História Discovering no boundaries - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Chenle, Doyoung, Haechan, Hansol, Jaehyun, Jaemin, Jeno, Jisung, Johnny, Jungwoo, Kun, Lucas, Mark, RenJun, Taeil, Taeyong, Ten, Winwin, Yuta
Tags Dotae, Jaeje, Jaeten, Luren, Markhyuck, Nct, Nohyuck, Renmin, Taesung
Visualizações 15
Palavras 853
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - 01


Seul nas visão das pessoas e um lugar calmo, com baixo índice de violência e vandalismo. Mas só quem mora lá, sabe da verdadeira cara de Seul. 

O relógio aponta 3:50 da madrugada, não que o grupo de amigos que estavam em periferia ligasse, a única coisa que eles queriam no momento era acabar com a tinta que ainda tinha em suas latas. 

RenJun e Lucas foram os primeiros a solta suas latas vazias no chão, abaixando suas máscaras demonstrando o sorriso malicioso que tinham desenhado em seus rostos, mas que não durou muito. O primo que teve uma atitude foi Lucas, puxando o RenJun e grudando seus corpos e depositando um selar em seus lábios. 

Os outros garotos gritaram ao ver a sena, mas logo voltaram a seus afazeres. Mark estava sentado na calçada observando, eles tinham que ter cuidado para não serem pegos. Para eles o que faziam e só uma forma de se manifestar, mostrar que estão cansados dessa sociedade de mente tão fechada. Mas para as pessoas eles são vistos como vândalos. 

Mark ficou tão distraído que não viu uma viatura da polícia se aproximar, mas foi salvo por Jaemin que o observava, então viu a viatura. 

Mark deu o sinal para correrem, e quando o ponteiro marcou 4:00 em ponto era ouvido risadas altas e passas apressados de seis adolescentes pelas ruas. 

Já acostumados com a rotina os seis em duplas escondeu-se pelos cantos da rua esperando o carro passar reto. 

Donghyuck foi o primeiro a sair do seu esconderijo, Jaemin vinha logo atrás. 

Eles riam como se tivessem visto uma piada e os outros acompanham. 

Será que eles nuncam vão aprender? - O canadense perguntou, enquanto abraçava Donghyuck por trás. 

Acho que não, eles são muito idiotas para perceber que nós sempre desaparecemos! - RenJun respondeu se apoiando em seu ficante e melhor amigo Lucas para recuperar o ar perdido. 

Melhor nós seguimos para casa, eles podem voltar e nós ainda temos que ir para aquela porcaria de escola. - O Lee mais novo comentou quando percebeu que ninguém iria falar nada. 

Sem falar mais nada os seis adolescentes seguiram para o galpão abandonado onde guardava suas coisas e marcavam encontros. 

Cada um dos amigos guardou suas coisas e tiraram as suas máscaras e bonés, os guardando também, então pegaram suas bicicletas. 

O caminho para casa foi entre alfinetadas e competições bestas. Muita risada. E é claro, com muita ideias mirabolantes nas cabeças. 

Se pensar bem, é bem interessante a história de como aquele grupo de adolescentes revoltados com a sociedade, se tornaram amigos. 

Tudo começou quando Donghyuck se assumiu Gay, se declarando para Mark, mas ele não fez isso por amar mesmo o canadense, e sim porque tinham interesses em comum, um interesse que guardavam a sete chaves. 

Mas por causa do falso namoro, começaram a sofrer bullying, algo que chamou a atenção de Lucas e Renjun, que já eram amigos, e que acabaram se assumindo também e logo depois os melhores amigos do falso casal Jeno e Jaemin. Assim se tornaram o grupo excluído da escola, mas que ninguém mexia. 

Depois de tanta sofrer arrumaram uma maneira de demonstrar suas revoltas. Expressando seus sentimentos em desenhos e palavras. 

Mark Lee foi o último a chegar em casa por morar em um bairro mais distante, mas não ligava muito, gostava do ar frio da madrugada. 

Principalmente também gostava de passar o máximo de tempo longe da sua casa, aquele lugar o sufocava. Na verdade seus pais eram a causa disso, sempre querendo que ele seja o filho perfeito. 

Mas Mark nunca seria, e fazia questão de deixar esse cargo para seu irmão Lee Taeyong, o filho perfeitinho, e que para a visão da sua mãe era o orgulho da casa por estar fazendo faculdade para se tornar professor. 

Umas das profissões mais renomada da Coreia. A profissão que todos queriam, menos o Mark, seu sonho sempre foi se tornar um rapper famoso, ou quem sabe se tornar um integrante de algum grupo de kpop, o que era o sonho de todo adolescente também. 

Mas ao ver dos pais do canadense, esse sonho é só mais uma besteira, e por isso sempre viviam tentado obrigar Mark a fazer coisas que não gostava. 

-Olha quem chegou em casa! - Mark se virou para o irmão e sem da importância, seguiu caminho para seu quarto. 

A atitude de Mark, pode parecer que é uma demonstração que não gosta do irmão, mas não era isso, ele só não gostava de ouvir bronca do mais velho, daquele que que um dia foi seu herói, que foi seu melhor amigo e parceiro de tramas. Doeu demais ver decepção brilhar no olhos de Taeyong. 

Mark entre em seu quarto jogando sua mochila no chão de qualquer jeito, logo depois se jogando na cama, ele estava cansado, mas não poderia dormiram, se bem ele desconfiava que todo cansaço fosse mais psicológico do que físico. 

-Droga de vida - Colocou o travesseiro na cara soltando um grito. 

Mark só não sabia que Taeyong estava na porta segurando uma caneca se perguntando se entrava ou não. 



Notas Finais


Espero que tenham gostado, vou tentar atualizar o mais breve possível.

Ah essa fanfic vai ter uma grande variação de shipp Hihihi


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...