História Differences make equalities - (Namjin, Vhope, Jikookmin) - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, K.A.R.D
Personagens Baekhyun, J.Seph, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé, Sehun, Somin
Tags Bangtan Boys, Bts, Jikook, Namjin, Vhope, Yaoi, Yoonmin
Visualizações 71
Palavras 2.419
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Ficção, Lemon, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oieee! Bem vindos a mais um capítulo. A querida parte 2. Espero que gostem. Boa leitura!
~
I purple you 💜

Capítulo 15 - O aviso - parte 2


Sabe por quê?


- Ele também faz o sorvete especializado com a aura do casal.

- Oh - falo ainda surpreso olhando para aquele carrinho lotado de gente.

- Eu sempre vinha aqui com Hoseok. Ele disse pra mim hoje que pegou um sorvete... Pra não quebrar a tradição. Eu resolvi vir aqui comprar um também. Você vai comprar um né? Por favor - ele pega as minhas mãos e leva pro seu peito.

- Sim. Sim. Eu compro. Por que não?

- Pelo simples fato que pode ser meio constragedor... Sabe, geralmente quem pede o sorvete são casais e...

- E qual é o problema de ser um casal gay?

A minha pergunta pegou de surpresa o Jin. Ele olhou pra baixo.

- Não é bem visto... Você sabe...

- Eu não tenho vergonha - falo e puxo o Jin para a fila - Não tenho vergonha de estar com você.

Ele me olha surpreso e logo começa a rir.

- Eh... Porque está rindo?

- Você é exatamente o contrário de Hoseok. Quando pedimos um sorvete aqui. Hoseok trata de ficar bem longe de mim. Mas o Soo. O sorveteiro. Sempre percebe. E ele trata de ficar me segurando até o Hoseok vir até mim. Ah, ah, é hilário. Hoseok quase enterrou a cabeça na terra um dia. Não que ele tenha vergonha de estar comigo. Mas ele tem vergonha do Soo sempre nos zuar como um casal.

Sorri e olhei pra baixo.

- Hoseok é legal... Você se diverte mais com ele não é?

- Hã?! Nada a ver. Por que você... Ah Namjoon... - ele me olha triste e se aproxima de mim no meu ouvido - Eu já disse que eu gosto de você do jeito que você é. Acredite, se você fosse igual ao Hoseok. Eu provavelmente não gostaria de você. Ter amigos iguais é chato. O mais legal é você ter amigos diferentes um dos outros. Porque eles são diferentes ora. Isso não significa que eu me divirta mais com do que o outro...

- Oh... Me desculpe...

Jin pega a minha mão e aperta levemente e sorri pra mim. Bom. Ele me desculpou. Confesso que fui idiota agora... Mas... Ver Jin falando tão bem do Hoseok... Me causa... Ciúmes.

Jin me puxa pra frente. A fila tinha andado e nem tinha percebido, já era a nossa vez.

- Oh. Jin! - o senhor sorri ao ver o Jin - Meu cliente pre-di-le-to. Hoseok veio hoje mais cedo. Estranhei que não veio junto com você. Estou com saudade do casal que tanto amo.

- Não estamos nos encontrando nos últimos dias - Jin fala sorrindo triste.

E enfim o homem nota minha presença ali.

- Oh... Você... - Ele para e observa nós dois silenciosamente - Caham* É... É seu amigo?

- Sim... - Jin fala e sorri timidamente.

- Namjoon - peço um aperto de mão e ele retribui.

- Isso... - O homem começa a pensar - Vocês... Bem. Toma aqui o sorvete que vão com a cara de vocês e Jin... Fica aqui. Quero conversar com você.

Jin me olha confuso e eu apenas dou de ombros e digo que espero ele.

Pov Jin on.

- O que foi Soo? De repente você ficou sério...

- Fiquei sabendo de seu casamento. Não sou nenhum senhor de idade pra ficar por fora disso. A questão é... Eu sempre enchi o saco de você e o Hoseok. Mas você sabe né? Nunca vi vocês como um casal realmente. Mas você com esse garoto... Tem algo diferente.

- O que você quer dizer com isso?

- Tem algo forte. Algo profundo. Eu não sei explicar. Nunca vi algo parecido. É como... Uma aura forte. Tão forte que nem eu mesmo consigo entender.

- Soo... Eu não estou entendendo...

- Jin. Eu não queria falar. Bem... Ele que deveria falar ou você, mas... Já que nenhum dos dois ainda teve a coragem eu não tenho culpa. Mas vocês tem um grande amor um pelo o outro. Uma forte conexão. Esse amor pode ser até de amizade, mas se for, nunca vi amor tão forte de amizade assim, está mais pra amor de amor mesmo. Você conseguiu me entender?

- Eu... Eu entendi sim... V-Você tem certeza Soo? Eu tenho medo... Ser rejeitado. Afinal, não sei se ele é gay. Ele tem muito carinho por mim e... Eu não sei.

- Jin. Apenas siga seu coração. Mas de uma coisa eu sei... O amor de vocês... Nem o ódio mais forte e mais sombrio pode destruir. Só o corpo. O sentimento não. Eu nunca vi algo parecido. Não desperdice o que eu te falei. Agora vá. Tenha uma boa noite. Próximo!

Sai ainda meio atordoado e Namjoon foi até mim ele já havia acabado de tomar seu sorvete.

- O que foi Jin? Está tudo bem?

Olhei pra ele. "Só o corpo"...?

- J-Jin. Fale alguma coisa. Está me preocupando com essa cara.

Namjoon levanta meu rosto pra ele.

- N-Não é nada... Vamos... Vamos pra casa...

- Tudo bem. As nuvens estão carregadas, parece que vai chover, temos que ir logo - Namjoon fala.

Nem o ódio mais forte pode destruir. Só o corpo o sentimento não.

Nem o ódio mais forte pode destruir. Só o corpo o sentimento não.

Nem o ódio mais forte pode destruir. Só o corpo o sentimento não.

Essa frase ficou girando na minha cabeça várias vezes como uma fita sendo repetida várias vezes. "Corpo" O que ele quis dizer... O que ele quis falar exatamente com isso?

Meu sorvete estava praticamente derretendo na minha mão. Sorte que já haviamos saido da área do festival e já estávamos numa rua afasta praticamente deserta. Namjoon havia parado o carro não tão distante dali. Mas quanto mais eu andava, mas parecia que o carro ia ficando mais longe. "Ódio..." "destruir".

- Jin. Chega!!!

A voz do Namjoon me acorda e rapidamente sou encostado na parede.

- Você quer me dizer o que está acontecendo? O que aquele homem te disse pra te deixar assim? Isso está perturbador.

- ...

- Me fale Jin.

- Eu... Eu não sei tá?! Eu não sei. Eu estou tentando entender, mas não tô conseguindo - sinto lágrimas vindo - Eu estou com medo. Eu não quero que algo mal aconteça e...

- O que você está dizendo...? Se acalme por favor, não chore.

Começo a escorregar sentindo minha pernas enfraquecer.

- Eu não quero que ninguém se machuque, eu não quero que você se machuque...

Namjoon me segura para que eu não caia no chão e ele me abraça.

- Jin... O que... Ele... Disse.

- Que.Quenóstemosumsentimentoforte.

Pov Jin off.

Jin chorava incontrolavelmente em meus braços, eu praticamente não estava entendendo nada do que ele estava dizendo só a parte de que temos um sentimento forte e apenas isso. Ele está chorando por causa disso? Ele não quer que tenhamos esse sentimento forte? Não, não pode ser isso.

Ele continuou falando sem parar até uma parte que me chamou a atenção e eu entendi perfeitamente.

- ...Porqueéimpossiveldeevitare....

Ok já chega.

Levei meu dedo ao seu lábio e ele parou de falar.

Senti pingos de água caindo em minhas costas. A chuva.

- Jin... Me diga seu sentimento. Me diga o que sente. Eu preciso saber. O que está acontecendo com você?

Falei gentilmente e acariciei seus lábios.

- Me diga. Eu não vou te julgar...

Suas lágrimas desciam silenciosamente enquanto ele abria e fechava a boca inúmeras vezes tentando falar algo mas sempre desistia quando estava prestes a falar.

- É por causa de mim? Eu que te faço chorar? Eu que causei tudo isso? Você era tão diferente quando te conheci, e você mudou tanto... Eu que... Causei isso?

Ele desviou o olhar pra baixo.

- Se eu te fizer mal. Eu posso me afastar de você Jin.

Ele levanta a cabeça pra mim de repente.

A chuva cada vez engrossava mais. O que começou com pingos finos agora já estavam fortes que dava pra se sentir chocando com sua pele como tiros sem conseguir te perfurar.

- Eu posso me afastar de você sem nenhum problema. Se eu tiver causando tudo isso e puder dar um jeito, e esse jeito for esse eu vou fazer. Eu quero te ver feliz.

Eu nunca disse tanta mentira na minha vida. Não a parte de que querer ver ele feliz. Isso eu quero muito. Mas sim a parte de afastar. Eu nunca irei conseguir me afastar dele. Eu necessito dele pra minha vida. Ele mudou a minha vida de uma forma tão impressionante. Agora ele é parte vital dela.

- Se afaste de mim - Jin fala rapidamente.

Foi como uma faca em meu coração. Segurei o impulso de chorar e então falei.

- Tudo bem. Vamos pro carro.

Me afastei dele e deixei-o encostado na parede virando as costas pro mesmo.

Comecei a caminhar, mas o outro não me acompanhava e então ouvi soluços. Ele está chorando mais? Tentei não me virar pra trás mas não deu, a minha preocupação por ele é maior. Me virei e ele estava me encarando. Como a chuva estava muito forte. Não consegui ver seu rosto acho que ele podia ver o meu pois estava sendo iluminado por a luz de um poste. Mas o Jin estava no escuro.

- Nam... Vai mesmo se afastar de mim...?

- Eu...

- Você consegue fazer isso...?

- S...

- PORQUE EU NÃO CONSIGO.

Ele vem correndo até mim e me abraça fortemente. Acabo me assustando e dou um passo pra trás. Quase escorrego se não fosse pelo poste que me deu equilíbrio ao me segurar nele.

- Eu não consigo me afastar de você. Se eu conseguisse eu já teria feito isso há muito tempo, mas eu não consigo... Eu preciso de você pra mim. Eu não consigo mais pensar no meu futuro sem você. Nesse pouco tempo você me trouxe sensações que nunca tive na minha vida inteira. Você me mudou sim Namjoon. Você me mudou pra melhor, porque eu me sentia um lixo, mas você sempre falou coisas boas sobre mim e isso me deixou tão feliz. Você sempre me apoiou e me protegeu, você acha que eu quero que uma pessoa como você se afaste de mim? Você é o abrigo que veio no meio de uma tempestade pra mim.

Cada palavra que ele falava ia cada vez me deixando mais emocional. É como... Eu não sei explicar como é. Mas está me deixando muito feliz e triste ao mesmo tempo.

- Eu quero tanto ficar com você. Porque você me deixa tão feliz... Mas quando eu lembro de meu futuro. É como se toda felicidade acabasse... É como se... Eu não pudesse ser feliz... Por um momento eu pensei que se você se afastasse de mim poderia resolver. Mas ver você dando as costas pra mim desse jeito me fez sentir como se toda minha vida tivesse sido um desperdício. Tudo que passei e tudo que senti. E eu senti uma dor tão grande...

- Jin... - tento falar mas as palavra não saem.

- Me explique porque eu me sinto assim. Me explique porque é tão forte como o homem diz. Porque eu não consigo fugir disso?

- Jin me diga logo o que você está escondendo de mim?

Isso calou a boca dele e ele me olhou espantado.

- O-O...Que?

- Você com certeza tem algum problema que está o impedindo de ser feliz. Me diga. Eu te ajudarei...

- ... Eu ... Eu...

Olhei ele fixamente em seus olhos e ele abaixou a cabeça. Levantei sua cabeça para que me olhasse e ele contorceu seu rosto.

- Eu estou amando alguém... E não é meu noivo.

Congelei no mesmo instante.

- E se meu pai souber com certeza vai o matar... O que... O que eu faço?

- Eu... Eu não sei...

Ele ficou calado e havia fechado seus olhos. Estávamos tão perto. Mas tão perto. Terá alguma chance de essa pessoa ser eu?

E então ele me abraçou afundando seu rosto em meu peito enquanto chorava.

Meu corpo todo tomou um choque interno e meu coração se aqueceu. Se isso é possível. Embora a chuva esteja fria eu não sentia frio. Estar junto a ele fazia meu corpo esquentar e com certeza meu rosto era o lugar que estava mais quente.

Jin então se afastou e me olhou desnorteado.

- ...

Ficou um silêncio entre nós dois foi quando eu resolvi falar de uma vez por todas.

- Aaah Jin. Melhor irmos pra casa senão ficaremos aqui até amanhã e além por cima ficaremos gripados.

- Tem razão. Nem estava me lembrando da chuva - ele passou a mão pelo rosto tentando diferenciar as lágrimas da chuva.

Puxei-o pela mão e começei a correr até o carro.

- Porque esta correndo? Já estamos molhados! - ele perguntou pra mim confuso.

- É pra ter mais adrenalina!

Digo e enfim chegamos no carro. Abro a porta pra ele e logo dou a volta correndo e entro no carro. Fecho a porta e dou um longo suspiro.

- Caramba que chuva.

E ai percebo que estava completamente encharcado.

Ligo o aquecedor pois estava morrendo de frio. Olho pro Jin após ligar e ele obviamente também estava encharcado. Como não percebemos que estavamos assim...?

Um movimento do meu lado.

Jin estava se encolhendo em seu canto seu rosto e seu cabelo tudo molhado pela chuva. Eu nem sabia se ele ainda estava chorando ou não.

Virei o rosto pra trás e avistei uma blusa de frio. Com um pouco de esforço alcancei a blusa e cobri o outro.

- Vamos pra casa.

Falo enquanto ajeitava a blusa no outro como um cobertor o outro me olhou curiosamente enquanto fazia isso.

Tentando disfarçar o olhar dele que me causou constrangimento. Ligo o carro e dou a partida. Durante todo o trajeto o outro não tirou o olhar de mim. Isso estava me intrigando.

- ... Se continuar me secando desse jeito eu não precisarei nem tomar banho quando chegarmos em casa - brinquei finalizando com uma risada.

- ...!!!

O outro se assusta e o vejo pelo canto dos olhos corar.

- Me desculpe! Eu... Eu não percebi eu... Não queria...

- Tudo bem - rio e dou um sorriso - Apenas vamos nos secar bem quando chegarmos em casa falo olhando pelo canto dos olhos.

Ele sorri docemente pra mim. Mas logo seu sorriso desaparece.

- Namjoon... Você deve estar com muito frio mas mesmo assim me deu essa blusa. Suas mãos estão praticamente brancas...

- Está tudo bem. Falta pouco pra chegarmos em casa.

- Você... Não Namjoon, parece que estou te fazendo sofrer por...

Paro o carro instantaneamente e ele estranha.

- O que foi? - pergunta agora assustado.

Começo a rir pra mim mesmo e o olho.

- Esta preocupado comigo Jin? Por isso que não parava de me olhar?

Ele paralisa e sua boca abre e se fecha várias vezes.

- Eu... Eu estou muito... Não tem nada que eu possa fazer. Pegue a...

Paro ele ao ver que ele estava comecando a tirar a blusa de si. Olho pro lado e dou um sorriso.

- Por hora. Vamos apenas pra casa...


Notas Finais


Yooooo acabooou. Resolvi dividir em 3 partes de última hora porque não vai dar tempo de escrever o resto kkkk. Aulaaa. Até o próximo capítulo.
Bye~
~"Razão é diferente de emoção"
~
I purple you 💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...