História Do Not Forget Us |A.C| - Capítulo 23


Escrita por: ~

Visualizações 67
Palavras 1.128
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei yei yei

Capítulo 23 - TWENTY-THREE


Fanfic / Fanfiction Do Not Forget Us |A.C| - Capítulo 23 - TWENTY-THREE

            EMMA GRIER

- Dá pra vocês calarem a boca? Eu estou tentando dormir... - digo parando nas escadas.

Eles ignoram minha presença e eu volto para o quarto revirando os olhos.

Entro em meu quarto fecho a porta e me deito tentando voltar a dormir.

Nash e Hayes chamaram os meninos para vir aqui pra casa depois da aula e agora eles não calam a boca. 

《······♡·····》

Depois de dormir por muito tempo me levanto vou até o banheiro e desço.

A casa tava toda quieta então verifico e vejo que não tinha ninguém. 

Meu celular toca no andar de cima e eu corro pra atender. Olho na tela e o nome Cameron surge.

Ligação:

- Fala camarão

- Hey Gata - ele faz uma voz engraçada me arrancando uma risada.

- O que tu quer?

- Eu esqueci meu celular em cima do sofá será que tem como você trazer aqui no Pop's pra mim? 

- E o que eu ganho com isso?

- Eu te levo pro México! 

- Ah claro nos nossos sonhos só se for

- Vai vim trazer?

- vou, só vou comer rapidinho e já já chego ai. 

- Beleza vou ta te esperando.

Finalizamos a ligação. 

Desci as escadas e fui para a cozinha. 

Peguei um pedaço de bolo que tava em cima do balcão, um pouco de coca cola e depois de comer subo troco de roupa e vou. 

Vejo na garagem e Nash não havia levado o carro.

Entrei no carro dando partida no mesmo e indo.

Coloquei uma música no carro e comecei a cantarolar a mesma.

- Oh oh oh oh I really don't care.

O semáforo fecha de um lado e abre no outro.

Passo pelo que ta aberto entre o fechado mas um carro desgovernado vem em minha direção e só deu tempo de piscar o olho.

Senti um grande impacto. Os dois carros se chocaram e capotaram.

Tentei ao máximo não fechar os olhos mas foi uma tentativa falha. 

A última coisa que vi foi um homem correndo em minha direção. 

Minha visão ficou turva e eu apaguei.


        CAMERON DALLAS

Depois de finalizar a ligação senti um arrepio.

- Eu to sentindo algo ruim - Nash diz 

- Eu também - digo e Hayes concorda.

- Aconteceu algo com a Emma ou vai acontecer - Nash diz se levantando quase alterado.

- Calma Nash vai ver é só um mal estar seu - Carter diz.

- Essa parada de ter irmão gêmeo é sinistra - Taylor

- Ainda mais ser tão interligados como a Emna e o Nash - Matt

Continuamos conversando quando meu celular toca.

Era o número de Emma. Atendo.

Ligação:

- Hey já ta chegando?

- Alô? Aqui é o Marcos

- que Marcos? O que você ta fazendo com o número da minha amiga?

- Olha não consigo explicar muito bem mas vou tentar - ele parecia desesperado. - Estava passando por uma encruzilhada quando vi o carro de sua amiga bater em outro e em seguida capotar. Olhei no celular dela que estava desbloqueado e o primeiro número que achei no histórico de ligação dela foi o seu. 

- Perai... Emma sofreu um acidente? - todos me olham - Me fala onde ela ta

- Eu a trouxe para o hospital aqui perto endereço xxxxxxx (inventem um endereço).

- Okay Marcos obrigado por avisar já estou indo - digo e desligo 

- Emma sofreu um acidente? - Nash diz com os olhos demasiadamente cheios de lágrimas.

- No caminho eu explico agora vamos! - digo.

Nos dividimos em dois quartetos para irem em carros separados e partimos para o hospital. 

Chegando lá eu e Nash corremos para a recepção. 

- Moça por favor eu preciso saber sobre Emma Lauren Grier, ela sofreu um acidente de carro agora pouco - Nash diz desesperado

- Um minuto... - ela olha em um papel e volta a atenção a nós. - A ficha dela ainda não foi preenchida por favor depois de preencherem vocês podem ir ao andar 5 sala 19. 

Nash preencheu a ficha e todos subimos para o quinto andar.

Detalhe: Aaron estava na casa da tia avó dele.

- Parentes de Emma Grier? - o médico pergunta e levantamos afirmando.

- Sou irmão dela - Nash

- Emma se encontra em uma situação não de alto risco, o impacto dos carros foi muito grande o que acabou a fazendo bater a cabeça contra o vidro do carro e na hora do capotamento ela atingiu a região da perna no banco. 

- E como ela ta agora? - Pergunto.

- Ela ainda está inconsciente mas o quadro dela está melhorando aos poucos. 

- Ela pode receber visitas? - Shawn.

- Sim, mas um de cada vez por favor - ele diz.

Deixamos Nash e Hayes irem primeiro pois são irmãos dela. 

Depois chegou minha vez. 

Entrei no quarto e só se ouvia o barulho dos aparelhos.

- Desculpa.... a culpa foi minha... eu não devia ter te mandado vir trazer a droga do meu celular! Eu devia ter ido buscar. Me desculpa, Pelo amor de Deua não nos deixe preciso de você para ficar bêbado nas festas e aprontar com todos - sorrio pegando na mão dela. 

Acaba o horário de visita e alguns vão para casa e outros ficam.

- Cam eu não quero perder minha amiga - minha irmã diz me abraçando. 

- Calma Vicky ninguém vai perder ninguém aqui - digo retribuindo o abraço. 


         AARON CARPENTER

Estava assistindo com minha tia.

O filme é interrompido por um jornal. Reviro os olhos por ter interrompido na melhor parte.

Olho no título destacado e estava escrito acidente grave de estudante.

Dou de ombros e me levanto para pegar o controle e mudar de canal.

- A estudante Emma Lauren Grier se encontra em uma situação delicada... 

Quando eu ouvi isso meu coração errou uma batida.

Pegueu meu telefone e liguei para Nash.

Ele atendeu e me mandou ficar aqui pois podia ser perigoso dirigir a essa hora.

Eu não iria ficar em casa sabendo que minha namorada estava em estado grave em um hospital.

Avisei minha tia que iria ter que sair. Peguei meu carro que ganhei a pouco tempo e sai cantando pneu.

****

- Cadê ela? Nash cadê ela? - digo

- Calma Aaron i horário de visitas acabou mas eu consegui convencer o doutor e ele liberou para que você vá vê-la - ele diz tentando me acalmar. 

Uma enfermeira me guia até uma sala e entro na mesma vendo minha garota deitada em uma cama.

- Meu amor... - seguro na mão dela. - Acorda logo, quero ver seu sorrisão que sempre dá, eu te amo... Por favor não me deixa eu preciso re você, nós precisamos de você. 

- sinto muito mas acabou o horário de visitas - a enfermeira diz.

Afirmo e dou um beijo na testa de Emma saindo logo em seguida.

Fico com algumas pessoas lá na sala de espera. 

Olho em meu celular e vejo um vídeo dela que eu gravei sábado a noite. (Na mídia).

Alguns acabam dormindo enquanto outros nem conseguem piscar direito. 



Notas Finais


Não me matem rs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...