História Different people, equal paths - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amigos, Romance, Signos
Visualizações 21
Palavras 822
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Ficção Adolescente, Romance e Novela

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oiiiee, eu esperei a semana passar pra fixar uma rotina de postagem dos caps, que será a que eu previa mesmo:

TERÇA-FEIRA e QUINTA-FEIRA

Boa leitura!

Capítulo 11 - Grande dia


GRANDE DIA

POV SARAH)

 

  Desço as escadas lentamente, pensando no episódio de Shadowhunters... Até agora eu não consigo acreditar que o Alec é gay, e isso já foi descoberto a uns sete episódios. Passo pelo corredor e entro na cozinha, já sentindo o aroma que vem de lá. Me encosto na mesa e vejo Ethan tentando inutilmente tirar o bolo do forno sem se queimar, enquanto Victoria cozinha algo que eu acho que é a cobertura.

 - Vic. – chamo ela.

 - Oi. – a ruiva responde, concentrada na panela a sua frente.

 - Vai demorar pra o bolo ficar pronto? É que eu já estou com fome. – pergunto e logo me justifico.

 - logo ele tá pronto... – ela dá uma leve risada e logo continua. – Achei que quem ia vir me perguntar sobre isso seria a Jasmin. Dona Sarah sabe que bolo não mata a fome, sabe? – sem me deixar responder ela continua. – Tem que comer comida de verdade, não besteiras! – Victoria diz as últimas partes com uma voz séria.

 - Aaaah, mas eu to com fome de bolo! – falo fazendo uma careta.

 - Tá bom, mas vai comer pouco para poder jantar bem! – diz a ruiva, ainda com a voz levemente séria.

  - Credo ruivinha, parece que é mãe dela! – fala Ethan colocando a forma na mesa, com cuidado para não se queimar, mas Victoria, com a mão empurra a forma delicadamente contra a mão dele, que dá um grito de dor.

 - Aaaah... Sua... Doida, isso vai fazer bolha... minha mão vai ficar no vivo... – balbucia o moreno, com uma cara de dor – fingido! –, enquanto coloca a mão na água.

 - Ethan, nem é pra tanto, eu acabei de encostar na forma e ela não está assim tão quente, você que tá dramatizando muito.

 - Tsc... que seja. – ele responde, se recompondo.

  Deixo os dois na cozinha e vou pra sala, onde encontro Cress, jogado no sofá com o cenho franzido e os lábios apertados – me pergunto se ele está brabo, mas deixo pra lá –, e Killian com uma cara impaciente, enquanto mexe o pé freneticamente. Me sento no lado de Cressmon.

 - Aaaah... Que fome, quero boloooo! – falo.

 - Se continuar assim vai acabar ficando gorda, Sarah. – diz Cress, olhando pro teto. Sinto meus olhos marejarem... ele me acha gorda?! Sou tirada de meus pensamentos com o toque de seu celular. Ele se levanta, vai pro canto da sala e atende, uns minutos depois ele volta, com uma expressão feliz.

 - Hei Sah... – diz animado, porem seu sorriso desaparece ao ver minhas lagrimas. – o que ouve? Alguém te falou algo que não gostou?

 - V-você me acha gorda?

 - Não! Você é perfeita! Quem seria idiota o suficiente pra te falar algo assim?

 - Você que disse! – falo me acalmando, porém coro como um tomate maduro, perfeita? Eu?

 - Eu?! – ele aponta pra si mesmo.

 - Você! – concordo.

 - Ann... Me desculpa? – ele diz confuso.

 - Sim. – respondo sem entende-lo, ele é tão... tão... bipolar!

  Somos interrompidos quando Sky chega na sala.

 - Terminei! Minhas coisas estão arrumadas pra amanhã, que será “O grande dia”! – diz animada. – o chato do Stan pegou minha caneta, mas eu peguei de volta e consegui arrumar tudo direitinho!

 - Aleluia, ficou meia hora arrumando tuas tralha e esqueceu que nós íamos assistir filme! – diz Killian, impaciente.

 - Desculpinha, hihihihihi. – Sky responde sem graça.

   ***

(POV LÉO)

 

  Acordo com o barulho do despertador e sinto uma imensa vontade de tacar o celular do Killian na parede e voltar a dormir. Faço minha higiene matinal por último porque o Cress disse que eu demoro de mais, o que é uma pura mentira. Quando termino de me arrumar desço as escadas e vejo todos na mesa do café.

 - Aleluia, achei que ia morar no banheiro. – diz Killian e eu apenas reviro os olhos.

 - Quem que se entupiu de perfume? – indaga Merllie com uma cara de quem vai espirrar.

 - Foi a Jasmin! – fazemos um coro enquanto apontamos para a Jas, que comia um pão como se o mundo fosse cor-de-rosa.

 - Que foi? – ela perguntou, mas logo continuou. – tirem o olho gordo do meu pão com geleia! – ela diz fazendo uma careta braba.

 - Vish Maria, ela está igualzinha ao Stan! – falou Sky.

 - Eei, é que eu não acordei ainda! – depois de três anos ela se ligou que falávamos dela.

 - Se não acordou ainda tá fazendo o que aqui? – brinquei.

 - Sei lá, jogando bola, talvez, até porque ninguém vê que eu to comendo pão com geleia. – acho que a Jas levou a sério.

 - Como vocês acham que vai ser o primeiro dia de vocês? – perguntou Kaprie, me salvando.

 - Eu acho que vi ser bom! – diz Luke.

   ***

  Saímos de casa alguns minutos depois do café, e rapidamente chegamos a Universidade de Londres, a qual entramos rapidamente.

Espero que tudo dê certo hoje... Já que é um “Grande dia”

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...