História Different Part.2 - Jeon Jungkook - Capítulo 25


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7, Seventeen
Personagens BamBam, Hansol "Vernon" Chwe, Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Army, Bangtan Sonyeodan, Bts, Hentai, Imagina Jungkook, Jungkook
Visualizações 708
Palavras 4.681
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção, Hentai, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gostosxs... oi!

Ai eu tou muito piranha com vcs ultimamente 🌚

Capítulo 25 - Be careful


Fanfic / Fanfiction Different Part.2 - Jeon Jungkook - Capítulo 25 - Be careful

Jungkook Povs.



Era noite, mais de 11 horas, estava deitado na cama apoiado com a cabeça em dois travesseiros e nu. Tinha transado a pouco com minha esposa... Foi delicioso pra variar, as vezes acho que nem quando velho meu fogo se apagará.


Quando ela engravidou, eu lembro que pensei amedrontado se quando tivesse os bebês ia ser chato nossa vida sexual? pois não teríamos disposição pra isso, iríamos entrar na rotina como a maioria dos casais, mas não, graças a Deus isso não aconteceu, ela me faz sentir o mesmo desejo de sempre, aquele jovem tarado ainda tem a mesma fome por ela, nada mudou, espero que não mude, meu tesão por ela é até maior do que nossa primeira foda lá naquele quartinho que dormia quando trabalhava na mansão.


Eu estava vendo uma mensagem do líder do marketing que era o auxiliar de Jimin quando ele era o líder desse setor na empresa – já que ele teve que parar suas funções ao assumir a Wings pra mim onde consequentemente cedeu o cargo – eu ria descrente sobre a notícia que ele me passou, e quando S/N souber vai ficar revoltada... Mas eu contorno a situação como sempre.


S/N – Não acordou, só foi os espirros mesmo, normal – a gente tava namorando e ouvimos espirros de Hana pela babá eletrônica e ela foi checar, porém agora retornava.


Kook – Que bom... – Bloqueio o telefone a olhando sorrindo... Deliciosa, só de calcinha e uma regata minha folgada – Vem bebê, vem pro colinho do Papa?! – sorriu revirando os olhos


S/N – Precisa dormir amor! Brincamos demais hoje.


Kook – Ainda não, quero te pegar mais um pouco... Vem! – fiz birra insistindo, ela  riu e subiu na cama me deixando louco ao ficar de quatro na ponta do colchão e vir engatinhando sobre meu corpo... E como estava de regata eu via seus seios com facilidade, seios estes que estão tão mais gostosos depois da gravidez, bem fartos e redondos mais ainda – fala pra eu dormir mas ama me provocar, qual a necessidade de andar assim em minha direção? – sorriu safadinha chegando enfim ao meu colo e sentou me fazendo gemer fraco ao sentir a pressão em meu pau.


S/N – Safado! – segurei gostoso em sua bunda, uma mão em cada lado e apertava com domínio com ela toda abertinha em meu colo.


Kook – qual a necessidade de ser tão gostosa hein? – riu me dando beijinhos molhadinhos e barulhentos por todo rosto.


S/N – Você sempre vai perguntar isso é?! – rimos – não sei, somos gostosos, apenas! – sorri e capturei sua boca e iniciamos um beijo safado com mãos bobas.


Ela sentadinha assim no meu colo me tira do sério. Levantei a regata que ela vestia e apertei seus seios a fazendo gemer... Namorar com ela é algo que NUNCA será puro. Sério mano eu surto hormonalmente com essa gostosa só pra mim


S/N – Você é muito tarado... Hummm... – ela tombou a cabeça gemendo arrepiada enquanto chupava seu pescoço


Kook – Não resisto... Ainda mais por amanhã eu trabalhar o dia todo sem parar, eu já acumulei mais coisa hoje com você lá, então devo aproveitar hoje assim como ontem – ri


S/N – você é um irresponsável, fui ajudar mas só trabalhou quando sai pra falar com Lara sobre ela ficar de olho em você, no mais você só me tarava ou brincava com os coelhinhos – ri a olhando


Kook – De olho em mim? Mesmo se fizesse algo escondido, sabe que sou esperto e Lara nunca desconfiaria – me olhou arqueando a sobrancelha – tou brincando gata, nunca aprontaria contra você, só com você... - me beijou rindo - Mas o que falou com ela?


S/N – Se ela ver algo errado com a Lola em relação a você me fale, ela pode estar tramando algo e Lara pode saber antes de você amor! Ela ignora a moça, ou Lara pode ver algo suspeito... Sei lá!


Kook – Humm.. entendi – brincava com o elástico de sua calcinha puxando e soltando fraco – tem medo da Lola fazer algo mesmo né?! – assentiu calada – eu sei que não se deve confiar em alguém que é um espião... Mas confia no Vernon tá?! Tá tudo sob controle! – gargalhou


S/N – favor definir sua relação com ele? Não sei se gosta ou não


Kook – Ele é um cara legal... mas também é chato! – me olhou sem entender – não quero ele de gracinha com você, no mais: ele me diverte com suas loucuras as vezes e se a Momo confia? Claro que confio.


S/N – eu gosto dele, queria ser amiga mais próxima inclusive, ele é tão sozinho aqui – bufei


Kook – Você tem 9489192 de amigos aqui, deixa ele, seja amiga, mas não próxima! Já disse... – dei um tapa forte na sua bunda – ..te pego agarrada nele de novo e vai ser pior sua punição dessa vez – riu safadinha rebolando leve em meu colo e mordi o lábio pra conter o gemido


S/N – Você é malvado Papa – beijou meu pescoço e foi ao meu ouvido – mesmo que eu não faça isso, quando quiser me punir por qualquer coisinha, sinta-se a vontade okay? – quase gozei com essa voz manhosinha no ouvido, meu ponto fraco


Kook – Você é venenosa demais sabia? – sorriu – vou pensar em seu caso, mas se comporte... Esse corpo é meu? Só eu como, só eu fodo, só eu destruo - sorriu


S/N – delicia amor... Merece um presentinho por ser um Papa tão responsável: quer uma boquete amor? – riu safadinha e meu olho brilhou – safado, parece uma criança que vai ganhar brinquedo...


Kook – Claro, essa boca sapeca me deixa sem ar... – ia se mover mas a impedi – espera... Eu quero te dizer algo antes, se fizer o boquete agora eu esqueço – riu


S/N – Alzheimer sexual?


Kook – besta! Não né?! – me olhou atenta querendo ouvir – bom... HUMMM.... PORRA AMOOOR – gemi e ela riu segurando meu pau e deslizando os dedos na minha glande


S/N – Não resisto! Acho louco isso: você me comeu tanto e seu pau fica duro pra mim tão facilmente – eu revirava os olhos em prazer... Ela é um capetinha e não parava de me masturbar


Kook – Caralho... Eu não tenho concentração assim – soltou rindo e me deu um beijo


S/N – parei, fala! – VAGABUNDA, parou nada, ficava fazendo leves movimentos em meu colo esfregando a boceta no meu pau. – fala amor... Huh? O que quer tanto falar antes que eu volte a brincar? - sorria e eu a olhava movido de tesão.


Kook – Eu amo minha esposa, puta merda! – lhe dei um beijo de língua e depois rimos nos olhamos, era muita tentação mas eu consigo falar dessa vez – seguinte... sábado, esse sábado, eu você, Hana e Luke iremos participar de algo com... a Lola – parou na hora de me provocar bufando e eu ri


S/N – Vá tomar no cu... Sério? – ri por sua revolta – como assim?


Kook – lembra a revista que quando a Momo teve a Nina fez uma seção de fotos com ela? Teve até foto dela com Nininha e Yoongi?


S/N – sim, ela foi capa, a maior revista desse país, a manchete era “Mulheres no poder” e era toda dedicada a mulheres líderes aqui no país... Aaah aquela foto ficou linda, e a dela com Yoongi e Nina na parte interna da reportagem também – eles falaram sobre toda sua vida, seu marido que era tão líder como ela, foi uma reportagem que todos nós nos orgulhamos, principalmente por dentre todas as outras entrevistadas Momo ser escolhida para capa pelos triunfos com a empresa – Sim, tem o que isso? – eu ri e ela refletiu – NÃO, NÃO... NÃO AMOR... SERIO? - revirava os olhos sem parar


Kook – Sim, sim! Vamos ter uma sessão de fotos! – seus olhos arregalaram, e ela resmungava sem parar, ela é tímida demais pra isso, pior que Yoongi, Yoongi só achou um saco tirar foto, mas ela? Ela odeia ser centro das atenções, minha esposa prefere os bastidores


S/N – Qual a necessidade? Não quero


Kook – Vão fazer uma reportagem sobre a nova fase da empresa... Focar principalmente na “filha perdida” – revirou os olhos de novo – acham uma história interessante e o setor de marketing da empresa logo aceitou... 


S/N – Pera? Na da Momo falaram da restruturação que ela fez na empresa depois da queda e de como triunfou...


Kook – Agora vão falar sobre a fase da volta da família fundadora ao poder e especulações do que iremos conquistar juntos... Vão ter fotos nossas, dela e fotos da festa, já que vão cobrir toda a festa


S/N – então porque não tiram só fotos da festa porra?


Kook – Não, querem uma foto da nossa família, os bebês não vão pra festa... E querem fotos normais, profissionais também entre todos


S/N – quem vai estar na capa?


Kook – eu e ela


S/N – Desgraça! - bufou


Kook – Calma, é só uma foto


S/N – ela vai ficar me provocando quando for tirar ela... Prevejo! – sorri anasalado


Kook – amor... Calma!


S/N – Tá... Até porque vai ter foto nossa né?? Ela vai ter que lidar com a família mais linda de Busan – sorri


Kook – Sim, quero você bem gostosa marcando território tá??


S/N – Amor... É uma revista de família, não a playboy – ri a beijando - tarado! 


Kook – Tudo bem, mas não se estresse sobre a sessão, você é boa em fotos, uma beleza, sei bem pelos nudes que me manda. – me bateu


S/N – SEI QUE NÃO APAGA TODOS, MAS VAI APAGAR! COM A LOLA POR PERTO TUDO É CAPAZ DE ACONTECER


Kook – Hege essas fotos me deixam tão bem quanto estou cansado no trabalho e longe de você amor


S/N – Mas eu sempre te mando novas, apaga as velhas... Cachorro!


Kook – Au au – riu e me beijou – falando em Lola... será que o Vernon descobriu algo?


S/N – Não sei... corajoso o menino, trepar com aquela puta? Coragem...


Kook – pegou ranço mesmo né??


S/N – Sim... fala que ela é gostosa e que não tem problema ele trepar com ela e não te faço o boquete


Kook – Mas eu nem pensei nisso sua louca – fazia bico por pura birra – até parece que vou olhar pra outra mulher tendo você assim no meu colo todo dia que eu quiser! – sorriu orgulhosa, ela sabia que é gostosa demais, sabia que meu pau é todo dela, S/N é ciente de minha devoção ao seu corpo e ela ama isso, seu ego inflama e a deixa mais deliciosa ainda quando me dá – vem cá agora... Quero sua língua – voltamos a nos beijar com o maior fogo do mundo, pois daqui a pouco irei gozar mais um pouco em sua boca quente.



Vernon Povs.




Como sempre e depois de foder ela, estava a masturbando, eu realmente amo fazer isso pra deixar as mulheres loucas, e Lola é tão safada, de todas que comi ela geme como uma puta de verdade.


Lola – AWWNNNNNNN.... você é tão bom... – olhava ela aberta ao meu lado louquinha enquanto beijava seu pescoço e brincava com sua boceta recém gozada umas duas ou três vezes


Vernon – Sou bom chefinha? – assentiu de olhos fechados gemendo.


Lola – Se eu namorasse seria um ótimo namorado... Come tão bem!


Vernon – não namoro também... Então tá tudo okay! - sorriu.


Lola – Nunca namorou? – me olhou e me beijou subindo em meu corpo... nossa ela é muito gostosa mesmo


Vernon – Não necessariamente – lembrei de minha relação com minha Momo


Lola – mas já amou? Esse seu olhar de macho que teve um sentimento no passado é nítido – ri


Vernon – Eu não amo, só amo amo sexo, gata! – minha mão deslisava por seu corpo – e você?


Lola – Digo o mesmo... Mas vem cá?! Estou curiosa sobre algo! Já olhou pra esposa do seu amiguinho com desejo?


Vernon – Quem? S/N? – riu safada assentindo


Lola – fala... Eu sei que já, qual homem não vê aquela gostosa e não deseja provar – ri


Vernon – Só homens? Esse teu sorriso safado diz o contrário


Lola – Eu sou louca pra comer ela, era isso que queria ouvir gostoso? – eu sabia mas me fiz de surpreso


Vernon – é sua cunhada sua louca


Lola – sim, minha cunhada gostosa, como e ainda repito o prato! Para, me diz se nunca olhou pra aquele corpo e desejou pegar de jeito? 


Vernon – sou macho, claro que sim – riu


Lola – Vamos pegar ela? Huh? – beijava meu pescoço – eu e você comendo ela toda... que tal?


Vernon – até parece que ela iria topar – rimos 


Lola – tudo é possível... – me beijou levando a mão ao meu pau e mordi seu lábio – Humm doeu – rimos – vamos pra banheira? O que acha? – olhei o relógio – ah tá cedo... Nem venha com mimimi


Vernon – lembre-se que já fui tarde hoje pra empresa... São mais de meia noite


Lola – só uma pegação no banho gato... Eu estou cansada também, mas vamos? Depois dormimos aqui peladinhos e satisfeitos pela noite


Vernon – Tá... Delícia! - lhe dei um selar e fomos



---***---




Depois de uma boa pegação a gente dormiu, era minha primeira noite ali, eu poderia tentar adentrar o escritório, mas tenho que ser cauteloso. Não sou amador... Tudo tem seu tempo e preciso tomar cuidado.


Acordei cedinho antes dela, dormia suavemente como se não fosse o diabo na vida do irmão... me vesti e desci, tenho que ir pra casa me trocar pra ir trabalhar, mas antes preciso saber de algo e essa é a melhor hora.


Mordomo – Bom dia... A mesa já está posta senhor – olhei confuso – A senhorita Jeon pediu pra tratarmos bem, e que provavelmente acordaria cedo, fizemos seu café como ela ordenou – ri, não ia aceitar mas era uma boa forma de adquirir o que quero


Vernon – Tudo bem... A Lola tá dormindo, queria usar seu laptop, mas não estava no quarto o que posso fazer? - boa oportunidade, espero que tenha alguma resposta


Mordomo – provavelmente está no escritório... Infelizmente ela não nos deixa entrar lá sempre, anda sempre com a chave, não posso lhe ajudar sobre isso


Vernon – Sério? Ela não existe, sempre com seus mistérios – ri fingindo que estava tudo bem – okay, vou comer... Em casa uso o meu laptop


Mordomo – por aqui senhor...


Bom, já sei que tem um escritório confidencial, e que anda com a chave pra ninguém entrar, tenho que descobrir que chave é essa pra conseguir adentrar o espaço em um dia que ela não perceba... Mas... Nossa ela é muito fria e calculista, tudo bem escondido.


Eu tomei café e muito bem, uma mesa farta e maravilhosa, depois fui embora e pedi pra avisarem a ela.



°•°•°



Kook – Appa não gostava que entrássemos lá, mas nunca trancava, não me lembro de como é essa chave e duvido que seja a mesma - conversamos na sua sala já na empresa


Vernon – também acho que não, mas nos dois dias que fiquei com ela não vi ela com chave alguma além da do carro


Kook – Não tá junto?


Vernon – não, ela não é burra! Deve estar bem escondida... Relaxe, vou achar! – bateram na porta e rapidamente sorri


Lara – licença... Bom dia! – corou me vendo


Vernon – Bom dia Larinha... Não te vi quando cheguei, fiquei até triste


Kook – Oh moleque? TIRA O OLHO – ri piscando pra ela – tá tudo bem? Chegou tarde


Lara – Desculpa, eu tive um probleminha de família, mas sim, tá tudo bem agora, não vou chegar atrasada mais


Kook – Quê isso Lara? Sem problema, foi só 30 minutos, nem a Lola chegou – ele sorria pra ela lhe acalmando


Lara – mas não gosto de atrasar Jungkook!


Kook – CDF! – ri


Vernon – CDF? Jura? – a olhava virado na cadeira de cima a baixo, estava linda com vestido lindo branco e seus cabelos loiros reluzentes – deve amar filme de ficção científica ou animações né?? Nerds amam... Já viu os incríveis? – ela riu sem graça por eu a provocar já que vamos sábado e Jungkook não sabe


Kook – Se ela viu não é da sua conta, não vai levar ela pra um cinema e se aproveitar do escuro seu tarado - ri e ela engoliu a seco nervosa


Vernon – Você deve ser santo pra porra namorando sua esposa né? - ironizei - Chato! Se ela um dia quiser sair comigo não é da sua conta AMIGO – Jungkook riu


Kook – Ácido como sempre... Lara pode ir trabalhar tranquila, e se algo acontecer pode atrasar sempre, não me importo! Você é competente demais... E se precisar de ajuda com o que aconteceu me fale tá?? Te ajudo sempre – ela sorriu – e não se estresse com esse safado tá?? Se ele tentar algo que não queira me fale e ele morre – ela riu


Lara – Tá


Vernon – tá? LARA, GOSTO TANTO DE VOCÊ COMO COMPACTUA COM MINHA MORTE? – brinquei cheio de dram a tirando uma risada linda, meu deus como quero beijar aquela boca


Lara – Bobo... Licença, qualquer coisa me chame Jungkook... – saiu e novamente Jungkook me olhava bravo


Vernon - pronto pro sermão, manda! - riu


Kook – Olha, eu sei desse lance de livre arbítrio, ela é linda e tals e parece que tá sozinha... Mas se está trepando com a Lola por agora não brinque com Lara okay? Ela não merece ser brinquedo seu! Merece atenção única de um homem e não atenção dividida ainda mais com a Lola


Vernon – então quando acabar com Lola eu posso possuir aquele corpinho? MARAVILHA – bufou


Kook – S/N é muito maluca de me comparar a você – falou baixo que não entendi bem


Verno – oi? Eu?


Kook – pensei alto, esquece


Vernon – Não, pensou baixo, o que sua esposa falou de mim? – tava louco pra saber


Kook – Vai a merda cara! – riu – quer café? Vou ligar pra copa – pegou o telefone


Vernon – não, tou bem... Vou pra minha sala já que não vai falar! Vou pensar em algumas coisas... E presta atenção: Na festa! Na festa eu pretendo já entrar no escritório


Kook – Na festa? Lá na mansão? Vai estar lotado seu louco, vão te ver


Vernon – cara, vai por mim, melhor forma de entrar lá é nessa quarta... Só tenho que pensar como já que ela deve andar com essa chave no cu se brincar – ri e Jungkook fez cara de nojo – até mais tarde


Kook – mandei o que tem pra fazer hoje por e-mail e Lara leva depois umas pastas, enquanto pensa vai trabalhando "meu assistente"  - mostrei o dedo do meio


Vernon – Que bom que Larinha vai lá... melhor parte do dia quando ela vai – fiz garras com as mãos como se fosse uma fera e ela uma presa só pra zoar com ele que me mostrou o dedo e riu, ele gosta de mim, só se faz de difícil – fui... 


Saí da sala e vejo Lara rindo com Namjoon, ele eu conheci ontem a tarde aqui, ele é legal, e Jungkook disse que caso ele não esteja na empresa, se precisa recorrer a alguém sobre tudo, principalmente sobre o plano, ele era o cara ideal, seu braço direito aqui.


Nam – e aí cara? Muito trabalho?! – nos abraçamos batendo os braços


Vernon – Sempre... Empresa Jeon né?! – sorri pra Lara – cadê a mulher? – falava como se a conhecesse pra manter meu disfarce de íntimo


Nam – ela...


Lola – ela tá aqui, acabou de chegar! – chegou sorrindo, Namjoon bufou, Lara olhou indiferente, e eu ri desdenhando de sua cara de pau. – Bom dia advogado mais lindo do mundo, bom dia Vernon... – só olhou Lara e a ignorou, ela não cumprimenta “subordinados” como ela


Nam – Você e seu humor maravilhoso pra não dizer o contrário né??


Lola – Eu não tou brincando... Mas não vou prosseguir... Estou no meu ambiente de trabalho – olhou Lara de novo, ela não ia seguir provocando Namjoon perto dela, Lara nunca viu Lola ser safada como é realmente presencialmente, o máximo são brincadeiras básicas como essa que fez com Namjoon – manda beijo pra keilinha tá?! – fingiu ser íntima assim como eu, ela é muito cínica – Lara? meu café na mesa em três minutos - ia se virar pra ir pra sala e eu me revoltei


Vernon – por que não liga pra copa você mesma? – me olhou descrente que perguntei isso, Jungkook fez isso, ela também deveria fazer, Lara não é obrigada a servir café pra ela com tanto trabalho pra fazer


Lola – Lara? Meu café! - disse firme, era uma ordem e não uma opção


Lara – Sim senhora – se virou saindo – quer que eu perca meu emprego Vernon?? – disse tensa


Vernon – ela te explora, não gosto,  e não perderia o emprego, Jungkook não deixaria nem eu


Nam – mas pode transformar o emprego dela mais insuportável do que já deixa, Lola é um capeta cara, sabe disso


Lara – Exatamente! – bufei


Vernon – Tudo bem.. vá servir o café pra madame então... Vou trabalhar mas odeio isso e se ver novamente dificilmente me calarei  – me virei pra ir a minha sala


Nam – se controle... Tchau, também irei trabalhar – foi pra dele, mas eu me escondi em uma pilastra que havia ali rindo enquanto ele saia e Lara ligava pra copa em pé


Lara – Isso, um café espresso... Igual o de sempre sem açúcar e com biscoitos integrais! Tragam pra Senhora Jeon mas eu mesma sirvo... Obrigada! – desligou e se assustou quando dei um susto nela voltando – VOCÊ NÃO IA TRABALHAR? QUE SUSTO


Vernon – Desculpa... - encostei mais nela - Tá linda hoje! – sorria olhando seus lábios e ela nervosa que se sentou rapidamente pra eu não continuar assim a constrangendo – o filme? Tá de pé mesmo?


Lara – Se ficar me cercando assim não! – fez birra


Vernon – Ah, amo te ver corada, é mais forte que eu...


Lara – idiota!


Vernon – Linda! – corou mais quando rebati seu insulto - diz que sim, que vai comigo..


Lara – Tá Vernon! Ta de pé, mas vá trabalhar, não quero que achem que...


Vernon – que estamos namorando? Seria uma honra... – eu sou bom em deixar mulheres nervosas, eu sei, ela estava totalmente vermelha


Lara – Vernon... Vai! – ri


Vernon – Tá, mas me dê seu telefone particular


Lara – não!


Vernon – como vou me comunicar no sábado contigo? Antes de irmos? Tenho que sabe onde irei te buscar


Lara – na sexta você pega então...


Vernon – isso, vai se fazendo de difícil, amo! E eu descubro seu número facilmente... Descobrir sobre os outros é meu maior passa-tempo sabia? – me olhou confusa, mal sabe que sou um espião nato, tão fofinha e ingênua sobre mim tadinha


Kook – Você ainda tá aqui cara? – saiu da sala e ela corou mais – para de envergonhar ela, deixa ela em paz, vazaaaaa


Vernon – Chato! Vai onde?


Kook - Setor de informática... Quer vir conhecer?


Vernon – Hum... Tentador – sou um hacker, amo isso – mas não, vou trabalhar


Kook – Okay, fique, mas pra trabalhar e não pra encher a Lara – ela riu fofinho, deve amar lá no fundo isso do Jungkook a proteger como um irmão mais velho de mim – vazaaaaa


Ambos viramos na direção que devíamos ir, mas me surpreendi quando Lara estava sem me olhar por timidez com o braço estendido com um papelzinho e sorri quando vi que era seu número e ainda seu kakao.


Lara – não fala, nada só vá trabalhar – rimos, ela sabia que ia fazer uma gracinha, mas fiz o que ela pediu indo embora... Fofa, deve estar sorrindo bobinha agora, vou pegar essa mulher e ela vai pirar.



(-_-)



Mais tarde estava lá entediado de novo, procrastinando o trabalho por achar chato esse tanto de papéis e planilhas. Lembrei da minha noite com Lola, foi gostoso e divertido mesmo eu não estando inicialmente no clima, mas sinto falta de algo, acho que por isso estou tão empolgado com Lara, sinto falta de companhia além de sexo e isso ela podia me dar, ou seja sinto falta da minha Momo, pois foi ela que me fez sentir essa falta.


Pego meu telefone e me atrevo a puxar conversa com ela, não dá mais.



Bate-papo on

Vernon – Momo? – um tempinho depois responde

Momo – Oi verninho :3 - sorri, ainda me chama assim, sempre com seu jeitinho fofo quando está tudo calmo

Vernon – Posso falar agora ou seu marido pode ultrapassar as ondas de internet e vir me matar?

Momo – kkkkkkkk bobo! Fale, ele é meu marido, ele não me privará de falar com meu amigo

Vernon – senti que minha Friendzone é forte mesmo né??

Momo – sempre foi meu amigo. Para de drama... Fala! O que foi? – fiquei lendo aquilo por horas sem ter coragem de falar o motivo de ter a chamado

Momo – Vernon?

Momo – tá a?

Vernon – Sinto sua falta! – ela demorou de responder, deve ter se abalado, não sentimentalmente, de outra forma, talvez até mesmo por pena, mas deve ter se abalado sim, sei que ela gosta de mim, mesmo que não como antes

Momo – amor... Não fica assim

Vernon – Eu sei... Eu estou lidando, e não pense que estou chorando pelos cantos

Momo – Kkkkkkkkkkkkk

Vernon – realmente sinto sua falta, até mesmo de conversar com você Momo... Ouvir sua risada! Sentir seu perfume! Qualquer coisa gata! Nós éramos perfeitos

Momo - :c

Vernon – posso te visitar? Ou sair contigo? Diz que sim!

Momo – verninho... Isso já é diferente de uma simples conversa em um bate-papo, mas darei meu jeitinho tá?! Também sinto sua falta! – sorri lendo isso

Vernon – espero ansioso então!

Momo – mas se nos vermos sozinhos saiba que será como amigos tá?! Sério Vernon, eu sei que você não gosta de ouvir isso, mas eu amo o Yoongi e ele estará ciente de nosso encontro

Vernon – Isso, fure meu coração mais esfregando sempre esse seu tal amor KKKKK... Mas tá amor, o que me importa é realmente te ver

Momo – entro em contato quando pensar em algo! Até porque quero saber de você mesmo como anda tudo aí em seu plano

Vernon – tá gata! Contarei tudo!

Momo – Bom dia e bom trabalho... Beijo

Vernon – queria esse beijo

Momo – HANSOL?!????

Vernon – tá ta Desculpa KKKKK

Momo – Otário KKKKK

Vernon – Tchau

Bate-papo off



Vernon – Momo como eu queria sentir seu corpo de novo – olhava sua foto suspirando


Lola – Gato? – abriu minha porta e eu suspirei aborrecido, quero a Momo e não ela, e o pior ela tava felizinha e eu novamente na bad depois de falar com minha portuguesa


Vernon – que foi Lola?


Lola – Nossa que carinha é essa! Odeio te ver assim!


Vernon – foi mal, tenho dias ruins as vezes – se sentou em meu colo e me bajulava


Lola – não fica assim... Quer que faça algo? Estou de bom humor hoje – ri anasalado, ela é engraçada não vou negar, bem nonsense – faço o que quiser gatinho – piscou


Vernon – tudo pra ti é sexual né?!


Lola – Sexo é vida meu amor... – me deu um selar!


Vernon – porque sorri tanto?


Lola – Vou ter uma sessão de fotos com o maninho, acabei de saber


Vernon – isso te faz ficar animada assim?


Lola – não entendeu minha veneração por meu irmão ainda né?? Sou louca por ele – ri mentalmente lembrando que ela transou com ele e seu “louca por ele” e “veneração” não é algo normal entre irmãos como qualquer pessoa que não soubesse da história deduziria, ela é louca por ele sexualmente, ela é obcecada por ele – e ainda tem a festa, tá tudo quase pronto, e hoje enviarão os convites


Vernon – tem alguém importante, mas muito importante entre eles? – sorriu


Lola – Park Jimin! Ele tem que ir!


Vernon – Jimin? Não me diz que...


Lola – Meu sonho é acabar aquela noite onde me venerarão transando com ele na minha cama


Vernon – fui descartado tão rápido? Puta merda – brinquei


Lola – bobo... Você é meu brinquedo favorito, mas Jimin é minha paixão!


Vernon – tanto faz, transando comigo é o que importa – sorrimos e nos beijamos e voltei a minha cara de bosta de saudades da Momo


Lola – já sei como te animar... – olhei confuso – não queria entrar no meu escritório? E se eu te mostrar tudo o que tem lá dentro e até transaramos lá? – sério que ela vai dar esse mole assim fácil? Gente do céu, seria isso um presente divino? A louca é muito intensa ao ponto de já me deixar adentrar lá?? Eu acho que ela me superestima, única resposta, realmente não sabe nada de minha periculosidade pra ela


Vernon – Tem certeza? – sorriu safada


Lola – acha que escondo algo terrível lá gato? Huh?


Vernon – vai saber... – dava uma de desentendido


Lola - a noite, mesmo esquema, te espero lá no mesmo horário! Se prepare, vai que você entra lá e nunca mais sai – disse num tom maligno pra me assustar e eu ri e ela logo depois também


Vernon – esse mistério me dá tesão - disfarcei


Lola – essa é a ideia, sempre dar tesão – começamos novamente nos pegar


 Eu tenho que ser esperto, e se por acaso ela descobriu que eu sou um espião e isso é pra me testar? Testar minha confiança talvez? Lola é capaz de tudo....


Vamos lá então... Hoje a noite o jogo pode mudar pra bom ou pra ruim.


Notas Finais


Postando de madrugada pq posso e tou de férias


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...