História Do you love me? - Choi San, Ateez - Capítulo 17


Escrita por:


Capítulo 17 - 017 - you love him?


Fanfic / Fanfiction Do you love me? - Choi San, Ateez - Capítulo 17 - 017 - you love him?

❝ Su Ah's ❞

Fazia uma semana desde o casamento, San me evitava a todo custo, Dongsu estava ocupado com o hospital, sim, ele é residente no maior hospital de Seoul

Kang ia ao hospital com frequência e isso começava a me preocupar

Estava cansada, toda hora uma reunião nova, ligações, contratos, papéis, e quando chegava em casa, era carregamento de armas, treinamento, novos recrutados

Minha insônia tinha voltado, junto com minha enxaqueca

Estava na minha sala, falando ao telefone, enquanto lia alguns papéis, logo San entrou na sala, com Jiwun segurando seu braço novamente, fiz sinal pra ela sair, e ele se aproximou

Terminei a ligação, e apertei o botão do aparelho na mesa

- ligue pros acionistas, e remarque a reunião

Soltei o botão, e arrumei os papéis, os colocando na pasta, e a organizando na mesa, Toc fala mais alto que a pressa

San: pode parar e me olhar por um segundo?!

Falou impaciente, colocando as mãos em cima dos papéis em que eu mexia, o olhei, seu rosto estava muito perto

- o que foi?

San: você o ama?

- o que?

O olhei séria

San: você ama ele? O Dongsu...

- você está de brincadeira comigo não é? Eu estou ocupada, e você me interrompe pra falar do Dongsu?!

O olhei indignada, ele só pode estar ficando louco

San: me responda!

- se você quer tanto saber... Sim... Eu amo o Dongsu... Eu amo o meu namorado...

Falei abertamente, não era mentira, San deu a volta na mesa, e virou minha cadeira, me fazendo ficar frente a frente com ele, e se aproximou, ainda a segurando

San: você disse que eu nunca perderia meu lugar no seu coração... E agora está falando com todas as letras que ama outro...

Sentia a intensidade em seu olhar

San: você mentiu pra mim?

- San

Ele não me deixou falar

San: me fale Su Ah... Eu não signifiquei nada pra você? Eu fui uma piada pra você?

- San-

Ele me cortou

San: só eu me sinto assim? Só eu me sinto mal te vendo de novo? Só eu sinto meu coração saltar ao te olhar?

Seus olhos começavam a lacrimejar

San: eu sou o único que ainda não esqueceu o passado?

Levei as mãos até seu rosto limpando as lágrimas que desceram

- San...

San: eu sou o único que ainda tem os mesmos sentimentos?

Vê-lo daquele jeito me destruía

- San... Você não é o único... Eu penso e sinto essas coisas também...

San: então por que ama outro?

- San... Dongsu é uma pessoa importante pra mim... E eu o amo muito...

Ele parecia só querer chorar mais com cada palavra

- mas o amor que eu sinto por ele... Não pode ser comparado ao amor que eu sinto por você... E ele sabe disso...

San: então por quê?

Suspirei, acariciando seu rosto molhado

- eu não consigo te olhar sem lembrar do passado... Da dor que você sentiu por uma ação minha...

San: não foi culpa sua

- foi... Eu podia ter continuado andando, e ignorado Akay atrás de mim... Não teria vindo pra cá... E não teria te machucado tanto...

Ele negou com a cabeça várias vezes

San: você foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida...

Foi minha vez de negar

- você foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida... Você me ensinou o que é amar sem limites... Querer dar a vida pelo bem da pessoa...

Ele segurou minhas mãos com força

San: ele é melhor que eu?

Neguei com a cabeça

San: ele é melhor de cama do que eu? Ele é mais carinhoso?

- San....

San: eu não suporto a ideia de que aquele cara te tocou... Te tocou durante 4 anos... Enquanto eu...

- eu não dormi com ele

Ele me olhou

San: o que...?

- eu nunca transei com o Dongsu...

Acariciei sua mão

- você foi o único homem que me tocou San...

Ele sorriu, um sorriso tão grande que não achei que fosse capaz de caber em seus lábios

San: volta pra mim...

- eu não posso...

Ele desfez o sorriso

San: por que...

- eu não quero te colocar em perigo de novo...

San: mas...

- o pai do Dongsu é amigo do Kang... Eles estão juntos nesse mundo... Dongsu sabe onde ele está se metendo..

San trincou o maxilar

San: eu não quero saber, não me interessa... A gente se ama... E é só isso que importa...

- San não é assim

San: é sim! Eu não posso suportar te ver ao lado daquele idiota...

Ele segurou meu pulsos com possessividade

San: seja minha de novo... E eu serei seu...

Ele me ergueu, me deitando contra a mesa

- San

Ele me beijou, o beijo possessivo e intenso que só Choi San sabe dar, ele agarrou minha cintura, e eu coloquei as mãos em seus ombros, tentando mante-lo calmo

Ele desceu os beijos pro meu pescoço, o chupando, enquanto apertava minha cintura, senti meus pelos se arrepiarem, e minha calcinha humidecer

Só San sabia me deixar assim, só San sabia como me enlouquecer, só San sabia me fazer ficar entregue

- Sannie... A gente não pode...

Ele me ignorou, levando a mão a minha blusa, começando a desabotoa-la

- San por favor... Para...

San: por que? Você não quer? Você não me ama? Você não está excitada? Você não está louca pra mim te foder como eu te fodi a 4 anos atrás?

Aquelas palavras me causaram sensações estranhas por todo meu corpo

- San... Mesmo eu te amando... Nosso amor é muito perigoso...

San: você está arrumando desculpas

Ele olhou nos meus olhos

San: você fala que ama outro, mas seu coração acelera quando eu chego perto de você, você fala que ama outro, mas é o meu nome que você quer gemer... Pare de lutar... Apenas aceite... Você nunca vai amar ele mais do que você me ama...

Ele passou as mãos por meu rosto

San: você nunca vai ser dele, enquanto eu estiver vivo

Meu telefone começou a tocar, e a voz da Jiwun soou pelo aparelho

Jiwun: o senhor Shin está aqui, está indo pra sua sala

Olhei pro San, e ele sorriu, voltando a deixar marcas em meu pescoço, Dongsu surtaria são de vê-las

San: vamos compartilhar a conversa com ele, assim você decide quem ama mais

Ele sussurrou rouco ao pé do meu ouvido, e lambeu minha orelha, não contive um gemido

San: você geme pra ele desse jeitinho também?

E ele se afastou me encarando, a porta foi aberta, e Dongsu nos olhou, com uma cara surpresa

Dongsu: amor...

O olhei, e San olhou também, dando um sorriso debochado, e indo até o sofá

San: vamos contar a ele?

Me olhou, Dong me olhou confuso

San: vamos contar a ele como você gemeu meu nome segundos antes dele entrar nessa sala?

Ele sorriu de forma maldosa, enquanto Dong me olhava irritado

Dongsu: do que ele está fazendo Su Ah?!

San: acho que sua namorada ainda é sensível aos meus toques... Lembra daquela noite quando a água passa entre suas pernas Su Ah?

O olhei, o pior, é que eu realmente lembrava daquela noite

San: lembra como você gemeu aquele dia? Os vizinhos reclamaram depois...

Dong estava ficando vermelho já

San: ainda tem a blusa que roubou do meu armário aquele dia?

Dong se aproximou de mim

San: ainda lembro de você acariciando meu rosto depois de acordar na minha cama

Engoli em seco, vendo Dong parar em minha frente

San: mais tarde a gente termina o que a gente começou princesa

Falou saindo da sala... Eu estou ferrada...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...