1. Spirit Fanfics >
  2. Doce-Amarga Identidade >
  3. Pai

História Doce-Amarga Identidade - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Hello

Capítulo 4 - Pai


Meus pais no quintal, fugindo de uma velha?

- O que tá acontecendo? Quem é essa senhora?

- Ela não é uma "senhora", olhe direito.
Nico exclamou, puxando sua espada.

Olhei bem pra ela e vi garras no lugar das mãos, pernas de galinha e asas.

- Mas que porra é essa ?

- Uma fúria, Angel

- Isso mesmo crias de Hades
A fúria falou com louvor se esquivando da espada de Nico, e tentando feri-lo.

- Tsc, mande ele esperar mais um pouco, suma agora.
Nico susurou enterrando a espada no corpo daquele ser, que no mesmo momento virou cinzas.

Mas que merda tá acontecendo, olho pro meus pais e vejo que estão bem, aparentemente.

- Senhora e Senhor Miller ?
Nico chama a atenção deles.
- Podemos entrar na sua casa? Bem no que restou dela.

Reparo agora que a explosão foi na cozinha, já que só ela está destruída.
Entro na sala com os demais e introduzo;

- Tá na hora da conversa?

- É, sim, conte tudo para ela,Ágatha.
Meu pai disse, dando um toque em minha mãe.

- Tá, então conheci seu pai verdadeiro na época em que eu e o Carlos demos um tempo.
Olhou para o meu pai e continuou;
- Naquele tempo que nós demos, fui para um festival, que seria realizado em um bosque da Floresta Negra na Alemanha, lá eu o vi pela primeira vez. Ele era lindo e
galanteador, com cabelos pretos sedosos e um olhar desafiador, me rendi ao encanto depois de um certo tempo e naquela mesma noite, eu engravidei de você.

Uau, fui feita na Alemanha, em um bosque, não estou reclamando massssss, queria ter sido planejada e pelos menos ter sido feita em um quarto.

- No dia seguinte, seu pai sumiu, como se nunca estivesse estado alí comigo. Depois de uns messes eu e o Carlos voltamos a ficar juntos, e na época em que voltei para os braços dele,  descobri que estava grávida de 2 meses. então lembrei-me daquela noite e contei tudo para Carlos, o mesmo me perdoou, prometendo assim cuidar de ti como se fosse dele. Mas quando você nasceu, ele apareceu, tão belo quanto naquele dia e se revelou ser um Deus. Deixando um presente para ti, um anel e um colar, dizendo as seguintes palavras:

- Pequena semideusa, um dia há de se encontrar comigo novamente, mas terá de deixar tudo para atrás, pois o caminho de um filho de Hades deve ser trilhado sozinho.

- Onde estão os "presentes" ?
Pergunto engolindo seco.

- Vou pega-los
Minha mãe disse e saiu em direção ao quarto dela.

- Aqui, filha.
Me entregou um caixa onde continha o bendito colar e anel.
O anel era uma caveira e o colar tinha um anjo ceifador.
Ao ver os mesmos me lembrei da frase "o caminho de um filho de Hades deve ser trilhado sozinho" e estremeço.

Nico que até o momento estava calado percebe minha aflição e diz:

- Você não vai está sozinha, bem, você tem eu, também sou filho dele.
Sorrio com isso.
- Obrigada.

Continua...


Notas Finais


Bye bye


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...