História Doce Amargo - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer, Little Mix, One Direction, Zayn Malik
Personagens Ashton Irwin, Calum Hood, Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Luke Hemmings, Michael Clifford, Niall Horan, Perrie Edwards, Zayn Malik
Tags Amor, Dor, Superação, Traição
Visualizações 27
Palavras 2.719
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Lemon, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


♣Depois de 50 mil anos olha quem está de volta dos mortos.
♣Isso foi um hiato eu sei, mas estava me recuperando de algo, voltei por causa de uma leitora que veio me perguntar sobre a estória e eu fiquei comovida para voltar, porque por mais que eu tenha perdido toda inspiração minha inspiração maior vem de vcs que se importam.
♣Fiz o melhor que pude, então espero não decepciona-las bolinhos.
♣Dedicado ao bolinho de chocolate @amoroxa.

Capítulo 8 - Capítulo 7.


Fanfic / Fanfiction Doce Amargo - Capítulo 8 - Capítulo 7.

Pont Of View: Narrador.
-Los Angeles.-

           Perrie se encontrava estática na porta da casa de Zayn, ela não estava com medo ou algo semelhante, mas Perrie estava cansada e queria evitar uma possível briga que ela sabia que viria a seguir, conhecendo Gigi o pouco que ela conhecia, Perrie não tinha nada contra a mesma porem ela não poderia dizer que gostaria de uma pessoa que tinha caso com outra sabendo que esta mesma tinha alguém ainda. Perrie era muito certa para isso e ela abominava tal atitude de índole duvidosa, apesar de tudo isso ela não queria que Zayn tivesse qualquer desentendimento com sua amada, ela sabia que ele a amava e não seria capaz de desejar qualquer mal a relação dos dois, sim Perrie era uma pessoa que parece que não existia, ela era boa demais para aqueles dois que se mereciam. 
-O que você esta fazendo aqui?- Perguntou Zayn de forma que Perrie não soube identificar no seu tom de voz.
-O que eu estou fazendo aqui?- Gigi perguntou com deboche e ironia pingando na voz.- Eu estou te ligando a horas mas você tem me ignorado de forma que me obrigou a ter que vir aqui.- Ela disse já alterando o tom de voz. Perrie vendo que iria se desenrolar um confronto pela frente a mesma logo se pronunciou.
-Olha Zayn eu estou casada, então vou entrar- Falou passando sua pequenas mãos delicadas pelo rosto, ela já sentia pequenas pontadas de dor de cabeça.
-Você fica bem onde esta!- Disse Gigi autoritária para Perrie, a loira mais alta estava fumaçando de raiva, e queria tirar essa estória a limpo.
-Gigi o que você tem a resolver não é comigo e sim com seu namorado, então não me inclua nisso, agora faça-me o favor e saia da minha frente.- Desta vez quem não estava para brincadeiras era a pequena loira, raramente Perrie agia assim, de forma arrogante ela nunca gostou disso pois para ela isso lembrava a sua mãe e ela jamais queria ser comparada a mesma, porem Gigi parecia que a  obrigara a agir da maneira que ela mais odiava.
-Perrie!- Zayn falou de forma repreensiva para a mesma.
-Calado, que eu não estou falando com você!- Ela disse olhando para Zayn de forma seria, Zayn não soube o porque mas ele não ousaria contestar Perrie dessa vez.
-Agora ela manda em você?- Pergunto a maior ainda fazendo cena, parecia que Gigi estava ali justamente para tirar sua paciência, a verdade a paciência dos dois, apesar de Zayn jamais falar algo para ofender sua garota mas ele estava cansado e sem um pingo de paciência para lidar com aquilo naquele momento. Perrie então empurrou Gigi para o lado de forma quase rude e passou para entrar na casa, então lembrou que não tinha as chaves. Zayn tentando evitar o confronto entre a duas loiras deu de imediato a chave para Perrie que entrou na casa rapidamente.
-Porque que ela esta aqui em Los Angeles com você?- Perguntou Gigi, seu tom era neutro e o moreno a conhecia bem demais para saber que isso tudo era uma falsa calmaria.
-Baby você sabe que eu tive que vir fazer um show aqui Los Angeles e ela não pode ficar sozinha.- Falou de forma amena, tentando domar a fera. Zayn tinha contado por alto  para Gigi o que tinha acontecido com a loirinha.
-Agora vai ser assim?! Para esta com você eu tenho que aturar ela junto? E ainda tem esses bastardos!- Falou bufando, Zayn não soube o que lhe deu porem ele sentiu uma raiva imensa apoderar-se de si no momento que Gigi falou aquilo dos seus filhos. Ele se aproximou tão rápido de Gigi que ela se assustou com ele na sua frente olhando-a de forma extremamente fria.
-Você não ouse falar dos meus filhos de forma tão baixa Gigi, eu amo você mas não confunda as coisas, eu não me importo que você fale da Perrie a xingue mas dobre sua língua ao falar dos meus filhos.- Disse de forma baixa e fria, Gigi nunca tinha visto Zayn daquele jeito e ele jamais tinha falado com ela daquela forma, ele lhe deu medo naquele momento e Zayn não estava arrependido.
-Me desculpa.- Ela disse baixo quase inaudível, porem o moreno ouviu.
-Eu estou cansado Gigi, e não tô’ com um pingo de cabeça para brigar com você agora, você poderia voltar amanha para nós podermos conversar melhor?- Ele falou passando as mãos pelo rosto fazendo uma expressão cansada, esta situação estava lhe tirando a paz, e pela primeira vez na sua vida ele estava arrependido de ter feito algumas burradas, porem ele preferio ignorar este pensamento.
-Tudo bem.- Ela disse baixo, quem a visse naquela situação não diria que era a mesma Gigi Hadid de algum segundos atrás, ela parecia mais um cachorrinho com o rabo entre a pernas que foi repreendida. Zayn apenas lhe deu as costas e seguiu para dentro de sua casa. Gigi ainda permanecia estática do lado de fora, passado alguns segundo de sua surpresa momentânea da forma que o Zayn falou com ela a raiva começou a lhe subir, ela sabia que tudo era culpa daquela cantora sem talento que fizera Zayn lhe tratar de forma na qual ele nunca tinha lhe tratado antes ou a ter deixado do lado de fora da casa dele como se ela não fosse nada, ela iria embora naquele momento, mas ela voltaria. 
Perrie estava deitada em sua cama, depois que ela entrou na casa ela segui para a parte superior, escolheu um quarto qualquer dos muitos disponíveis e foi tomar uma banho para relaxar, ela sabia exatamente onde ficava o quarto de Zayn que era o maior da casa claro, diferente de Perrie, Zayn gostava de ostentar luxo nas suas coisas, não que isso fosse algo ruim até porque ele trabalhava e se esforçava para ter isso, isto era apenas uma opção. Então ela foi até o quarto dele e pegou uma camisa grande e comprida para si já que a mesma não tinha trago roupa alguma, ela neste momento se encontrava deitada no quarto que não ficava muito longe do de Zayn, mas a pequena e delicada garota não parava quieta ela não conseguia dormir de forma alguma. Olhou para o lado de sua cama onde tinha o criado mudo e viu que já era bem tarde porem ela estava com muita fome e com um desejo imenso de comer yakisoba, depois da gravidez a loira passou a sentir diversos desejos diariamente, quando ela ouvia falar sobe isso que acontecia as grávidas ela achava que era um mero mito porem depois de sua gravidez ela entendeu que era de fato verdade, o desejo que ela tinha era tão grande que chegava a lhe dar água na boca, então depois de revirar-se na cama e perceber que ela não iria mesmo conseguir dormir levantou-se e seguiu para o andar de baixo. Ela tomou um grande susto ao ver Zayn na cozinha ela pensou que o mesmo já se encontrava dormindo pois do que ela conhecia bem do moreno uma das coisas que ele mais amava fazer se não a que ele mais gostava era dormir. 
-Ai que susto Zayn- Ela disse colocando a mão esquerda sobre o peito. Viu que o mesmo se encontrava apenas com uma calça moletom e sem camisa,  Perrie tentou a todo custo não olhar para aquele abdómen definido que parecia lhe chamar para passar suas unhas ali e deixar umas marcas, suas tatuagens só o deixavam  mais atraente, Perrie balançou a cabeça de um lado para o outro tentando espantar as ideias malucas que lhe cercavam.
-Pensei que você já estivesse dormindo- Disse ele com a expressão neutra, até o momento Zayn não tinha percebido que a loira estava com uma blusa preta e comprida que lhe pertencia, aquela visão para ele era do paraíso a garota estava com seus cabelos soltos seus cachos eram grandes e compridos parece que depois da gravidez seus cabelos estavam crescendo com bastante rapidez ou ele só estava prestando mais atenção nela agora, o seu rosto estava livre de qualquer maquiagem destacando suas sardas que ele não fazia ideia de que achava a coisa mais adorável na loira seus lábios nem tão finos nem tão grossos o fazia ter vontade de morde-los, a camisa preta chegava ate o meio de suas cochas sua barriga ainda estava pequena porem já se destacava e dava para ver perfeitamente que seus filhos estavam ali dentro e isso não o fazia lhe desejar menos, ela era a visão real de que anjos existiam sobre a terra, ele sentia sua calça moletom apertar e sua membro dar fisgadas. Zayn não fazia ideia do que estava acontecendo com ele, primeiro ele tinha agido friamente com Gigi como jamais tinha agido antes e agora ele sentia um desejo avassalador por aquela que uns meses atrás tanto desprezará. 
Perria se sentia corar com o olhar intenso de Zayn sobre si, ele já olhara para ela assim, mas isso já fazia tanto tempo que ela duvidou que aquilo fosse real ou apenas algo que sua mente lhe pregava para lhe iludir de forma trágica. Ela estalou os dedos em frente ao rosto de Zayn para lhe acordar do transe que a mesma lhe proporcionara e que para ela achava que era coisa de sua cabeça lhe pregando fantasias por amar o moreno. 
-Eu estou com fome.- Disse ela para quebrar o clima estranho que ficou.
-Quando você não esta, não é mesmo ?- Ele perguntou soltando uma risadinha.
-O que você quer dizer com isso?- Ela perguntou com o tom de voz bravo.- Você sabia que agora eu como por três?- Disse.
-Sabia sim, vou preparar algo para você- Ele disse e seguiu para o armaria da cozinha para procurar os mantimentos.
-Zayn-  Perrie falou de forma melosa, ele virou para a mesma e ela fazia uma cara fofa, ele sabia que ela queria alguma coisa. Ele apenas fez um sinal com a cabeça para que ela falasse o que queria.- Eu ' com fome, mas não é de qualquer comida, quero comer yakisoba- Falou por fim fazendo um biquinho adorável e colocando as mãos na cintura para enfatizar seu pedido que para ela era urgente. 
-Serio loirinha?- Ele disse o apelido que a muito não lhe chamava fazendo o coração de Perrie dar saltos, ela quase pode jurar que ele podia ouvir, ela viu que ele não tinha percebido que tinha lhe chamado pelo apelido de quando ele realmente demostrava sentimentos por ela que fora a anos atrás, ela nada disse sentiu uma chamar gostosa e quente surgir em seu peito porem tentou reprimir, Perrie não podia se iludir com tão pouco.- A essa hora? Perrie são uma da manhã- Disse ele passando as mãos pelo rosto.
-Mas eu quero Zayn e se você não comprar para mim eu vou comprar sozinha- Disse.
-Não poderia ser uma pizza ou um hambúrguer?- Falou ele de forma retorica sabendo que quando ela tinha esses surtos de desejo nada lhe faria mudar de ideia, tinha horas que Perrie poderia ser tão teimosa quanto uma mula. 
-Não, não poderia! Eu quero yakisoba- Ela disse com os olhos brilhantes, ele nunca tinha visto alguém ficar tão desejosa de algo que até mesmo faziam seus grandes olhos azuis brilharem.  
Depois de que pareciam horas para a mesma Zayn chegou com seu tão amado e desejado yakisoba, ela correu quando escutou a porta da frente fazer um barulho, seu rosto tinha um sorriso de orelha a orelha parecia até uma criança na manhã de natal quando o pai lhe dava o seu presente. Ela tirou a sacola das mãos de Zayn com pressa não esperando ele lhe oferecer.
-Nossa parece até uma leão atrás de sua caça- Falou ele fazendo uma careta e vendo ela se sentar na mesa da cozinha abrindo o saco plástico e tirando de dentro uns quatro recipientes que continham yakisoba. Ela abriu um dos mesmo e começou a comer dando gemidinhos de satisfação fazendo Zayn pensar que ele era um pervertido por pensar coisas suja da garota que apenas estava matando seu desejo de comida. 
-Você não vai comer?- Ela disse agora comendo mais vagarosamente.
-Sim, se você deixar algo para mim- Disse ele baixinho a ultima parte.
-O que você disse?- Ela perguntou.
-Nada, disse que já estou indo.- Os dois comiam em silencio até Zayn fazer uma pergunta que deixou Perrie desconfortável. – Porque você não me contou desde o começo sobre os meus filhos?- Perguntou.
-Nossos filhos.- Disse ela frisando bem o nossos.- Zayn você saiu do meu apartamento dizendo que não queria mais nada comigo e logo depois eu descubro que eu estou grávida, o que você pensaria se eu chegasse tempos depois dizendo que estava grávida de você? Hã? Você me acusou de ser uma golpista sem nem mesmo eu ter ido atrás de você, eu sei que você ama a Gigi e eu não queria de forma alguma atrapalhar seu conto de fadas, não é por que eu não tive o meu que lhe impediria de ter o seu. Não queria que você achasse de forma alguma que estava fazendo isso para lhe prender ou algo parecido, meu amor por você é grande demais para privar você do que você realmente ama. – Quando Zayn ia dizer algo foi impedido pela garota correndo para o banheiro mais próximo da parte inferior da casa. Chegando no vaso sanitário Perrie despejou todo o seu jantar tão desejado que agora não era mais tão desejado assim. Ela sentiu mãos em seus cabelos, o moreno segurava seus cabelos e passava a mão livre em sua costa de forma delicada. Quando ela pensou que tinha cessado mais uma onde de enjoo lhe atingiu fazendo ela vomitar mais, ela queria dizer para Zayn sair dali porque ele não tinha obrigação nenhuma de ver aquilo, se era nojento para ela com certeza ainda mais para ele que estava vendo tudo, mas a mesma se sentiu tão franca que apenas ficou calada e sentou no chão. Ele saiu e em segundos voltou com uma escova de dentes lacrada em uma embalagem e uma pasta de dentes. Ela pegou o lhe foi oferecido e escovou os dentes e limpou sua boca daquele gosto horrível. 
-Não acredito que você fez-me  sair uma hora da madrugada para comprar algo apenas para vomitar tudo, eu sabia que seu desespero ia acabar te fazendo passar mal.- Disse ele de forma calma e amena.
-Zayn- Perrie falou de forma como se repreendesse uma criança de cinco anos. Mas ela sabia que em partes ele estava certo.
-Vamos vou te levar para o seu quarto- Disse a ignorando e a carregando no colo como se tivesse impossibilitada de andar.
-Zayn eu não estou doente, eu só passei mal por conta da comida isso acontece com bastante frequência, achei que já tinha passado dessa faze mas acho que não.- Ela disse encostando a cabeça em seu ombro, sua respiração pegava quase que na nuca do moreno que se arrepiou por inteiro. Zayn já estava ficando irritado consigo mesmo por contas destas sensações que a mesma estava lhe causando ultimamente, se continuasse assim ele ficaria maluco a curto prazo. Ele sentiu o corpo pequeno que não pesava que uma pena relaxar e sua respiração ficar baixa e regular ela tinha caído no sono antes mesmo de chegar no quarto, para alguém que estava reclamando a poucos segundos atrás que ele estava a lhe carregar até que aceitou bem rápido demais ele pensou revirando os olhos. Zayn não havia dito nada sobre o que a mesma falou a minutos atrás mas ele não conseguia parar de pensar nas palavras da garota. Ele foi para o quarto que ela estava hospedada mas quando ele chegou na porta mudou de ideia levando-a para o seu, talvez ela se zangaria com o moreno por essa atitude mas ele fez isso apenas por medo de que ela poderia voltar a passar mal no meio da noite e ele não teria como saber se algo assim acontecesse com a pequena que estava em seu colo, ao menos era isso que ele dizia para se mesmo. 
                                        “ Ficarei com você do anoitecer até o amanhecer amor, estou bem aqui.”
Dusk Till Dawn.

 


Notas Finais


♠Gente eu queria muito mesmo agradecer as pessoas que comentaram no capítulo anterior que eu postei falando o porquê de eu ter parado de escrever, fiquei muito feliz mesmo pela preocupação de vocês bolinhos. Agradeço de coração, vocês me fazem sentir bem, obrigada. Sei que não respondi os comentários mas eu li cada um com muito carinho e guardo no coração obrigada <3.
♠Espero que gostem e que não tenham desistido de ler.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...