1. Spirit Fanfics >
  2. Do Outro Lado - (Catradora e Lumity)

História Do Outro Lado - (Catradora e Lumity)


Escrita por: BriasRibeiro e naluoliveira

Fanfic / Fanfiction Do Outro Lado - (Catradora e Lumity)
Sinopse:
Quando Luz Noceda, uma paraguaia de família pobre, recebe de sua prima Catra Noceda a oferta de viver com ela em São Paulo, no Brasil, e estudar numa escola privada bilíngue, ela não hesita em aceitar. Catra é o orgulho da família, aquela que conseguiu uma vaga na USP, um bom emprego, ótimo salário e apartamento perto da Avenida Paulista, aquela que não seguiu o caminho do seu pai presidiário e se tornou uma cidadã honesta e trabalhadora. Mas chegando lá, Luz aos poucos começa a notar algumas estranhezas em sua história...

[Lumity || Catradora]
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Visualizações 11.595
Favoritos 250
Comentários 274
Listas de Leitura 99
Palavras 152.174
Concluído Não
Categorias She-Ra
Personagens Catra, Princesa Adora (She-Ra)
Tags Bissexual, Catradora, Lésbica, Lgbt, Lgbtq, Lgbtqia?, Lumity, Realidade Brasileira, Realismo, Sapatão, Sapatona, Shera, She-ra, Spop, The Owl House, Universo Alternativo

NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama / Tragédia, Lésbica / Yuri, LGBTQIA+, Literatura Feminina, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1
Quando ela chegou
17
999
5.196
 
2
A intercambista
15
717
5.992
 
3
Um armário aberto
8
604
3.260
 
4
Praga
7
568
4.763
 
5
Sete anos
14
547
5.053
 
6
Cachoeira da Escada
10
513
5.722
 
7
Amor à primeira dedada
13
627
6.865
 
8
Duquesa de havaianas
16
500
4.599
 
9
Quando faltam opções no cardápio
10
545
9.558
 
10
A nova tocadora de siririca da Panic Velcro
12
557
5.267
 
11
Chupando um canavial de rola
6
470
7.156
 
12
O episódio do Rock Lee
15
413
4.856
 
13
A incrível estratégia de Amity pra vencer no paintball
12
451
5.379
 
14
Para proteger o mundo da devastação.
12
453
7.656
 
15
A brava guerreira Dona Lúcia
6
367
2.828
 
16
Sob a sombra de Soraia
10
396
8.748
 
17
Faíscas de Clementina
9
345
8.758
 
18
Drama de família gay
7
320
8.623
 
19
A incrível estratégia de Emira pra dar em outro estado
6
341
4.146
 
20
Áudios jamais ouvidos
6
303
5.276
 
21
Palmeiras sem mundial
5
252
4.449
 
22
Verdade ou consequência
10
252
4.427
 
23
A mulher da minha vida
11
227
6.056
 
24
A coragem foi reunida, só falta a inteligência
11
214
3.589
 
25
Gatinhos fofinhos e Super Cass ao resgate
9
220
3.129
 
26
Late que eu tô passando
9
224
4.646
 
27
Levando a cachorrinha pra passear
8
170
6.177

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por TimidTlk
Capítulo 17 - Faíscas de Clementina
Usuário: TimidTlk
Usuário
Bem, eu nunca comentei em uma fanfic diferente de minhas antigas tags então esse vai ser meu primeiro comentário em Catradora/Lumity (mesmo que já faça um tempo que eu tô gostando desses ships :D)

Bem, gostaria de começar aqui falando de uma coisa que eu admiro muito na sua escrita, você consegue ser muito vulgar e ainda assim não deixar exageradamente inexperiente a leitura. Geralmente quando eu vejo fics vulgares eu só penso "Nossa, que bosta" porque a maioria das fics dessa forma usam palavrões, sexo, gírias de maneira random, mas aqui tu dá um motivo para isso acontecer, há um contexto sobre as personagens agirem dessa forma, com essas palavras e tal. A Adora por exemplo, tem um motivo para as Panic Velcro serem uma U.D.R. um tanto quanto diferenciada, não é como se um personagem agisse daquele jeito porque o autor acha isso "cool/edge", com a Catra tem haver com sua criação, com a Adora tem haver com querer se rebelar, com a Frosta tem haver com a personalidade dela, etc.

Agora sobre o cap, eu já fui diversas vezes pra Foz do Iguaçu, amo Foz do Iguaçu, mas que é uma cidade meio "méh" não posso negar kkk (eu já fui xingado diversas vezes por pessoas que eu nem conheço). A única parte mais marcante das viagens era ir para o Paraguai, ou para a Argentina que é um trajeto bem demorado e ruinzinho de se fazer. Agora (além de Foz do Iguaçu) tem uns detalhes que eu amei, sem dúvidas, além de Catradora, ainda tem Clemína (sla como poderia surgir esse ship kkk) para disputar. A Catra teve uma infância difícil e, falando a real, eu iria preferir ver o dia-d aos dias atuais primeiro, é legal vermos uma Sombria tendo surtos cada vez mais enlouquecedores, ela já ficaria brava se Catra estivesse saindo com caras, com garotas a homofobia e a filha da putisse iriam estralar na voz e corpo da nossa querida manipuladora :)

O que faz os abusos psicológicos da Sombria sobre Catra é ela ser mãe mesmo, porque quando algum estranho de xinga, é mandar ele chupar um canavial de rola e acabou, não vai pro pessoal, mas agora quando é mãe, tio, vó, irmão, algum parente, vai pro pessoal, atinge um negócio que todos nós temos lá no fundo chamado ego, e até chegar lá atinge o coração também. É triste, se Catra tivesse um violão ou guitarra, não duvido que ela faria o mesmo que Adora kkk

E como eu sempre fazia quando terminava um comentário, continua a história plz :3