1. Spirit Fanfics >
  2. Do not trust-Jay Park - 2.0 >
  3. Twenty-nine

História Do not trust-Jay Park - 2.0 - Capítulo 29


Escrita por:


Notas do Autor


Hi guys 💜💜💜💜

Tô de volta!!!!

Aproveitem o capítulo e é isso 💜💜💜💜

Capítulo 29 - Twenty-nine


Fanfic / Fanfiction Do not trust-Jay Park - 2.0 - Capítulo 29 - Twenty-nine

DIA SEGUINTE 

S/N ON 

Passei a madrugada em claro pensando em tudo que aconteceu nesse quarto, eu falei muita merda por estar transtornada com as palavras do meu pai. Eu sempre confiei nele e ele sempre foi a minha pessoa favorita, quando ele pediu pra que eu acordasse e disse que Jay não me amava parece que eu passei por uma lavagem cerebral, eu apaguei todos os nossos momentos e joguei um monte de merda na cara dele,agora eu estou me sentindo a pessoa mais idiota do mundo. 

Meu pai vai tentar de qualquer forma ter a sua filha, sua esposa e seus netos,e vai fazer de tudo pra eliminar Jay das nossas vidas,mas eu não posso deixar isso acontecer, que caralho ele pensa que é? Ele não pode decidir o futuro das pessoas e o meu sem dúvidas vai ter Jay nele. 

-Cadê o Jay? -minha mãe apareceu na cozinha enrolada num lençol 

- Eu mandei ele ir embora ontem,a gente brigou depois que aquele cara que você escolheu pra ser meu pai apareceu. -bebi meu café 

- Seu pai teve aqui ? O que aquele filho da puta veio fazer aqui? - Ela sentou desesperada em minha frente 

-Teve,colocou um monte de merda na minha cabeça e eu acabei brigando com o Jay. -revirei os olhos e ela fez o mesmo 

-Garota você é burra ? Não tá vendo que seu pai quer o Jay bem longe de você? E você ainda briga com o garoto ? Ainda bem que eu estava bem concentrada no meu tinder e não vi essa palhaçada, caralho s/n! -minha mãe esbravejou 

-Mãe você sabe que o papai,independente de qualquer merda ele é meu pai...-tentei me justificar 

-Não invente desculpas s/n,você errou em não pensar antes de falar. 

- Eu duvidei que ele me amava, duvidei até mesmo se ele gostava dos filhos dele. - falei baixinho lembrando da cara dele quando eu falei isso 

-Puta que pariu s/n! O cara tem todos os pneus arreados por você, o jeito que ele olha pra você até me tira o fôlego, se isso não for amar eu quero que você me dê uma aula sobre amor agora. -Minha mãe bateu na mesa,ela tinha total razão de estar puta comigo. 

- Eu sei que eu errei mãe, mas não precisa me crussificar ! -passei a mão no rosto suspirando alto 

-Ele te pediu em casamento atoa ? Minha filha, nenhum homem hoje em dia está disposto a um casamento, O JAY ESTÁ PORRA! Agora vai lá cuidar dos seus filhos e quando esse homem aparecer trate de pedir desculpas e nunca mais fazer uma burrice dessas ! - ela mandou me fazendo rir um pouco 

UMA SEMANA DEPOIS 

Já fazia uma semana que eu não via Jay, não trocamos sequer uma mensagem e ele também não apareceu aqui. Isso me fez ficar ainda mais puta comigo mesma,depois que minha mãe me deu uns esporros eu real tomei consciência que eu fui uma cuzona do caralho, ele não estaria comigo se não me amasse de verdade,s/n fazendo merda né mores. 

Estava na sala vendo Emmy desenhar enquanto balançava os gêmeos, minha mãe me olhava da cozinha um tanto "maliciosa" ,franzi a cara quando a campainha tocou, ela deu um pulinho e correu pra abrir . Era Jay,meu coração acelerou e eu não acredito que ela ligou pra ele,minha mãe não presta. 

-Papai ! -Emmy correu até ele,o mesmo lhe pegou no colo fechando os olhos -Saudades papai ! 

- Eu também senti sua falta meu amor! - meu coração quase parou ao ouvir sua voz novamente 

O mesmo colocou Emmy no chão e vindo em minha direção senti minha boca secar,parecia que eu estava vendo ele pela primeira vez, de volta pro fundamental s/n! Ele se inclinou pra pegar Hyun mas antes seu olhar triste parou sobre mim,eu com toda certeza sou a pessoa mais fodida de todas. 

- Meu bebê! Sentiu saudade do papai ? -Jay balançou Hyun que consequentemente sorriu 

Ele ficou ali na sala com as crianças sem dar uma palavra comigo, eu não poderia esperar mais que isso. Depois que os gêmeos dormiram ele os levou pro quarto, minha mãe fez um sinal pra que eu fosse atrás, mesmo receosa eu fui. 

- Eu só vou pegar algumas roupas que eu esqueci aqui,eu já estou indo ! - ele falou quando eu fechei a porta do quarto 

- Eu preciso falar você! -sentei na cama vendo ele arrumar algumas coisas 

- Pode falar,é sobre as crianças? Se for sobre nós dois eu não quero ouvir. - ele sentou em minha frente cruzando os braços 

-É sobre nós dois sim ! -ele iria levantar mas eu lhe segurei -Cara eu só quero te pedir desculpas, eu errei muito com você e eu também não vou tentar me justificar, não tem desculpa pro que eu fiz e enfim, é só isso. 

-Está desculpada s/n,eu te perdoei assim que saí desse quarto, seu pai fez isso com você mas mesmo assim não diminui o que você falou pra mim. - ele falou sério me encarando 

- Eu sei, eu fui uma cuzona do caralho, eu sei ! Minha mãe fez questão de esfregar isso na minha cara , se você não quiser mais olhar na minha cara eu vou entender, não vai adiantar nada falar que eu amo você mas mesmo assim, eu te amo cara! -fiquei de pé na cama quando ele levantou 

Ele me puxou dali,agarrei minhas pernas em seu quadril encarando seu rosto, seus olhos estavam marejados, olha a merda que eu fiz, Jay é alguém sensível e eu mexi com ele, vai se foder s/n.

-Só não fala mais daquele jeito comigo s/n,dói só de lembrar! -Uma lágrima escorreu por seu rosto 

-Desculpa, desculpa! -lhe abracei forte acariciando seu cabelo 

- Agora você que lute pra me reconquistar baby! - ele riu me pondo no chão 


Notas Finais


Beijooooooooos, comentem muuuuuito 💕💕💕💕💕💕

AAAAAAAAAAA E OBRIGADA PELOS 300 FAV 💜💜💜💜💜💥💥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...