1. Spirit Fanfics >
  2. Do not eat (imagine Jimin) >
  3. Remédios

História Do not eat (imagine Jimin) - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura.

Capítulo 5 - Remédios


Fanfic / Fanfiction Do not eat (imagine Jimin) - Capítulo 5 - Remédios

pov S/n
Comecei abrir meus olhos lentamente, no início só consegui enxergar um borrão e ouvir uma voz feminina chamando meu nome, pisco varias vezes ate que minha visão volta ao normal e consigo enxergar Louise e Jiwoo me olhando com um olhar preocupado.
 
— O que aconteceu?— perguntei me levantando calmamente pois eu estava um pouco tonta.
 
— Você  desmaiou por alguns segundos.— Louise me respondeu.
 
— Vou te levar pra enfermaria.— Jiwoo falou enquanto me ajudava a ficar de pé.
 
— Não precisa, já estou melhor!— respondi.
 
— Vou pegar sua água.— Louise comentou entrando de volta pra sala de aula.
 
— Como assim não precisa? S/n, você desmaiou no meio do corredor, precisa ir na enfermaria imediatamente!— Jiwoo insistiu.
 
— Desmaiei só por alguns segundos.— revirei meus olhos.— Eu juro pra você que desmaie por cansaço, ontem a noite foi longa e não dormi direito.
 
— Jura pra mim que é só isso?— perguntou, confirmei mexendo a cabeça.
 
— Trouxe sua água.— Louise falou me entregando a garrafa que hoje era da cor vermelha.
 
— Obrigada!— Agradeci, bebo a água que no momento estava gelada.
 
— Eu vou comer.— Jiwoo começa dar alguns passos de costas.— Tem certeza que não vai querer ir?
 
— Tenho!— confirmei, Jiwoo vai pro refeitório.
 
— Você deu sorte que o corredor está vazio.— Louise me deu um sermão como de costume.— Se alguém visse você caída no chão iam chamar a enfermeira, ela ia fazer você comer ou chamar seu pai.
 
— Eu sei, desculpa mas não consegui controlar o desmaio!— comentei.
 
— Relaxa isso acontece muito comigo.— ela sorri me dando um abraço.— Fazemos isso por uma boa causa.
 
— Com certeza!— confirmei.
Logo o sinal toca, que intervalo mais curto esse, eu e Louise entramos na sala de aula e ficamos esperando o professor. Depois de longas horas trancada naquela sala de aula ouvindo os professores com aquelas vozes que dá vontade de dormir finalmente o sinal pra ir embora toca.
 
— Amiga o jejum pode ter acabado mas mesmo assim, tome cuidado com o que e quanto você vai comer!— Louise comenta, enquanto arrumamos nossos materiais.
 
— Eu sei, nos vemos na academia hoje?— perguntei, enquanto colocava a mochila nas minhas costas.
 
— Claro quem sabe eu não apareça com um jejum novo.— ela sorri, saí da sala de aula deixando Louise para trás.
 
Espero que aquelas vagabundas não vem me incomodar hoje porque meu nível de estresse e raiva está muito alto, é capaz de eu dar um murro naquelas patricinhas falsificadas que não tem o que fazer da vida além de se exibir. Estou  com muita fome espero que o meu pai tenha feito uma comida com pouca caloria. Depois de uma longa caminhada finalmente chego em casa, sinto meu estômago roncar quando sinto o cheiro de comida que tinha no ar, vou até a cozinha.
 
— O que fez pro almoço?— perguntei assim que vi meu pai colocando os pratos na mesa.
 
— Por causa da pressa do trabalho fiz uma comida bem rápida, mas sei que é um dos seus pratos favoritos.— Sorri enquanto meu pai pegava uma tigela.— massa com salsicha.
 
Meu sorriso se desfez assim que ele falou o que era o almoço, olho pro conteúdo que tinha dentro da tigela que ele havia colocado na mesa, aquele alimento tinha muita caloria, até demais. Massa com salsicha era um dos meus pratos favoritos minha mãe cozinhava bastante pra mim, mas depois de descobrir quantas calorias tinha naquela massa e na salsicha deixou de ser um dos meus pratos favoritos.
 
— O que foi?— meu pai me perguntou ao perceber minha cara de séria.

— Nada!— respondi, me sentando na cadeira e servindo apenas uma colher da comida.
 
— Só isso?— me perguntou mais uma vez dessa vez com um tom mais preocupado.
 
— Não estou com muita fome.— menti dando um sorriso.
 
Meu pai retribuiu o sorriso e sentou, ele encheu seu prato com aquela massa e começou a comer, terminei de comer em segundos já que minha comida acabou em duas garfadas.
 
—Tem certeza de que não quer mais?
 
—Tenho, já estou satisfeita.
 
Me levanto da mesa e vou para meu quarto, pego um estojo que havia em cima do meu bidê que ficava ao lado da cama, abro o estojo e viro ele de cabeça para baixo logo um monte de remédios saem de dentro dele. Alguns eram pra dores de cabeça ou cólica menstrual mas procurei os que mais me interessavam logo achei meu laxante, diurético e um remedio pra emagrecer.
 
— Qual de vocês vou escolher hoje?
 
Comento pra mim mesma enquanto olhava a caixinha de cada um, como ia na academia hoje pego o remédio para emagrecer e engulo aquela pílula sem água mesmo. Coloco os remédios dentro do  estojo de volta e guardo o estojo na gaveta do bidê e vou pro banheiro escovar meus dentes.
 
Pov Louise
Estava na frente da academia esperando S/n, hoje ela ia ficar bastante tempo fazendo exercícios e vou acompanhar, ja que ela perdeu os de ontem, me preocupo bastante com minha amiga, tenho medo que ela acabe engordando assim como eu e sofre mais bullying do que já sofre eu sou como a cuidadora dela e meu objetivo é não deixar ela passar do peso ideal.
 
— Me atrasei?— S/n perguntou um pouco ofegante, provavelmente estava correndo.
 
— Não, eu que cheguei cedo demais.— respondi.
 
— Já tem um novo jejum?— me perguntou enquanto entrávamos na academia.
 
— Ainda não!— comentei, colocando minha bolsa num canto qualquer S/n fez o mesmo.
 
— Vamos começar pela esteira?— S/n sorriu tomando um gole de sua água.
 
— Pode ser.— Comentei.
 
Subimos na esteira, no início comecei apenas caminhar mas minutos depois eu já estava correndo, como S/n era novata nisso demorou um pouco pra correr na esteira, mas podia estar cansada também por ter corrido da casa dela até a academia. Depois de minutos parei de correr na esteira e fui até onde estava a mochila mas quando fui me agachar acabo sentindo uma tontura e minhas pernas do nada acabam ficando fracas quando ia cair no chão alguém me agarra pela cintura.
 
Olho para a pessoa que me ajudou e tenho uma surpresa, Jeon Jungkook meu ex namorado estava segurando minha cintura para que eu não caísse, mas por que?
A gente terminou faz um ano, ele rompeu nosso namoro porque ele disse que eu estava doente, ele até tentou voltar comigo, mas não quis voltar pelo simples fato dele não me apoiar.
 
— Amiga, você está bem?— desperto dos meus pensamentos depois de ouvir a voz de S/n, percebo que Jungkook ainda está me segurando.
 
— Estou sim.— respondi me soltando de Jungkook, ela me olhou por alguns segundos mas depois olhou surpresa pra outra coisa.
 
— Park Jimin, você está me seguindo por acaso?— como estava de frente pra S/n me virei e percebi que Jimin e Taehyung também estavam ali.
 
— Virou stalker Jimin?— Taehyung debochou.
 
— Cala a boca Taehyung!— Jimin falou num tom irritado— E respondendo sua pergunta S/n, eu não estou te seguindo o Jungkook pediu que eu viesse com ele na academia.
 
Jimin passou por nós aborrecido, Taehyung e Jungkook seguiram o amigo, por alguns segundos pude jurar que houve uma troca de olhar entre eu e meu ex, mas só por alguns segundos mesmos.
 
— Que história é essa do Jimin te seguir?— perguntei depois de ter saído do transe.
 
— Tenho bastante coisa pra te contar.— S/n falou enquanto íamos pro aparelho elíptico.
 
— Vou adorar ouvir.— comentei enquanto começava a pedalar.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.
BJKS.
💋😘💋😘💋😘.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...