1. Spirit Fanfics >
  2. Do you think i forgot you? (reescrevendo) >
  3. Maybe this can be fun...

História Do you think i forgot you? (reescrevendo) - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


hello pessoas
how are you? kkkk
let's go to the ilusion, baby

Capítulo 2 - Maybe this can be fun...


Fanfic / Fanfiction Do you think i forgot you? (reescrevendo) - Capítulo 2 - Maybe this can be fun...

 

 

 

Eu estava de frente com Shin Hoseok

 

- Quanto tempo, S/n – “Wonho” como seus amigos o chamavam, disse

- é, bom te ver. – forço um sorriso – Te vejo em casa Hyun. Vamos Oppa – Seguro na mão de San que ainda estava em volta do meu pescoço e tento nos guiar pelos corredores o mais rápido e disfarçadamente possível.

- Eu não acredito que ele tá aqui – declarou San assim que entramos na sala de aula

- Muito menos eu ...

 

 

Nos sentamos nas carteiras em dupla. San ficou lá me “consolando” até o alarme ser acionado.

A aula iria começar

Antes da professora Heeyeon

(Nota da desocupada que criou a fic: Hani para os íntimos)

  Entrar na sala chega meu irmão e seus amigos correndo pela sala. – Leve vergonha alheia –

 

 

- Vejo que o belo Hoseok voltou – Disse a senhora Ahn se direcionado até sua mesa – Espero que não tenha trago mais problema, Shin.

- Bom ver você também, Hani – Wonho sorrio, indo até seu lugar -    eu só tenho apenas um problema a resolver .... Não irei trazer problemas nas suas aulas de novo

 

As aulas passaram rapidamente. Até que fomos liberados para o intervalo.

Eu estava sentada em uma das mesas do refeitório com San quando vejo Soojin, minha melhor amiga, correr até nossa mesa.

 

 

- Já contou a ela? – Perguntou Seo Soojin se sentando conosco – Eu até fui te procurar, mas a Hyerin já tinha começado a aula dela e não pude sair da sala. Deveria ser proibido por lei melhores amigas estudarem em salas diferentes. – Soojin estuda na sala do lado da nossa. – Eu não acredito que ele teve a cara de pau de voltar.

- Eu sei ... Ele falou comigo. Foi ... no mínimo, estranho. – Respondi atordoada

- Além de ter a audácia de voltar a respirar o mesmo ar que nós, ele ainda tem coragem de dirigir a palavra a você. – Soojin estava realmente brava. Ela odiou como minha amizade com Hoseok acabou.

- Eu pensei que S/n teria essa reação – disse San, se mostrando presente – Mas ela nem disse uma palavra durante a aula.

- Porque eu não preciso me demonstrar comovida pelo simples fato de ter reaparecido. – Revelei simplista

- Enfim, não gosto desse cara e não quero falar desse cara. – Disse San

- Sinto cheiro de ciúmes – disse uma voz masculina vindo atrás de mim. Eu começo a rir, pois sabia exatamente quem estava provocando San.

- Calado, Baek. – Ouvi Suhua falar – Ele pode te dar um soco de novo.

 

Ao perceber, notei que todos os meus amigos mais íntimos estavam ao redor da mesa.

Soyeon, Minnie, Miyeon, Yuqi, Suhua e Baekhyun.

Todos nós nos conhecemos desde “pequenos” – desde os 13, para ser mais exata – e nunca mais nos soltamos. – Boa parte. Kihyun e seus amigos também andavam conosco, mas depois da minha briga com o Wonho e algumas viagens que os outros também faziam eu acabei me afastando, e depois que eles resolveram retomar contato eu resolvi não me envolver muito. Embora que eles sempre vão até minha casa e até já chegaram a passar a noite lá, eu raramente apareço em suas “comemorações”

 

- Eu só digo o que percebo – retrucou Baekhyun se sentando na mesa – E não é novidade para ninguém que o senhor Choi aqui tem ciúmes da preciosa S/n.

- Nossa, é lindo o modo como você ama provoca-lo – disse Miyeon aos risos, se sentando na mesa

- É o meu trabalho como melhor amigo dele contar os fatos que estão estampados com glitter na cara dele – respondeu Baek com satisfação.   

 

Ao virar um pouco o rosto, noto San revirar os olhos. Ele não gosta mesmo do Hoseok. Nem mesmo um pouco. Quando o Wonho era o “meu amigo” ele até que o suportava, mas depois da última briga e a viagem inesperada que Wonho teve que fazer alguns anos atrás ele acumulou uma raiva que nem eu consigo explicar.

 

 

- S/a, quer sair daqui? – San sussurrou só para mim

- Ah, eu queria conversar com as meninas. O que quer fazer? – Pergunto encarando seus olhos

- O que eu estou fazendo já está funcionando – ele sorri e aproxima o rosto do meu

- E o que diabos você está fazendo? – Sorri confusa

- Ele está me fuzilando com os olhos – San achou muita graça do seu próprio comentário.

- Se ele não vier aqui e der na cara do San ele provavelmente vai matar-lo só com o olhar – Disse Yuqi, se segurando muito para não rir.

- Esse cara não tem nem o direito de ficar assim – disse Soyeon aos risos

- Pois é – respondeu Minnie – Mesmo que o San e a S/n tivessem alguma coisa ele não teria o direito de ficar desse jeito.

 

Assenti com aquele fato. Muitos realmente juram de pés juntos que eu e o Choi temos alguma coisa. Por que ninguém consegue acreditar que algumas pessoas conseguem ter uma amizade verdadeira entre gêneros opostos?

 

- Sabiam que estou me divertindo muito aqui? – Falou San aos risos

- Desconfiei assim bem de leve, sabe?  – Disse Soojin, no auge do deboche. Eu admiro muito o jeito que ela nunca se deixa abalar e usa o deboche como arma principal.

- Pois é. – San acaricia minha bochecha – Agora posso ser considerado morto.

 

Sorri comigo mesma. Até eu estava gostando daquela brincadeira, mas parece que ele não gostou nem um pouco.

De repente vejo Wonho se levantar de uma vez, chamando a atenção de todo o colégio e seguir em direção a saída logo em seguida.

 

- Acham que foi por conta da gente? – Perguntei assustada

- Eu tenho certeza – Disse Suhua

 

Todos nós começamos a cochichar. Vejo Soojin explodindo de felicidade, – literalmente. Ela estava quase quicando na cadeira – Baekhyun começa a rir feito um louco assim como algumas das meninas

 

- Ficou louca, S/n!? – Gritou Jooheon. Ele estava rindo muito também – O moleque mal chegou

- Mas eu não fiz nada, Jooheoney – Falei com a mais alta e inocente voz que consigo interpretar

- Então foi o seu namorado que fez – disse ele por fim.

 

Tive que revirar os olhos.

Até os amigos do meu irmão cismam que San tem algo comigo. Mesmo eles, que sabem toda a verdade.

 

 

 

§ Quebra de tempo §

 

 

Hoje meu dia foi extremamente cansativo. Agora estou jogada em minha cama pensando no que aconteceu.

Reencontrei o próprio Lúcifer

Fiz parte de um jogo de ciúmes do San

Soojin não parava de mandar mensagem  sobre o acontecimento do refeitório até a aula acabar.

Meu irmão me fez várias perguntas sobre o San. Coisa que ele nunca se preocupou em fazer – provavelmente estava perguntando para “acalmar” o Hoseok depois. – Achei completamente estranho.

 

 

Não posso negar que me diverti. Acho que as coisas podem ficar interessantes.


Notas Finais


espero que tenham gostado..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...