1. Spirit Fanfics >
  2. Do outro lado do mundo >
  3. Capítulo 3 🥤

História Do outro lado do mundo - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Capítulo 3 🥤


Semanas se passaram , Bryan tinha parado de falar comigo e nem explicou a mim o que tinha acontecido naquela noite e nunca mais tinha visto Sam então segui a minha vida normalmente. Até que um belo dia eu acordei e fiz minhas coisas de sempre , tomei banho , comi algo e fui para a universidade, mas ao chegar lá não sabia que o inesperado iria acontecer .Quando cheguei Bryan já estava com o seu grupinho , passei por eles igual aos dias anteriores e sempre tinha a sensação que ele me olhava mas nunca virei para trás para ver se realmente Bryan me olhava . Já estava bem distante deles quando estava chegando na escadaria para entrar e de repente sinto alguém me puxar , ainda bem que eu andava devagar porque se estivesse andando rápido eu cairia ou algo vergonhoso poderia acontecer . Me virei para ver quem era e minha surpresa foi ver que Bryan que havia me puxado , estava encarando seus olhos esperando ele falar alguma coisa.


   - Olha eu tentei mas ..... eu não consigo ficar longe de você - ele disse calmamente . 


 - Você nem me conhece direito para dizer isso . Você está bem ? Está sob efeito de álcool ? - estava surpresa com sua frase.


   - Eu sei que você me pediu para ficar longe , mas não consigo . Me desculpe por aquela noite , fiquei super irritado. - suas mãos estavam segurando as minhas .


    - Por que ? 


   - Porque Aurora , era eu quem deveria estar com você naquela noite .


 Estava tudo bem até agora , mas só foi ele falar essa frase que eu já comecei a ir para o eu estado de nervosismo . 


    - Imagino . - revirei os olhos - Cara você é tão inconveniente . Você finge que não está namorando uma garota , fica dando em cima de mim e por cima fica bêbado .


   - Eu precisava me distrair e Rainbow não é minha namorada , ela só é uma colega para mim nada mais que isso . 

   

    - Ahh claro , você tem toda a razão.Deixa eu ir para minha aula porque  tenho mais coisa para fazer do que ficar aqui conversando com você  . - disse irritada andando para trás para sair dali e não estava nem um pouco afim de ir para aula . 


   - Aurora , deixa eu te acompanhar .- ele estava triste e eu não estava dando a mínima .


   - Acho melhor você ficar com seus amigos - sai andando e novamente Bryan me puxa pelo braço ,mas desta vez ao me puxar agarrou minha cintura . 


   - Não vou a lugar algum sem você ao meu lado . - Bryan disse olhando minha boca , nossos rostos estavam a centímetro de distância . 


 Eu queria matá-lo mas eu teria que me segurar. 


   - Pode ter certeza que eu não vou acreditar mais nesse seu papinho . - disse a ele tentando me soltar de seu agarre , mas o filho da mãe tão forte que acabei desistindo  . 


   - Aurora..... 


   - Olha eu não vou para aula está ok ?! - disse logo de uma vez porque sabia que ficaria insistindo.


   - Por que não ? - suas mãos permaneciam em minha cintura . 


   - Hoje não estou com cabeça para isso . - já estava cansada de como já havia começado meu dia . 


   - Se você não for na aula eu também não vou ! - se afastou só um pouco de meu rosto .


   - Olha você não pode fazer tudo que eu fizer .- queria ir embora logo 

 

   - Claro que posso  . - disse olhando em meus olhos , seus olhos tinham um brilho único e era tão perfeitos que dava raiva .


   - O que eu faço com você Bryan ?! - esse menino gostava de me tirar do sério.


   - Apenas me ame ! - se afastou ainda mais de meu rosto e se aproximou de mie ouvido e cochichou .

 

  - Aí meu Deus , Bryan ! - disse a ele quando meu celular apitou , era Amélia que estava perguntando onde estava . - Agora eu preciso ir , tchau ! - disse a ele . 


 - Nada de “ tchau” mocinha , vou com você . 

 

Revirei meus olhos no mesmo instante e fiquei em silêncio .


 - Vamos lá ! Para onde a senhorita vai ?  

 

  - Nem eu sei ..... - respondi a ele , estava meio perdida . 

  

  - Então vou te levar a uma lanchonete muito boa e depois ....  - provavelmente estava pensando onde poderíamos ir . 


  - Depois eu vou para casa, senhor . - não estava animada para ficar dando  rolezinho na cidade  .


   - Se você estiver fazendo isso para se livrar de mim , saiba que não vai conseguir . - fomos em direção a saída e parou de segurar minha mão.


  - Não estou querendo me livrar , só quero ir para casa descansar. 


   - Então eu fico lá com você até perceber que já descansou o suficiente . Hoje eu não vou sair do seu lado . - disse ele se aproximando para colocar seu braço em cima de meu ombro . 


   - Percebi ! - disse feliz porque talvez estivesse gostando dele não querer sair do meu lado hoje. 


   - Vamos atravessar a rua . -  disse e no mesmo instante seu celular apitou , paramos de andar e Bryan pegou o celular sem tirar seu braço de cima de meus ombro. Ao ver a mensagem fez uma cara como se estivesse com raiva . 


  - Está tudo bem ?


  - Rainbow que está me enchendo o saco perguntando se eu não vou para aula . - percebi que estava começando a se irritar. 


  - Com licença , mas eu preciso pegar isso aqui . - meio que me joguei em cima dele para pegar o celular que estava em sua outra mão . Quando consegui pegar o celular desliguei e o coloquei em meu bolso traseiro.


  - Fique a vontade . - Bryan disse com um sorriso malicioso no rosto . - Entrei na sua vida na hora certa . - que frase era essa meu Deus ?!

 

  - Por que ? - perguntei curiosa.


  - Nem eu sei .. - respondi a ele , estava meio perdida . 

  

  - Então vou te levar a uma lanchonete muito boa e depois ....  - provavelmente estava pensando onde poderíamos ir . 


  - Depois eu vou para casa, senhor . - não estava animada para ficar dando  rolezinho 

  

  - Se você estiver fazendo isso para se livrar de mim , saiba que não vai conseguir . - fomos em direção a saída e parou de segurar minha mão.


  - Não estou querendo me livrar , só quero ir para casa descansar. 


   - Então eu fico lá com você até perceber que já descansou o suficiente . Hoje eu não vou sair do seu lado . - disse ele se aproximando para colocar seu braço em cima de meu ombro . 


   - Percebi ! - disse feliz porque talvez estivesse gostando dele não querer sair do meu lado hoje. 


   - Vamos atravessar a rua . -  disse e no mesmo instante seu celular apitou , paramos de andar e Bryan pegou o celular sem tirar seu braço de cima de meus ombro. Ao ver a mensagem fez uma cara como se estivesse com raiva . 


  - Está tudo bem ?


  - Rainbow que está me enchendo o saco perguntando se eu não vou para aula . - percebi que estava começando a se irritar. 


  - Com licença , mas eu preciso pegar isso aqui . - meio que me joguei em cima dele para pegar o celular que estava em sua outra mão . Quando consegui pegar o celular desliguei e o coloquei em meu bolso traseiro.


  - Fique a vontade . - Bryan disse com um sorriso malicioso no rosto . - Entrei na sua vida na hora certa . - que frase era essa meu Deus ?!

 

  - Por que ? - perguntei curiosa.


  - Nem eu sei .. - respondi a ele , estava meio perdida . 

  

  - Então vou te levar a uma lanchonete muito boa e depois ....  - provavelmente estava pensando onde poderíamos ir . 


  - Depois eu vou para casa, senhor . - não estava animada para ficar dando  rolezinho 

  

  - Se você estiver fazendo isso para se livrar de mim , saiba que não vai conseguir . - fomos em direção a saída e parou de segurar minha mão.


  - Não estou querendo me livrar , só quero ir para casa descansar. 


   - Então eu fico lá com você até perceber que já descansou o suficiente . Hoje eu não vou sair do seu lado . - disse ele se aproximando para colocar seu braço em cima de meu ombro . 


   - Percebi ! - disse feliz porque talvez estivesse gostando dele não querer sair do meu lado hoje. 


   - Vamos atravessar a rua . -  disse e no mesmo instante seu celular apitou , paramos de andar e Bryan pegou o celular sem tirar seu braço de cima de meus ombro. Ao ver a mensagem fez uma cara como se estivesse com raiva . 


  - Está tudo bem ?


  - Rainbow que está me enchendo o saco perguntando se eu não vou para aula . - percebi que estava começando a se irritar. 


  - Com licença , mas eu preciso pegar isso aqui . - meio que me joguei em cima dele para pegar o celular que estava em sua outra mão . Quando consegui pegar o celular desliguei e o coloquei em meu bolso traseiro.


  - Fique a vontade . - Bryan disse com um sorriso malicioso no rosto . - Entrei na sua vida na hora certa . - que frase era essa meu Deus ?!

 

  - Por que ? - perguntei curiosa.


  - Porque você ainda não tem nenhum namorado e ainda eu tenho chances com você. Aurora,  você não faz a menor ideia do que causa aqui dentro. - apontou para o seu coração no momento em que falou .- Eu durmo e acordo pensando em você . - olhou para mim e no mesmo instante sorriu.


  - Bryan não quero te deixar triste , mas nós nem nos conhecemos direto e não temos intimidade o suficiente. Acho que é muito cedo para termos certeza do que estamos sentindo . - disse calmamente. 


  - Ok ! - sua voz parecia desanimada. 

  

   Ficamos em silêncio todo o percurso , Bryan já tinha tirado seu braço em cima de meu ombro no momento em que falei que era muito cedo para termos algum tipo de sentimento amoroso um pelo outro e acabei me sentindo uma idiota ao falar aquilo , mas eu não queria falar uma coisa que não era verdade para ele. Se algum dia tivermos algum relacionamento , não sei se dará certo , nos conhecemos a poucos dias e já estava assim , imagina se nós estivéssemos em um relacionamento sério . Chegamos  no estabelecimento e Bryan ainda não tinha falado nada , até que decidi ir embora.


   - Não vá embora ! - me pediu sem olhar em meus olhos , sua cabeça estava baixa.

 

   - Eu preciso .

  

   - Você tem algum compromisso ? - subiu seu olhar rapidamente para mim - Porque até agora você não tinha nada . - disse começando a subir o seu tom de voz comigo . 


   - Você ainda não percebeu que não está dando certo ? -perguntei para ele a coisa mais óbvia . - É melhor nos afastarmos um pouco , Bryan . 


  - Porque você sempre quer fugir , Aurora ? Me fale qual é seu medo . - me olhou atentamente.


   - Eu não estou tentando fugir . - no fundo , bem no fundo eu sabia que estava tentando fugir dele  .



   - Então está fazendo o quê ? - perguntou de forma grosseira , antes que pudesse responder meu celular começou a tocar , era a minha irmã.


   - Com licença vou atender . - ele me olhou de forma impaciente.


  Atendi o telefone ao lado de fora da lanchonete e com voz de choro minha irmã logo reconheceu  que eu não estava bem . Falei  a ela o quanto estava me sentindo uma idiota e o quanto estava decepcionada com Bryan . Quando terminamos nossa conversa sequei minhas lágrimas , entrei de volta e sentei na mesa onde estávamos sentados . 

  

   - Estou esperando uma resposta , Aurora ! - disse novamente de forma grosseira e rude 


   - Olha , talvez eu possa estar tentando fugir , mas pelo amor de Deus me deixa ir embora , estou cansada . - disse enquanto guardava meu celular no meu bolso traseiro e tirava o celular do outro bolso para devolver a ele . 


   - Tchau ! 


    Me retirei da mesa e sai do estabelecimento . Não sabia o que fazer , queria ir para casa mas ao mesmo tempo não queria , até que resolvi pegar um táxi e ir direto para o hotel . Liguei para Amélia ir me encontrar no hotel. Logo após que cheguei em meu quarto , Amélia havia me mandando uma mensagem falado que já estava no elevador subindo para o quarto , decidi deixar a porta encostada para não me levantar da cama quando ela chegasse . Entrou no quarto e não estava entendo ,sua expressão parecia confusa. 


  - Aurora o que aconteceu ? - disse se sentando da cama onde eu estava deitada .


  - Então Amélia , eu conheci um garoto chamado Bryan e estou completamente perdida . Ele é da mesma faculdade que nós. - disse com lágrimas em meus olhos .


  - Conheço ele . Tem uma garota fica dando em cima dele chamada Rainbow e chegou um momento em que os dois ficaram juntos por um tempo , mas acho que ele não aguento a chatice da menina e depois de um mês ele terminou .


 

  - Sério ? Ele não me disse nada disso. - fiquei novamente decepcionada , mas não poderia culpá-lo por não ter me contar pois nós não tínhamos nada sério .- Você acha que ele vale a pena ? - me ajeitei para me sentar.


   - Olha Aurora , pelo que eu conheço Bryan seus sentimentos são muito intensos quando gosta de alguém , ele também faz muita cagada mas no final de tudo é o cara que toda a menina gostaria de ter . Ele te tratará com respeito , quando possível fará suas vontades e nunca irá sair do seu lado , sei disso pois conheço uma ex- namorada dele . Então acho que sim , ele vale a pena . Tome meu celular e pegue o contato dele . - estendeu seu celular para mim .


  - Eu mando uma mensagem para ele ? - fiquei olhando para o celular que estava em sua mão .

 

   - Está perdendo tempo . - um sorriso contagiante se formou em seu rosto - Aurora , ele poderá te decepcionar várias vezes mas não serão maiores do que as alegrias que virão .


 Dei um sorriso a ela em forma de agradecimento , em seguida peguei o  celular e abri no SMS. 


      Bryan  


 - Oi , tudo bem ? Quem está falando aqui é a Aurora. 

  

 - Tudo bem ? Aconteceu alguma coisa ? 


 - Você pode vir aqui agora ? 


 - Eu preciso saber se você está bem .

 

 - Fique tranquilo , estou bem . Mas preciso de você ...


 - Já estou indo. 


- Obrigada  ! 



  


 


  



Notas Finais


Gente não sei quando o próximo capítulo será postado , mas tentarei postar o mais rápido possível .<br /> Espero que vocês estejam gostando e por favor me falem se a história não estiver interessante , pois tentarei melhora-lá o máximo que eu conseguir . <br /> Beijos , vejo vocês no próximo capítulo .


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...