História Doce e amarga saudade - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 13
Palavras 371
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabs, Drama (Tragédia), Fluffy, Hentai, Lírica, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Nudez, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Yo amados!
Sinto muitíssimo por ter andado sumida!
Reparei que vocês gostaram bastante do texto Suspiros (😏😏)... Enfim, agradeço de todo o meu coração por todo o apoio que eu tenho recebido de vocês. ♥️
Por fim, espero que gostem desse texto!!

Capítulo 1 - A corrupção de um anjo.


 Eu era como um anjo, pura até a essência. Todavia tamanha pureza não durou muito, não com suas suaves mãos por perto... 

 Rasgaste o véu como se fosse papel, demonstrando total controle sobre a situação, contudo pude ver o discreto brilho em seus olhos quando por fim viste meu verdadeiro eu. Agradeço aos céus por ter sido alvo de todo o seu amor naquela noite.

 Tivestes outras mulheres, como havia me dito. Mas lembra-te, meu amado, quando sussurrou aquelas doces palavras ao meu ouvido pensando que eu estava a dormir? Palavras que não havia recitado à nenhuma outra. Pois bem, as ouvi. Mas não te envergonhes, amei a cada uma delas.

 Digo-te que guardei no mais profundo de meu ser todas as tardes de verão que passei ao teu lado. Relaxávamos ao som de seu violão e nos perdíamos naquele vasto céu enquanto cantavas sua mais nova composição inspirada em mim. O timbre de tua voz me transportava ao meu lugar de origem, matando minha saudade.

 Não tivestes medo de gritar e suspirar naquelas noites tão quentes, de me segurar com mãos firmes e famintas e dizer coisas belas em meu ouvido. Nem ao menos temeste me amar como nunca antes havia amado alguém, ou me olhar com olhos transbordantes de amor...  

 Você havia encontrado um anjo, o qual jamais conhecera a paixão. E com toda a sua doçura - a qual tentava em demasia disfarçar com arrogância - mostrou-lhe as mais belas coisas deste mundo.

 Tocavas-me como se estivesse tocando em seda, pois tão delicado era tal toque... Ainda posso senti-lo vagar por minhas curvas.

 De onde estás, consegues ouvir minha respiração acelerada?

 É infeliz que possamos comparar nosso amor ao de Romeu e Julieta: o maior e mais rápido amor da história. Deixaste-me tão covardemente... por que fizeste isso?

 Minha pele se encontra gélida sem o calor de suas mãos ou o sopro quente de sua respiração.

 Como pôde me deixar assim? Não consigo mais sonhar, apenas tenho pesadelos onde recordo nossa história como um velho filme.

 Morreste e não deixaste uma carta sequer. Sobrou-me apenas recordação e saudade. Doce e amarga saudade.

 Eu era como um anjo, pura até a essência, mas felizmente tudo mudou quando te conheci.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...