História Do you want milk ? ( Vkook , Taekook . ) - Capítulo 64


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Taekook Vkook
Visualizações 162
Palavras 1.819
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Fluffy, Hentai, Lemon, Romance e Novela, Slash, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 64 - Call me Daddy.


Fanfic / Fanfiction Do you want milk ? ( Vkook , Taekook . ) - Capítulo 64 - Call me Daddy.

 

O que você faz quando seus filhos saem pra dormir na casa do seu irmão mais velho ?
Eu por exemplo fico andando pela casa sem ter o que fazer . Isso é muito entediante e cansativo . Penso com as mão sobre a mesa cheia de brinquedos .  

 — Vamos arrumar essa bagunça .  — Puxo os ursos com a mão direita usando a esquerda para pegar meu celular .

Abri a porta do quarto e fui até o guarda roupa , ainda me pergunto o porque de não ter usado meus novos brinquedinhos . Como geral sabe que sou masoquista eu tenho tipo uns negocio muito estranho . Apenas adoro .

 — É hoje que eu fico sem andar . - Foi isso mesmo que vocês pensaram seus safajins . ( N/A : Pior piada ever , foi mal aí . ) 

( P.O.V Jungkook . )

Estava sentado no meio da sala de reuniões ouvindo trezentas pessoas falando ao mesmo tempo me deixando mais perdido que cego em tiroteio . Olho pra baixo sentindo meu celular vibrar dentro de minha calça , olhei pra cima e pra baixo mais uma vez duvidoso sobre pegar e verificar o que era .

Tirei o aparelho e o segurei com a mão esquerda deixando a direita livre para apenas fingir estar escrevendo . Abri meus contatos vendo uma mensagem do Taehyung . Inocente como sou fui ver até por que eu achei que fosse um “ Oi “ ou “ O que está fazendo agora ? “ mas não era , minha santa Sehuna que estais no céu ainda vou ter um ataque cardíaco com as fotos desse ser .  

Mensagens . . .

Leãozinho : Ah Daddy , o que achou ? . Sabe eu quero que venha logo pra casa .
Enviado as : 17:55 / Visualizado as : 18:01 .

Daddy : Kim Taehyung , isso não se faz . Sabia ?
Enviado as : 18:03 / Visualizado as : 18:06 .
 

Leaozinho : Eu faço . E quero fazer com você , agora Daddy . Estou me sentindo culpado e tenho tantos brinquedinhos novos pra testarmos . Quero gemer seu nome bem alto .
Enviado as : 18:10 / Visualizado as : 18:11 .

Daddy : E vai fazer o que eu quiser não ?
Enviado as : 18:12 / Visualizado as : 18:14 .
 

Leãozinho : Quer testar ?
Enviado as : 18:14 / Visualizado as : 18:15 .
 

Daddy : Ah Taehyung , sabe que me deixou duro ?
Enviado as : 18:16 / Visualizado as : 18:17 .

Leãozinho : Assim que eu gosto , vai ficar duro quando gozar na minha boca ?
Enviado as : 18:17 / Visualizado as : 18:17 .

Daddy : Garotinho , onde está a tua inocência ?
Enviado as : 18:18 / Visualizado as : 18:18 .

Leãozinho : Eu nunca tive isso e não pretendo ter com você . 
Enviado as : 18:20 / Visualizado as : 18:24 .

Daddy : Ah Baby-Boy , vamos fuder a noite toda .
Enviado as : 18:24 / Visualizado as : 18:25 .

Leãzinho : De preferência bem forte . - ( Áudio . )
Enviado as : 18:16 / Visualizado as : 18:17 .

Levantei meu olhar pra geral me encarando com olhares feios por eu estar ao telefone . Ajeitei minha postura , sorrio envergonhado e voltei a prestar ateção .

 — Podemos continuar Jeon ? .  —  Enquanto uma parte de mim assentia a outra só pensava em Taehyung e no que deveria estar fazendo agora .

Depois de ter resolvido tudo o que precisava o que demorou umas horas chatas , voltei pra minha sala andando com muita preguiça e pensamentos nada puros . Quer dizer , meus pensamentos nunca foram os melhores , ainda mais quando envolviam Kim .

Me sentei na mesa deixando tudo jogado no chão , é eu sou bem desorganizado com minhas coisas e não ligo sobre isso . Peguei meu celular pra ligar pro moreno e avisar que estava voltando pra casa .

Ligação . . .

Jk :  —  Baby , está acordado ?
 
Th :  — Huh Daddy , finalmente deu um sinal de vida . Eu estou te esperando aqui no nosso quarto . Quando vem pra cá ?

Jk :  — Sabe esperar não ? . Mas antes me diz o que está fazendo ?

Th :  — Nesse momento ? Hã , deitadinho na cama com sua blusa e um copo de leite bem quente do lado .

Jk :  — Me espere , estou chegando .

Desliguei o celular jogando o aparelho pro lado . É hoje que os vizinhos ligam pra policia , não tenho culpa se sou um bom Daddy .

- x -

Desci do carro mal o trancando , abri a porta deixando minhas coisas no chão . Tirei meus sapatos , fui até a estante abrindo uma das gavetas , sempre guardei um chicote aqui dentro . E porra , vou usar hoje e muito . Comecei a subir as escadas segurando o corrimão .

Segurei a maçaneta e a abaixei , dei um chute fraco fazendo a porta abrir e me deparando com Tae vestido de branco e com um plug de gatinho da mesma cor em sua entrada , isso é consideravelmente fofo e sexy pra mim  .

 —  Daddy chegou .  — Sorri maldosamente passando meus dedos entre meu cabelo .

 Tae não me respondeu só encheu as bochechas de forma doce , então dei passos curtos até o menor subindo minha mão esquerda e a pousando em sei queixo . Deslizei até aquela boquinha maravilhosa separando seus lábios .

Fui chegando mais perto e deixei beijos molhados em seu pescoço branquinho lhe arrancando suspiros pesados com barulhinhos eróticos saindo da sua boca .

 —  Não vai precisar disso , o meu é maior .  —   Puxei o plug com uma certa força ouvindo um gemido de dor .

 — Awn Daddy , isso doeu .  —  Choramingou me dando tapas fracos no peito .

 — Não me bata , eu ainda estou no controle .  —  Mordi sua bochecha a vendo ficar marcada .

( P.O.V Taehyung . )

Aigoo , como ele me conhece tão bem ? . Cada beijo , toque e chupões em meu pescoço fazem minhas pernas tremerem . Seguro seus bíceps fazendo nossos olhares se encontrarem .

 —  Me castigue o quanto quiser , vou ser somente seu Daddy .  —   Dei um sorriso sarcástico dando selares em sua boca entreaberta .

Jungkook largou o chicote e me guiou entre beijos intensos e calorosos até a escrivaninha . Sentei nela segurando a barra de sua camisa larga . Nos separei querendo respirar um pouco antes de recomeçar .

 —   Vai me deixar assim , vestido ? .  —  Agora estou com um pouco de medo do maior .

Desfiz o nó de sua gravata e passei o pedaço de pano em meu pescoço , desabotoei sua camisa social deixando à mostra seu abs maravilindo . Jungkook separou bastante minhas pernas se encaixando entre meu corpo .
Nossas ereções se tocaram fazendo soltar um gemido manhoso .  

 —  Baby , dança pra mim ? .  —  Recebi um olhar autoritário seguido de sua voz rouca .  

O moreno pegou meu celular e pude ouvir o toque alto da melhor musica possível quando o momento é sexo .

 — You already know my name , but tonight, I want you to call me Daddy . — Acompanhou a letra da música totalmente sexy me causando arrepios pelo corpo .


Andei até o centro do quarto abrindo um botão da camisa , passei meus dedos desde as coxas até minha boca inchada e vermelha . Me virei de costas e fiquei de joelhos , inclinei meu corpo para o chão ficando de quatro  —  literalmente —  rebolei fazendo sons eróticos e falando frases obcenas direcionadas ao mesmo .


— Vem brincar Daddy . — Dei tapas em minha bunda logo a separando , eu sei como provocar o maior .

— Ah Taehyungie , tão inocente hein . — Apertou o próprio membro , minha santa Neide , que ereção gigante é essa . —  Quer muito ? . —  Concordei . — Então pede pro seu Daddy . -
 
— Daddy , me foda bem forte , deixei-me sem andar por uns dias . — Sentei no chão abrindo as pernas .

— Acha mesmo que vou te deixar livre assim ? . - Ótimo , Jungkook e algemas nunca deram muito certo - me ferrei - .

—  Amor ?

— Shii , quietinho . — Ele colocou uma mordaça em minha boca e as algemas em meus pulsos . — Agora quem ordena sou eu , e você apenas obedece . — Assenti sendo levantado pelos braços do mesmo até a cama .

Olhava ansioso enquanto ele tirava o cinto . Suas calças desceram até os joelhos , as coxas dessa pessoa são as coisas mais perfeitas . Pegou o chicote se ajoelhando a minha frente .

— Cada gemido seu vai ser uma chicoteada , entendeu ? . — Porra , fiquei sem reação. — Entendeu ? . —  Elevou a voz e apenas concordei . — Perfeito . — 

( P.O.V Jungkook . ) 
 

Segurei seu membro totalmente ereto , brinquei com sua glande rosada a apertando com meu polegar só pra provocar mesmo . Um gemido baixo e abafado foi ouvido .

— O que eu disse ? . — Sua expressão de medo me fez sorrir , nesse momento deixo uma chicoteada forte em sua coxa a deixando marcada e muito vermelha .

Comecei a masturba-lo com movimentos ora lentos , ora rápidos . Sei que Tae não segura por muito tempo então continuei com a boca . Sua respiração ofegante era audível junto de murmúrios . Desci passando os dentes em suas veias grossas . Paro com o gosto de seu pré gozo azedo em minha língua .

E mais um gemido só que muito mais alto .

— Se controla . — Segurei o chicote e bati na coxa esquerda .

Retirei a mordaça de sua boca dando selinhos demorados o fazendo sentir seu gosto .
Peguei uma camisinha e a vesti ,

— Senta aqui . — Segurei meu membro pra cima sorrindo travesso .

Taehyung sentou com força me fazendo gemer de dor . Segurei sua cintura pressionando sua bunda pra baixo acertando sua próstata .

— A-acerta lá Daddy !!
 
— Aqui amor ? — Estoquei mais uma vez com ele jogando a cabeça pra trás .

— Isso é tão bom . — Sussurrou arrastado contra meu peito .

Apertei Taehyung em um abraço carinhoso acariciando suas costas , Seus dedos passearam por meus braços ainda se movimentando .

— Quer ir junto ? — Perguntou ansioso .

Tae começou a ir muito mais rápido , e me desfiz antes dele . Mas o menor acabou nos sujando . Segurei seu rosto com as duas mãos começando um beijo calmo e cheio de carinho .

— Cuida de mim ? —

— Sempre . — Me joguei pra trás o levando junto . 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...