História Do You See Those stars? - Capítulo 1


Escrita por: e LK800

Postado
Categorias Criminal Minds, Os Vingadores (The Avengers), Transformers
Personagens Anthony "Tony" Stark, Bumblebee, Clint Barton (Gavião Arqueiro), Dr. Bruce Banner (Hulk), Dr. Spencer Reid, Feiticeira Escarlate (Wanda Maximoff), Heimdall, James Rupert "Rhodey" Rhodes, Loki, Natasha Romanoff, Nick Fury, Optimus Prime, Pantera Negra (T'Challa), Pepper Potts, Phillip Coulson, Pietro Maximoff (Mercúrio), Sam Wilson (Falcão), Scott Lang (Homem-Formiga), Steve Rogers, Thor
Tags Brutasha, Spideypool, Stony, Thorki, Transformers, Wantasha
Visualizações 405
Palavras 1.701
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Fluffy, Lemon, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Orange, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


OLÁ BBS
OLÁ MUNDO

Primeiramente; caso não tenha visto o aviso - que foi apagado -, a fanFic está sendo reescrita. Eu fiz algumas modificações na estória, então, não vai ser uma cópia exata com uma nova escrita. A primeira mudança que aconteceu, foi a idade da Safi, mudei para dez, e o tempo em que está acontecendo. Antes era depois da Era de Ultron, e agora, é depois da Guerra Civil, então... As outras mudanças vocês vão ver com o passar do tempo.

Ah, claro! Temos um beta agora! O @ ß_Stekky (obrigada bb, me ajudou bastante),
Boa leitura, e espero que gostem.

O capítulo está sendo narrado pela Safie!

(ainda vou corrigir a sinopse, rss)

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Do You See Those stars? - Capítulo 1 - Prólogo

Você já esteve em um lugar onde não queria estar? Se sua resposta for sim, eu entendo. Mas a minha atual situação é diferente. Eu quero estar aqui mas ao mesmo tempo não. Confuso, não?

 

Eu estava ali, em um dos meus universos favoritos, parada na grama — Tony me mataria se soubesse que eu estou estragando o lindo gramado dele, mas, se eu me importo? Não. —, do Complexo  dos Vingadores. Tipo, todo mundo queria estar nesse lugar — talvez eu queira estar em Nárnia, mas, isso não vem ao caso. —, entretanto, aquele local é o lar do meu pai. Não, eu não sou do tipo de garota que tem raiva do pai por ele não ter participado de minha vida, só é estranho mesmo, porém, continua incrível.

 

Depois de inúmeros minutos ali, plantada na grama, vendo vários funcionários passando pelo complexo, eu já estava pensando em desistir.

 

Certamente não é algo que eu faria, já que, não tenho para onde ir, pois, quem cuida de mim — vulgo Anny, minha avó —, estava fora, provavelmente vivendo aventuras incríveis. Enquanto eu estou aqui. E eu preciso fazer isso.

 

Eu não estou aqui por ser uma garota fanática por alguma pessoa com um dom sobre-humano, ou algum super-herói. Eu estou aqui para encontrar alguém a quem eu possa recorrer.

 

E não, eu juro que não estou roubando frases de outras pessoas. — Tá, talvez eu tenha pegado emprestado uma parte da música de The Chainsmokers e Coldplay…

 

— Você vai ficar aqui mesmo parada sem entrar? — Perguntei a mim mesma. — Idiota.

 

Bufei, começando a andar em direção do complexo.

 

Tá, mas, aí você me pergunta como eu vou encontrar quem eu quero e como passar despercebida por todo mundo?

 

Não sei. Eu nem sei o que eu queria quando vim aqui. Não que eu seja uma Bucky 2.0 da vida.

 

Tudo o que eu sei é que a vida é um clichê e eu só sigo o baile.

 

Continuei andando até já estar dentro do complexo. Logo eu avistei um elevador, e sem ninguém ver, entrei nele. — Admito que algumas pessoas me viram, mas, eu não dei a mínima para eles. Até porque eu sou a protagonista dessa merda. — o único problema agora é que eu não sei como mexer naquela coisa. Só apertei um botão alheio ali. E se eu tiver a sorte de um protagonista de fanFics eu iria dar de cara com os Vingatrouxas.

 

Meu ovo! Quer dizer, não meu ovo mesmo, até porque não tenho um ovo aqui comigo. Eu fui parar em corredor de quarto, cozinha e se brincar parei até no andar onde ficava a oficina de Tony. E ninguém estava lá.

 

Já ia até voltar para gramado e ficar esperando alguém ir lá para me ajudar — o que eu não iria conseguir mesmo. —, porém, eu vi um certo alguém, uma pessoa nada especial, vindo em direção do elevador.

 

Nada especial? Ah, tá. Meu ovo de novo.

 

É só o Loki, de Asgard. Inclusive, o “deus” da mentira.

 

— Quem é você? — Ele perguntou, ficando frente a frente comigo, e olhando para baixo, especificamente para mim.

 

Ele ficou ali, me encarando, enquanto meu cérebro tentava processar a informação de que era ele mesmo ali.

 

— Ei, você não me respondeu e fecha essa boca! — Ele exclamou irritado. Se eu liguei? Obviamente que não. Eu ainda estava em choque. — Ei garota!

 

Caramba, Loki estava irritado comigo.

 

Eu não tô bem.

 

— Ei Loki, quem é essa? — ao longe, ouvi a voz de Clint questionar. Ai meu santo, Gavigod tá aqui.

 

— É uma garota insolente que apareceu aqui! — Disse Loki, com um bom-humor 10/10.

 

— Ah Loki, não fale assim, talvez ela só esteja assustada pela sua presença. — Comentou Clint.

 

Loki arregalou os olhos.

 

— Me desculpe! Eu não queria ter falado assim com você. — Aham. Claro que não queria. — Eu sinto muito caso eu a tenha assustado. Não tinha essa intenção.

 

Clint riu.

 

— Não se preocupe, Loki. — Falei, voltando a ter um mínimo de consciência. — Sou Safira Murphy. — Não vou nem adicionar o Rogers agora porque eles vão estranhar ainda mais.

 

— Lei de Murphy é? — Concordei, dando um singelo sorriso para Clint. Loki apenas encarou-nos confusos. — Bom, eu me chamo Clin-

 

— Eu sei. — Ri. Ai, lá vou eu dar a louca de outro universo. Se bem que é esse o meu caso. — Sei tudo sobre vocês. Inclusive sobre os seus pirralhos, Clint.

 

Eles me olharam surpresos. Eu me senti a Natasha de Uma Marvete no Universo Marvel agora. Mas, ela é mais estranha que eu e ainda por cima é crush da minha vó.

 

— C-Como? — Indagou Loki, surpreso.

 

— Sabendo, oras. — Resmunguei.

 

— Você é problema garota. — Disse Clint.

 

— Devo levar isso como um elogio?

 

— Definitivamente você é problema. — Afirmou Loki, devido a minha resposta.

 

Me senti uma criminosa.

 

Tá, agora, vamos pular para a parte que Loki e Clint me levaram para uma sala, onde a maioria dos Vingadores estavam lá.

 

Loki e Clint me levaram para uma sala, onde a maioria dos Vingadores estavam lá!

 

Menos Steve, Wanda, Pietro (se é que ele está vivo), Bruce e Sam. Ah, já ia esquecendo; Visão também não estava lá. Me perdoa Visão, mas, sempre esqueço de você.

 

Até o desmemoriado do Bucky estava ali. E até mesmo o Scott estava lá! Só faltava o Peter.

 

Tô fudida.

 

— Quem é essa? — Natasha foi a primeira a perguntar. Ela estava sentada em uma das cadeiras, com as pernas sob a mesa, de forma desleixada.

 

— Ela se auto intitula Safira Murphy. — Respondeu Clint.

 

— Autointitulada? Osh, é o meu nome. Para de me tratar como uma criminosa, merda! — Exclamei, estressada.

 

— Olha o jeito que você fala garota. — Tony chamou minha atenção.

 

— Não sou obrigada. — Mostrei língua para ele.

 

Eu hein, ainda bem que sou Team Capitão.

 

— O que você está fazendo aqui? — Bucky questionou.

 

— Só vou te responder porque te amo. Eu vim por Steve.

 

Bucky me olhou com aquela cara de palerma que ele tem. Gente, ele é mais fofo e lindo pessoalmente. — Que Sam não leia isso, pelo amor de Odin.  

 

— O que quer com ele, pirralha? — Tony perguntou de forma arrogante.

 

Já disse para vocês que eu sempre quis socar aquele rostinho perfeito de Anthony Edward Stark?

 

— Talvez porque ele seja meu pai? — Perguntei com um pouco de sarcasmo na voz.

 

E agora, todos estavam com lindas expressões de palerma no rosto. Me encarando. Menos Tony, que começou a rir, incrédulo.

 

— Você com certeza não é filha dele. Você é ridícula. — Olhei para ele. —  Se quer um autógrafo, pode pedir logo, não precisa fazer essa cena toda. — Sorriu exibido.

 

— Por que eu precisaria de um autógrafo seu? Não preciso de perdedores. Sério, prefiro pedir um autógrafo da Pepper do que um seu. Pelo menos ela não é tão escrota como você.

 

Scott e Clint gargalharam. Já Natasha, reprimiu o riso.

 

— Já gosto de você. — Natasha e Sam comentaram.

 

Foi inevitável sorrir.

 

— Quem você acha que é para falar assim comigo? — Tony aproximou-se de mim, ficando à minha frente, lançando-me um olhar raivoso. Se ele estava pedindo um desafio, seria desafio o que ele teria.

 

— Eu falo do jeito que eu quiser.

 

— Eu quero que você saia imediatamente daqui, não tem nada melhor para fazer do que invadir o complexo e inventar mentiras?

 

— Ei pessoal, não briguem por nada. — Thor, que até então, estava no canto, tentando não manter contato com Loki, interviu.

 

— Eu preciso mesmo falar com o Steve, e não estou inventando mentiras! — É realmente uma merda discutir com Stark.

 

— Não é isso o que demonstra quando você disse!

 

— Eu sou responsável pelo que eu falo, não pelo que você pensa.

 

— Ah, gente, isso já deu! — Natasha levantou-se, vindo até nós. — A pia tá cheia de louça para lavar e vocês estão fazendo isso.

 

Quem me dera ter a idade de Nath… Tá que não ia rolar nada, mas, enfim, eu sou uma iludida.

 

— Concordo, vocês estão sendo infantis, quero dizer, Tony está sendo infantil. — Corrigiu Loki.

 

— Você nem sabe se ela está proferindo calúnias para propor estes pensamentos sobre ela. —  Disse Thor.

 

Adoro esse jeito formal dele e de Loki.

 

Já tenho os melhores Vingadores ao meu lado, eu podia ter ganhado algo melhor?

 

— Eu vou chamar o Steve. — Falou Bucky, saindo da sala.

 

— Ótimo, ‘cês estão fazendo toda essa confusão por causa de uma simples pirralha, que deve ter no máximo sete anos. — Analisou Scott.

 

— Dez. — Corrigi. E ele me encarou surpreso.

 

— Então, é verdade isso? — Perguntou Loki. — Sobre você ser a filha de Steve?

 

Loki está falando comigo.

 

Meu dia não tem como melhorar.

 

— Bom, é o que eu sei. — Respondi.

 

— Loki, você vai mesmo acreditar nisso? — Tony indagou. — Eu te conheço muito bem e acho que não é tão burro para crer nisso.

 

Loki revirou os olhos, ignorando.

 

— Você é realmente muito besta Tony. — Disse Tasha.

 

Tony só me olhou com raiva outra vez e voltou sua atenção a um monitor qualquer daquela sala. Decidi ficar quieta por algum tempo para evitar confusão. Já estava até pensando nas palavras a dizer depois, mas, olha bem, eu, que nem escrever textos sei, irei pensar em cada palavra que eu tenho que falar? Certamente, nunca. Só que, eu iria me controlar. Até porque, eu gosto de uma treta quando eu não estou nela e não tenha nada de mim envolvido nela.

 

Depois de muito tempo, tipo uns três minutos, Bucky apareceu na sala, acompanhado da pessoa que eu mais queria ver naquele momento; Steve Rogers. Isso só podia ser um sonho.

 

Garanto que ele é bem mais bonito de perto. E garanto também que o ar me faltou naquele momento. Eu acho que eu posso desmaiar a qualquer momento, ou começar a gritar loucamente ou eu iria ter um ataque de pelancas ali mesmo, mas, eu tenho certeza que eu não sou o tipo de pessoa que faria isso. Até porque seria extremamente vergonhoso fazer isso. Já sou vista de modo estranho, imagina se achassem que eu sou aquela pessoa que sempre passa vergonha em qualquer momento.

 

— O que está acontecendo aqui? — O loiro perguntou.

 

Loki ficou ao meu lado.

 

— Ela diz ser sua filha. — Disse ele.

 

Steve apenas arregalou os olhos, surpreso.

 

Ele olhou para mim, em seguida, perguntou sem acreditar:

 

— Como assim?


Notas Finais


Então... O que acharam?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...