História Do not eat (imagine Jimin) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, K.A.R.D
Tags Ana, Anorexia, Bts, Bulimia, Depressão, Mia, Romance
Visualizações 60
Palavras 1.790
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Hentai, Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


S/M- madrasta da S/n.
Boa leitura.

Capítulo 3 - "Mia"


Fanfic / Fanfiction Do not eat (imagine Jimin) - Capítulo 3 - "Mia"

Pov Jiwoo
Tinha estranhado muito não ter visto S/n no refeitório, estudamos em salas diferentes e sempre nos encontramos no refeitório pra conversar e comer, mas ela não veio pro refeitório, justo no primeiro dia de aula, não sei porque mas comecei sentir um aperto no coração é como se eu sentisse que minha prima estivesse com problemas. Estava tão preocupada com a S/n que em nenhum momento prestei atenção na conversa de J.Seph, Somin e BM, eu tava tão distraída que demorei pra perceber que Somin estava me cutucando.

– O que foi?– perguntei depois de ter percebido a cutucada da minha amiga.

– Amiga você tá bem?– Somin me perguntou.

–Por que não estaria?– perguntei.

– Você tá muito distraida amor– J.seph acariciou meu braço.

– E seu rosto está com uma expressão bem triste– BM comentou.

Quando eu ia responder o sinal para o quarto período toca eu me levanto e saio correndo pra sala de aula, sentei na minha classe e fiquei ali até o último período quieta e com a minha cabeça deitada na classe e tudo que eu queria saber era se a classe, torcendo que minha prima esteja bem e que tudo não passe de uma imaginação da minha cabeça.

Pov S/n
Finalmente aquelas aulas chatas acabaram, me despedi de Louise, antes de nos separamos no imenso corredor do colégio ela me lembrou pra eu não almoçar e muito menos jantar, depois dela desaparecer na multidão de alunos comecei a andar tentando encontra Jiwoo e seus amigos, até ouvir barulhos de saltos atrás de mim.

— E aí gorda— a voz feminina me chamou.

— Tava demorando— cochicho enquanto reviro meus olhos, me viro na direção da voz e vi o quarteto das vacas.

— Tava com saudade de nós?— Lisa ironizou.

— Claro que não— respondi friamente.

— Até que emagreceu— Rosé falou olhando meu corpo.

— Tem certeza? ainda tô vendo uma barriguinha— Jennie falou dando uma risada.

— Eu vou ser bem educada— dei um sorrisinho— Será que da pra vocês pararem de jogarem na minha cara que tô gorda.

— Então você caiu finalmente na real que você não tem um corpo bonito— Jisoo se aproximou de mim e apertou minha barriga.

— Me deixem em paz— implorei pra elas.

— Deixa eu pensar— Lisa fingiu que estava pensando— Não.

— Ei bando de vagabundas— Eu e as meninas olhamos em direção da voz e vimos que era Somin, a melhor amiga de infância da Jiwoo— Deixe a menina em paz.

— Ela não merece ouvir mentiras de piranhas— BM falou, dei uma risada por ele ter dado um “elogio” para elas.

— Que chato, isso tava tão divertido— Jennie comentou, as meninas acenaram pra mim com cara deboche e vão embora.

— S/N— Jiwoo grita e me abraça, o abraço dela era tão forte que eu estava com dificuldade de respirar.

— Jiwoo me solta— comentei, ela me larga, depois de me sentir libertado dos braços da minha prima, volto a respirar sem dificuldade e dou uma ajeitada no meu cabelo.

— Fico feliz que esteja bem, você não apareceu no intervalo então achei que tivesse acontecido alguma coisa com você— Jiwoo olhou pra mim dos pés à cabeça.

— Como pode ver estou bem e estou indo embora— Comentei, mando um beijo para Jiwoo e me retirando do local.

Depois de finalmente sentir o cheiro de liberdade e ver a luz do dia resolvo dar uma volta pelo parque que tinha perto da escola, ia demorar um pouco pra voltar pra casa para mentir para o meu pai que eu tinha almoçado, se não ele ia me obrigar a comer, agora preciso dar um jeito de não comer nesse jantar nem que eu finja que estou doente.

Pov Jimin 
Finalmente as aulas acabaram eu e os meninos fomos almoçar em um restaurante qualquer porque estávamos morrendo de fome e o Jin estava sem paciência pra cozinhar hoje, depois do delicioso almoço a gente foi pra nossa casa, sim nós sete moramos juntos, assim que chegamos em casa a gente sentou no sofá da sala e eu comecei a mexer no celular.

— Jimin— ouvi Jungkook me chamar, meu olhar que estava pra tela do meu aparelho mudou para Jungkook— Conseguiu conversar com a S/n?

— Mais ou menos— comentei desligando meu celular e colocando na mesinha em frente do sofá— Ela não quis escutar, saiu na defesa da amiga e o pior é que acho que já é tarde.

— Você tá querendo dizer que a S/n está anoréxica? Assim como Louise?— TaeHyung perguntou num tom preocupado, confirmei apenas mexendo minha cabeça.

— Que horror, o que as pessoas não fazem pra seguir um padrão de beleza, chegam a fazer cirurgia pra ficar “bonitos”— Jin comentou fazendo aspas na palavra bonito— A S/n é tão bonita o que pode ter levado a fazer essas dietas malucas?

— Bullying— Yoongi respondeu, a atenção de todos foi pra ele que estava deitado em um dos sofás— Aquelas patricinhas tem inveja dos corpos de algumas garotas do colégio e por isso colocam na cabeça delas que estão acima do peso— Yoongi olha para Jungkook— Além que Louise acabou se tornando uma influência o que ela faz S/n acha bonito e faz a mesma coisa.

— Você terminou com Louise por causa dessa doença não é?— Namjoon perguntou olhando para Jungkook.

— Sim, ela estava paranóica com o corpo e começou a tomar remédios e depois começou a fazer um monte de dietas estranhas e perigosas, ela acabou ficando fraca e indo parar no hospital— Jungkook deu um suspiro— Mas mesmo depois disso ela continuou fazendo essas maluquices eu tentei fazer ela comer, tentei colocar na cabeça dela que era linda e não precisava se matar pra ficar linda— Ele começou a chorar, abracei ele— Ela achou que não estava dando apoio a ela é começamos a brigar muito até que um dia eu peguei ela no flagra tentando vomitar e me irritei e terminei com ela.

— Que pesado e triste— Hoseok falou limpando suas lágrima com a manga de seu moletom— O mundo da beleza é sinistro.

— Gente vamos falar de outra coisa, isso aqui tá deprimente— Falei me soltando do abraço.

— Qual de vocês vai lavar a louça de ontem?— Jin perguntou, fazendo todos rirem.

Pov S/n
Graças a Deus meu pai caiu na mentira de que almocei fora, passei a tarde toda arrumando a casa para receber minha madrasta, é uma pena que não vou ver ela porque vou fingir que estava doente para evitar de jantar. Já era sete horas, minha madrasta iria vir às oito, me deitei na cama pronta pra mentir que peguei um forte resfriado.

— Filha?— Meu pai chamou batendo na porta.

— Pode entrar— falei, então ele entra no meu quarto de paredes brancas.

— Não vai se arrumar pro jantar?— Ele perguntou.

— Eu não tô me sentindo bem— Finjo que estou tossindo— Acho que peguei um resfriado.

— Você não me engana— ele dá sorriso— É muito ruim pra fingir uma doença, levanta dessa cama e vai se arrumar.

— Mas pai— faço uma voz de criança.

— Nada de mas— ele sai do meu cômodo— Se não estiver lá até às oito vou te buscar a força— Ele acha a porta do quarto.

Levanto da cama bufando não acredito que não consegui mentir que estava doente, sou uma péssima atriz, o problema agora era que eu ia comer não podia fazer um fiasco por comida na frente da namorada do meu pai. Pego minha roupa e vou pro banheiro e tomo um banho bem demorado, coloquei minha roupa que era um top preto brilhoso, uma blusa preta transparente e uma saia branca curta que tinha uma abertura na perna direita, me olhei no espelho e vi que dava pra ver minha pança, apenas ignorei e comecei a secar o meu cabelo.

Depois de me embelezar, saio do banheiro e desço as escadas que dava direto pra sala.

— Está linda— meu pai me elogiou.

— Valeu— agradeci.

— Esqueci de dizer que ela vai trazer o afilhado dela.

— Por que?

— Como ela não tem filhos resolveu trazer o afilhado, pra você não se sentir sozinha no jantar.

— Legal— respondi sem emoção logo a campainha toca— Já gostei dela pela pontualidade.

Meu pai abre a porta e logo uma mulher vestindo um vestido vermelho entra acompanhado de um menino que estava olhando se celular, reconheceria ele de qualquer lugar.

— Jimin— chamei sem mostrar empolgação, ele para de mexer no celular e olha pra mim formando um sorriso no rosto.

— S/n— comentou com uma grande empolgação.

— Se conhecem?— a mulher perguntou.

— Sim, estudamos no mesmo colégio— Jimin respondeu.

— Bom S/n essa é minha namorada S/m— ele apresentou, sorrio pra ela— Vamos jantar pizza já tá pronta.

Meu pai e sua namorada foram pra cozinha, Jimin chega perto de mim.

— Parece que não vou poder ficar longe de você— ele bagunça meus cabelos indo pra cozinha, reviro meus olhos e vou pro mesmo local.

Me sento na mesa e antes que eu possa inventar algo pra não comer meu pai já tinha colocado a fatia de pizza de calabresa em meu prato, eu observei aquele pedaço que estava em meu prato tentando não sentir vontade de comer, mas assim que senti meu estômago roncar peguei a fatia e comecei a devorar como se nunca tivesse comido pizza na minha vida. 

Gostei tanto da minha madrasta que fiquei conversando e rindo e até mesmo o babaca do Jimin me fazia rir, parecíamos aquelas famílias de filmes que se sentavam na mesa e começava a rir do nada sem ninguém ter falado nada. Mas logo me dei conta que eu tinha comido três fatias de pizzas eu tinha rompido o jejum de trinta horas e quebrado a promessa com Louise, eu fiz merda não deveria de ter comido e agora minha barriga deve ter inchado e com certeza eu ia levar um xingão da minha amiga.

— Vou ao banheiro— Comento, me levantando da mesa e vou no banheiro de cima porque não queria que ninguém escutasse.

Entrei no banheiro fechando e trancando a porta e me ajoelhei em frente à privada levantando a tampa, encostei a mão em minha barriga e vi que era coisa certa que eu ia fazer era o único jeito de desinchar e também de salvar o jejum, coloco meus dedos em minha goela e coloco a comida que tinha mastigado e engolido fora. Depois de minutos vomitando dou descarga e começo a lavar minha boca, eu me arrependi um pouco de ter feito isso mas tirei o peso da consciência, depois de lavar minha boca, ajeito minha aparência para parecer que estava tudo bem, então abro a porta do banheiro mas acabo sendo surpreendida por Jimin que estava parado em frente à prova me encarando com um olhar bem triste.

— Eu sabia— Ele falou num tom baixo.

 

 

 


Notas Finais


Roupa da S/n:https://pin.it/tuy4qpww7uu35g
Espero que tenham gostado.
BJKS
💋😘💋😘💋😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...