História Do ringue aos palcos - O show tem que continuar - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Visualizações 53
Palavras 2.327
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura
Amo vcxs

Capítulo 11 - Cap. 11


Naruto nem acreditava que finalmente sua vida estava recomeçando, tinha seus amigos do seu lado e estes davam o total apoio para conseguir Hinata de volta. O único problema do loiro, era não saber como iniciaria seu plano de reconquistar a garota no qual era apaixonado, várias ideias passavam por sua cabeça, mas nenhuma o satisfazia.

- Vamos Naru, não podemos ajudar se você só ficar andando de um lado para o outro - Ino falava pela quarta vez enquanto acompanhava o loiro com os olhos.

- Naruto, minha sala não é pista de treino ou algo do gênero para você exercitar suas pernas, para de andar - Sakura falava entediada enquanto se encontrava deitada no sofá com as pernas apoiadas no encosto.

- Em vez de vocês ficarem reclamando, por que não pensam em algo?- Naruto responde bagunçando as madeixas loiras nervosamente.

- Por que você simplesmente não chega na Hinata e pede desculpas? - Sasuke pergunta voltando da cozinha com um prato de comida. Logo sendo encarado por todos na sala, passando o olhar dele para o prato em suas mãos - O que? Minha sogra sempre diz que eu tenho que me sentir em casa, estou com fome.

- Minha mãe está te acostumando muito mal - Sakura e Gaara falam juntos encarando Sasuke.

- Enfim, pensou em algo Naru? - Sasuke revira os olhos para os irmãos ruivos e espera a resposta do amigo.

- Ainda não - o Naruto responde encostando a testa na parede, desistindo de usar sua massa encefálica, aparentemente não adiantaria em nada.

- Podíamos pedir ajuda para o David - Ino fala se lembrando do novo amigo e assim que se deparou com a cara de interrogação do loiro, explicou melhor - David é amigo da Hina, eles se conheceram na faculdade e veio com ela passar uns dias por aqui.

- Hum - Naruto respondeu incomodado, se perguntando mentalmente se era o garoto da sorveteria e ficando cada vez mais irritado com as lembranças. Nenhum homem muito perto de Hinata o agradava.

- Não seja ciumento, pode ter certeza que não precisa - Sakura responde rindo da cara ranzinza do amigo.

- Que seja, como ele ajudaria? - Naruto pergunta cruzando os braços se sentando no sofá ao lado da rosada.

- Sei lá, só imaginei que por eles estárem juntos todos os dias, seria um ponto a nosso favor - Ino responde fechando os olhos enquanto recebia carinho em seu cabelos - Me sinto um cachorro recebendo carinho depois de uma boa ideia, Gaara - conclui abrindo os olhos e encarando o namorado séria.

- Tô só fazendo um carinho, dramática - Gaara responde beijando a testa dela.

Antes que Naruto falasse algo, seu celular toca e assim que o tira do bolso da calça, se depara com uma mensagem de Manuella:

"Naru, vou passar na sua casa para te entregar uns documentos da empresa que precisam ser assinados."

Após ler a mensagem, o loiro suspirou cansado. Naruto tinha certeza que os documentos não eram as únicas coisas que Manuella queria dar para ele, não estava com paciência para aturar o comportamento daquela garota.

- Preciso voltar para casa, resolver uns negócios da empresa do meu tio - Naruto respondeu se levantando do sofá, mas Sakura segurou seu braço firmemente, fazendo com que o loiro olhasse para ela.

- Fui visitar a sua mãe essa semana, ela sente sua falta, você deveria ir vê-la e conversar com ela - Sakura respondeu com tranquilidade na voz, mas seus olhos mostravam um certo receio - Deveria contar tudo para ela, a verdade. Sabe por que ela acha que você não vai mais vê-la? - depois da pergunta da rosada, Naruto se senta novamente no sofá e encara o chão, balançando a cabeça lentamente, respondendo um "Não" com a voz fraca - Ela acha que você descobriu algo que ela não havia te contado e que você tenha ódio dela por isso, sua mãe não me disse o que era, mas provavelmente deve ser sobre a doença que você mencionou hoje.

Naruto fica imóvel e sem saber o que dizer. Não voltava para casa desde o dia que viu aquele homem traindo sua mãe, não saberia como olhar para ela depois de ver o que seu "pai" havia feito. Assim que descobriu a doença, tinha medo de prejudicar ainda mais a saúde de sua mãe se falasse sobre a traição e tinha certeza que não conseguiria esconder isso dela. Sem mencionar as drogas que começou a usar, que mãe gostaria de ouvir isso de um filho? Ela não mereceia mais um desgosto em sua vida.

- Sabemos da verdade agora Naru, sua mãe também precisa saber, ela realmente não está com uma aparência muito saudável esses dias - Gaara fala sério se aproximando do amigo loiro - Se você quer recomeçar a sua vida, precisa arrumar os erros antes.

- Vocês tem razão, amanhã de manhã eu vou falar com a minha mãe - O loiro respondeu levantando a cabeça enquanto limpava uma fina lágrima que descia pelo seu rosto levemente avermelhado, já que tentava ao máximo segurar a vontade de chorar. Sentia muitas saudades de sua mãe e a traição de seu pai ainda doía muito.

- Ótimo loirinho, agora vai lá resolver os problemas do seu trabalho, que nós vamos continuar pensando em alguma ideia relevante para a Hina voltar para os seus braços - Ino responde sorrindo para reconfortar o amigo que sorri de volta como agradecimento - Vou ligar para o David e qualquer coisa nós falamos contigo.

****

Hinata voltava para casa com um grande sorriso no rosto, tinha amado dar aula para os seus pequenos e a proposta de sair com aquele japa era interessante. Antes chegar em casa, passou em uma padaria próxima e pediu um cappuccino, tinha acordado com uma vontade imensa de tomar essa bebida quente e gostosa. Durante o caminho de volta, começou a sentir uma leve dor de cabeça e logo se medicou, já sabendo da sonolência que sentiria depois. O cansaço estava a atingindo, não dormir direito e depois fazer uma aula inteira com crianças hiperativas, não era fácil.

- Cheguei, mãe - Hinata anunciou sua chegada quase gritando, escutando um resmungo de um ser jogado no sofá, como resposta - Não vai me dizer que passou o dia todo nesse sofá, David.

- Eu não passei o dia todo, porque o dia tem 24 horas e ainda é de tarde - David responde trocando os canais na televisão, recebendo um tapa na cabeça - Ai Hina, você queria que eu fizesse o que? Eu não conheço a cidade e não tenho intimidade com seus amigos para ter chamado eles para sair. Tudo bem que eu podia ter chamado aquele ruivinho gostoso, mas ele namora com a loira e eu que não vou ser talarico - o David continuou fazendo uma cara de safado quando mencionou o Gaara e isso fez a morena dar risada - Ajudei a sua mãe a fazer o almoço e arrumei aquela bagunça que você chama de quarto.

-Obrigada Davi - Hinata responde apertando as bochechas do amigo. Logo seguindo para a cozinha, faz seu prato e se senta a mesa com um copo de refrigerante a acompanhando.

- Fala rapariga, me conte como foi hoje - David pede que a morena falasse, se sentando a sua frente na mesa enquanto rouba uma batata frita do seu prato.

- Para de pegar minha comida, obrigada - Hinata fala indignada - Hoje foi maravilhoso, amei dar a minha primeira aula e eu tenho um "encontro" nesse sábado - a morena conclui sorrindo e vendo David arregalar os olhos de curiosidade.

- Que história é essa? - David pergunta empolgado quase subindo em cima da mesa para se aproximar mais da morena. Mas antes de Hinata começar a falar, o celular de David toca - Não vou atrapalhar seu almoço, já volto e você me conta tudo.

David on~

Me retirei da mesa da cozinha e segui para a sala. Olhei para o celular e me deparei com a foto da amiga loira da Hina.

~Ligação on

-Alô, Ino?- atendo a ligação me perguntando o que será que a loira queria comigo.

-Oi David, serei o mais breve o possível- Ino falou tranquila, terminando a frase com uma baixa risada - Eu, a Saky e os meninos precisamos da sua ajuda, mas Hinata não pode ficar sabendo, a hora que você puder, venha para a casa da rosada e te explicamos tudo, ok?

- Ok - respondi meio incerto, afinal nada estava esclarecido e esconder as coisas da morena, nunca era uma boa opção. Mas eles eram seus amigos, não fariam nada de ruim para a Hina. Eu sorriu concordando, desligo e vou em direção a cozinha novamente.

~Ligação of

Me deparo com Hinata quase dormindo sentada a mesa, seu prato já estava vazio e seu copo também. A morena apoiava a cabeça na mão direita e fechava os olhos gradativamente.

- Hina? - a chamei calmo e a vejo quase pular da cadeira, o que me fez rir - Você tava feliz até agora e do nada ficou sonolenta, tudo bem contigo?

- Hum, eu tomei um remédio para dor de cabeça a um tempo atrás, acho que está fazendo efeito - a morena responde bocejando e se espriguiçando. Em seguida se levanta levando seu prato e copo para a pia - Mas eu tô bem, só um pouco cansada, quem era no telefone? - a morena pergunta indo em direção a geladeira. Penso por alguns segundos e logo a repondo.

- Minha mãe, queria saber se eu estava bem - respondo dando de ombros, afinal minha mãe havia ligado mesmo, mesmo não sendo naquele momento, de certa forma não estava mentindo - Agora não mude de assunto, como assim você tem um encontro? - pergunto com um sorriso de canto, aprovando a ideia.

- Como você é curioso - Hinata responde rindo e revirando os olhos para mim. Ok, todo mundo sabe que eu sou curioso, isso não é novidade.

- Fala Hina - falo com um tom de voz mais alto, o que fez a morena me dar um sorriso sapeca. Odeio quando ela enrola para falar as coisas.

- É um japa bonito, irmão de uma das minhas alunas, ele parece ser legal mas é um pouco tímido - Hinata responde tirando um pote de sorvete da geladeira, pega duas colheres e caminha em direção a escada - Vamos para o meu quarto, quero descansar.

- Perguntinha, esse japa não tem nome? - pergunto a seguindo e assim que chegamos em seu quarto, sentamos na cama da morena e começamos a devorar o sorvete.

- Tem sim, é Haruto - Hinata responde colocando uma colher cheia na boca, bocejando logo em seguida.

- Não quer descansar um pouco? Aproveita que eu arrumei o seu quarto e vai dormir - falei pegando o pote de sorvete de suas mãos e o colocando em cima do criado mudo - Você dorme e quando der umas 15 horas eu te acordo, ok? - perguntei a entregando um coberta, a morena pega e apenas acena a cabeça positivamente, deitando na cama e lentamente fechando seus olhos.

Saio do quarto da Hina e mando mensagem para a Ino. Seja lá o que eles querem que eu faça, agora era uma ótima oportunidade. Pedi que a loira me mandasse o endereço, já que eu não havia gravado o caminho ainda e segui para a casa da rosada e do ruivo gostoso. A curiosidade quase não me cabia, o que será que esses quatro vão aprontar?

David of~

****

O interfone da grande casa toca e o loiro destrava o portão, já sabendo que provavelmente era Manuella. Espera alguns segundo e já começa a ouvir o som que o salto fazia a cada passo, a porta se abre e a garota aparece com um sorriso extremamente malicioso estampado em sua face.

- Olá, Naru - Manuella fala se aproximando de Naruto com uma pasta na mão.

- Cadê os documentos? - Naruto pergunta seguindo para o seu escritório, sem rodeio, uma forma para deixar bem explícito que não estava com paciência. Senta na cadeira atrás da grande mesa de vidro e espera Manuella entrar.

- Para que tanta pressa? - Manuella pergunta encostando a porta e andando sedutoramente até o loiro.

- Não sei se você percebeu, mas eu não vou transar com você - Naruto responde direto e de forma grosseira, sabia que educação não adiantaria em nada.

- Você sabe que eu amo quando você é grosseiro comigo - Manuella responde se aproximando do loiro que fazia de tudo para não ficar irritado, até a garota começar a subir a saia social, fazendo de tudo para seduzir o loiro - Eu já esqueci aquele incidente, te garanto que posso te dar mais prazer que essa tal de Hinata.

- Já chega, saia da minha casa - Naruto responde se levantando irritado, mas controlando o tom de voz o tanto que podia. Manuella abaixa a saia irritada e joga a pasta com os documentos no chão, saindo pela porta em passos firmes.

Narutl suspira cansado e pega os documentos que se espalharam pelo chão. Precisava conversar com o seu tio, o loiro sabia que demitir a Manuella era impossível, ela era basicamente a diversão de todos os sócios daquela Impresa, inclusive do seu próprio tio. Mas procuraria outra secretaria, Naruto tinha conhecimento de que sua paciência não era mais uma das melhores e não conseguiria controlar sua ira por muito tempo.

Resolve assinar os papéis amanhã, precisava tomar um banho e descansar um pouco. Sophia dormiria em sua casa novamente e não queria que ela o visse naquele estado.

****

Depois de uns 30 minutos no chuveiro, Naruto vestiu apenas uma cueca boxe e se deitou na cama. Fechou os olhos e tentou ao máximo afastar todos os problemas da mente, precisava descansar, mas a imagem de Hinata não saia de sua cabeça de forma alguma.

A cena da morena sorrindo fazia um pequeno sorriso brotar no rosto do loiro, agora ter a Hina de volta em seus braços era questão de tempo. E com esse pensamento, Naruto fecha os olhos e dorme profundamente.


Notas Finais


Comentem por favor
E eu prometo parar d ser babaca e postar majs rapido
❤🙏


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...