1. Spirit Fanfics >
  2. Diga Que Me Ama (SEMI) >
  3. Capítulo 13

História Diga Que Me Ama (SEMI) - Capítulo 13


Escrita por:


Capítulo 13 - Capítulo 13


Selena Narrando





Tive uma manha muito cansativa, ajudei o meu pai com a fazenda, acordei cedo para tirar leite das vacas e depois levei vários cavalos para o pasto para que eles pudessem comer as gramas verdinhas. Foi uma correria que me deixou completamente cansada, quando deu umas onze e meia da manha, Ruby me chamou para irmos almoçar no Lovato’s Restaurant, é obvio que aceitei de primeira. Acha mesmo que eu perderia a oportunidade de ir ver a Demetria Lovato? Não mesmo. Agora cá estamos nós, indo para o belíssimo restaurante, Ruby ligou o som do meu carro e deixou na musica da Beyonce onde fez questão de colocar o volume nas alturas. Bufei irritada, Ruby não se contentava apenas com a voz da cantora, ela também cantava escandalosamente e até mais alto do que o volume do meu som e isso é muito perturbador. Assim que estaciono o meu Impala em frente do estabelecimento, saio rapidamente não aguentando mais aquela tortura e assim que a minha melhor amiga sai de lá, aperto o controle do carro para trava-lo.

- Que tal tomarmos alguma bebida
alcoólica? – ela sugeriu.

- Não posso, tenho que voltar a trabalhar depois – Respondo enquanto entravamos no restaurante.

- Mas um drink não vai te fazer mal –
 insistiu – Por favor Sel, vamos tomar uma cuba.

- Cuba?

- Sim, é coca cola com pinga – ela
sorriu de lado.

- Puta merda – Senti a minha boca
salivando – Vamos logo, sua espertinha.

- Yeah! –comemorou rapidamente,
sentamos na primeira mesa que avistamos – Cadê alguém pra vir pegar nossos pedidos?

- Hum... – Olhei para todos os lados até que vi uma garota que é amiga da Demi– LAUR!

- Caralho Gomez– ela correu até nós – E ai Ruby.

- E ai Jauregui– a cumprimentou.

- Demi sabe que vocês estão aqui? –
 perguntou tirando um bloco de notas de seu bolso.

- Nao, avisa pra ela – Peço e a mesma
apenas acena – Ruby e eu vamos querer cuba.

- Opa, isso é muito bom –  anotou – E para o almoço?

- Vou querer costeletas ao molho – Ruby pediu lambendo os beiços.

- E eu apenas um macarrão com queijo. - Anotado! – exclamou – Vou lá entregar os pedidos e avisar para a Demetria.

Ruby e eu ficamos conversando
enquanto nossos pedidos não ficavam prontos, a grandona me contou sobre a ida de Jessica a sua casa, ambas passaram o dia todo assistindo vídeos e ouvindo musicas da Beyonce. Pelo que percebi, a Ruby está louca para pegar a morena e eu não duvido nada que daqui a pouco rola alguma coisa entre elas duas, estou torcendo por isso. Os olhos da minha amiga brilhavam ao falar de como a Jessica é habilidosa com dança, segundo ela, a morena já fez balé.

- Interessante – Comento – Parece que vocês duas se divertiram muito.

- Sim –  disse animada – Agora é a
minha vez de ir na casa da Jessica, não sei que dia vai ser mas estou ansiosa.

- Imagino que esteja – Sorrio maliciosa, mas meu sorriso se desmancha ao ver a linda morena vindo em nossa direção com dois copos de cuba em cada mão. Meus olhos passearam por seu corpo, ela está vestido como uma chef de cozinha, toda de branco e é a coisa mais gostosa desse mundo.

- Oi meninas – ela colocou os dois
copos em cima da mesa.

- Hey Demz – Faço questão de me
levantar e plantar um beijo longo em sua bochecha – Como está?

- Estou bem e você?

- Melhor agora – Pisco um olho, a morena me olhou cumplice com um lindo sorriso.

- Hey Demi – Ruby a cumprimentou –
Estou morrendo de fome, será que da para apressar a comida?

- Quem tá cuidando da comida hoje é a Ari – Ela respondeu, eu permaneci do seu lado – Daqui a pouco estará pronto.

- Depois eu vou ali dar um oi para a Jessica – Ruby suspirou, soltei uma risadinha baixa – O que foi?

- Nada – Pego o meu copo de cuba e
tomo um grande gole – Isso é tão gostoso e relaxante.

- Dia corrido, Selena? – ela questionou
com seus olhos presos a mim.

– Muito, trabalhei bastante na fazenda e ainda tenho mais o que fazer lá depois do almoço.

- Aqui também está uma correria –
Ela entortou a boca – Eu vou ali atender outro cliente, bom apetite. Meus olhos acompanharam a Demi até que a mesma sumisse do meu ponto de vista, recebi os olhares maliciosos de Ruby e eu apenas ignorei. Assim que terminei a minha bebida, a comida chegou, Mila quem trouxe dessa vez. Conversamos um pouco e logo eu almoçava aquela delicia, Ari caprichou no queixo, está fantástico. Depois que eu e a minha amiga terminamos de comer, decidimos ir no balcão conversar com as meninas. Assim que nos sentamos na cadeira que fica em frente ao balcão, as meninas apareceram.

- Vocês não trabalham não? – Ruby
provocou – Não chamei ninguém.

- Vá se foder – Laur mostrou o dedo do meio.

- Amor, para com isso – Mila a
repreendeu – Estamos em publico.

- Respeito – Ari fuzilou a amiga – Se
algum cliente ver esse gesto, vai falar com o Enrique e ai a casa cai.

- Me deixa – Laur ficou emburrada.

- Hoje está um inferno aqui – Jessica
resmungou – Tem tantas pessoas chegando, não aguento mais.

- Pare de reclamar – Demi ralha – É
sinal que o restaurante está indo para frente.

- Já ia me esquecendo de falar – Ari
murmurou pasma por ter esquecido – Demi, eu tenho um amigo que é psicólogo.

- Amigo? – Ruby arqueou a sobrancelha,
completamente sugestiva.

- Calada – Ari reclamou – Conheci ele a poucos dias, o nome dele é Abel.

- E o que eu tenho haver? – Demi ficou na defensiva.

- Que ele é um cara ótimo e que pode te ajudar – Ari sorriu transmitindo calma – Vai ser melhor assim Demetria, pelo menos eu conheço ele e isso não te passa confiança?

- Um pouco –  admitiu.

- Que tal tentar? Você tem que começar a vencer seus medos.

- Eu não sei – ela me olhou.

- Eu vou estar do seu lado Demz– Pego
em sua mão – Se você aceitar, estarei com você nessa sessão.

- Sério Selena?

- Uhum.

- Então eu aceito – ela abriu um
enorme sorriso – Pode marcar a primeira sessão.

- Isso! – Ari comemorou.

- Agora eu tenho que ir – Falo atraindo a atenção da morena que fez um bico – Ruby, a conta é toda sua.

- Vadia.

- Selena, eu te acompanho.

Sorri ficando mais animada ainda, Demi me acompanhou saindo do restaurante e paramos no estacionamento ao lado do meu Impala. Um orgulho imenso explodiu dentro de mim, estou tão orgulhosa pela morena, ela está começando a enfrentar seus medos e isso só me deixa mais boba ainda. Sem dizer nada, abraço a Demi com certa força e começo a lotar seu rosto de beijos molhados.

- Estou tão orgulhosa de você Demz –
Beijo seu pescoço demoradamente – Tão orgulhosa.

- Ah Selly, é tão bom ouvir isso – ela
espremeu seus braços em volta do meu pescoço.

- Queria poder te dar um belo beijo
porem aqui não da – Faço uma careta e a mesma afirma.

- Me contento com um selinho.

- Sendo assim – Seguro o seu queixo e beijo seus lábios em um selinho calmo.

- EU VI ISSO – Ruby berrou escandalosa – Gomez me deixa pagar a conta toda só pra ficar beijando a filha do dono desse restaurante? Essa é boa.

- Cala a boca – Demi pediu
completamente envergonhada – Tchau Selly, bom trabalho.

- Tchau linda, pra você também – Beijo novamente seus lábios.

- Duas coelhas – Ruby revira os olhos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...