História DNA, my destiny... nosso destino- Kim Taehyung - Capítulo 55


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, Got7, Red Velvet, Seventeen
Personagens Hansol "Vernon" Chwe, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Taehyung (V), Personagens Originais, Seungcheol "S.Coups"
Visualizações 91
Palavras 1.107
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


VOLTEIII!!
tinha falado que voltaria amanhã. Mas fiz o capítulo e não pude esperar para postar amanhã...
Então...
BOA LEITURA!!!^^

Capítulo 55 - Cap.55


 

Lee Yuna on:

 

Acordei de manhã sentindo dores pelo corpo, assim lembrei do que passei ontem. Do que passamos ontem. Não sei se estou arrependida por ter feito isso. Mas, acho que não. Ah, sei lá. Não perguntem isso para mim. Estou confusa no momento.

Vejo que ainda estou nua, e procuro pelas minhas roupas jogadas no chão junto com os dele. Pego as minhas roupas e visto apenas as peças íntimas e a camisa. Vou ao banheiro e faço minhas higienes pessoais e saio do quarto indo a direção a cozinha, onde encontro uma senhora.

- Você deve ser a Yuna, não é? – Ela pronunciou assim que me viu. Como ela sabia o meu nome? – O Taehyung fala muito sobre você. Muito mesmo – Olhei para ela que estava sorrindo – Meu nome é Eun Sang, sou cozinheira dele. Estou trabalhando para ele uns 3 anos. Você quer comer alguma coisa? – Neguei com a cabeça.

- O que o Taehyung falava para senhora? – Não pude evitar de perguntar isso. A senhora sorriu com a minha pergunta.

- Ele sempre fala que deixou um amor escapar pelos seus erros. Que sempre está arrependido por isso – Fiquei calada observando ela cozinhar – Teve uma vez que dormi aqui, mas acordei ouvindo tipo de choro no quarto dele. Entrei lá e ele se debatia na cama, então o acordei e perguntei o motivo e ele me disse que sonhou com você o deixando para sempre, e chorou como um bebê nos meus braços – Não sabia se ficava feliz por saber que sentia minha falta ou triste por saber que ele sofria por mim – Sei que trabalhei para ele apenas 3 anos, mas já considero como meu filho. Ele esteve muito solitário durante esses 4 anos que você não estava. Sei que ainda pode estar magoada por conta do passado, mas dê uma chance a ele. Sei que ele não irá fazer você arrepender-se – Ela falava enquanto preparava a mesa.

Fiquei pensando sobre tudo o que ele tinha dito. Eu ainda o amava, e pude confirmar isso mais uma vez ontem. Mas, não sei se estou pronta para outra vez. Tenho medo de me machucar outra vez no relacionamento. Sei que éramos adolescentes... mas mesmo assim, não posso deixar essa insegurança de lado.

- Você já está aqui? – A voz do mesmo presenciou no local e sai dos meus pensamentos e olhei para ele – Bom dia Yuna – Apenas sorriu para mim. Retribuí o seu sorrio meio desajeitada.

- Acordou, criança? – A senhora Eun perguntou para o mesmo que olhava para a mesa com olhos brilhantes – Essa é a Yuna que você tanto fala, não é? – Falou me indicando.

- Sim! É ela. Só não apresento ela, pois acho que vocês duas já conversaram enquanto eu dormia ainda – Ele falou tirando atenção da mesa – Vamos comer que estou morto de fome.

- Podem comer, eu farei uma ligação – Saí do local para ligar a minha filha.

 

Ligação on:

- Filha?

- Mamãe! A senola está bem com papai? – como ela sabia que estava com Taehyung? Com certeza ele deve ter falado alguma coisa para ele.

- Como a senhorita sabe que estava com o seu pai?

- O papai contou quando me levava pala casa da titia Jennie.

- Dormiu bem filha? Você dormiu cedo, né?

- Sim, a titia Jennie não deissou eu e o titio Suga assistir mais desenhos – Imaginei ela fazendo bicos nesse momento – A senola vai me bucar hoje?

- Sim filha. Mais tarde a mamãe vai te buscar. Até lá, se comporte!

- Tá bom, mamãe! Beijos!

Ligação off:

 

Voltei para a cozinha vendo o Taehyung que ainda não estava comendo.

- Ue? Por que não comeu ainda? Não precisava ter me esperado – Falei enquanto sentada na mesa.

- Queria te esperar. Agora que você chegou, vamos comer – falou pegando colher e comendo logo em seguida – Ah! Senhora Eun, a senhora pode ir para casa hoje. A Yuna ficará aqui, então não precisará fazer comida. Não se preocupe – Olhei para ele incrédula com o que ele tinha falado.

- Tudo bem, meu querido. Então eu já vou indo – Ela enxugou as suas mãos no avental e logo saiu da cozinha. Rápida.

- Quem disse que vou ficar aqui? Preciso pegar a minha filha – Falei quando ela saiu. Ele olhou para mim e falou.

- Ainda temos que conversar – Olhei para ele indignada – Gostei da nossa conversa de ontem, mas não vai ser essa conversa. E, sobre a Nayeon, podemos buscar ela juntos depois.

- Espero que seja sério. Pois se vier com o assunto de ontem – lembrei da “conversa” que tivemos ontem.

- Sei que você gostou – Olhou para mim maliciosamente, passando língua pelo lábio.

- Sim, realmente gostei. Mas isso não irá mais repetir – olhei para o mesmo que fez um bico.

- Não sabemos... – riu pelo canto da boca.

                                    (.....)

Estava sentada no seu escritório, esperando pelo mesmo para conversarmos. Vi que na sua mesa, tinha uma foto que tínhamos tirado juntos no dia do jogo de basquete, no tempo escolar. Não sabia que ele tinha foto nossa.

Ouvi a porta sendo aberta, e em seguida o mesmo entrou pela porta e sentou na minha frente. Esperei ele começar a falar.

- Bom. Primeiramente, quero pedir perdão sobre tudo. Tudo mesmo – respirou fundo – Sei que não tem vontade de me perdoar e ainda tem mágoas guardadas, mas... – parou um pouco e respirou fundo outra vez – não vou falar muitas coisas... até porque se fosse falar, acabaria amanhã, pois tenho muita coisa a falar a você – olhou nos meus olhos que antes olhava para o chão – você poderia me dar mais uma chance de poder fazer você feliz?

Naquele momento, tudo tinha parado. Não sabia o que responder. Isso tinha me pegado de surpresa.

O que eu poderia responder? Um sim? Mas tenho medo de me machucar de novo.

Um não? Tenho vontade de aceitar. Estou confusa. O que devo responder a ele? Lembrei das palavras ditas pela senhora Eun, hoje mais cedo. Bom, isso me deixou a minha situação mais complicada ainda. Ela tem dito que eu não me arrependeria, que ele faria eu feliz. Será que aceito? Ou não? Esse seria o nosso destino? Seria certo? Meu destino seria ao seu lado? Seria esse o destino?

Antigamente eu pensava que o nosso destino já era traçado desde o começo, mas depois comecei a duvidar sobre isso, e chegamos ao ponto de nos separarmos por um caso. Mas hoje estou aqui novamente na sua frente sem saber o que responder pela sua pergunta.

Eu poderia aceitar? Esse era o meu destino? O nosso destino?

- Eu...

 

Continua...


Notas Finais


obrigada^^
até mais!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...