História Do not hit me please (Chanbaek) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Lu Han, Personagens Originais, Suho
Tags Abo, Alfa, Baekhyun, Beta, Chanbaek, Chanyeol, Ômega
Visualizações 31
Palavras 1.454
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, LGBT, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Bom, é minha primeira fanfic de algum shippe, então tenham uma boa Leitura, desculpa pelas palavras erradas.

Capítulo 1 - Capitulo I - Por favor...



- Por favor...p-para...isso doi - Baekhyun dizia com seus olhos marejados, sentindo seu corpo fraco se chocar contra a cama.

- Você devia ter pensado duas vezes antes de sair dessa casa - o namorado diz se despindo e depositando um tapa em Baekhyun.

- e..eu só fui ver minha mãe...Por favor não faz isso de novo, eu tô implorando, não quero isso..- o ômega de cabelo castanho escuro dizia se afogando nas próprias lágrimas.

- VOCÊ É MEU BAEKHYUN, MEU NAMORADO, NÃO QUERO QUE SAIA DESSA CASA, NUNCA, ENTENDEU? -disse dando um tapa mais forte do ômega, e o pequeno já se encontrava com o rostinho roxo por conta dos tapas - E SE VOCÊ CONTAR A ALGUÉM, VOCÊ MORRE BYUN BAEKHYUN, AINDA EU IREI TE MATAR, DA FORMA MAIS DOLOROSA - a presença do alfa já se fazia presente, e Baekhyun estava encolhido, chorando em desespero, e assim vê o seu namorado parar de tirar suas roupas - Quer saber? Não vou fazer isso com Você, vou atrás de um ômega melhor, e você não ouse sair dessa casa, ou já sabe oque irá acontecer.

-ta..tabom - Baekhyun disse trêmulo fechando seus olhos, ao sentir mais um tapa ser depositado em seu corpo, mas dessa vez em seu membro, fazendo Baekhyun solta um gemido alto de dor.

O alfa, namorado de Baek, saiu mais uma vez da casa, a procura de um ômega ou beta que fosse menos "insuportável" que O pequeno ômega.

Baekhyun, pegou seu material e andou até a sala de jantar, ainda com suas pernas trêmulas, se sentou em uma das cadeiras, começando a fazer seu dever, pois teria aula na manhã seguinte.

O pequeno tinha muito dever, pois ficou um tempo sem ir ao colégio, por seu "namorado" não o permitia. Depois de uma hora a porta da pequena casinha marrom foi aberta, adentrando o alfa aos amassos com uma ômega, de corpo bonito, com belas curvas e um rostinho lindo.

Uma lágrima solitária escorreu pelo rostinho pálido de Baekhyun, ao ver o namorado beijando outro, ignorando sua presença, e indo para o quarto que pertencia ao dois, pelo visto o pequeno ômega de cabelo castanho escuro iria ter que dormir no sofá.

Terminou de fazer seus deveres do colégio, e arrumou seu material, já não suportando os gemidos escandalosos que aquele ômega qualquer dava, Baekhyun arruma suas coisas e deixa de comer mais uma vez, se deitou no sofá gelado, sem nada para poder ser cobrir, e assim adormeceu, mas uma vez chorando, lembrando dos tapas, e de ser traído mais uma vez em sua frente, e por ser tão fraco para não se defender.

[...]

Baekhyun acordou tremendo sentindo uma dor em suas costas, andou até o pequeno banheiro, logo tomou um banho, e fez suas higienes, como toda manhã, esboçou seus dentes e arrumou seu cabelo, colocou seu uniforme de manga comprida, tentando esconder os hematomas em seu corpo. Passou uma maquiagem tentando esconder os roxos de seu rosto mais pálido que na noite passada.

Pegou sua bolsa preta e foi até a porta de "seu" quarto a abrindo chamando a atenção do alfa, deitado abraçando o ômega ao seu lado, Baekhyun conteu o choro e avisou que iria pra escola meio cabisbaixo.

- assim que acabar a aula, venha pra cá, não vou estar, mas não quero você de putaria com outro alfa - disse fuzilando o ômega de fios castanho escuro, fazendo Baekhyun encolhir em seco.

-s..se eu tiver trabalho, po..posso ficar na biblioteca fazendo? Po..Por favor, aí não atrapalho você e esse ômega...

-tabom Baekhyun, pode, mas se eu ficar sabendo de algo, não terei dó de você hoje, te quero em casa 18:00 intacto, ENTENDEU? - a última palavra o alfa gritou fazendo sua presença ser sentida, acordando o ômega que está dormindo, Byun concordou com a cabeça logo saindo do quarto fechando a porta, logo voltando a ouvir os gemidos.

Pegou seu casaco preto do colégio e saiu da casa da casa pequena de madeira, andando em direção ao seu destino, deixando suas lágrimas escorrerem por seu rosto, fazendo com sua maquiagem ser retirada aos poucos, deixando seus hematomas a mostra, mas o pequeno nem percebeu.

[...]

Depois de uns 15 minutos, Baekhyu chegou a escola, sentiu alguns olhares em sua direção, e se sentia desconfortável, por não sabia o motivo dos olhares.

Foi para a sala, e o primeiro tempo era filosofia, era a matéria favorita de Baekhyun, quando estava nessa aula, esquecia um pouco de seu namorado, das traições e das vezes que apanhava por suas atitudes tola.

Se sentou em uma das primeiras cadeiras, pois tinha dificuldades para enxergar, pois seu óculos foi quebrado, em uma das agressões de seu namorado, e ele não queria ir compra outro para o pequeno ômega, achava arriscado demais.

O professor entrou na sala, era o professor favorito de Baekhyun, o seu nome era Park Chanyeol, um garoto alto de fios vermelhos, com suas orelhas grandes mas adorável. Chanyeol tinha uma aparência jovem para sua profissão, mas era um ótimo professor.

- Bom dia, alunos, estão bem? - chanyeol pergunta com um belo sorriso em seu rosto - Baekhyun ficou calado, enquanto os outros alunos respondiam como um coral "sim professor", Baek senfoi uma lágrima escorrer em seu rosto, mas logo o secou para não chamar atenção.

O olhar de Park se encontrou com o de Baekhyun, o pequeno ficou confuso ao ver a cara de espanto do professor.

- Baekhyun, pode me encontrar na minha sala depois da aula? - disse ao se aproximar do menor, assustado olhando para o rosto do ômega.

-tu..tudo bem Professor Park.. - Disse abaixando o olhar, um pouco envergonhado, e segurando o choro.

Chanyeol se afastou e começou a dar sua aula, mas essa aula foi diferente, não foi animada, o rosto de chanyeol estava com uma expressão preocupada, e isso estava assustando Baekhyun.


A aula acabou, e Park pediu para Baekhyun segui-lo e assim fez.

Ao chegar na sala do alfa, o ômega entrou meio acanhado, parando na frente da cadeira que fica de frente a umauma enorme mesa de vidro muito linda, Chanyeol se sentou em sua cadeira e pediu para que Baekhyun se sentasse também.

- Baekhyun, esta acontecendo algo na sua casa, alguém anda te batendo? - chanyeol diz em um tom de voz calmo, mas ao mesmo tempo preocupado.

Baekhyun não respondeu, abaixando a cabeça, tentando segurar suas lágrimas que insistiam quem cair.

Chanyeol se levantou e andou até Baekhyun, parando em sua frente, segurou em seu queixo fazendo o garoto mais novo o olhar.

-Baek... -o mais velho o chamou por um apelido carinhoso, mesmo sem tanta intimidade- por favor..me fala, tem alguém te batendo? Seu rosto está todo roxo..

-na..nao Professor...nao há ninguém me batendo..e..eu caí da escada - disse desviando o olhar para a parede com uma estante com algumas fotos do Chanyeol e sua família. Oque faz Baekhyun começar a chorar, ao lembrar da sua família, e saber que não poderia nunca mais ir vê-los.

- não mente pra mim..me conta a verdade posso te ajudar. - Chanyeol diz preocupado.

- Não Professor Park, não pode me ajudar, ele vai te matar também...- Baekhyun disse olhando para Chanyeol voltando a chorar.

-matar? Como assim Baekhyun? Te ameaçaram de morte? - disse um pouco alterado, assustando Baekhyun, que logo se levantou tentando ir até a porta.

- tenho que ir pra aula professor...se eu tirar notas ruins, meu "namorado" - Diz fazendo aspas com os dedos - vai ficar bravo, e vai...tenho que ir

- Que? - Chanyeol se levantou rapidamente, segurando a porta, não o deixando sair - oque seu namorado vai fazer?

- Professor...por favor, não me faça te falar, não dá...nao quero.

- tabom..nao vou te forçar a dizer, mas você está pálido demais, e com muitos hematomas, acho melhor ficar deitado no sofá que está ali, vou lhe trazer algo pra comer.

- M-mas Chanyeol...

Chanyeol o silencia com um beijo em sua testa, e o puxo para o sofá, logo deitando o pequeno Baek no sofá.

- não saia daqui, Sr. Byun - disse o de fios vermelhos, logo se retirando da sala, indo pegar algo para Baekhyun comer.

Baekhyun aproveitou o momento e saiu correndo da sala, se seu namorado ficasse sabendo disso, seria muito perigoso, ele iria machucar alguém que Baek ama, ou machucar o seu professor preferido de filosofia.

Correu tropessando nos próprios pra até o banheiro, chegando no mesmo, olhando para o espelho, tentando recuperar o ar, oque estava sendo difícil, sentiu tudo ficar embasado, logo o garoto sentiu suas pernas ficarem fracas, e caiu no chão fechando seus olhos, acabando por desmaiar no chão gelado.


Continua? 


Notas Finais


Desculpem os erros
Espero que tenham gostado,
Até o próximo.

~XOXO da titia ByunPark


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...