História Dilacerados - Série - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amizade, Casais, Engraçado, Fluffy, Fofo, Gay, Horror, Humor Negro, Idiotas-apaixonados, Lgbt, Romance, Yaoi
Visualizações 7
Palavras 233
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drabble, Drabs, Ficção, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Seis ex-presidiários e um "bagulho" na mesma sala de estar. Eles tem um plano.

 Aviso: Linguagem vulgar.

Capítulo 4 - Bagulho.


Fanfic / Fanfiction Dilacerados - Série - Capítulo 4 - Bagulho.

Seis ex-presidiários encontravam-se na pequena sala de estar, espalhados com três no sofá, dois sentados no chão e um de pé.

 

 - Esse bagulho tá uma bosta – o barbudo tatuado sentado no chão fora quem comentara, fazendo dois rirem, debochados.

 

 - Faz tu então, arrombadinho de merda! – retrucara Careca, o musculoso de pé, com 1,91 de altura.

 

 - Faço! E tu enfia no teu cu esse lixo!

 

 - Ow! Calma aí suas putinhas! Deu de ataquezinho.

 

  O barulho de movimento na porta da casa silenciara a discussão no mesmo instante.

 

 - Porra...! Esconde o bagulho aí! – Sequelado sussurrara, alarmando Careca quem, sem tempo, fora obrigado a esconder o bagulho atrás do corpo.

 

 Quando a porta se abrira, um rapaz jovem e pequeno vestido completamente de branco entrara, com uma aparência absolutamente contrastante aos dos homens ali dentro. Seus traços eram afeminados, pele lisa e cabelo castanho impecável.

 

 Ele e os seis trocaram um olhar de choque.

 

 - Feliz aniversário, tio Ally! – Careca gritara, sendo acompanhado pelos outros em comemoração, revelando o que seria o bagulho: um bolo de chocolate torto e desmoronando.

 

 Allyster, quem fora expulso de casa por ser gay e diversas vezes apanhara no antigo emprego de enfermeiro na cadeia, sorrira timidamente. Em seguida fora sufocado por abraços daqueles seres humanos rejeitados, os quais entregavam cada um seu coração em devoção completa para aquele quem jamais perdera a fé neles.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...