História "Do It" - Jeon Jungkook - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtanboys, Bts, Fanfic, Jeonjungkook, Jhope, Jimin, Jin, Jungkook, Korea, Korean, Rapmonster, Seokjin, Suga, Taehyung
Visualizações 160
Palavras 723
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Comédia, Drabble, Drama (Tragédia), Fluffy, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Seinen, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem dessa nova fanfic e que seja diferente de muitas por ai KKKKKK
Boa leitura ❤
P.S. os capítulos serão maiores, esse foi uma "introdução"

Capítulo 1 - New Neighbors


Fanfic / Fanfiction "Do It" - Jeon Jungkook - Capítulo 1 - New Neighbors

Estou linda e maravilhosa andando pelo parque de patins, meu hobbie favorito sem dúvidas. O parque não está tão cheio, o que é ótimo, não gosto de adultos.

"Eu morava em um bairro calmo e bem próximo da praia de Santa Mônica, na Califórnia. Era maravilhoso morar naquele lugar"

Em alguns segundos, eu não sei que merda fiz, mas esbarrei em algo e caí no chão, e "rasguei" meu joelho.

-Mais que porra, merda! -levantei reclamando e xinguei tudo que podia.

Não sei andar com essa merda sem me machucar! Tirei os patins e coloquei os tênis novamente, resmungando. No caminho de casa, vi um garoto japonês (tinha os olhos puxados pelo menos), ele me olhou e correu pra dentro de casa. Sou feia mas não é pra tanto.

[...]

-Mãe, tenho que ir mesmo?

-Tem Jennie! Deixa de julgar sem conhecer -dizia minha mãe que já estava puta comigo.

-Mas eu não quero, vi o filho deles na rua agora à tarde e não gostei da cara dele -disse franzindo a testa.

-Nós vamos e você vai ser a garota educada que eu criei -ela passou a mão na minha cabeça e saiu da cozinha.

Estou sendo obrigada a ser gentil com os "novos vizinhos" chegaram de algum lugar da Ásia, julgando pelos olhos puxados do garoto que vi hoje. Sinceramente, não sou obrigada a conhecer que eu não quero!

"Eu já era grossa desse jeito, aos 10 anos"

Algumas horas mais tarde, minha mãe me grita do andar debaixo, assim que chego ela já está com uma bandeija de torta de morango na mão e meu pai a cobre com o pano de prato.

-Ué, não vamos comer? -pergunto já querendo pegar uma faca pra cortar e comer, que cheio gostoso ah!

-Isso é para os nossos vizinhos -meu pai disse rindo, provavelmente minha cara era de indignação e fome.

Bufei decepcionada e já fui até a porta.

-Vamos acabar logo com isso, vai, vamos -abri a porta e meus pais passaram- Espero que tenha sobrado um pouco da torta pra nós.

Cantarolei e fechei a porta tendo a visão do olhar feio que minha mãe me mandou. A casa dos novos vizinhos era na frente da nossa, graças à God, não era obrigada a andar mais do que isso. Porque americano tem o mesmíssimo costume de ir dar "boas-vindas" à novos vizinhos? Deixa eles em paz na casa nova deles!

"Minha mãe nasceu nos Estados Unidos e meu pai era canadense. Minha mãe, Louise, havia viajado ao Canadá quando jovem e acabou conhecendo meu pai em uma banca de frutas, acredita? O amor surge de várias maneiras."

Assim que chegamos na casa, uma moça abriu a porta e logo sorriu ao nos ver, admito que ela é muito bonita.

-Boa noite! -disse ela com o sotaque meio enrolado.

-Olá, somos os Beckers, da casa aqui da frente -disse minha mãe apontando para a nossa casa- Viemos lhes dar as boas-vindas!

-Oh, muito obrigada! -disse a moça e em alguma língua ela chamou mais alguém.

-Boa noite -disse um homem e o mesmo garoto que eu havia visto mais cedo.

-Olá! -disse minha mãe sorrindo Ah, desculpe. Sou Louise, este é o Mark e esta é a Jennie!

-É um prazer -disse o homem falando e nos comprimentava com um aperto de mão- Eu sou Kwang, esta é a Soulji e esse garoto é o Jungkook.

-Oi -falou o garoto, e eu continuei o olhando estranho, afinal ele é estranho.

Minha mãe me deu uma cotovelada leve e me fez acordar.

-Ah, oi! -falei sorrindo, finja ser gentil Jen!

O Kwang nos convidou para entrar, passei pela porta e vi sapatos em um canto, os três enfileirados. Na moral, quem são esses esquisitos? Vi minha mãe entregando minha linda e deliciosa torta para a moça e fomos até a cozinha, sem antes, tirar os sapatos. Eles começaram a conversar e eu simplesmente "desliguei" meus ouvidos e não prestei atenção em absolutamente nada. Só voltei a prestar atenção quando ouvi meu nome.

-Sim, Jen estuda lá também! -disse minha mãe a outra mulher, eu realmente não sei decorar nome difícil.

-Ah que ótimo! -disse a moça e em seguida olhou para o garoto- Viu Kook, você não vai a escola sem conhecer ninguém, agora conhece a Jennie.

-Ela pode te mostrar a escola, é só se encontrarem na segunda de manhã, não é mesmo Jen? -falou meu pai e me passando pelo olhar "fala que sim".

-Ah, claro. Posso sim.

Pronto, agora virei guia turística.


Notas Finais


Galera, pra quem não conseguiu entender, os trechos onde estão com aspas e em itálico, é como se a Jennie estivesse escrevendo no caderno (disse sobre ele na sinopse). Espero que gostem, bjão seus lindos ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...