1. Spirit Fanfics >
  2. Do Me A Favour >
  3. Stand by me

História Do Me A Favour - Capítulo 20


Escrita por:


Notas do Autor


RECADO NAS NOTAS FINAIS <3

Capítulo 20 - Stand by me


Alguns meses se passaram e o verão estava chegando ao fim. Matthew estava em seu apartamento, deitado na cama, às 7h da manhã, encarando o teto, perdido em seus pensamentos.

— Bom dia! – Patrícia falou sorrindo, entrando no quarto. 

— Bom dia. – Respondeu se sentando na cama e a encarou. 

— Acho melhor você se levantar logo, ou iremos nos atrasar, e eu tenho que chegar cedo, você sabe. – Ela disse sorrindo e foi para o banheiro terminar de se arrumar. 

Desde que Lindsay o deixou, Matt acabou se entregando a Patrícia, ele queria preencher o vazio que a sua loira havia deixado.

Patrícia era uma ótima pessoa, sua presença era agradável, mas isso não fazia Matt desapaixonar de Lindsay, muito menos se apaixonar por ela, isso só o deixava pior, o moreno queria muito que Lindsay voltasse, mas ela não aceitava as suas desculpas. 

— Matt? – Ela o chamou e ele a encarou novamente. – Vamos?

— Vamos. – Deu um sorriso forçado.

Ele levantou da cama e foi para o banheiro.

[...]

NA EMPRESA

Elena estava conversando com Alex em sua sala, os dois estavam folheando uma revista que estava sobre a mesa.

— E que tal esse aqui? – Alex mostrava a ela um catálogo com alguns sofás.

— Branco não, suja muito e eu não tenho tempo para ficar limpando apartamento.

— E é exatamente por isso que eu quero colocar uma empregada lá.

— Mas nem pensar! – Falou se afastando dele. – Eu dou conta do serviço.

— Ah, claro. – Ele riu e continuou olhando o catálogo. – Acabou de dizer que não tem tempo.

— Eu não quero ninguém no nosso apartamento, Alex, é arriscado demais e você sabe muito bem disso.

— Sim, eu sei. Mas você já trabalha demais aqui e ainda vai ter que limpar a casa? É demais para você.

— Relaxa, querido. – Sorriu e deu um beijo na testa dele. – Vou dar um jeito.

Os dois escutaram batidas na porta e Elena se afastou de Alex para abrir. Mas tomou um belo susto quando viu quem era.

— Elena. – Sorriu ao vê-la. – Nossa, como você está linda.

— O que faz aqui? – Perguntou confusa.

Alex estranhou e se levantou para ir ver quem era.

— Eu descobri que você estava trabalhando aqui e tive que vim te ver. – Sorriu. – Já faz tanto tempo. 

— Posso saber o que está acontecendo? – Alex perguntou curioso, ficando ao lado de Elena.

— Você deve ser o chefe da Elena. Meu nome é Adam, eu sou o ex dela.

— E o que você está fazendo aqui? – Alex perguntou confuso. 

— Eu preciso muito conversar com a Elena. 

— Conversar sobre o quê?

— Olha... – Ele ficou um pouco sem graça. – Eu quero que seja em particular. Pode ser?

Na mesma hora, Alex e Elena ficaram completamente confusos.

— Tudo bem. – Ela suspirando, ainda achando tudo muito estranho. – Pode esperar ali na minha sala, eu já vou indo. – Disse apontando para a porta.

— Ok. – Ele disse sorrindo e foi para a sala de Elena.

A morena fechou a porta de Alex e ele a encarou.

— Mas quem é esse idiota? – Perguntou.

— Eu terminei com ele uns dois meses antes de te conhecer. Namoramos por uns três meses mais ou menos.

— E por que diabos ele está aqui?

— Eu não sei, Alex. – Deu de ombros e Alex a encarou com uma cara nada boa. — Está com ciúmes? – Ela perguntou rindo e o moreno ficou irritado. – Relaxa, meu amor, eu só tenho olhos para você.

— Sei. – A encarou com os olhos semicerrados.

— Para com isso. – Riu e deu um tapa de leve em seu braço. – Eu vou lá ver o que ele quer.

— Vou com você.

— Não! – Disse o impedindo de se mover.

— Por que não? – Cruzou os braços.

— Pra que você quer ir? Daqui a pouco vai dar a louca e querer socar ele.

— Eu não vou socar ninguém, eu só quero ver o que ele vai falar para você.

— Não, você vai ficar quietinho aqui. Eu não vou demorar. – Disse e ele suspirou, descruzando os braços.

— Tudo bem, mas se precisar de alguma ajuda, me manda uma mensagem.

— Ok. – Ela sorriu satisfeita.

Elena saiu e entrou na sua sala, Alex resolveu sentar em sua cadeira e continuar olhando os catálogos.

A morena se sentou em sua cadeira e encarou Adam que estava sentado de frente para ela.

— E então, o que você quer falar comigo? – Perguntou curiosa.

— Elena, eu te quero de volta. – Falou e a morena arregalou os olhos. – Eu preciso de você. Eu não entendo até hoje o motivo de você ter me deixado, mas eu quero que você me dê mais uma chance para consertar seja lá o que eu tenha feito.

Elena engolia o seco ao ouvir as palavras de Adam.

— Adam, eu não posso.

— Por quê? – Perguntou indignado. – Por qual motivo? Ou você vai inventar mais uma desculpa esfarrapada para me mandar embora de novo?

— Eu já tenho alguém.

Adam ficou irritado, achando que fosse mentira da garota.

— Para de mentir pra mim! – Ele disse batendo as mãos na mesa, assustado a garota a sua frente.

Alex escutou e se levantou na mesma hora para ir à sala de Elena.

— Mas que porra está acontecendo aqui? – Perguntou irritado.

— Adam, eu não estou mentindo, eu realmente já tenho alguém! Não é, Alex? – Perguntou o encarando.

Turner estranhou, mas concordou com ela.

— Sim. Ela já tem alguém.

Adam ficou sem graça e se levantou.

— Desculpa. Eu só não aceito que você tenha terminado comigo sem motivo.

— Não foi sem motivo.

— Então por que terminou comigo? Eu só quero saber isso para poder ir embora daqui de uma vez. – Ele pediu triste.

— Eu não te amava. – Foi sincera.

Alex apenas estava escorado na porta, observando aquela cena com bastante tédio.

Adam apenas afirmou e saiu dali bastante constrangido com tudo. Ele pensou que iria conseguir a morena de volta, mas saiu de lá pior, mais triste.

— Você está bem? – Alex perguntou se sentando de frente para ela.

— Estou, sim.

— O que foi aquela merda? – Perguntou confuso. – Que cara mais babaca.

— Ele só está chateado por eu ter terminado com ele. – Deu de ombros.

— Esse foi o real motivo de você ter terminado? Por que não o ama? Eu achei uma desculpa bem esfarrapada, Srta. Collins. – Alex dizia desconfiado.

— Você não tinha que ir conversar com o Matt? – Perguntou querendo que Alex saísse de lá e parasse de fazer perguntas.

— Ah, é verdade. – Se lembrou e levantou. – Em casa terminamos essa conversa. – Sorriu e saiu.

Elena apenas revirou os olhos, pois ela não queria mais tocar naquele assunto.

[...]

— Então é isso? – Alex perguntou. – Você vai continuar com a Patrícia como se nada tivesse acontecido?

Alex estava sentado de frente para Matt, enquanto seu amigo tentava trabalhar.

— O que você quer que eu faça? – Suspirou. – A Lindsay não quer falar comigo, ela acha que eu não a amo.

— E você a ama? – Alex perguntou com as sobrancelhas erguidas.

— Claro que amo!

— Então você tem que provar isso a ela.

— Como assim?

— Deixa de ser burro, Matt. – Alex revirou os olhos impaciente. – Se você a ama de verdade, tem que provar a ela de alguma forma isso.

— E como eu vou fazer isso?

— Eu sei lá, seja criativo, me surpreenda.

— Tudo bem, eu vou pensar em algo. – Falou decidido. – Mas e a Patrícia? O que eu faço com ela?

— Porra, cara, aí você me fode. – Se levantou. – Você vai ter que pensar em algo para isso também, eu não posso terminar com ela por você.

— Ok. – Revirou os olhos.

— Mas foca na Lindsay primeiro, depois você cuida da Patrícia.

Alex saiu e Matt ficou pensando em algo para a Lindsay.

[...]

Já era noite quando Alex e Elena chegaram ao apartamento.

— Vai, me fala. – Alex insistia. – Qual foi o verdadeiro motivo para você ter terminado com o Adam?

— Você é insuportável! – Ela falou irritada e o encarou. – Já que você quer tanto saber, eu vou te dizer. Eu terminei com o Adam porque ele não me satisfazia.

Alex ficou um tempo fazendo uma cara estranha, como se estivesse tentando raciocinar o que Elena havia acabado de dizer.

— Espera aí. – Falou e a garota revirou os olhos. – Como é que é?

— O sexo era horrível, ele não conseguia me satisfazer, foi por isso que terminei. – Ela disse se jogando no sofá e fez cara de tédio ao escutar Alex gargalhar.

— Eu não acredito que você namorou três meses com um cara que não te fazia gozar. Como você conseguiu? – Perguntou ainda rindo, se sentando ao lado dela.

— Ele era um cara legal e eu evitava transar com ele e quer parar de rir? Não tem graça! – Cruzou os braços irritada.

— Desculpa, meu amor, mas tem graça sim.

— Vai se fuder, Alex. – Ela disse se levantando e foi para o banheiro tomar banho, deixando Alex rindo no sofá.

COM LINDSAY

Ela havia acabado de chegar em casa e estava ajeitando algumas coisas, quando escutou batidas na porta. A loira parou o que estava fazendo e foi até lá para ver quem era. Assim que abriu, ficou assustada ao ver Matt segurando uma caixinha azul escura, de veludo, aberta, com um belo anel de diamantes dentro.

 — Mas o que... – Ele a interrompeu.

— Quer se casar comigo? – Pediu e ela arregalou os olhos.

— Matt... – Ele não a deixou terminar novamente.

— Lindsay, eu amo você, eu quero estar apenas com você, não estou pedindo isso apenas para você me aceitar de volta, estou fazendo isso porque é o que eu realmente quero. – Disse e ela ficou boquiaberta. – E então? Você aceita o meu pedido?

COM PATRÍCIA

A loira estava em seu apartamento. Ela já havia tomado um banho e estava de pijama, tomando um suco, enquanto assistia TV.

Ao escutar batidas na porta, ela se levantou.

— Já estou indo. – Falou e a pessoa parou de bater.

Ela foi até a cozinha, deixou o copo na pia e voltou para sala, indo em direção a porta. Assim que abriu, estranhou ao vê-lo ali.

— Alex? O que faz aqui?

— Precisamos conversar.


Notas Finais


FIC NOVA DO ARCTIC - https://www.spiritfanfiction.com/historia/suck-it-and-see-20083902
ESPERO QUE TENHAM GOSTADO DESSE CAP E QUE GOSTEM DA FIC NOVA TB <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...