História Distância - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Diego Domínguez, Jorge Blanco, Lodovica Comello, Martina Stoessel, Violetta
Personagens Diego, Diego Domínguez, Jorge Blanco, León Vargas, Martina Stoessel, Personagens Originais, Violetta Castillo
Tags Disney, Jorge Blanco, Leon Vargas, Martina Stoessel, Violetta
Visualizações 19
Palavras 2.133
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 3 - Capítulo 3 - En Mi Mundo


Fanfic / Fanfiction Distância - Capítulo 3 - Capítulo 3 - En Mi Mundo

Cristian

No caminho para a sala do meu avô, fiquei pensando no que León me disse mais cedo durante o teste, se ele e meu pai se conheciam na época em que estudavam, então porque meu pai sabendo da minha admiração por ele, nunca me disse nada?

Cris: Pai... Por que o senhor nunca me contou que estudou com o León Vargas? - Perguntei enquanto chegávamos à sala

Diego: Não nos conhecíamos bem... Eu não falava muito com ele, e sempre teve fama de ser muito convencido... - Percebi que meu pai ficou um pouco estranho depois da pergunta

Cris: Então o senhor nunca o conheceu direito?

Diego: Não.. Por que está me perguntando isso?

Cris: Nada! Nada mesmo... É que ele me disse que conhecia o senhor, mas acho que devia ser só de vista mesmo.

Diego: Sim... Só de vista - Ele estava com a feição fechada, aparentemente esse não é um assunto que o agrada, talvez eles não tivessem se dado bem antes.

Chegamos à sala do meu avô e lá estava ele e o Gregório conversando sobre algo que tinha haver com o Marotti e meu teste, mas logo que cheguei o assunto se encerrou.

Gregório: Meu neto talentoso! - Ele veio até mim e me abraçou - Herdou o talento do avô e do pai.

Cris: Obrigado vô! Que bom que o senhor gostou! Acho que fui bem né? Talvez....

Gregório: Talvez não! Você foi fantástico! Você é o talento vivo deste colégio! - Ele falou gesticulando e sorrindo de orgulho

Cris: Não é pra tanto né vô... Não exagera. - Me sentei na poltrona da sala e meu pai sentou ao meu lado

Diego: Que música você cantou Cris?

Cris: A que o senhor compôs, foi o vô Gregório que me pediu.

Diego: Sim... Claro! - Ele olhou para o meu avô que sorriu.

Germán: Agora eu posso parabenizar meu neto? - ele se levantou da cadeira e veio até mim de braços abertos para me abraçar - Todo mundo chega e conversa e eu fico aqui parado

Cris: Gente pera ai... Por que tanta alegria por um teste? - Perguntei desconfiado

Meu avô respirou fundo.. E sorriu para o meu pai e pro Gregório, aparentemente os três sabiam exatamente do que se tratava.

Germán: Bom... Eu tenho acesso ao resultado dos jurados, e você foi um grande assunto durante a reunião, ficaram muito admirados contigo... e eu ia esperar pra ser surpresa mas... Vou contar logo! Eles te aprovaram!

Cris: O QUE!? Quer dizer que eu... Eu... Eu estou no studio?

Germán: Sim! E também querem que você faça parte do the Umix

Uma grande alegria tomou conta de mim, logo abracei muito forte o meu pai.

Cris: Nem acredito gente! Tenho que ligar pra minha mãe pra avisar a ela... E vô, você sabe alguma coisa do Juan? - parei e pensei - Ai não! O Juan! Eu saí e ele foi só pegar um suco, ele deve estar perdido pelo colégio me procurando vou atrás dele! - Peguei minhas coisas e já ia saindo da sala apressado quando meu pai me chamou.

Diego: Ei espera! - Parei e olhei de volta pra ele - Vamos ligar logo para sua mãe e dar a notícia né?

Cris: Sim claro! Me esqueci! 

Violetta

Fui ao meu quarto e sentei-me na cama, vários pensamentos rodavam minha mente, o medo do Cris descobrir algo sobre o León me deixava apreensiva! E se por acaso ele falar algo que não deva e o León desconfiar de tudo? Não sei! Estou nervosa... Ai por que? Por que! Por que justamente ele tinha que ser o jurado escolhido pelo Studio? 

(Telefone Tocando)

Violetta: Alô? - Atendi sem nem ver o nome no decodificador

Cris: Mãe! Mãe eu passei no teste!! Fui aprovado no Studio

Violetta: Q-que bom querido! E, bom... E você conheceu o León Vargas? - Eu já estava ainda mais nervosa.

Cris: Conheci! Ele é super gente boa... 

Violetta: Mas você conversou alguma coisa com ele?

Cris: Não muito, ele teve que ir pra sala de jurados.

Violetta: Ah sim, seu pai está ai com você?

Cris: Sim

Violetta: Deixa eu falar ai com ele por favor, beijo querido! Parabéns!

Diego: Oi meu amor!

Violetta: Oi amor, como estão as coisas ai?

Diego: Tudo bem! Nem se preocupe

Violetta: Ele teve algum contato maior com o León?

Diego: Não, não! Tá tudo bem! Pode ficar tranquila.

Violetta: Fica de olho em tudo por favor! 

Diego: Tudo bem, te amo!

Violetta: Também te amo.

(Desligou o Telefone)

Olga: Vilu... - Ela chegou na porta do meu quarto.

Violetta: Oi Olguinha

Olga: Minha pequena, tem uma visita lá em baixo pra você...

Violetta: Pede pra subir por favor...

Olga: Tem certeza? Você está bem?

Violetta: Estou Olguinha, estou só pensativa...

Olga entrou no meu quarto e se assentou ao meu lado 

Olga: Vilu... Eu sei que você está nervosa minha pequena, mas vai dar tudo certo!

Violetta: Eu não sei Olga... As vezes me sinto como meu pai, na época ele me escondeu coisas, mentiu pra mim, e me causou tanto sofrimento, tenho medo do Cris saber de alguma coisa e tomar uma decisão de se afastar de nós...

Olga: Não! Não! Não pense assim, olha - Ele se virou mais pra mim e colocou suas duas mão apoiando meu queixo pra cima - Vai dar tudo certo! Ele não vai descobrir! Ok? 

Violetta: Será Olguinha?

Olga: Fica bem minha pequena! Vai dar tudo certo! - Ela me deu um beijo na testa e se levantou pra ir - Vou chamar sua visita!

Violetta: Obrigada...

....3 minutos depois....

Francesca: Vilu...

Violetta: Fran!? - Corri e a abracei - Voltou de viajem! Por que não me avisou cedo?

Francesca: Só deu tempo de avisar ao Juan, ai cheguei em casa e fiquei sabendo do tal teste no colégio dos meninos e vim ver como você está.

Violetta: Numa pilha de nervos Fran! - Voltei para me sentar na cama

Francesca: Eu imaginei! E o que pretende fazer?

Violetta: Não posso fazer mais nada! O Cris já foi aceito no Studio, provavelmente o Juan também... Eu estou muito nervosa amiga!

Francesca: Tem algum risco do León suspeitar de algo?

Violetta: Não! Eu espero que não e também...

Olga: VIOLETTA! VIOLETTA - Olga chegou no meu quarto eufórica. Tentava gritar o mais baixo que podia

Violetta: Olga o que foi? Diz!

Olga: Le-León!!

Violetta: León!? - Me levantei da cama rápido junto com Francesca - Aonde? 

Olga: Co-co-cozinha!!! Agora!!!

Violetta: Diz que eu não tô!

Olga: Eu vim aqui te chamar! Eu demorei! Ele não vai acreditar!

Francesca: Não! Tranquilo eu tenho uma ideia!

Francesca

Desci as escadas para ir à cozinha falar com León, Olga veio logo atrás de mim...

León: Francesca!? - Ele ficou surpreso de me ver.

Francesca: León! A quanto tempo! - O abracei...

León: Muito... Bom é que eu vim aqui pra ver a Violetta ela...

Francesca: Ela tá deitada... Muita dor na cabeça! É stress!

León: Mas eu não posso falar com ela?

Francesca: Não! Ela... Ela tá.... Ela tá... - Olhei para a Olga que estava atrás dele fazendo um gesto como se tivesse martelando a cabeça. - Ela está martelando a cabeça!

León: O que? Mas.... - Ele olhou pra trás e Olga se portou normal.

Francesca: Eu quis dizer que ela está mediCANDO a cabeça! É isso! Tá morrendo de dor a coitadinha

León: Bom... Talvez eu possa voltar mais tarde!

Francesca: É... é sim... - Vi Diego entrando pela porta da cozinha sem que o León visse - NÃO! - ele parou e olhou e viu León.

León: Não!? 

Francesca: Não esqueça de voltar aqui mais tarde - Estava tentando disfarçar pra Diego sair...

León: O que você... - Ele ia virar pra trás e o puxei pra mim.

Francesca: Ai, ai, acho que torci o tornozelo.

León: Sério aonde? - Ele tentou ver meu pé e logo Diego saiu de novo

Francesca: Quer saber foi nada demais não! Tô bem! 

León: Ok, então posso vim mais tarde?

Francesca: Pode! Mas qualquer coisa me liga! Pode ser que a Vilu precise sair... Né quem sabe?

León: Certo! Obrigado Fran, bom te ver - Ele me deu um abraço

Francesca: Bom te ver também! - Retribui o abraço e ele foi embora, em seguida Diego entra na cozinha.

Diego: O que aquele cara estava fazendo aqui? - Me perguntou com raiva.

Francesca: E eu que sei? Cheguei aqui a pouco tempo e já está revoltado comigo?

Diego: Não, não! Só... Por que ele veio pra cá?

Francesca: Sei lá... Dor de cotovelo talvez? 

Diego: Não brinca!

Eu ri. 

Cristian

Juan: Onde é que você estava? Te procurei por todo Studio!!

Cris: Meu pai foi comigo na sala do meu avô

Juan: Ele sabe alguma coisa do teste?

Cris: Algumas coisas... Mas enfim... Já devem ter lançado os resultados no mural! Vamos ver!

Juan: Tá certo 

Fomos juntos ao mural e lá chegando tinha muitas pessoas sentadas ao lado tristes e decepcionadas por terem sido rejeitadas. 

Juan: Quantas pessoas foram rejeitadas? Não tem ninguém aqui feliz! - Falou observando todos ao redor.

Cris: Vamos ver!

Juan: Não! - Ele me puxou

Cris: Por que não? 

Juan: E se nós não tivermos passado?

Cris: Fica tranquilo, olha fica aqui! E eu vou lá ver ok?

Juan: Tá certo!

Fui até o quadro e busquei os nomes, e lá estava: 

Cristian Hernandez (APROVADO)

Juan Cauviglia Tavelli (APROVADO)

Cris: Juan... Eu sinto muito... - Cheguei até ele triste.

Juan: Ai não! Não! 

Cris: Você foi aprovado! - Ri e ele me olhou surpreso

Juan: Sério?

Cris: É sério! Se quiser conferir... - Ele correu para o mural como vento

Juan: Haha! Eu passei! Eu entrei! E você também! Mas espera... Só nós dois fomos aprovados?

Xxx: Não! Óbvio que não! - Um adolescente muito bem aparentado de olhos azuis e cabelos loiros chegou junto com uma menina que tinha aparentemente a mesma idade que ele e aparência semelhante. - Eu e minha irmã também fomos aprovados aqui!

Cris: Ah que bom! Qual o nome de vocês?

Xxx: Eu sou Afonso, essa é minha irmã, Gina, e seria até um absurdo se não fossemos aprovados, nossos pais são famosos cantores! Lógico que tínhamos que herdar esse talento.

Cris: Sério? Quem são seus pais?

Afonso: Ludmila Ferro e Frederico Paccini. - Falou orgulhoso.

Juan: Nossa! Então nossos pais se conhecem! - Falou entusiasmado.

Gina: Mesmo?

Juan: Sim claro! Minha mãe é a Francesca e meu pai é o Marco, estudaram juntos aqui no Studio!

Gina: Nossa mãe falou muito deles. Parecem ser muito legais!

Afonso: É inferiores... Sem ofensa! É que talento sempre deve ser medido!

Juan: Bom eu...

Afonso: E você? - Falou se dirigindo a mim - Por acaso será que meus pais conhecem os seus?

Cris: Bom eu não sei! 

Afonso: E quem seriam seus pais?

Cris: Violetta e Diego!

Afonso: Violetta!? Violetta Castillo?

Cris: É... 

Afonso: Hahaha! Não! Você é filho da ex- estrela pop mundial Violetta Castillo?

Cris: Não... Acho que você se enganou, minha mãe nunca foi famosa...

Afonso: É... Bem que eu pensei que seria impossível mesmo!

Cris: Pois é... Ninguém na minha família nunca teve acesso com a fama...

Afonso: Hum... Essa cantora já foi muito próxima da minha vó, mas ela desistiu do estrelato por conta de problemas pessoais, na certa fez foi ficar esquecida...

Cris: Que triste...

Juan: Pior que é mesmo!

Cris: E você canta Afonso?

Afonso: Lógico!

Juan: Então canta um pouco pra gente ouvir...

Gina: É que agora nós temos que ir... Está na hora da aula de teoria musical e não podemos nos atrasar, que tal em outro momento?

Cris: É tem razão, também temos umas coisas pra fazer! Mas a gente se vê pessoal - Nos despedimos e fomos à sala de instrumentos.

Juan: Nossa! Como aqui é grande! Olha tem até um microfone para ensaio.

Cris: Aqui é um colégio de música! Deve ser cheio de microfones.

Juan: Por que você não canta uma música? 

Cris: O que, aqui e agora? 

Juan: É! A que você ia cantar no teste - ele foi para trás do teclado e começou a tocar - Ensaíamos juntos, vai!

(CRIS CANTOU A MÚSICA EN MI MUNDO)

Eu estava tão concentrado na música que não percebi León Vargas entrar na sala de mansinho e ficar me escutando, só fui perceber algo errado quando Juan parou de tocar e ficou olhando para a porta surpreso e assustado.

León: Não precisa parar! Eu adorei! - Ele se aproximou de mim

Cris: Poxa, obrigado!

León: Aparentemente é um fã da Violetta...

Cris: Fã?! Não! Desculpa você deve estar enganado León, essa música é da....

Germán: Cris Hernandéz! Juan Cauviglia! Na minha sala por gentileza! - Meu avô apareceu na porta (De onde ele saiu?)

Peguei minhas coisas que estavam no chão e chamei Juan

Cris: Depois a gente se fala León!

León: Ei espere! - Eu me virei antes de sair da sala... - De onde você conhece essa música?

Cris: Minha mãe compôs... - Meu avô gritou de novo - Tchau! Vamos Juan! - saímos da sala.

León

Pera ai, a mãe do Cris escreveu essa música? Mas essa canção é autoral da Violetta, me lembro bem dela estreando aqui no Studio, e dela também cantando várias vezes, foi ela quem compôs... Ou será que ela mentiu? Diante de tanta coisa dela, já não duvido muito..

Lembrança do León

Violetta: Eu escrevi essa canção antes de chegar no Studio.

León: É linda! Ela descreve bem você!

Violetta: Modéstia parte, é minha favorita - Ambos riram

León: Te amo

Violetta: Também te amo..


Notas Finais


Agradeço a você que está lendo essa fanfic e espero mesmo de coração que você acompanhe até o final, tem muuuita emoção vindo por ai.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...