História Do You Wanna? - CELLAN - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Alan Ferreira (EDGE), Felipe Neto, Felipe Z. "Felps", Malena "Malena0202" Nunes, Matheus Neves "Pk Regular Game", Rafael "CellBit" Lange, Rafael "Guaxinim" Montes
Personagens Alan Ferreira, Felps, Malena0202, Rafael "CellBit" Lange
Visualizações 11
Palavras 881
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, LGBT, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


me desculpa a demora

as aulas são uma merda e eu acabo esquecendo das coisas

Capítulo 3 - He... he laughed?


Felipe bufa em tom de tédio. Fazia 30 minutos que esperava Rafael Montes sair do quarto. Eles iriam passear, mas Guaxinim nunca mais saiu do quarto.

- VAMO LOGO, GUAXINIM! - Felps grita, sem resposta. Ele levanta bruscamente e sobe as escadas para ver o que estava acontecendo naquele quarto. Ele abre a porta sem nenhum senso de privacidade, e se depara com Guaxinim à procura de alguma coisa.

- Tá, e aí? Vai ficar parado que nem um poste? - Ele fala, irritado.

- Eu não acho o meu moletom, onde pode estar? - Rafael diz, inocentemente. Felps quase tira os próprios olhos com as mãos, segura a gola de Rafael e berra olhando levemente para cima, já que ele era menor. - TÁ NO TEU CORPO, SEU VAGABUNDO!

- Aaaaaah, tá, verdade. Hihihi. - Guaxa diz em tom de deboche, e sai fingindo que nada aconteceu. - Felipe logo o segue.

 

5 minutos depois

 

- Cellbit, você sabe que eu odeio sorvete. - Alan fala, com a cara murcha de sempre. - Vamos sair daqui, tem muito barulho.

- Que coisa, tu não gosta de nada? Levanta a cabeça, estufa o peito. Tem que para de andar que nem um zumbi.

Alan o olha com repreensão, e anda para o lado contrário, emburrado.

- Ahaaaaaaaaaaaa, chegaaaa! Volta aqui, seu abobado! - Rafael o segue rindo, e o enche de cócegas.

- PARAAAAAA, EU NÃO GOSTO DISSO! - Alan grita, irritado, mas acaba rindo junto com Rafael.

- Você... riu....? - Cellbit para com as cócegas, de boca aberta, formando um perfeito ''o''. Alan continuava gargalhando, até parar devagarzinho. E haver um silêncio mortal.

- Eheheh, isso foi.... estranho.... - O moreno complementa. E então eles começam a rir na situação.

- Sua risada é tão gostosa de se ouvir, tu devia rir mais, Alan. - Rafael segura a mão do menor, que encolhe de vergonha.

- Ahhhn, é..... - ele diz, nervoso. - Não faça nenhuma besteira, a gente tá no meio do parque.

- E eu me importo com que os outros vão pensar? - Cellbit puxa Alan pela cintura, levanta sua cabeça apoiando a mão embaixo do queijo, e aproxima seu rosto. Cellbit pede passagem com a língua logo que encosta seus lábios no de Alan, que logo cede. O beijo para quando o ar falta.

- AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHH! - Malena berra alto o suficiente para se ouvir lá da casa do caralho.

- Malena?? H-há quanto tempo tu tava aí? - Alan fica nervoso o suficiente para poder cavar um buraco e morar ali.

- Eu estive aqui o tempo inteiro. Vi você rir e beijar o Cellbit.

- Foi ele que me beijou! - Alan fala apontando para Rafael.

- Beijei mesmo, e se reclamar, eu beijo de novo. - Cellbit beija Alan da bochecha, o mesmo encolhe mais ainda.

Felps chega correndo de Guaxinim, que o seguia com uma pedra na mão. - ME DÁ O MEU PASTEL, SEU CABELO DE CUUUUUUU 

- AAAAAAAAH, ALGUÉM ME AJUDA, EU SÓ QUERIA UM PEDACINHO DO PASTEL!

- Hahahaha, coitado, Guaxa, deixa o garoto ser feliz! - Malena diz rindo, sendo seguida por Cellbit e Alan.

- R-RAFAELLLLLLL! - Cellbit entreolha, reconhecia a voz da garota que o perseguia há dias.

- Me deixa em paz, Sasa...

- M-mas, Rafaaaaa, por favor, me dá uma chance! - Ela praticamente subia nele. Cellbit a empurra, irritado.

- Caralho, mano, me deixa! Eu namoro! - Todos ali estavam surpresos.

- Mas quem? - Sasa fazia uma carinha de pidona nem um pouco convincente

- O Alan, ué. - Ele diz, entrelaçando os dedos com os de Alan, que estava confuso.

- Eu.... Eu..... VOU TE MATAR, SEU LIXO! - Sasa pula em cima de Alan, e começa a bater nele.

- AI, AI! ALGUÉM TIRA ELA DE CIMA DE MIM! - Alan tentava se defender, mas a baixinha parecia que saiu de um programa de WWE ou seja lá o que fosse.

De repente, uma outra garota, igual a Sasa, sai de lugar algum e a pega pelos cabelos, a jogando longe.

- Que história é essa de pegar minha identidade na escola? Que merda você fez? - Era outra Sasa, o que estava acontecendo?

- AI MAS TAVA TÃO LEGAL! - Sasa a dá um tapa na cara, a polícia chega e leva a Sasa louca, e deixa a outra ali. Todos estavam perplexos. Era alguma pegadinha do Sílvio Santos?

- Gente, me desculpa por tudo o que ela fez! Éeee...... eu meio que tenho uma irmã, sabe? Eu viajei e ela ficou aqui no Brasil. Me desculpa mesmo. Eu espero que vocês dois sejam felizes juntos, e eu jamais interferia em um casal tão fofo! Vejo vocês segunda-feira. - Então, Sasa chama um Uber e vai para casa.

- Alan, você esá bem? - Cellbit o levanta, Alan assente.

- Então eu sou o seu namorado agora? - Alan sorri de canto.

- Se você quiser.... - Cellbit beija a mão do menor.

- Sim, caralho!

- Ah, que bad.... - Malena diz, com um sorriso triste. Todos começam a rir, e andam pelo parque, zoando e rindo. Principalmente Alan, que não podia estar mais que feliz, até que alguém inesperando esbarra pelo caminho dele.

- A-ah..... Você....?

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


quem será que ele encontrou?
n sei
ora

eu duvido alguém acertar

DUVIDO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...