História Digno do meu irmão- AU incesto - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Os Vingadores (The Avengers), Thor
Personagens Jane Foster, Loki, Thor
Tags Amor, Bgbtq, Casal, Gay, Hard, Hot, Incesto, Lemon, Lgbt, Lgbtqi, Loki, Love, Odinson, One-short, Thor, Thorki, Thorxloki, Universo Alternativo, Yaoi
Visualizações 93
Palavras 3.520
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishounen, Comédia, Crossover, Ecchi, Famí­lia, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Lemon, LGBT, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ola mais uma vez, espero que aproveitem mais uma historia duvidosa minha, essa fanfic tem lemon explicito então cuidado com os parentes ao redor e boa leitura!

Ps: Desculpem qualquer erro e até depois! (Não esqueçam de comentar)❤️

Capítulo 1 - Quem é ela?


Fanfic / Fanfiction Digno do meu irmão- AU incesto - Capítulo 1 - Quem é ela?

A familia Odinson é deveras famosa, tanto no ramo do entretenimento, desde que a mãe, Frigga, é uma super atriz muito bem premiada e seu filho mais velho, Thor, com seu grande porte, cabelos loiros e olhos azuis marcantes chamava atenção como modelo, quanto no ramo empresarial Já que Odin, o pai da familia, era o dono das grandes industrias Asgard, e Loki, o genial filho mais novo e adotado, com certeza seguiria seus passos, já até ajudava o pai com os negócios mesmo sendo um estudante, não que não pudesse trabalhar na área de sua mãe, muito pelo contrario, com seus cabelos negros contrastando em sua pele branca aveludada, olhos verdes e corpo esguio tinha muito potencial, até trabalhou algumas vezes junto ao irmão quando criança, mas gostava de pôr a dádiva da qual era muito bem dotado em ação, sua inteligência.

Mais cedo nesse dia, Thor pedira que todos limpassem sua agenda, Afinal tinha uma surpresa. Mas como todos eram super ocupados isso raramente era possivel.

* Ding dong * ouve-se o som da Campainha ecoar pela casa e Loki vai a atender já esperando a figura que lhe aguardava.

- Irmão! com toda essa demora, se não for algo importante...

- Eu tenho uma surpresa, Loki!- fala o loiro expressando um largo sorriso.

- E o que poderia ser tão importante que me tiraria do trabalho?- Fala impaciente e confuso.

- Por favor entre...- Ele fala à garota que acabava por entrar pela grande porta da mansão, logo atrás de si, deixando Loki piscar os olhos algumas vezes, depois lamber levemente os lábios e sorrir.

- Q-Quem é essa? - Fala olhando para o irmão, se referindo à morena que acabara de adentrar a casa.

- Ah, eu sou J-Jane... Jane Foster- Ela estende a mão, que é explicitamente ignorada pelo moreno que só continua a sorrir.

- Prazer Jane...- Fala com um tom de desdém quase imperceptível a encarando por um tempo - E então vamos jantar?

Todos concordam com a cabeça e seguem para a sala de jantar onde a grande mesa já estava posta. Todos se sentam, Thor ao lado da morena e Loki em frente aos dois.

- Onde estão nossos pais? - Pergunta o loiro, apontando com o olhar os lugares vazios onde os dois deveriam estar sentados.

- Tinham coisas mais... importantes...- Continua a encarar a mulher que começa a se sentir um tanto desconfortável com o fuzilamento ocular e bebe um pouco de água - E então?

- Então? Ah sim, eu e Jane estamos saindo - Fala o loiro ainda sorridente, como se esperasse alguma parabenização não vinda do mais novo - Queria que ela conhecesse vocês, mas acho que pôr agora você é o suficiente - Brinca.

- Saindo uh? - Ele se mantem com o inexpressivo sorriso - Jane Foster... onde mora?

- Eu... Eu sou de um bairro chamado Midgard...

- Nunca ouvi falar

- É um pouco afastado, então... mas é logo perto da...

- E sua familia? - A interrompe com um falso interesse.

- Minha familia? - Ela pisca os olhos, expressando confusão.

- Sim, tenho que saber seu pedigree, a depender de sua familia pode ser que só esteja atrás do nosso dinheiro... - brinca venenoso mas com cara de inocente.

- Loki!da - Exclama o loiro constrangido.

- Calma Thor, foi só uma piada, tenho certeza que Jane não se sentiu ofendida, se sentiu? - Ele olha pra ela sorrindo de lábios e mesmo incomodada concorda com ele.

Os três começam a comer depois da situação, nenhuma conversa foi ouvida até eles terminarem. Logo após a mesa ser limpa, pelos empregados que foram dispensados para irem para se retira, os três conversaram algumas trivialidades, sempre com um tom/humor ácido vindo de Loki, como pequenas mordidas de uma serpente, que pioraram ao ver a bela cena de Jane limpando o canto dos lábios de Thor com um guardanapo, como se fossem pombinhos apaixonados.

- Então, você estuda em nosso Colégio... por que nunca a vi?

- Não sei, sabe, estou no club de ciências então fico lá por muito tempo...

- Aquele club que só tem nerds e loucos que acreditam ter visto ETs? - Ele gargalha de leve e Thor tosse querendo rir, porque apesar de Jane ser de lá, concordava com o irmão sobre os estranhos e lunáticos integrantes do club, os dois até tinham piadinhas internas sobre, que provavelmente irritariam bastante a morena.

- E você? É o representante de turma não é? tenho certeza de que também vive afundado em livros, não?- Fala um pouco exaltada mas mantendo o controle.

- Na verdade não, eu uso algo que provavelmente vocês não tem, por isso estou a frente... - Fala bebendo um pouco do suco de sua taça.

- E o que é? - Fala com os braços cruzados e sobrancelhas juntas se ajeitando na cadeira começando a perder sua compostura.

- O cérebro - Fala dando de ombros sorrindo e o loiro bate a mão na testa com expressão de "de novo não".

- Bom... acho que já está na hora de me retirar... - Ela se levanta e pega a bolsa na cadeira ao lado.

- Ah não, por que não conversamos um pouco mais Sif? quero conhencê-la um pouco melhor... - O loiro arregala os olhos e a morena o olha boquiaberta e confusa - Oh, desculpe-me, Sif era a namorada da semana passada não é? é que vocês são tão parecidas, me perdoe, minha memória é péssima... mas procure me entender são tantas namoradas que ele traz...- Ele faz um mini bico contraindo os ombros e ela sai a passos largos, bufando de raiva sem ao menos se despedir, deixando o moreno a risos.

- EU SEI ONDE É A SAÍDA - Ela empurra Thor quando ele tenta a seguir e acalmar.

- Espera ele não fez por mal... - Ela bate com a porta na cara dele - LOKI! QUAL É O SEU PROBLEMA?

- Acho que a falta de cálcio está afetando a minha memoria...- Fala dando de ombros e indo até a sala, ligando a televisão e se sentando no grande sofá branco.

- Você sabe muito bem do que estou falando

- Não, não sei agora me deixe assistir...- gesticula com a mão para que o outro saia, mas sem êxito.

Thor vai ao aparelho e o desliga pelo botão, Loki estala a lingua e liga de novo pelo controle, mas o outro repete a ação de desligar.

- Você é uma criança ou o que? - Fala o moreno levantando sem paciência - O que quer de mim?

- Não deveria ser eu a perguntar isso?

- Como assim? - faz um bico tentando se fazer de desentendido.

- Loki, nos dois sabemos que você nunca esquece nada, nunca, prefere morrer a errar em qualquer coisa que seja, e quer que eu acredite naquele seu teatro hoje? sem falar em todo resto... - O loiro fala indignado.

- É, mesmo achando que pareço muito com um deus, eu sou humano! e humanos erram! - fala com ironia, já exaltado.

- Sim, erram, mas não dessa vez, e nem das outras. Loki, toda vez que começo a gostar de alguém você arranja uma maneira de destruir isso...

- O que está querendo insinuar? - O moreno franse os olhos e cruza os braços.

- Eu não sei, me diz você, isso é alguma vingança? Por que você faz isso comigo?- Fala o loiro com uma expressão indignada, se aproximando do moreno que vira o rosto.

- PORQUE VOCÊ É UM IDIOTA! - Fica levemente vermelho e se levanta visivelmente com raiva - Estou cansado, vou para meu quarto...

- Espere... Loki... por que sou idiota? Fala alguma coisa que faça sentido...- Segura o braço do outro e o puxa, o virando para si, mas é segurado pela gola da camisa e beijado repentinamente.

Na verdade era um selinho, um selar de lábios que não durou mais de 5 segundos, mas que mudara completamente a percepção dos dois sobre tudo.

- O-O que...?- Thor fica imóvel completamente atordoado.

- Agora me deixe em paz!- Fala o moreno mais baixo um tanto corado e indo apressadamente para seu quarto

As horas foram se passando, 1 hora... 2 horas... até 3 horas da manhã e os dois não conseguiam dormir. A ansiedade lhes roía o estômago e as duvidas eram ensurdecedoras mesmo no silêncio.

Thor, então, por fim, na calada da madrugada, tem uma epifania sobre tudo, sobre suas namoradas, sobre Loki, sobre sua vida, seus sentimentos e não poderia mais guardar para si. Em poucos minutos já estava à porta do quarto de Loki, na qual bateu, mas sem resposta.

- Estou entrando... - Ele abre a porta encontrando seu irmão, antes tão orgulhoso e inabalavel, apenas com uma camisa branca, larga até a coxa, ajoelhado à cama, abraçando seu travesseiro com os olhos vermelhos e cabelo bagunçado, seu coração parou com a cena, mas ao mesmo tempo achou fofo o lado frágil/delicado do outro.

- Mandei me deixar em paz! - Jogou o travesseiro no loiro que o pegou.

- Espera... Tenho algo a dizer...

- Se veio aqui me dar sermão, eu já sei muito bem que é errado e não preciso dos seus conse...- Começa irritado e tristonho, mas é parado ao ter seus lábios tomados pelo Loiro que o segurou os ombros, dessa vez não em um selinho, um beijo de verdade.

Logo os ombros tensos do moreno se descontraem, e ele rodeia o pescoço do outro com seus braços sentindo uma ultima lagrima escorrer de seus olhos mas sendo enxuta por Thor, que passa sua mão e o segura o rosto dando um ultimo selinho, deixando o moreno sorridente.

- O que foi isso? - Pergunta o mais baixo feliz, mas confuso.

- Eu percebi uma coisa... - Ele se senta ao lado do moreno - As minhas namoradas... sempre morenas e inteligentes... sempre o mesmo padrão mas não pareciam o suficiente, nunca, e então percebi que buscava nelas o que tinha em você, mas nenhuma delas era você, por isso terminavamos rápido, não por causa de suas pirraças, afinal, eu poderia ir atrás delas... mas preferia simplesmente procurar por outra, e hoje percebo que é porque eram substituições, gostava delas mas não amava, somente a um que amo... você Loki!- O moreno coloca a mão cobrindo a boca sem reação - mas só percebi isso agora porque, como sempre, você foi mais perspicaz que eu... - Sorri com os olhos fechados, e logo recebe outro beijo.

Loki passa uma de suas pernas por cima das pernas do loiro, ficando de joelhos sobre o mais velho, segurando seu rosto e logo sentido as grandes de fortes mãos do outro lhe segurando a cintura.

O beijo apaixonado dos dois, calmo e puro, foi se transformando, ficando rápido, molhado e necessitado. As línguas que antes só se entrelaçavam, começaram a se friccionar e se rodear como se forçassem um atrito. As mãos do maior começaram a segurar mais firme e descer aos poucos, chegando a carne macia e chamativa do menor.

- Ei, espera - Loki interrompe o contato com uma expressão preocupada - você tem realmente certeza?

- Como?

- Você realmente quer isso? - O moreno pergunta inseguro, já havia sofrido demais sobre isso, não queria que o outro desistisse de uma hora para outra e o abandonasse depois de tudo.

- Claro que eu quero, Loki... se você não ouviu antes, eu te amo! e quero que seja todo meu... ao menos que você queira ir devagar então... - Antes que consiga terminar, o moreno o beija novamente e começa a arrancar sua camisa.

- Na verdade, eu é quem estava com medo que quisesse ir devagar...- Sorri e se levanta, prendendo seu cabelo num rabo de cavalo improvisado e se ajoelhando.

- Espera- Agora quem interrompe é Thor- E se nossos país chegarem.

- Digamos que o papai tenha tido um imprevisto com a filial em Istambul e a mamãe tenha ido junto, então não voltarão até amanhã - Sorri, Começando a abrir as calças do maior, Baixando logo após sua cueca e ficando maravilhado "valeu a pena esperar..." pensou.

- Não me diga que isso foi coisa sua? Espera! você planejou tudo isso? - Pergunta o loiro sorridente como se não estivesse lendo a situação.

- Talvez, na verdade tive alguns imprevistos, mas basicamente sim - Fala orgulhoso lambendo  labios. Então Ele pega o grande membro rosado já duro e segura sua extensão com as duas mãos, já com água na boca.

Loki começa devagar indo para cima e para baixo, ouvindo o arfar de Thor ao sentir o toque gélido em seu falo quente. O mais novo então começa começa a lamber, desde a base à glande rosa, umedecendo e lubrificando antes de o engolir de uma vez só, fazendo o loiro soltar um rápido gemido, que não fora ignorado pelo moreno muito satisfeito. Ía e voltava, quando chegava na cabecinha contornava com a lingua, como se chupasse o picolé mais saboroso do mundo.

Começou também a massagear vagarosamente os testículos, com cuidado para não machucar com as unhas. Logo, o loiro começava a perder o controle querendo mais movimento, apesar da velocidade do moreno, lhe tomou as rédeas ao agarrar seus cabelos, e começou a estocar com força na garganta do irmão que chegava a engasgar algumas vezes, mas que gostava de ser dominado, por isso, justamente, fez o rabo de cavalo que começara a se desmanchar.

Com o pênis já brilhante e todo húmido por causa da mistura de saliva com o pré-gozo, Thor já não coseguria se segurar por muito tempo.

- E-eu vou... - Ele avisa e o moreno assente aumentando a velocidade até sentir o loiro transbordar- Ah... A-Ahhh

Thor se desfaz na boca de Loki, que enche as bochechas tentando engolir tudo, mas deixando um filete do liquido salgado e perolado escorrer.

Ainda ofegante, o mais velho ri ao notar a incrível semelhança que seu irmão estava tendo com um esquilo comendo uma noz.

Ao terminar de lamber seus dedos, Loki se levanta e novamente se senta sobre as pernas do maior, o beijando de forma exagerada e molhada. seus membros se tocavam mesmo que o de Loki ainda estivesse dentro da cueca preta de algodão, que logo foi arrancada e jogada em qualquer lugar por Thor. Gostando da fricção Thor junta os membros e começa aos masturbar juntos arrancando alguns gemidos e sugadas de ar por parte de Loki que escondeu sua cabeça na curva do pescoço do outro. Subindo e descendo com uma mãos em ambos paus, foi com a outra mão a aos glúteos de Loki os apertando e arrancando um gemido ainda maior de pira excitação, arfando também. Logo, enfia dois dos dedos na cavidade apertada do irmão e indo na mesma velocidade que se/o masturbava.

Não se contendo com tamanho estimulo Loki mordia-lhe o ombro e apertava-lhe os braços, então tendo sua boca tomada. o beijo se seguia de chupões e pequenas mordidas, gostosas e excitantes.

Já impaciente o moreno começa a rebolar sobre os dedos querendo maior aprofundamento. mas ao contrario do esperado Thor retira os dedos ouvindo um murmúrio de reclamação.

- Calma! - Sorri e volta a beijar seu moreno, o colocando na cama delicadamente e o beijando, deitando sobre si e deslizando sua mão delicadamente até achar bunda de Loki separando seus glúteos.

-Está pronto? - Pergunta Thor preocupado e o outro sorri.

- dê-me tudo que tem- fala na orelha do loiro logo após a mordiscando o fazendo perder o controle e o penetrar rapidamente até a metade- S-sabia... tão i-indelicado...

- D-desculpe-me - espera seu irmão se acostumar mas aparentemente o outro já estava mais que preparado.

- E por que está parado? apesar de tão bonito, não sou de porcelana Thor, quero que me foda até não conseguir mais andar...

- Ah... para onde foi meu pequeno e fofo irmãozinho? - Brinca antes de enfiar todo seu membro rijo com força em Loki, o fazendo abrir bem as pernas e lhe rasgar as costas com as unhas, gemendo- Não sabia que era tão sensível, boneca, na havia me dito que não é de porcelana?

- Calado! apenas faça o que...- Antes de terminar a frase, sua boca é tomada e Thor continua a o penetrar com força e aumentando a velocidade. O beijo estava uma confusão, algumas vezes apenas a ponta das línguas se tocavam mas não diminuindo sua intensidade. Cada vez mais proximo do ápice, Loki continuava a arranhar as costas de Thor que apertava o quadril do moreno como se o quisesse fundir com seu membro.

Ao Chegar ao ápice, Loki se desfaz primeiro em sua propria barriga, mordendo o lábio inferior do loiro que sentiu o gosto metálico de sangue na boca e seu membro ser esmagado na cavidade já apertada do outro se desfazendo também, só que dentro dele.

Os dois param um pouco para recuperar o fôlego e o ritmo respiratórios mas logo estava de novo Loki invertendo as posições, sentando sobre o quadril do loiro e o beijando o pescoço e a clavícula.

- Você é tão gostoso... - Fala analisando  e sentindo a definida musculatura do maior que sorri com o elogio.

- Eu quem deveria dizer isso... - Fala apertando os glúteos branco-Avermelhados do moreno.

Loki lhe da um selinho e um chupão bastante possessivo no pescoço, depois voltando para a sua clavícula, onde deu pequenos beijinhos e logo após lambeu toda a extensão de seu abdômen salgado voltando para o grande pau já rigido carecido de contato, lhe masturbando duas vezes de leve e depois sentando sobre ele e começando a cavalgar a seu bel prazer e ritmo.

- I-Impressão minha ou e-está me usando de-e brinquedo sexual? - Fala risonho e ofegante, voltando a segurar o quadril do outro para dar apoio.

-A-Achei que já... AANW ... e-estava ciente de sua f-função ahh...- Fala sorridente entre gemidos.

Querendo estocar com ainda mais intensidade e força Thor se levanta colocando uma perna de Loki em seu ombro, o deixando de lado, e se surpreendendo com a elasticidade alheia. Logo ele aumenta o ritmo socando todo seu falo na cavidade do moreno e o segurando pela perna com um braço e com o outro o masturbando, o fazendo revirar os olhos de prazer e abrir a boca para conseguir respirar não contendo os gemidos obscenos que se misturavam ao barulho do choque de impacto do quadril do loiro com a sua bunda.

- Ah.. aaawn... e-eu... Ahhhhh- O moreno sente sua mente ficar em branco e seu corpo flutuar perdendo o controle sobre ele, se derramando na mão do loiro, que estoca mais algumas vezes, mas logo ejacula, preenchendo o outro pela segunda vez com seu liquido leitoso e quente, que lhe escorre a perna.

Os dois se deitam e se enrolam na cama toda bagunçada, Loki com a cabeça no peito do mais velho, este lhe abraçando a cintura. ficaram certos minutos em silêncio como se quisessem raciocinar que tudo aquilo tinha realmente sido real.

- Então, quando descobriu? - pergunta o loiro quebrando o silêncio.

- O que?

- Que gosta de mim...

- Ah... sabe, eu sempre meio que soube que sentia algo, só não sabia o que era... quando você trouxe aquela sua primeira namorada com 12 anos, aquilo me doeu muito, eu pensava "ela não é digna dele, não o conhece, não sabe como eu do que ele gosta..." e então comecei a perturba-la pra ver até onde gostava de você, mas você foi la e a defendeu- Ele faz uma expressão triste mas nostálgica, abraçando a cintura do maior com mais força - Até então eu nunca tinha passado por aquilo, então percebi que não era um simples afeto familiar, mas não sabia ainda o que era. Mas, tudo se agravou na minha mente quando aquela garota super popular do nono ano, me chamou para sair e não consegui gostar dela, por mais "gostosa" que fosse, então todos começaram a me chamar de gay, e bem... era verdade... mas quando você me defendeu na frente de todos percebi, por fim, que sentimento era...- Thor o beija o topo da cabeça.

- Me desculpe... se eu tivesse percebido antes... - Fala se sentindo culpado.

- Tudo bem, o importante agora é o futuro, e o banho que você vai me dar...

- Vou? - Pergunta sorrindo.

- Claro que vai, é a minha recompensa por meu bom trabalho.

- Bom trabalho?

- Esplêndido trabalho, agora se levanta daí e prepara minha banheira.

Dito e feito, o loiro ajudou o moreno, mesmo brincando, a se levantar e os dois tomaram um belo e perfumado banho de banheira juntos, com muitas caricias e beijos, voltando os dois de roupão de seda, um vermelho e um verde (autora: adivinhem qual escolheu qual ahsuaus), e se deitando de conchinha, onde rapidamente pegaram no sono, e com certeza tiveram bons sonhos...


Notas Finais


E então? Gostaram? Não gostaram? Não se esqueçam de comentar é o que me incentiva a continuar e/ou melhorar! Até uma próxima historia ou comentário (respondo todos). Kisses de strawberry ❤️🍰

Ps: ainda não corrigi desculpem qualquer erro.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...