História Do not drive me crazy - Imagine Jungkook - Capítulo 71


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Imagine, Jungkook, Keiko
Visualizações 1.821
Palavras 1.114
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Saga, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura! ^^

Capítulo 71 - Do not cry, Namjoon!


POV'S KEIKO

Depois que ___ veio me visitar me senti bem melhor, ter ela por perto me faz bem, ela sabe como me animar, sabe o momento certo para dizer “eu te avisei” ou apenas se calar e me dar um abraço. O que seria de mim se eu não tivesse a conhecido? Ela sempre está me ajudando até mesmo com as coisas mais fúteis...

Suga: No que tanto pensa? – Se sentou ao meu lado.

Eu: Nada demais... – Coloquei o livro que estava segurando no criado mudo.

Suga: Quer que eu prepare alguma coisa para comer?

Eu: Não estou com fome.

Suga: Você tem que se alimentar bem!

Eu: Eu já como até demais! Quer que eu fique gorda?

Suga: Não teria problema se ficasse!

Eu: Como assim?

Suga: Você fica linda de todo jeito!

Sorri e o abracei, Suga também tem me ajudado muito, ele cuida tão bem de mim que as vezes chega a ser chato, parece meu pai.

Eu: Obrigada!

Suga: Hm? Por que?

Eu: Por sempre estar comigo, por cuidar de mim, enfim, obrigada por tudo!

Suga: Aish, não fala assim! Parece até que vamos ficar sem nos ver por um longo tempo, isso me deixa assustado!

Eu: Não precisa ficar assustado, eu não irei te deixar!

Deu um beijo um minha testa e depois um selinho.

Suga: Acho bom!

Eu: Agora me diz uma coisa...

Suga: O que?

Eu: Por que você fica andando sem camisa pela casa? Pervertido! – O afastei de mim.

Suga: Pervertido? Eu? – Apontou para sim mesmo.

Eu: Aposto que está tentando fazer algo comigo! – Cerrei os olhos.

Suga: Você está bêbada? Bem que eu vi que estava faltando uma garrafa de Soju na galadeira...

Eu: Mais sobrea impossível!

Suga: Não, você está bêbada! Até parece que eu tentaria algo com você!

Eu: Por que não?

Suga: Ah, p-por que...

Eu: Então por que estamos namorando se você não tem a intensão de falar nada comigo?

Suga: N-não foi isso que eu quis dizer...

Eu: Bobo! – Ri e beijei a ponta de seu nariz.

POV’S HOSEOK

Eu: E ai, que filme iremos ver agora?

Tae: Hm, não sei...

Dormi aqui na casa do Tae ontem e decidimos que hoje passaríamos o dia assistindo filmes, séries e comendo feito dois esfomeados, acho que já engordei uns dois quilos.

Eu: E que tal uma série?

Tae: Sabe, na verdade eu estou com vontade de fazer outra coisa...

Eu: O que?

Se sentou em meu colo de frente para mim, puxou meu cabelo fazendo com que eu inclinasse a cabeça um pouco para o lado e então começou a beijar meu pescoço.

Tae: Preciso dizer mais alguma coisa?

Eu: Não! – Quando eu ia atacar seus lábios, meu celular começa a tocar. – Merda!

Tae: Se for o seu primo eu mato ele!

Era o Jimin, então atendi.

Eu: E ai cara, como está?

Jimin: Vou indo...

Eu: Precisa de alguma coisa?

Jimin: Eu fui até sua casa mas o Jin disse que você não estava, na verdade eu só queria me despedir.

Eu: Epa, como assim?

Jimin: Eu estou indo para Nova Iorque amanhã.

Eu: Por que? O que está acontecendo?

Jimin: Na verdade eu preciso cuidar dos negócios da minha família, isso não vai ser fácil...

Eu: Já falou com o Jungkook?

Jimin: Não, você pode avisa-lo, por favor?

Eu: Por que você mesmo não avisa?

Jimin: Sei lá, acho que vou acabar não querendo ir se eu falar com ele.

Eu: Isso me fez pensar coisas erradas!

Jimin: Não é isso, idiota! Você sabe como o Jungkook e eu somos quase como irmãos, acho que eu não aquentaria deixa-lo.

Eu: Você fala isso como se nunca mais fosse voltar...

Pude ouvi-lo suspirar, estou ficando preocupado.

Jimin: Você pode avisa-lo, por favor?

Eu: Claro!

Jimin: Ah, espero que você e o Taehyung sejam muito felizes juntos, não deixe nada abalar a relação de vocês!

Eu: Obrigado, cara!

Jimin: Bom, até mais!

Eu: Até...

Então ele encerrou a ligação, eu queria fazer mais algumas perguntas, achei que ele estava muito estranho, mas ele deve estar cheio de coisas para fazer.

Tae: O que aconteceu?

Eu: O Jimin está indo para Nova Iorque cuidar dos negócios da família dele, me pediu para avisar ao Jungkook.

Tae: Mas por que você está com essa cara? Isso não parece ter te deixado feliz.

Eu: Ele estava meio estranho...

Tae: Não faz muito tempo que os pais dele morreram, é normal que ele esteja assim, não precisa se preocupar!

Eu: É, deve ser isso...

POV’S NAMJOON

Apesar de não estar com muita fome, fui até a cozinha para preparar algum lanche, esses dias não tenho me alimentado muito bem.

Jin: Precisa de alguma coisa?

Eu: Apenas vim preparar alguma coisa para comer...

Jin: Deixa que eu preparo para você!

Eu: Ah, obrigado! – Me sentei na bancada.

Então ele pegou algumas coisas para preparar o lanche.

Jin: Namjoon, você não parece muito bem...

Eu: Como assim? Eu me sinto ótimo!

Jin: Não, não estou falando fisicamente, aconteceu alguma coisa que está te preocupando?

Eu: Não...

Jin: Eu tenho a impressão de que sim!

Eu: É apenas impressão mesmo...

Jin: Aish, não dá para conversar com você, você nunca se abre!

Eu: Por que eu faria isso?

Jin: Como assim “por que”? Não tem coisas que te incomodam e você sente que precisa contar para alguém? Isso te deixaria melhor consigo mesmo!

Não é tão simples assim, não posso ser descuidado e sair falando sobre minha vida.

Eu: Não preciso disso, eu estou bem!

Ele praticamente joga o prato com o sanduíche na mesa e me encara com raiva.

Jin: Come logo e vaza daqui!

Eu: Aish, você vai ficar assim agora?

Jin: Vou! Por que?

Eu: Para de ser infantil!

Jin: Nós trabalhos nessa casa a muito tempo mas eu não posso dizer que te conheço, você nunca fala sobre si mesmo!

Eu: Não gosto de falar sobre mim!

Jin: Por que?

Eu: POR QUE ISSO ME INCOMODA! – Bato minha mão na mesa com força. – Minha vida me incomoda!

Jin: N-namjoon...

Eu: Não tenho orgulho de mim mesmo, então o que eu diria sobre mim?

Jin: Por que você está falando assim?

Eu: Jin, eu... E-eu... – Senti meus olhos arderem, eu não devia estar conversando com ele agora.

Jin: O que foi?

Eu: Eu não devia estar vivo! – Abaixo minha cabeça, uma solitária lágrima escorre pelo meu rosto.

Jin: Que besteira é essa?

Eu: Você não entende!

Jin: Não entendo mesmo! Nunca mais diga essa besteira!

Eu: Jin... – Limpou minha lágrima com a manga de sua blusa.

Jin: Okay, não chore, nunca te vi chorar e não é hoje que eu quero que isso aconteça!


Notas Finais


Espero que tenham gostado, desculpe qualquer erro...
Beijos! s2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...