História Do Céu ao Inferno - O Vale da Morte - 2 - Capítulo 15


Escrita por: e MelanyAreco5890

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Mistério, Originais
Visualizações 12
Palavras 570
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oioi gente!!!!
Voltei mesmo,porque o capítulo anterior estava pequeno,aí eu pensei "por que não?"
Espero que gostem.
Beijinhos 😘

Capítulo 15 - CAPÍTULO - XV


Fanfic / Fanfiction Do Céu ao Inferno - O Vale da Morte - 2 - Capítulo 15 - CAPÍTULO - XV

                           ~Mathias~

"A chuva caia insistentemente,estavam todos com guarda-chuvas,mas eu me recusava a ficar junto com os outros,eu estava com eles,com meus pais,desde que chegamos aqui,eu, acompanhado com Eric e Karinna.

Agora,os caixões de meus pais estavam fechados diante de mim,mas eu ainda tinha a imagem deles na cabeça,os olhos verdes luminosos de meu pai,os cabelos castanhos ondulados de minha mãe,o sorriso dela quando penteava meu cabelo loucamente bagunçado,ou quando meu pai se sentava ao lado da minha cama e cantava para mim dormir...

Minhas lágrimas se misturaram a chuva que caía,e eu reprimia com toda a minha força os soluços que lutavam para sair da minha boca.

Eu havia perdido meus pais,os dois,de uma só vez,não me restara nada.

Era tanta dor que sentia,que quase pensei que meu peito fosse se rasgar,eu quase queria que ele se rasgasse,queria que eu tivesse morrido no lugar deles...

Era uma criança de 9 anos,e a única coisa em que conseguia pensar era em como isso doía,doía muito.

Era um menino,pequeno e fragil aos olhos dos outros,mas que carregava mais cicatrizes que qualquer adulto..."

°°°

Eu acordei de súbito, percebendo,com atraso,que estava chorando enquanto dormia.Me sentei na cama enxugando o rosto,e contive um grito ao notar Eric sentado numa cadeira, enfrente à lareira acesa,o fogo fazia seu cabelo parecer mais grisalho do que era,e seus olhos negros estavam em chamas.

- O mesmo sonho? - disse ele sem olhar para mim.

- Sim - engoli em seco - por que eles não param Eric? - falei abraçando os joelhos,me encolhendo em cima da cama como se de fato pudesse sumir - já fazem dez anos,e todas as noites eu sonho com a mesma coisa...

- O tempo não torna a perda esquecível - ele disse - apenas a torna tolerável.

- Onde está Karin ? - falei mudando de assunto.

- No banho - ele disse - Stephan Stone está organizando uma festa,amanhã a noite,na Guarda Oeste,e nós iremos participar.

- O que? - sussurrei - por que?

- Ellen estará lá,e Grace, Rebecca,e Tyler - ele prosseguiu - nós temos assuntos a tratar.

- Você não vai mata-la vai?

- Talvez - ele disse - ou talvez eu apenas queira algo dela,ou talvez só converse com ela.

- Eric Fitborn numa conversa civilizada? - disse Karinna aparecendo do nada,ela usava roupas largas,e seu cabelo molhado estava enrolado.Ela estava bonita, pensei. - não acho que isso seja possível.

- Talvez Theo esteja lá também,e Cecily - disse Eric.

- Por que acha isso? - falei.

- Theo não costuma sempre estar onde não deve? - disse Eric - e onde ele for,eu sei que Cecily também vai estar.

- Você até parece gostar dessa garota - disse Karinna com nojo - ela me irrita.

- Sim,gosto dela,apesar de ela me odiar - disse Eric - ela é corajosa, inteligente,e forte.E,sem dizer,que é muito persistente com aquilo que quer.

Engoli em seco me levantando.

- Vou...vou tomar um banho.

Me virei e entrei no pequeno banheiro.

Me despi entrando embaixo do chuveiro,deixando a água quente cair sobre a minha cabeça,como se isso pudesse desanuvia-la.

Fechei meus olhos por um momento,pensando em meus pais,lembrando do enterro deles,de como naquele momento eu fechara meus olhos e lembrara deles, exatamente como eram,o toque,a voz...

Agora,ao fechar os olhos e pensar nos meus pais,eu os via,não claramente,mas como uma fotografia muito antiga que desbotava e sumia com os anos.


Notas Finais


O que acharam?Do Matt?O que acham que Eric e Karinna estão tramando?
Até logo pessoal 😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...