1. Spirit Fanfics >
  2. Do not trust-Jay Park - 2.0 >
  3. Twenty-seven

História Do not trust-Jay Park - 2.0 - Capítulo 27


Escrita por:


Notas do Autor


VOLTEI GUYS 💕🍕💕🍕💕

APROVEITEM ESSE CAPÍTULO E COMENTEM O QUE ACHARAM 💜

Capítulo 27 - Twenty-seven


Fanfic / Fanfiction Do not trust-Jay Park - 2.0 - Capítulo 27 - Twenty-seven

NO MESMO DIA 

Park Soo e Park Hyun, esses foram os nomes que pensamos de última hora pros nossos bebês,por não saber os sexos eu não tinha nenhuma idéia de nome,talvez eu seja uma péssima mãe por isso. Estava no quarto enfim me alimentando esperando meus filhos voltarem da consulta com o pediatra, eram muitos exames a se fazer para certificar de que eles são e estão 100% saudáveis. 

Jay precisou voltar pra cobertura pra ver as meninas, a babá era nova então estávamos com um pezinho atrás quanto a isso.

-Com licença! -minha médica abriu a porta empurrando dois carrinhos de maternidade com meus dois bebês -Olha quem chegou pra conhecer a mamãe! - abri um sorriso imenso e arregalando os olhos por eles serem tão pequeninos 

- Ah meus amores! -olhei boba vendo que meus filhos eram uma verdadeira obra de arte 

Minha médica me ajudou a pegar Hyun e Soo em meus braços, eles estavam com muita fome e eu com os seios lotados, tenso. Eles eram tão lindos, cara arrasamos! Os olhos puxados obviamente e com algumas características minhas, eu estava encantada.

Eles mamaram e logo voltaram a dormir, essa era a vida deles,perfeita. Estava conversando com minha médica quando bateram na porta, era Jay com as meninas, meu sorriso surgiu novamente pois apesar de algumas horas fora de casa eu estava com saudade delas. 

-Mamãe! -peguei Emmy em meu colo,ela me abraçou e enfim eu estava em paz 

-Meus irmãos nascem e eu não sou comunicada ? Sacanagem! -Emma brincou,me dando um abraço forte 

Jay estava segurando Hyun,ele não estava diferente de mim,seus olhos estavam brilhando enquanto olhava pro seu primeiro filho. Logo depois ele pegou Soo,a menina resmungou mas ao ouvir a voz do pai se acalmou,enquanto eles estavam na barriga Jay sempre conversava com eles e acho que isso funcionou. 

-Arrasamos muito amor ! -fizemos um toque com as mãos me fazendo rir  -Agora temos um batalhão de crianças pra cuidar .

-Temos! E vai ser tenso! -fiz uma careta e ele riu 

UMA SEMANA DEPOIS...

Enfim poderíamos voltar pra Seul,eu precisava ver minha mãe, meus amigos, precisava ter minha casa de volta. Jay disse que as provas eram totalmente incompatíveis com outras encontradas,o que significa que não só eu e Jay  tivemos naquele quarto naquela noite,provavelmente eles iriam desistir pois são muitos suspeitos. Chegamos em Seul já quase anoitecendo, os bebês dormiram a viagem inteira e eu me encontrava morta pois foi cansativa. 

Minha mãe surgiu no meu campo de visão pondo a mão na boca,ela não sabia que tinham nascido, tadinha, quase matei a coroa. Pus os dois bebês confortos no sofá dando um abraço forte na mais velha. 

-Rapariga, por que não me disse? -bateu em minha bunda,seus olhos marejaram 

-Surpresa! -ela abraçou as outras netas - Eu sabia que você não se aguentaria até ver eles. 

Conversamos por longas horas sobre o parto e minha mãe só chorava,cheguei a pensar que ela ficaria desidratada. Resolvi preparar o jantar quando fui abraçada por trás, eu sabia que meu noivo estava necessitado pois estava à um mês sem um cafuné sequer, coitado.

-Meu Deus do céu s/n,quando foi que você ficou tão sexy usando uma camisa desbotada? -beijou meu pescoço 

-Você sabe que eu fico sexy usando qualquer coisa meu bem! -deixei a panela de lado virando pro meu noivo que estava sem camisa com seus fios molhados 

- Isso é verdade! - ele mordeu o lábio pondo a mão por baixo da camisa que eu usava, nossas bocas estavam tão próximas e sem demora arranquei um beijo daquela boca gostosa -Ok,eu não vou aguentar! - ele suspirou se afastando de mim - Que tortura ! 

-Logo logo vamos resolver isso meu amor! -fui até ele que estava de braços cruzados me olhando, abracei seu pescoço lhe dando um selinho,arranhei sua nuca só de sacanagem, eu sabia que ele não resistia

- Ah s/n...-ele suspirou dengoso rente à minha boca -Acho melhor eu voltar pra quarto. 

Ri um pouco vendo ele me deixar sozinha no cômodo, ouvi o choro de Soo e rápido fui socorrer meu bebê, sim eu aprendi a diferenciar os choros. 

-Vem cá neném! -lhe peguei no colo - Passou, a mamãe está aqui! -balancei e logo ela se acalmou, Hyun dormia calmamente 

Ouvi a campainha tocar uma vez,ninguém abriu,então ela tocou outra vez e eu resolvi ir abrir. Ao abrir levei um puta de um susto engolindo seco pela pessoa que estava em minha frente, porra agora não! 

-Pai? 


Notas Finais


BEIJOS 💕🍕💕

ATÉ MAIS ....💜💜💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...