1. Spirit Fanfics >
  2. Do not leave me (jikook) >
  3. Pessoas do mal

História Do not leave me (jikook) - Capítulo 14


Escrita por:


Notas do Autor


Oi meninas tudo bem? Olha eu espero que sim e tomem cuidado com essa doença que tá percorrendo pelo mundo. Se previnam e se cuidem viu..

Capítulo 14 - Pessoas do mal


Fanfic / Fanfiction Do not leave me (jikook) - Capítulo 14 - Pessoas do mal

Jungkook o.p.v


Depois que meu pai foi embora parece que aqui em casa ficou mais calmo e o clima não tá pesado quando ele estava por perto, meu relacionamento com o Jimin está dando certo só que eu ainda não sei quando que vou assumir isso pra todo mundo. Eu quero que todos saibam que eu estou namorando o menino mais bonito do mundo.

Minha mãe vai querer pegar a parte dela da empresa pq ela tem a maior parte, então se ela quiser comprar a parte do meu pai ela pode ou seja meu pai vai sair da empresa. Eu não quero que meu pai se ferre mais ele merece um pouco não vou mentir, depois de tudo que ele fez é o mínimo.

Minha mãe até gosta do Jimin mais ela inda não sabe que ele é meu namorado, ela acha que eu namoro uma garota da escola mais eu não porque sendo que nem com meninas da escola eu ando, o pai do Jimin tbm gosta um pouco de mim mas eu acho que ele não sabe que eu tou namorando o filho dele, e isso vai ser um pouco complicado me assumir agora pois a sociedade de hoje está muito machista e muito preconceituosa, eu tenho medo de alguém querer bater no Jimin quando a gente for andar pela rua de mãos dadas.  

Meu maior medo é de um grupo de pessoas que cassam homossexual e matam, ninguém sabe quem são ou de onde vem, a única coisa que sabemos é que eles querem matar os homossexuais. Eu tenho medo que esse grupo saibam que eu e o Jimin estamos juntos e queiram fazer algo com a gente.

O Jin e o Namjoon só se pegam dentro de casa mais eles tem muito medo desse grupo achar eles, o nome desse grupo de filhos de uma mãe é " Antsexual"  pesar deles serem poucos mais eles tem muitas pessoas que os apóiam, até meu pai apioa esses babacas.

Meu pai sempre chegava e falava que esses caras iam salvar a humanidade  de pessoas que estavam fazendo com que o nosso planeta um lugar de gente "não puros", eu sentia tanto ódio dele quando ele falava isso. 

Minha mãe já era contra do jeito que meu pai pensava dos homossexuais, ela brigava com ele por causa disso, tinha vezes que iam uns caras que apoiavam esses caras lá pra casa, eles ficavam cochichando algo entre eles no escritório do meu pai que havia dentro de casa, ele não deixava ninguém entrar naquele escritório e nem passar por perto.

Uma vez eu passei por lá e acabei escutando oq eles tavam falando, aí meu pai aparece na porta e me vê, e depois que os caras foram embora ele brigou muito comigo, e depois disso eu não ia mais pra lá.

Os caras eram mó estranhos eles me olhavam com cara estranha toda a hora, quando eu era guri eu pensava que eles iam puxar meu pé quando eu fosse dormir, eu não dormia com as luzes apagadas com medo de que eles possam aparecer e querer fazer qualquer coisa contra mim.

Mais eu não vou deixar que nada e nem ninguém mecha com o meu Jimin, no meu Jimin ninguém toca!! Se esses bando de filho da puta querer mexer com meu neném o bagulho não vai prestar.


(......)


Hoje ainda tem aula uma coisa que não suporto é escola, eu só vou mais é por causa do Jimin porque eu gosto de ficar perto dele e cuidar dele e tenho que proteger ele, e ainda mais agora que Jake tá com frescura pra cima do Jimin.

Eu já não gostava do Jake antes imagina agora que ele fica abraçando Jimin ohhhh ódio. Eu me seguro pra não bater nele mais o Jimin não gosta de agressão.

(...)

Depois que terminei de me arrumar eu fui tomar meu café, minha mãe estava trabalhando então eu estava só em casa então eu vou logo pedir pro Jimin dormir hoje aqui. Faz tempo que ele não vem pra cá então hoje eu vou fazer com que a nossa noite seja inesquecível.

Depois que terminei de tomar meu café eu subi pro meu quarto e fui pro banheiro escovar meus dentes, depois eu desci e fui pra garagem pegar meu carro, entro no mesmo e assim saí de casa.

Eu já estava chegando perto da escola quando eu vejo o Jake abraçando o Jimin, nessa hora me deu uma vontade enorme de atropelar aquele nojento. Então eu estacionei meu carro e fui a onde eles, quando eu chego lá ei logo separo eles e dou um abraço no Jimin e assim dando um beijo no mesmo.

- oi meu amor - digo dando um beijo em seu pescoço.

- para Jungkook- o mesmo me empurra sorrindo.

- oi Jungkook.- Jake fala sério.

- oi.- falo colocando meu braço nos ombros do Jimin.

O Jake ficou com a cara fechada até chegarmos na sala, eu fui falar com os meninos antes de me sentar mais eu vacilei pq o Jake sentou do lado do Jimin, quando ele me olhou o mesmo fez uma cara sorrindo pra mim, ohh vontade de socar ele. Respirei fundo e me sentei em outro lugar, quando o professor estava dando a aula eu via o Jake e o Jimin rindo sem parar, eu queria saber oq eles tavam conversando meu ódio estava subindo muito, ainda mais quando o Jake colocou o braço no ombro do Jimin.

O Jimin logo tirou o braço do Jake de seu ombro e logo e se afastou do mesmo, eu me senti um pouco aliviado com essa atitude dele.


(........)


Quando o horário do intervalo bateu todos saíram e foram para o refeitório, eu e o Jimin saímos da sala e formos para o banheiro, entramos no mesmo e nos traçamos dentro do banheiro e lá ficamos, eu beijava o Jimin como se não tivesse o amanhã, eu sentei no vaso e o Jimin sentou no meu colo, eu então passei a minha mão nos seus cabelos e o mesmo se levantou e logo se abaixou , abriu o zíper da minha calça e tirou o meu cinto, eu logo abaixei minha calça ficando apenas de coeca.

Jimin logo tira meu membro da coeca e abocanha o mesmo, e vazia aqueles movimento de vai e vem, era tão gostoso aquela sensação, ah aquela boca quante no meu membro era tão exitante.

Eu pegava em seus cabelos fazendo carinho e ajudando ele a fazer aqueles movimentos, Jimin então para e começa a olhar para a cabeça do meu membro que já estava pulsando, ele então começa a lamber apenas a cabeça.

- ah... Não isso não Jimin.- digo soltando alguns gemidos.

O mesmo começa a rir e assim abocanhou meu membro de um jeito que só ele sabe fazer e assim eu logo gozei em sua boca, o mesmo engoliu tudinho e depois passou a língua pelos lábios.

- haaaaah- soltei um gemido.

-hummm. Que gostoso.- ele fala passando os dedos no gozo e assim botando o dedo na boca .

- tem mais pra mais tarde.

- vou esperar então.

- tá .

Ele se levanta e senta de novo no meu colo e me beija, eu tento tirar sua calça mais o horário bateu então a gente logo se separou e eu me vestir, então tinha uns alunos no banheiro e eu e o Jimin esperamos os alunos saírem para que a gente pudesse sair dali.

Quando já não havia mais alunos saímos do banheiro e formos pra sala, o professor já estava na sala e todos nós olhavam com uma cara desconfiados, então eu e o Jimin entramos logo na sala e nós sentamos e fingimos demência.



Notas Finais


Meninas tem um grupo pra essa fic, o link tá no cap anterior.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...