafeinado está suando, minha boca ta seca e não consigo me mecher. Porra nesses 11(onze) anos essas pessoas não mudarão quase nada.

Minha mãe está com um sorriso carinhoso nos lábios, seus olhos demostra alegria enquanto brinca com um menino de cabelo loiro em seu colo. Meu pai está sério como sempre e, escuta atentamente tudo o que o outro menino de cabelo loiro que esta segurando sua mão, mais seus olhos demostra um calor, que da ultima vez que eu o vi não estava lá. Meu irmão mais velho, com seu cabelo mais vermelho que o da minha mãe, cresceu bastante mais ainda continua com a mesma cara intediada de sempre com seus braços cruzados. Meu segundo irmão mais velho de cabelos loiros está mechendo em seu celular com um sorriso bobo no rosto. 

Vendo isso meus olhos se enchem de água, as quais eu me recusa a deixar caírem,  percebendo que eu não sei nada dos gostos deles ou se eles estão namorando, ou até mesmo qual a data de aniversário dos gêmeos, só de saber que eu não sei nada da minha familia, dos meus irmãos, me faz perceber que mesmo se meus pais tentassem eu nunca os perdoaria por oque eles fizeram comigo. 

Respiro fundo para acalmar meus nervos, aperto a alça da minha mochila e vou na direção da minha família,  com passos vacilantes que logo começam a se tornarem confiantes. 

Paro quase enfrente a ales,  respiro fundo de novo, tomo coragem e com um sorriso no rosto chamo atenção deles com um simples. 

- Olá. -


Notas Finais


Eu queria saber oq vcs acharam do início da historia? Confesso q estou com bastante medo dela n dar certo por ser bastante diferente das demais 😊


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...