1. Spirit Fanfics >
  2. Diga que minto - Vhope >
  3. O almoço

História Diga que minto - Vhope - Capítulo 10


Escrita por:


Capítulo 10 - O almoço


-Puta que pariu!

Exclamei quando olhei aquela porrada de terno no armário. Escolhi um prá vestir no almoço, deve ser chick. Bom, vou descer, escolhi um azul marinho, parece o suficiente. Pedido de desculpas, será que falava sério? Bom, Taehyung não é de brincar, ao menos eu acho. Quando cheguei na sala fui recebido com um par de risadas, confesso que fiquei irritado. Jimin e Tae estavam totalmente a vontade, Taehyung de bermuda creme, e uns blusa preta polo de manguinha e nada nos pés, o seu amigo estava com..um body feminino preto e..uou, um shortinho de malha preta minúsculo chupando um pirulito amarelo, os pés em cima do sofá, as pernas abrindo e fechando distraidamente, os dois olharam divertido para mim.

-Pra que tão formal, Hoseok? Pode ficar mais avontade.

-Estou bem assim, Kim.

-Ao menos tire o blazer RS

-Está bem…

Eu retirei e o joguei no braço do sofá, a cara amarrada por pagar esse mico.

-Hum.. não vai me apresentar ao seu amigo , Taetae?

-A sim, pode-me, Jung Hoseok, esse é meu melhor amigo, Park Jimin. Chim, esse e Jung Hoseok, ou JHope, ou Hope., Ou Hobi..não sei ao certo

-Muito paz-hum..

Minha mão ficou esticada no ar quando o amigo de Taehyung me tacou um beijão de língua, o gosto do pirulito de maracujá se espalhou pela minha boca antes dele terminar o beijo puxando meu lábio inferior.

-O prazer foi meu, Hobi..

Ele saiu rebolando e parou de frente pro Tae.

-Tae, podemos comer? Estou faminto.

A última frase ele disse virando pra mim, mordendo o lábio e olhando na cara duro o meu corpo todo..juro que vi seu olhar para no meu pau, ele riu debochado quando me tapei com as mãos.

-Você é engraçado, e aí? Podemos Taetae?

-POdemos. O jantar já está servido, esperávamos apenas o Hoseok.

-Lamento a demora e..Tae.

-Hum?

-É.. me perdoe pelo comportamento imaturo dessa manhã, eu te peço desculpas, não vai mais acontecer.

-Hoseok, Hoseok, você leva as coisas a sério demais meu bem, eu já estava brincando com você, já te perdoei, agora sente-se e aproveite o banquete, sabe que está em casa. As portas estão abertas para você, aliás, vou te mostrar onde trabalho hoje e alguns lugares que eu gosto muito

-A sim.. Claro, obrigado, vou adorar ver.

Finalmente nós sentamos, Tar sentou na cabeceira perto da janela eu na primeira cadeira a direita e Jimin na primeira pra esquerda….eu sei que não devia mas eu tava pensando na bunda desse cara, ele não é mulher mas.. é uma bela bunda. A! Que isso?

O jantar estava sendo servido pelas empregadas do Tae, do nada eu passei a sentir.. alguma coisa na minha perna, achei que era o Tae mas ele estava ocupado demais pedindo que fizesse uma sobremesa melhor eu olhei pra Jimin, ele sorriu safado pra o pirulito ainda na boca, eu cravei o olhar ali, cheguei engolir sem seco, ele lambia e chupava como se fosse a cabeça de um pau, senti o pré dele subir, agora tava no meio das minhas pernas..

-Ahhh.

-Hoseok? Tudo bem??

-Si-sim..eu..bati o dedinho .

-A RS comam.

Eu nem reparei que tinha já comida no prato, Jimin se levantou pra jogar o pirulito fora, a campainha tocou e todos nós paramos e nos esticando para olhar a porta.

-Chamou mais alguém Taetae?

-Que eu saiba nao.

-Nem eu.. vou ver quem é.

-Tem certeza?

-A tenho sim. Quem sabe é alguma piadinha de mal gosto, eu adoro lidar com piadistas.

Ele sorriu maníaco e foi abrir a porta o tecido do short enrugado mostrando bem mais.

-Porra.

-Gostoso neh?

-Hum? A, nao. Eu dou Hetero Tae!

-RS talvez na transa número quatro você se convença.

-JUNGKOOK! O QUE FAZ AQUI?!

Ouvimos os gritos e fomos até Jimin. Havia um homem na porta, um sorriso sinistro no rosto, ele deu uma olhada distraída pra Jimin, o sorriso vacilou de leve. Ele tinha uma xícara gasta nas mãos.

-Jimin! Quanto tempo! Não sabia que estaria aqui. Oi vizinho! Você tem um pouco de açúcar? Fiquei sem.

Ele adentrou a casa parando na frente do Tae e virando a xícara ao contrário.

-Pensei que hum..tivesse uma boa reserva , Jungkook.

-Sabe como é, Taehyung, parece que eu tenho o diabo em forma de tanajura lá em casa que não pode ver um sinal de doce que já quer comer, mas não se preocupe, dessa vez eu vou esconder o docinho dela, não vai achar nem sequer um pingo de leite por um mês…

Jimin passou a frente dele e ficou do lado do Tae.

-Talvez dois meses..e então Taehyung, tem um pouco de açúcar para um pobre homem?

-Sim, claro. Jimin, querido, acompanhe meu..vizinho até a dispensa d de a ele um kilo de açúcar, você sabe onde está a chave e não confio nos empregados para que saibam.

-A..sim claro. Vem Jungkook, eu te darei o que quer.

-Bom, você pode tentar, não é mesmo rs

Lá foram os dois pra dentro da casa.

-Quem é o cara assustador? Com essa cara de assassino ele não pode ser sei vizinho.

-E não é, é namorado de Jimin. Os dois são donos da maior rede de venda de drogas do mundo. São eles Angel e Demon. O casal 20 mais procurado pela INTERPOL. 

-RS você é engraçado Tae.

-Sou mesmo não é? Esse terno ficou maravilhoso em você. Pode pegar qualquer coisa de lá, sabe Hoseok, vou te dar um presente especial hoje a tarde.

-Vai?

-Vou sim. Coma, depois eles comem

-Eles? 

-Com certeza Jungkook vai querer almoçar aqui, vizinho que fica socado na casa dos outros, um caso sério.

Ele falou sem verdadeiramente se importar. Ele pedir a um funcionário para ele colocar mais um prato de comida.

…………..

-O que que você tá fazendo aqui! Tá me atrapalhando!

-Eu vi as roupas espalhada na cama que você experimentou pra vir pra cá, Park Jimin! ERAM MINÚSCULAS!

-Não grita! Vão ouvir! 

-Essa dispensa é enorme e no cu da casa, não vão ouvir! Voltando ao assunto: NÃO TINHA SEQUER UMA CALCINHA NO MEIO DAQUELA ROUPA TODA!

-TÁ LEGAL! EU TO SEM! TÁ FELIZ! EU TÔ SEM CALCINHA! EU TÔ TENTANDO SEDUZIR O HOSEOK PRA VER SE ELE TRAI O TAE!

-NÃO QUERO VOCÊ DANDO PRA OUTRO, SUA VADIA! 

-MAS NÃO DEPENDE DE VOCÊ, SEU CORNO!

-PIRANHA!

-PAU PEQUENO!

-PROSTITUTA!

-BROXA!

-PUTA! 

Nossa respiração tava pesada, olhava-mos fuzilando um ao outro, não acredito que ele botou tudo a perder por causa do ciúmes..tão fofo! Um segundo depois estávamos nos agarrando em cima dos sacos de açúcar.

-Jungkook, Jungkook calma ah ah .. chupão não, eu não posso aparecer com marcas ah ahhh..

eu tentei empurrar ele, ele tava sentado nas prateleiras quase derrubando tudo, Jungkook no meio das minhas pernas.

-Não consigo humm você tá gostoso pra caralho, porra ah …

-Ah ah… porra..a gente tá um tempão aqui ah ah..fode vai, uma rapidinha.

-Não! Jimin eu quero um boquete!

-Não dá tempo! Depois!

-Mas eu quero agora!

-Olha só Demon, ou você come o meu cu agora ou você não vai chegar perto dele e nem da minha boca por uns dois meses, entendeu? 

-Aff, Dom malvado, vira.

-Assim que gosto.

Eu desceu da prateleira tirei meu short e empinei pra ele, meio segundo depois a mão dele me segurou no lugar enquanto enfiava.

-Ah ah ah assim rápido ah ah ..hum.. Kook..

-Hum hum oh ..você é tão gostoso, que cu gostoso, eu te comeria toda hora se você deixasse.

-RS ah ah..o seu cu Também é gostoso ué ah ah ..sorte sua que eu gosto muito mais de dar ah ah ...mó..ali..soca ali..rápido.

Jungkook achou o ponto certo de novo, eu quase chorei de tão pela pressão do pau dele na minha bunda, tomara que saia andando em linha reta daqui.

-Ah ah ah eu . vou gozar ah ah..

Jungkook gozou dentro do meu cu, enquanto eu abria mais as pernas pra ele me chupar o cu melhor eu catei um papel toalha pra prateleiras, não ia gozar em cima dos sacos de açúcar dele.

-Ah ah ahhhhhhh..hummm..gozei. 

-Hum..lindo, pronto tá lindo.

-E todo torto.

-Vai vou te ajudar a se arrumar.

-Ai minha bunda. Foi forte, meu cu tá ardendo.

-Você que quis rapidinha.

-Meu cu tá piscando sozinho, aí Deus ..meu cabelo, dá um jeito.

Jungkook passou a fazer meu cabelo baixar e eu ajeitando a roupa minha e dele, no final saímos de lá, Jungkook com o maldito pacote de açúcar e sorriso ..dessa vez de verdade, só espera não tá fedendo a sexo.

-Voltamos .

-Que demora.

-Estava difícil achar o assunto.

-Bom, obrigado vizinho, eu vou pra casa agora.

-Eu na dei colocar mais um prato a mesa, por favor almocei conosco.

-Oh, que gentileza, aceito. Posso sentar aqui ?

…………………….

O vizinho maníaco do Tae apontou pro lado do Jimin, ele arregalou os olhos eu acho que ele também não gosta do cara, mesmo incomodado ele deixou, comiamos em silêncio a comida fria, eles demoraram lá, não sei se se comeram ou se mataram porque estão meio amassados.

Eu quase quebrei o garfo quando novamente senti o pé de Jimin na minha coxa, eu olhei pra ele de esguelha, hora ou outra seu olhar se encontrava com o meu, ele lambia os lábios toda hora, aquilo quase me hipnotizava, Tae mais bebia do que comia, o vinho lhe descia pela garganta a tudo momento, eu não gosto de vinho branco ..ainda mais no almoço, mas ele não se importa, bebê como se estivesse em uma festa chick, ele parou para observar a taça e suas bolhas.

-Porque me olha tanto, Hope?

Ele me perguntou suave ainda observando cair as bolhas e logo voltarem a superfície.

-Eu.. não é nada, estava pensando bobAGENS..hum..aqui..

Gritei de surpresa quando Jimin apertou meu pau embaixo da mesa com as pontinhas dos pés, no entanto, parecia sentir a mesma coisa ou algo parecido comigo porque segundos depois ele gemeu com a comida na boca e parou de empurrar o pé no meu pau, suspirei aliviado enquanto ele secava a taça em suas mãos e tomava a garrafa da mesa para encher a sua taça novamente.

……………..

Eu vou matar Jungkook! Se aproveitou que tenho que abrir as pernas pra chegar no pau do Hoseok com as pontas dos dedos, e  enfiou a mão dentro do meu short!! Merda!

-Humm..

-Jimin, tudo bem? 

O filho da puta ainda pergunta! Eu vou acabar com o cu dele a noite, saporra não vai andar meio metro!

-Tô sim… parece que estou igual Hoseok,, um pouco hummm distraído é isso Hoseok-shi?

-Hah…..é.. é sim..tem muitas coisas pra me distrair aqui ..

Hoseok gemeu quando eu  pisei mais pra cima e passei a alisando o pênis duro dele para cima e para baixo, ele tava se controlando bem, eu sorri enquanto levava minha mão pra baixo da mesa e tentava tirar o dedo do Jungkook do meu cu, consegui, mas paguei o preço, ele abriu a calça e colocou minha mão em cima do pau dele, saco, ele sabe que eu gosto de sexo em público mas não posso fazer agora porque eu tô dando em cima de outro homem no momento! Eu nunca faço as coisas pensadas, quando eu penso em um plano, jk quer estragar tudo por causa de ciúme que droga!!!!! 

 -Ahh...

-Jungkook, querido, está tudo bem?

-Está sim.. eu mordi um cantinho da BOCA!..humm tá tudo em paz, vizinho hummm

Eu tinha tirado o pênis dele da calça e masturbava forte, eu não consigo resistir, vou estragar o disfarce, que droga Jeon! Agora nunca vamos sabe-

-Quer saber Tae--

Antes de qualquer movimento meu, Hoseok se levantou e jogou o guardanapo dentro do prato, o pau duro marcado na calça.

-Eu acho que meu pedido de desculpas foi insuficiente, que tal esse?

Hoseok se mexeu rápido, sentou no colo do Tae com uma perna de cada lado, abraçou seu pescoço e passou a beijá-lo, Jungkook se aproveitou do momento de “distração” e baixou minha cabeça pro seu colo, acabei dando o boquete que ele queria, eu ainda ouvia o barulho do beijo enquanto engolia Jungkook, quando o som era só de estalinho, Jungkook me puxou pra cima de novo, meu cabelo todo pra cima, sorri como se não tivesse com a cara cheia de baba quando Tae me chamou, enquanto tinha um Hoseok lhe devorando o pescoço e rebolando em seu colo.

-Bom amigos ahhh como veem, Hoseok está ..hummm se sentindo bem culpado pelo o que me fez hoje de manhã ahhhh… um desentendimento nosso… Ah Hoseok..

Ele gemeu alto quando Hoseok desceu do colo dele e abriu sua bermuda, eu só ouvi o zíper ser descido e um som de engasgo, principiantes, eu também vivia engasgando com o Kook, ele é grande demais… Tae também não fica atrás.

-Ahhhh eu acho que tenho que o ACALMAR! aaa!

Tae deu um grito quando Hoseok o Puxou pra fora da cadeira  direto para o chão, Jungkook e eu levantamos depressa guardando nossos membros e fechando nossa roupa.

-Tchau Tae, nós já vamos nos falamos depois!

Eu saí andando com Jungkook enlouquecido tentando tirar a minha roupa.

-Se eu sair vivo eu falo com vo-AAAAHH! hOSEOK CALMA AH AH..SENTA DEVAGAR CARALHO AH AH AHH! 

………………………

Que que aconteceu com ele?? não sei o que foi mas nunca o vi sentar tão rápido na vida, quando foi que ele tirou a calça?.

-Ah ah ah.. cala a boca e deixa eu me desculpar primeiro ah ahhh 

Eu não sei o que aconteceu, só sei que ele sentou em mim até gozar, eu comi ele de quatro no chão da sala de jantar, ele me comeu na mesa espalhando comida pra tudo o que é lado e eu fodi ele enquanto ele se debruçava pela janela e gemia e gritava pedindo mais de mim, acabamos cheios de comida e imundos, levantamos cada um com suas dores, ele quase desmontamos, nem sabíamos onde estavam nossas roupas, subimos pelados mesmo passando pelos meus empregados que iam limpar toda aquela loucura, mesmo envergonhado nós riamos como bêbados...talvez eu estivesse um pouco, talvez seja por isso que eu dei pra ele de novo no chuveiro. 

-Rs devagar hoseok.. isso.. assim ah ahhh vou gozar ah ahhhhh

-Eu tô quase calma..hummm ah ah ahhhhh.. pronto.. obrigado.. foi incrível. 

-Foi mas.. não tenho mais forças pra ir com você em meu ateliê, você me deixa exaust Hoseok.

-HUhum, e você me deixa no chão.. literalmente rs eu tô cansado também, podemos deixar para amanhã? Acho que a noite eu não vou estar bem.

-Também estarei ocupado, meu doce. Melhor você descansar Hoseok..hum..

Hoseok me abraçou por trás quando estávamos de frente para a cama, o corpo seco mas ainda gelado, ele me dava beijinhos no ombro, no pescoço, eu já o teria afastado, mas estava com, os lábios quentes..minha pele fria. 

-Taetae.. eu não tive cara de pedir antes mas, será que pode dormir ao meu lado um pouco? Só um pouquinho, nem que você se levante daqui a uma hora, é que..eu quero curtir você  um pouco, sentir seu cheiro, seu corpo colado com o meu..Tae eu quero te sentir perto de mim a maior quantidade de tempo que eu puder, só hoje, rapidinho, por favor.

eu ri do seu modo pegajoso de falar, acho que estou conseguindo, ele está se apaixonando de verdade por mim...mas devo admitir, eu não pensei em descansar em outro lugar sem ser ns seus braços. 

-Está bem, meu doce, mas só porque você se desculpou perfeitamente, você foi um bom menino.

-Fui mesmo Daddy?

-Foi bebê, e é por isso que vou aumentar a sua surpresa quando for ver o meu ateliê… 

-HUm… estou curioso..

-Rs por hora, vamos dormir, baby.

Deitamos juntos na cama, eu de frente e Hope ao meu lado me beijando e fazendo carinho, ele estava totalmente perdido por mim, me fazia carinho o tempo todo e o sexo com ele foi do jeito que eu gosto, selvagem, forte, intenso, eu só não sabia de duas coisas: 1- que ele ficar todo manhoso assim comigo. 2- Que eu ia gostar de ficar com ele assim e ainda retribuir o carinho dele assim, mas cá estou eu, alisando seu cabelo e lhe beijando a testa e observando ele dormir. Hoje de manhã ele mostrou ser infiel a mim, mas ele resistiu a Jimin e quis lhe mostrar quem era o seu dono...agora ele está assim comigo na cama, mesmo reclamando que é hétero, eu ainda te acho um  mistério Hoseok, eu também estou sendo para você?

 


Notas Finais


Cheia de sono. Corrijo mais tarde os erros. Bjs de Chimchim-shi ♥️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...