História Do crime... Para o amor. - Capítulo 175


Escrita por:

Postado
Categorias Fairy Tail
Tags Canaxbacchus, Gravidez, Gruvia, Jerza, Mavisxzeref, Miraxus, Nalu
Visualizações 169
Palavras 1.826
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ecchi, Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Slash, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oiiiiii meus amoresss!!!!!!!!
Tudo bem com vocês???? Sentiram saudades da Miou-Chan?????? Eu senti!!!
Desculpem-me a demora pra postar... é realmente difícil quando tem faculdade e muitos dos teus eletrônicos deciedem estragar. eu fiquei triste que perdi mais de 20 caps que havia escrito dessa fic, fora outras que pretendia postar mais futuramente.
ENFIM!!! Esse cap é mais pra vocês matarem a saudades da fic, obrigada a todos favoritos e comentários. Pretendo lhes responderem em breve e retomar com os especiais logo. Beijinhosss!!! :*
Boa leituraaa!!!

Capítulo 175 - Briga na pracinha


Fanfic / Fanfiction Do crime... Para o amor. - Capítulo 175 - Briga na pracinha

Chegando lá na pracinha... ela se sentou na sombra e deixou o carrinho do seu lado e todas as outras coisas do seu outro lado no banco. Ela estava só cuidando... Misa e Tsuna correndo e brincando. Então Tsuna voltou até a mãe.

-Mamãe!

Lucy:

-O que foi filho?

Tsuna:

-Bauanxo. (Balanço.)

Lucy:

-Huuummm. Ok!

Ela deixou tudo no banco mesmo... só levou o carrinho de bebê para mais perto. Ela colocou o menino sentado no balanço, prendeu ele, já que lá havia cintinho, enquanto Misa quis ir nos dos “grandes” ao lado. Lucy embalou um pouco o Tsuna... E logo... ele estava já bem embalado... e foi dar um pouco de atenção aos bebês.

-Tá tudo bem aí? kk Estão quietinhos. kkkk (Eles estavam brincando em silêncio.) Ok. Tudo bem então.

Tsuna:

-Mamãe!! Maix ato! (Mais alto!)

Lucy:

-Só um pouquinho!

Embalou ele mais um pouco... e agora quem pediu foi Misa. Essa ela embalou... mas pediu para se segurar bem firme. E assim ela fez. Ela embalou também... e eles estavam felizes. Depois que cansaram dali foi no escorregador... Misa subia e descia tudo bem de boas... Já Tsuna tentava e quase caía de tudo, então Lucy tinha que estar correndo atrás. Ela colocou Tsuna no topo do escorregador... foi ao lado e ajudou ele descer. Depois foi a gangorra. Lucy segurava ele... e fazia um pouco de força para poder descer o Tsuna, já que Misa era mais pesada. Depois disso eles pararam por pedido da Lucy...

-Vocês não querem brincar um pouco de bola não...? Mamãe tá cansada...

Misa:

-Tudo bem!

Lucy se sentou novamente... entregou a bola a eles e deixou eles brincando. Suspirou... e viu que os pequenos dormiram nesse meio tempo. O que fez ela sorrir porque eles viraram um para cada lado separados pelos brinquedos de pelúcia. Passado um tempo... Misa e Tsuna queriam ir no gira-gira. Lá foi Lucy... agarrou bem o filho pela cintura, outra se segurou no brinquedo... estava de frente pra Misa... E torcendo para que ela se segurasse bem. Foi girando devagarinho... E foram se divertindo. Quando viu que ela já estava ficando tonta... decidiu parar. kkkk. Eles pararam e optaram por comer. Misa e Tsuna foram diretos em suas porcarias... E Lucy nos sanduíches e suco. Estavam sentados na parte de grama... O tempo voou... quando viu já estava entardecendo... e esfriando. Ela chamou Misa e Tsuna, que estavam brincando na areia, para irem para casa. Eles arrecadaram todos os brinquedos menos um. Que um outro menino pegou e disse que era seu.

-Meu!

Menino:

-No!

Tsuna:

-É meu xim!

Menino:

-No! No! No! Mine! (Mostrou a língua.)

Misa:

-Stop! It is not yours! It is his! Of my cousin! ( = Não é teu! É dele! Do meu primo!)

Após uma discussão das crianças... o brinquedinho, que era um baldinho, quebrou a alcinha... e caiu ambos de bunda no chão. Ambos começaram a chorar. A mãe do menino e Lucy se aproximaram. E a mãe do menino ainda culpou Tsuna de ser egoísta e não dividir o brinquedo. Lucy ficou muito irritada. O brinquedo era do filho dela, ele dividiu e brincou com o outro menino. Mas na hora de ir embora, óbvio que ele iria levá-lo para casa. Misa concordou com a tia. Mas a mulher chamou Lucy de mesquinha... pois conforme ela... mesmo com tanto dinheiro, ela estava ligando para um brinquedo idiota. Lucy respirou fundo muito irritada e terminou de pegar o baldinho do modo que estava mesmo. (Obs.: diálogo em inglês, não ficarei traduzindo tudo... então ficará em português mesmo.)

-Escuta aqui! Meu filho adora esse baldinho! Ele brinca desde que é bem pequeninho! Esse presente ele ganhou do falecido avô dele, lá no Brasil. Então antes do teu filho sair se apossando de coisas que não são suas, como um ladrãozinho, tu mesma deve saber quem tá certo e errado aqui. Vê se educa ele melhor. E.… vê se faz um cursinho também, sua ignorante!

Mãe do menino:

-Do que tu me chamaste sua vadia?!

Lucy:

-Vadia é a senhora!

O bate-boca estava piorando. O celular tocou... e Misa atendeu. Era Natsu querendo saber onde estavam, já que não estavam em casa... assim que Misa falou onde e o que estava acontecendo... Natsu e Zeref correram para o local. Nisso elas já estavam quase se pegando no pau. Uma tentando jogar mais o dedo na cara da outra. Os pequenos já estavam assustados. Foi quando a outra mulher deu um tapa na cara de Lucy. Ela recebeu aquele tapa de virar o rosto... mas retribuiu com um ainda mais forte, que fez a mulher voar no chão. Ela ia sair caminhando... Natsu e Zeref estavam correndo para alcançar... quando a mulher puxou a perna de Lucy e esta caiu de cara no chão..., mas daí a loira perdeu a cabeça... virou para mulher, montou em cima dela e caiu de tapa.... Um mais forte que o outro. A mulher puxava os fios loiros da Lucy, mas Lucy não largava a mulher. Natsu alcançou e puxou Lucy pela cintura e a segurou. Enquanto Zeref levantou a outra mulher e a segurou também.

-ME SOLTA NATSU! EU VOU BATER AINDA MUITO NA CARA DESSA IDIOTA!

Mulher:

-NÃO TENHO MEDO DE TI SUA VACA LEITEIRA!

Lucy:

-ISSO É INVEJA, SUA DESPEITADA!

Mulher:

-VAI SE FUDER SUA PUTA!

Lucy:

-PUTA NÃO!

Lucy cuspiu já que Natsu a segurava forte. E alcançou o rosto da outra... que assim que recebeu aquilo se soltou de Zeref e foi correndo para cima de Lucy. Esta conseguiu se soltar também... ambas foram prestes a dar socos mesmo. A mulher errou e Lucy acertou em cheio. A mulher caiu Lucy apontou o dedo.

-Chupa sua velhota de peito murcho!

Saiu andando... Natsu tentou a alcançar.... Mas ela só foi embora batendo o pé forte e limpando o sangue que tinha escorrido. Natsu não sabia nem que dizer.... Pegou as crianças e tudo que estava lá e foi embora também... Pediu para que Zeref cuidasse do resto. Este cuidou de tudo... E a mulher voltou bem quietinha para casa... pois no fundo sabia que ela estava errada..., mas não daria o braço a torcer. E estava ainda muito braba com a loirinha. Chegando em casa... o filho entrou primeiro e assim que entrou, bateu a porta forte na cara de Zeref... que levantou as mãos... suspirou e voltou para casa do irmão calmamente. Já na casa:

Natsu:

-O que deu em você Lucy? Nunca vi tu fazendo uma coisa dessas...

Lucy:

-AQUELA IGNORANTE! AARRGGG QUE RAIVA! ELA DEFENDEU O CAPETA, QUE CHAMA DE FILHO, MESMO ESTANDO MUITO ERRADO!

Natsu:

-..., mas era só um brinquedo e uma briga boba de crianças.... Já vocês duas se machucaram de verdade.

Lucy:

-AH! ME POUPE NATSU! VAI ME CULPAR AGORA É?! SÓ QUE ME FALTAVA! COM LICENÇA! (Entrou no banheiro e bateu a porta e a chaveou.)

Natsu:

-Espera Lu.... Deixa eu cuidar de ti... (Falava mais calmo... de um lado da porta.)

Lucy:

-Me deixa em paz... (Falava chorosa e manhosa.)

Natsu:

-Por favor.... Luce.... Deixa-me entrar.......

Ela abriu devagarinho com cara de choro. Ele entrou... e fez ela sentar no balcão da pia como uma criança.... Levantou o kit de primeiro socorro e começou a limpar os machucados. Ela fazia caretas e ele ria. Então ela ficava ainda mais emburrada.

Natsu:

-Sabe... quando te vi lá.... Eu queria bater naquela mulher por estar batendo em ti. Mas... percebi que tu estava se virando até que bem. Mas sério..., aquele tombo de cara no chão... Kkkk Tem certeza que não quebrou esse nariz lindo?

Lucy:

-...sim...

Natsu:

-Fico feliz. kkkk Esses machucados... logo sararão. Então ficará tudo bem meu amor. (Deu um selinho bem de leve na loira.)

Lucy:

-Desculpa.... Eu sei que perdi a cabeça.... Mas... mexeu com meu filho... mexeu comigo. Eu entenderia e até criticaria o Tsuna estando errado.... Mas ele estando certo... Não me desceu. Eu iria perdoar o menino, afinal é apenas uma criança. Mas as palavras que aquela idiota ousou dizer ao meu respeito, questionar a educação que dei ao meu filho. Só de lembrar... tenho vontade de voltar lá e arrebentar ainda mais ela.

Natsu:

-Eu sei meu amor.... Mas tente ficar mais calma... Não vai adiantar nada bater naquela mulher.

Lucy:

-Não vai..., mas eu quero! Kkkk. Não mexe comigo, eu mordo bebê!

Natsu:

-Isso eu sei muito bem. Kkkkkkkk. Te amo muito, minha leoa.

Lucy:

-Também te amo muito.

Eles começaram a se beijar devagar... de repente foi aumentando a velocidade... Natsu foi subindo a blusa de Lucy e o clima estava esquentando até ele tirar a blusa dela e ambos gemeram de dor. Se olharam e riram e juntos falaram onde doía.

-Meu ombro/Meu rosto. kk

Natsu:

-Desculpa.... Não era intenção de raspar a blusa em seu rosto machucado.

Lucy:

-Tudo bem.... Seu ombro ainda não melhorou né...?

Natsu:

-Ainda não.... Mas irá melhorar. Relaxa.

Zeref:

-Voltei! (Falou ao entrar na casa. O Casal que estava no banheiro da suíte deles... ouviram baixinho.)

Natsu:

-Já vamos aí! (Gritou de volta.) Vai se arrumando aí... tomando teu banho, que depois ajudo nos curativos. (Ela concordou com a cabeça.) Te amo. (Deram um selinho.) Já volto. Qualquer coisa grita.

Lucy:

-Pode deixar.

Ela foi para o box e fechou a porta de vidro... ela tomaria banho de chuveiro e não de banheira. Natsu foi para a sala e explicou tudo para o irmão, mas pediu para a não comentar mais sobre isso.... Depois disso pegou o filho e foi para outro banheiro o dar um banho. Assim como Zeref foi auxiliar no banho de Misa. No banho Tsuna falou ao pai:

-Papai....

Natsu:

-Diga filho.

Tsuna:

-Badinho quebo... (Disse bem tristinho.)

Natsu:

-Tudo bem filho. Papai conserta depois.

Tsuna:

-MEXMO?! (Perguntou feliz.)

Natsu:

-Mesmo.

 

Natsu piscou e fez sinal para ambos baterem com as mãos... e assim o filho entendeu e bateram. Natsu encheu o menino de beijos depois disso e o fez cosquinha. O menino rio feito um louco. Natsu terminou de o dar banho e o secou... não forçando muito o ombro machucado. Beijou o topo da cabeça do menino após estar vestido e deu um tapa no bumbum dele para ir correr de novo pela casa. Natsu voltou para seu quarto... e como prometido ajudou nos curativos. Lucy já estava calma... e tudo foi ficando bem de novo. Tirando o sono absurdo que Lucy estava. Pois seu dia realmente... foi desgastante. Natsu olhou ela da porta do quarto, antes de ir para sala e viu ela se deitando.

-Vai dormir?

Lucy:

-Sim senhor...

Natsu:

-As crianças conseguiram te cansar? kk

Lucy:

-Sim. E muito! kk Não é pra qualquer um cuidar de quatro crianças.

Natsu:

-Ah... mas não é mesmo. kkkk Então tá, (Desligou a luz.) Bom descanso meu amor. (Saiu do quarto e deixou a porta meio encostada.)

Lucy:

-(Bocejou.) Obrigada... (Falou sonolenta e logo dormiu.)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Então, gostaram?? Mereço coments???
Eu realmente estava com saudades de vocês!!
Bye bye!! (Espero conseguir postar outro cap logo.)
Bjinhos da Miou-Chan a todos meus lindos leitores!!!!!!
(Obrigada pela paciência!!) :* <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...