História Different, more in love! - Capítulo 22


Escrita por:

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Simón
Tags Michael, Michaelronda, Michaentina, Ronda, Ronderistas, Valentinazenere, Valuzenere, Zenere, Zeneristas
Visualizações 80
Palavras 609
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Fantasia, Ficção Adolescente, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem.
Boa leitura!
Desculpem os erros de ortografia!

Capítulo 22 - Vai embora!


Fanfic / Fanfiction Different, more in love! - Capítulo 22 - Vai embora!

Valentina- como?

Michael- você escutou muito bem!

Valentina- eu vou fingir que não escutei isso.

Michael- me responde! Que merda! Seu amiguinho apronta e eu que pago!

Valentina- você fez por merecer!

Michael- eu que saiu jogando bola de fogos nos outros?

Valentina- não, mais você e o Agustín só brigam. Eu só quero que isso pare. 

Michael- e eu só quero que você devolva meus poderes Valentina.

Valentina- Michael vai embora por favor, eu tô com a cabeça cheia de coisa,e você só tá piorando tudo.

Michael- eu tô piorando? Eu só quero o que é meu , e você tirou.

Valentina- sim você tá. Olha pra mim Michael, meu cabelo ainda tá assim, meus olhos queimam. E a única coisa que você sabe falar é da droga desses poderes. Você por um segundo parou pra perguntar como eu tô? Acho que não.  Vai embora daqui. Me deixa sozinha.( Ele me olha, percebo que ele está furioso. Mando ele sair e ele continua ali)      - se você não quer sair eu vou! (Dou as costas, e vou saindo)

Michael- VALENTINA! (Ela tem razão, eu só pensei em mim)

Valentina on.

Saiu dali, corro pro meu quarto, entro e tranco a porta. Depois de alguns segundos, o Mike bate na minha porta com força e grita!

Mike- VALENTINA ABRE ESSA PORTA!

Valentina on.

Ele bate alguma vezes, depois escuto alguém falando com ele. E depois escuto passos como se ele tivesse indo embora. Me sento na minha penteadeira e me olho no espelho, meus olhos ainda queimam muito e meus cabelos não voltaram ao normal. Meu pai não pode me ver assim, se ele souber o que aconteceu hoje, ele vai mandar os meninos embora e eu não quero isso. Vou até meu banheiro, ligo chuveiro, me sento em baixo e começo a chorar....

Michael on.

Fui até a porta da Valentina pra me desculpar,mais ela a trancou, bati mais ela não abriu, logo o Ruggero apareceu e me pediu pra deixa-la em paz.  Eu parei de bater, mais não posso deixar ela sozinha agora, eu fui um idiota com ela, e ela só precisava de mim.Me lembro da janela do quarto dela, saiu da casa e fico de baixo da janela dela, não deve ser tão difícil subir. Depois de muito tentar e de cair algumas vezes, finalmente consigo subir. Entro no quarto dela e escuto o chuveiro ligado,entro no banheiro  e encontro a Valentina com a cabeça nos joelhos, em baixo do chuveiro soluçando.

Valentina on.

Estou de cabeça baixa no chuveiro, quando sinto duas mãos tocarem meus ombros. Levanto a cabeça e vejo o Mike, comoele entrou aqui? A porta tá trancada!

Valentina- o que você tá fazendo aqui?(falo em meio aos soluços , ele entra no chuveiro, se senta atrás de mim , e me puxa pra ele me abraçando. Apesar da nossa discussão eu simplesmente aceito seu abraço, isso tudo que tá acontecendo comigo tá me assustando. Ele me abraça com força, e susurra no meu ouvido)

Mike- me desculpa.

Michael on.

Vê-la ali chorando só me fez perceber o quanto ela precisava de mim. Tirei minha roupa fique só de cueca, me sentei atrás dela e a puxei pra mim, a abraçando com força. Ela continuou chorando, mais eu estava ali pra cuidar dela. Depois de um tempo eu me levanto e estendo a mão pra ela.

Mike- vem, você precisa se secar . Você vai pegar um resfriado. (Ela não me responde parece totalmente anestesiada. Então a tiro do banheiros a seco, e boto roupas secas. A levo pra cama. Me seco e visto uma calça de moletom, me deito atrás dela, ela se vira e afunda a cabeça no meu peito me abraça e eu a abraço de volta e assim dormimos em silêncio.)

Pela manhã....



Notas Finais


Espero que tenham gostado!
Obrigada por lerem.

Desculpem o capítulo curto, tinha escrito outro mais longo , mais perdi tudo😭.

Gostaram? Continuo?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...