1. Spirit Fanfics >
  2. Disritmia. >
  3. 10. No qual jovens cantoras celebram o Dia dos Namorados

História Disritmia. - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


Tem participação especial e tem COMEMORAÇÃO DE 1 ANO!!!!!!! 🥳🥳🥳🙌🏾🙌🏾🙌🏾✨✨✨🍾

demorei, porque acabei entrando em um bloqueio péssimo, mas consegui!!! a foto é a capa do CD da Mari! espero que gostem!

boa leitura!!

Capítulo 10 - 10. No qual jovens cantoras celebram o Dia dos Namorados


Fanfic / Fanfiction Disritmia. - Capítulo 10 - 10. No qual jovens cantoras celebram o Dia dos Namorados

15 de janeiro de 2019

Hoje é o dia da minha participação em um programa de Tv, o The Ellen DeGeneres Show, com o PRETTYMUCH e eu estava muito nervosa. E o medo de dar tudo errado? E o medo de errar na hora?

—Amor, calma, vai dar tudo certo. —Julian tentava me acalmar por telefone, enquanto eu organizava minhas principais coisas no quarto luxuoso do hotel luxuoso que eu estava, o The Mark Hotel.

Eu estava uma pilha de nervos.

*

—Boa noite américa! Hoje estamos aqui com a cantora que e um fenômeno mundial, Mari Gomez. Além disso, estamos também com a boyband que é um sucesso, PRETTYMUCH. Palmas para eles!

Conversamos sobre nossas músicas, carreira, relacionamentos e polemicas.

—E agora, vamos com a performance que estamos aguardando a tanto tempo!

Os primeiros acordes de Marry You começaram a soar.

[Brandon]

It's a beautiful night
We're looking for something dumb to do
Hey, baby
I think I wanna marry you

[Mari]
Is it the look in your eyes
Or is it this dancing juice?
Who cares, baby?
I think I wanna marry you

Brandon apareceu no palco com uma blusa clara de botões e calça preta, enquanto eu estava com um vestido branco e rodado. O cenário era com flores e madeira branca, simulando realmente um casamento. Ele dançava comigo, me girava, de modo que parecíamos realmente um casal.

Well, I know this little chapel
On the boulevard
We can go
No one will know


[Brandon]

Oh, come on, girl
[Mari]

Who cares if we're trashed?
Got a pocket full of cash
We can blow
Shots of patron
[Brandon]

And it's on, girl

[PRETTYMUCH]

Don't say no, no, no, no, no
Just say yeah, yeah, yeah, yeah, yeah
And we'll go, go, go, go, go
If you're ready like I'm ready

Os meninos entraram cantando, todos com roupas meio sociais e Zion me ajudou a colocar uma saia, que faria minha roupa parecer um vestido de noiva. Austin colocou um casaco preto em Brandon para simular um terno.

[Brandon]

'Cause it's a beautiful night
We're looking for something dumb to do
Hey, baby
I think I wanna marry you

[Mari]

Is it the look in your eyes
Or is it this dancing juice?
Who cares, baby?
I think I wanna marry you

Nessa hora o palco escureceu um pouco e logo se iluminou e seguida, comigo e Zion apenas.

[Zion] I'll go get a ring
[Mari] Let the choir bells sing like: Oooh
[os dois] So what you wanna do?
[Zion] Let's just run, girl
And if we wake up
And you wanna break up that's cool
[os dois] No, I wont blame you
[Zion] It was fun, girl

Eu e Zion estávamos como se fosse em um coreto, esses de filmes românticos. Ele cantava ajoelhado, olhando nos meus olhos e segurando em minhas mãos, enquanto eu estava sentada na beirada.

[PRETTYMUCH]

Don't say no, no, no, no, no
Just say yeah, yeah, yeah, yeah, yeah
And we'll go, go, go, go, go
If you're ready like I'm ready

[Mari]

'Cause it's a beautiful night
We're looking for something dumb to do
Hey, baby
I think I wanna marry you

[Mari e Zion]

Is it the look in your eyes
Or is it this dancing juice?
Who cares, baby?
I think I wanna marry you

Eu usava um vestido branco, longo e justo, estilo sereia, enquanto Zion estava de terno. Dançamos por todo o palco, até chegarmos em uma espécie de altar, em que Brandon ‘celebraria’ o casamento.

[Nick]

Just say: I do
Tell me right now, baby
Tell me right now, baby, baby

[Edwin]

Just say: I do
Tell me right now, baby
Tell me right now, baby, baby
Oh

Nessa hora eu já mudei minha saia para uma que fosse estilo princesa e Nick e Edwin, um de cada lado, se ‘casam’ comigo, agora com Austin como ‘padre’.

[Mari e Austin]

It's a beautiful night
We're looking for something dumb to do
Hey, baby
I think I wanna marry you
Is it the look in your eyes
Or is it this dancing juice?
Who cares, baby?
I think I wanna marry you

No momento final da performance, eu me ‘caso’ com Austin, que começou a cantar se ajoelhando para mim, ele de roupas pretas e eu de roupas brancas, normais, mas que pareciam roupas sociais. No segundo verso ele já em pé ao meu lado, beijando minha mão e olhando nos meus olhos, nesse momento, adaptamos nossas roupas e por cima da saia que eu usava, coloquei uma saia bem rodada. Depois que Zion ‘realiza’ o casamento, já na parte final da música, Austin me pega no colo e me gira, sendo que no último verso estamos com as testas encostadas, comigo de olhos fechados.

*

Gostaria de dizer que Julian não quase botou um ovo de ciúmes pela performance, mas aí eu estaria mentindo. Ele ficou realmente muito bravo e eu entendo, mas não concordo. Segundo ele, eu fiquei próxima demais dos meninos na hora, principalmente com Austin e Brandon. Sobre o loiro então, meu namorado pegou uma raiva incompreensível. Porém, excluindo isso, foi um sucesso a apresentação, acabou chamando muito a atenção para nossas carreiras e para a nossa música, que entraria nos dois CD’s.

Minha parceria com o Machine Gun Kelly, mais conhecido como MGK, The Way, já estava em andamento assim como Umbrella com o A$AP Rocky. Umbrella é a música que eu escrevi sobre a minha amizade com o Marcinho e tenho certeza de que os meninos vão encher minha paciência sobre isso.

20 de janeiro de 2019

A YEAR WITHOUR RAIN – deluxe edition

MARI GOMEZ

A YEAR WITHOUT RAIN

BOOM CLAP

HALO

CLUMSY

KISSIN U

THE ONLY EXCEPTION

STILL INTO YOU

SMILE

DO IT

SLOW DOWN

LOVE YOU LIKE A LOVE SONG

THE WAY featuring MGK

HOT

REAL FRIENDS

I HAVE QUESTIONS

UMBRELLA featuring A$AP Rocky

MARRY YOU featuring PRETTYMUCH

*

25 de janeiro de 2019

A versão deluxe do meu CD foi ainda melhor nas vendas e isso me deixava extremamente feliz, afinal, eu já estava planejando minha turnê. Saber que as pessoas realmente gostavam da minha música era algo que me deixava feliz ao extremo.

Minha turnê se chama The Endless Summer Tour e seria aberta pela boyband que agora é minha amiga. Os shows começariam em fevereiro e eu estava louca para que começasse logo e já estava tentando me planejar para estar em Leverkusen para o primeiro dia dos namorados com Julian.

Eu passaria por Porto e Lisboa, em Portugal; Sevilla, Madrid, Valência, Barcelona, na Espanha; Paris, Marselha e Mônaco, na França; Turim, Milão, Veneza, San Marino, Florença e Nápoles, na Itália. A segunda parte começaria em Split, na Croácia, depois Budapeste, na Hungria, Viena, na Áustria, Praga, na República Tcheca, Berlim, Hamburgo, Dortmund, Frankfurt e Munique, na Alemanha, Bruxelas, na Bélgica e Amsterdam, nos Países Baixos, Londres, Liverpool e Manchester na Inglaterra. Ainda não tinha planejado as outras partes da minha turnê, mas já tinha algumas ideias.

14 de fevereiro de 2019

Leverkusen

Depois do show em Barcelona, peguei meu jatinho e fui imediatamente ver meu namorado; pois é, me permiti esse luxo. Eu me planejei para ficar dois dias em cada cidade e coloquei um espaço maior de tempo entre Barcelona e Paris justamente para descansar, aproveitar o tempo com Jules e não ficar exausta nos próximos shows.

Nos encontramos no aeroporto e foi aquela cena de filme. Vários celulares estavam levantados para filmar nosso reencontro. Ele acabou indo para o treino e me deixou em seu apartamento.

*

O treino acabou e Jules chegou sozinho em casa, o que eu estranhei, afinal ele e Kai eram grudados demais. Porém, aproveitaria para matar toda a saudade que estava dele.

—Ei amor. —Ele disse me beijando e eu sorri em seus lábios. —Feliz dia dos namorados minha princesa.

—feliz dia dos namorados meu amor! —Pulei em seus braços e senti ele me abraçando forte. Como eu amava estar em seus braços. Nos olhamos e eu senti o clima esquentar, afinal, estávamos a quase um mês longe um do outro.

Eu tomei seus lábios em um beijo quente, repleto de saudades e desejo, que foi prontamente correspondido.

Eu sentia suas mãos deslizando por todo o meu corpo, até que elas pararam na minha bunda, dando uma apertada. Arfei em seus lábios e arranhei sua nuca em resposta. Julian chupou meus lábios e desceu seus beijos para o meu pescoço. Quando eu digo beijos quero dizer: "chupões que vão ficar marcados por pelo menos uma semana". E acho que era isso que me fazia amar quando Julian o fazia. Seus beijos já estavam perto dos meus seios e eu tirei a blusa e o sutiã que estava usando. Brandt sorriu safado e começou a chupar meus seios.

Eu já estava cheia de marcas e ele não parava, e eu também não queria de forma alguma que ele parasse. Confesso que estava gostando e estava muito excitada. Com uma mão apertava um seio enquanto chupava o outro e com a mão desocupada já acariciava minha barriga, próximo a minha intimidade. Nunca tínhamos feito um sexo assim mais ‘bruto’ e ei estava gostando demais, justamente por ser com ele.

Arranquei a camiseta que Julian estava usando e comecei a arranjar suas costas e seu abdômen. Eu acho difícil algum homem desse mundo ser mais lindo, gostoso e incrível que ele. Eu e ele já estávamos explodindo de tesão e eu não aguentava mais. Nos jogamos na cama e os beijos quentes e carícias só aumentavam. Eu amo tanto esse homem, meu Deus.

–Não vou aguentar mais por muito tempo —Eu disse já bem ofegante. Nem parecia que eu treinava várias horas por dia, tanto na academia quanto nos ensaios. —Me fode logo. —Saiu quase um gemido. Era estranho para nós usar esse linguajar mais ‘sujo’, mas ao mesmo tempo deixava tudo mais excitante.

–Seu desejo é uma ordem, minha princesa. —Tiramos nossas roupas de baixo e quando eu menos esperava ele me penetrou fundo e forte, de um jeito que ele nunca tinha feito antes comigo e me fez até ver estrelas. Ele sabia o que fazia e fazia muito bem.

Eu gemia feito uma cadela no cio, de um jeito que eu nunca tinha feito antes. Na verdade, nunca tinha sentido algo assim na minha vida, era avassalador. Apoiei em seus ombros fortes, subi em seu colo e comecei a quicar de um jeito que o fazia me apertar, morder, chupar e beijar loucamente; sabia que estava sendo bom para ele também. Nós transávamos como se não houvesse amanhã e eu não queria acabar aquilo nunca.

–Mais forte Brandt —gemi relativamente alto e ele apertou minhas coxas como forma de punição, mas o sorriso em seu rosto me dizia que ele estava gostando de ouvir.

–Não pode gemer alto não Mari, quer que o Kai nos ouça? —Deixou mais um chupão e uma mordida no meu pescoço. —Senão mais tarde vou ter que te punir. —Ele falou de um jeito tão sexy que eu desejei ser punida. Estava amando conhecer esse lado de Julian e o jeito que seu sorriso era enlouquecedor, nossa, me dava arrepios incríveis.

Acabei gozando e logo em seguida ele gozou também. Estávamos ofegantes, mas queríamos mais e isso era visível no modo como nos olhávamos.

–Ainda temos tempo antes da nossa reserva. Muito tempo. —Falei alisando seu abdômen e dando um sorriso malicioso, que foi prontamente correspondido.

–Então encosta na parede e empina a bunda gatinha. —Ele disse massageando minha bunda e me levando a loucura mais uma vez naquela tarde.

Fiz o que ele falou e me penetrou fundo. Eu era uma garota com pouquíssimas, para não falar nenhuma, experiências sexuais e nunca tinha feito sexo anal. Ele sabia, então tomou o cuidado de me lubrificar bastante antes, para que eu não sentisse dor. Eu amava que mesmo sendo mais bruto, ele ainda era o meu Jules carinhoso e fofo.

Eu nunca tinha sentido tanto prazer na minha vida. Ele metia fundo em mim e com a mão que não estava massageando minha bunda ele acariciava minha vagina. Cheguei ao ápice ainda mais rápido e ele se derramou em mim.

Julian me virou de frente e nos beijamos. Eu estava exausta e encostei em seu corpo forte, sentindo minhas pernas cedendo ao cansaço aos poucos.

—Eu te machuquei amor? —Ele me perguntou preocupado de uma maneira muito fofa e eu sorri com isso.

—Machucou não babe. Foi incrível. Eu te amo. —Falei suspirando, ao olhar aqueles olhos azuis que eu não me cansaria de olhar nunca.

—Eu também te amo minha linda. —Julian me disse de maneira delicada e me beijou, um beijo igualmente delicado e fofo, que além disso, também transmitia todo o amor que ele sentia por mim. Depois, me pegou no colo e me deu um banho delicioso de banheira, me vestiu com uma camisa sua, sempre cuidando de mim como se eu fosse uma princesa e me deitou em sua cama.

—Deita comigo. —Pedi manhosa e ele riu.

—Seu desejo é uma ordem, futura Senhora Brandt. —Ele disse beijando minha mão e eu sorri encantada.

A todos os deuses, por favor, nunca tirem esse homem de mim.

“Sentada na minha cama, usando só a sua camisa (sua camisa)

Aumentando o volume da minha música favorita (música favorita)

Garoto, não vou mentir, o que fizemos ontem

Você sabe que está se repetindo constantemente, pairando na minha mente (na minha mente)

 

Eu te mostro o que eu gosto, garoto, garoto, garoto

Se me mostrar o que você gosta, garoto, garoto, garoto

Vou te mostrar o que eu gosto, te mostrar o que eu gosto, gosto

Se você me mostrar o que você gosta, garoto

 

Se eu tivesse uma escolha, se pudesse fazer do meu jeito

Garoto, você sabe que faríamos isso todos os dias

Se eu tivesse um desejo e pudesse escolher

Garoto, você sabe que faríamos isso todos os dias

Todos os dias, todos os dias

 

Caramba, queria não me sentir tão hipnotizada

Mas quando olho para você, amor, tudo se justifica

Então eu tomo o que eu quero e eu te dou tudo o que tenho

Que se dane todas as regras que nos mantêm civilizados

 

Eu te mostro o que eu gosto, garoto, garoto, garoto

Se me mostrar o que você gosta, garoto, garoto, garoto

Vou te mostrar o que eu gosto, te mostrar o que eu gosto, gosto

Se você me mostrar o que você gosta, garoto

 

Se eu tivesse uma escolha, se pudesse fazer do meu jeito

Garoto, você sabe que faríamos isso todos os dias

Se eu tivesse um desejo e pudesse escolher

Garoto, você sabe que faríamos isso todos os dias

Todos os dias, todos os dias

 

Não há outro lugar onde eu prefira estar do que em qualquer lugar sozinhos, só você e eu

Eu serei boazinha, você será o meu Clyde

Ficaremos juntos, para sempre

Eu te quero mais e mais

Você está mais gostoso hoje do que ontem

Não vou mentir, não vou mentir

Não vou mentir, não vou mentir

 

Se eu tivesse uma escolha, se pudesse fazer do meu jeito (se pudesse fazer do meu jeito)

Garoto, você sabe que faríamos isso todos os dias

Se eu tivesse um desejo (se eu tivesse um desejo) e pudesse escolher (se pudesse escolher)

Garoto, você sabe que faríamos isso todos os dias

Todos os dias, todos os dias

 

Eu te mostro o que eu gosto, garoto, garoto, garoto (oh, garoto)

Se me mostrar o que você gosta, garoto, garoto, garoto (oh, garoto)

Vou te mostrar o que eu gosto, te mostrar o que eu gosto, gosto

Se você me mostrar o que você gosta, garoto”

—Do It, Mari Gomez


Notas Finais


MUITO OBRIGADA POR TUDO NESSES 12 MESES DE FANFIC! SÉRIO, AMO VOCÊS DEMAIS!!!! 🤎🤎🤎🤎🤎 muito obrigada por cada voto, cada comentário, cada visualização, cada lista de leitura! ❤❤❤

perceberam que a música do final do capítulo é do CD novo da Mari? na vida real é da Selena ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...