História Do Céu ao Inferno - O Vale das Sombras -1 - Capítulo 31


Escrita por: e MelanyAreco5890

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Mistério, Originais
Visualizações 11
Palavras 787
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oi genteeeeee
Voltei
O capítulo tá pequeno,mas provavelmente hoje mesmo já vou postar outro.
Espero que gostem.
Tenham uma boa leitura 😜

Capítulo 31 - CAPÍTULO - XXX


Fanfic / Fanfiction Do Céu ao Inferno - O Vale das Sombras -1 - Capítulo 31 - CAPÍTULO - XXX

                    ~Julies~

- Você está bem?Precisa de alguma coisa? - perguntou Isaac ao que me parecia a vigésima vez.

Estávamos estirados na cama do seu quarto,a única luz vinha do abajur.O meu ombro ainda doía com frequência,pois sempre me esquecia do ferimento e erguia o braço,ou deitava sobre ele,mas nada muito alarmante.A chuva caia lá fora,e a noite estava fria.Era a primeira vez que chovia aqui na ilha.Pensei com atraso.

- Estou bem - respondi com a cabeça apoiada no seu peito.

- Precisa de alguma coisa? - ele disse novamente.

- Não - falei me sentando e observando seus olhos dourados que refletiam a luz do abajur,e os cachos louros que caiam sobre a testa.Toquei seu rosto onde havia um pequeno corte - fiquei preocupada com você hoje.Eu achei que...achei que você ia morrer quando as nixies te puxaram novamente pra água.Eu queria ir atrás de você,mas não permitiram...

- Eu estou bem - ele disse colocando meu cabelos atrás da orelha cautelosamente.

- Sim...graças a Deus você está bem - suspirei sorrindo.Me inclinei sobre Isaac beijando-o suavemente,e em seguida me afastando. - eu tenho que ir. - falei me levantando.

- Aah... sério? - ele disse fazendo bico.

- Sério - soltei uma risadinha - eu vou dormir,estou exausta.

Normalmente as pessoas esperariam que você dormisse junto com o cara que você namora,ainda mais quando não havia nada que te impedisse... porém eu não conseguia,pois apesar de gostar de Isaac,eu mal o conhecia não é mesmo?

Sai do quarto porém antes de ir para o meu quarto,algo me ocorreu.

Mathias.

Ele quase morrera para salvar Isaac,e eu nem sequer havia agradecido.

Já eram mais de onze da noite,se alguém me encontrasse andando pela mansão a essa hora eu seria punida,mas por sorte, ninguém me viu.Eu corri para a casa 2,o fogo da lareira estava fraco,quase se apagando.Eu bati na porta do quarto de Mathias,e a sua voz falou lá de dentro um "entre" rouco e baixo.

Eu entrei e meus olhos pousaram em Mathias,ele estava com as cobertas até o pescoço,e apesar disso,suava frio,o cabelo grudado na nuca,os olhos estavam fechados,as sobrancelhas franzidas e ele tremia.

Me aproximei da cama, sentando a seu lado e tocando sua mão extremamente quente.

- Mathias... - falei - você está queimando de febre - toquei sua testa delicadamente medindo a sua temperatura.A chuva estava ficando mais forte cada vez mais,os trovões eram ensurdecedores.

- Estou bem - ele resmungou - Karinna acabou de sair daqui.Ela deu algo para mim beber,logo estarei melhor.

Suspirei com uma pontada de preocupação.

- Você...- ele disse - não deveria estar aqui.Está tarde,conhece as regras...

- Sim - engoli em seco - mas não conseguiria dormir sem antes vir ver como você está.Na verdade...eu queria agradecer,por ter salvo a vida de Isaac.

- Disponha - ele abriu os olhos me encarando,olhos verdes-folhas brilhantes.

- Por que? - falei sem conseguir me conter - por que o salvou? Você está sempre fazendo o que Eric manda, você faz parte disso tudo...você nem o conhece,e ainda assim se arriscou para salva-lo,e agora está com um ferimento horrível na costela.Por quê?

Mathias ficou por um momento me encarando,me avaliando, pensativamente.

- Porque eu faço parte disso tudo,como você disse - ele falou desviando o olhar,olhando para o teto - porque se algum de vocês morrer,vai ser culpa minha também.Porque,apesar de Eric mandar em tudo e em todos, há uma mãozinha minha nisso tudo.Eu não poderia ter deixado que ele morresse,não sei se... - engoliu em seco - não sei se aguentaria a culpa. - ele olhou para mim - e sei que isso é um pouco egoísta da minha parte.

Eu fiquei um momento encarando aqueles olhos tão brilhantes, pensando em algo para dizer,e tentando tão desesperadamente entender o que se passava naquela cabeça.Eu acariciei a sua mão suavemente e falei:

- De qualquer forma...Isaac está vivo agora,graças a você - me levantei suspirando - obrigada.

Me virei para sair dali,e a porta se abriu abruptamente.Por um momento o meu coração saltou,com um pouco de medo de que fosse Eric ou Karinna ali,mas na verdade era apenas Theo.Ele usava uma jaqueta preta de couro,o cabelo castanho estava bagunçado,e seus olhos azuis estavam arregalados me encarando.Ele estava um pouco agitado.

- Oh... - falou fechando a porta atrás de si - estou interrompendo?

- Não - eu e Mathias falamos ao mesmo tempo.

Theo nos lançou um sorriso travesso,como se tivesse nos pegado assistindo pornô escondido.

      - Eu... - falei - já vou indo - me virei acenando para Mathias e passei por Theo fechando a porta atrás de mim.Fiquei um momento parada,tentada a ouvir o que eles falavam.ISSO NÃO É CERTO.Pensei.Então suspirando,corri novamente para a casa 1.


Notas Finais


"...Então entrei no meu quarto escuro,a tempestade caia fortemente lá fora,os relâmpagos iluminavam o lugar por questão de segundos,e em uma dessas vezes eu pensei ter visto alguém ali,ao lado da minha cama...
Então eu pisquei e aquilo sumiu.Não há ninguém aqui.Não seja doido Theo..."


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...