História Do pó a carne - Capítulo 1


Escrita por:

Visualizações 5
Palavras 270
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Fantasia, Ficção Científica, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Essa é a minha primeira fanfic me desculpe caso seja ruim.
Preciso avisar que nenhum dos personagens a seguir pertencem a mim.

Capítulo 1 - Do pó retornei


Fanfic / Fanfiction Do pó a carne - Capítulo 1 - Do pó retornei

Algumas pessoas se indagam sobre o que há depois dela. Outras, a forçam na esperança de que algo de melhor aconteça, para cessar o sofrimento. Eu descobri como é do outro lado e a dor só aumenta.

Aprimeira coisa a acontecer é você aparecer em um quarto escuro. Logo em seguida uma grande tela se acende e sua vida é passada, como um filme. As emoções e sensações se repetem, tudo, do início ao fim. Eu passei por isso vinte vezes, vi meu pai morrer vinte vezes. Morri vinte vezes.

-E essa foi a vigésima. Pronto pra mais uma.

Eu suspirei e agrande tela se apagou, então eu acordei. Estava numa floresta bem iluminada com um pequeno robô flutuando na minha frente. 

Guardião, guardião, olhe para cima guardião- Disse a pequena máquina- você esteve morto por muito tempo, então verá coisas que não irá entender.

Um grunhido ecoou ao fundo.

-Eu preciso que confie em mim.

-O que é você? 

-Eu sou um fantasma, o seu fantasma para falar a verdade. Nós precisamos ir, eles vão destroçar a gente se ficarmos aqui. -Entra no peito de Eli e desaparece- calma eu ainda estou com você. Agora é de suma importância que partamos. Temos mil quilômetros e muito monstros a frente.

Mesmo depois de quinze dias andando eu não parava, não cansava e estava determinado. Queria ver onde essa trilha me levaria. Eu estava me divertindo com meu novo amigo. No quadragésimo dia encontrei algo peculiar. 

Uma estrutura de ferro familiar estava jogada e desativada ao lado de o que parecia ser uma velha sequóia. Com cautela eu esfreguei uma esfera azul, que acendeu.

-Vínculo neural com piloto pendente.



Notas Finais


Sei que você entrou aqui para ver os personagens de miraculous, mas eu pesso que seja paciente, mesmo que não hajam curtidas eu vou continuar postando por diversão.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...