1. Spirit Fanfics >
  2. Doce Fogo >
  3. Elisa Grimaldi

História Doce Fogo - Capítulo 57


Escrita por:


Notas do Autor


Pessoal, espero que estejam acompanhando por aqui.
Achei melhor colocar todas as temporadas juntas.
Capítulo de Hoje!!!!!!

Capítulo 57 - Elisa Grimaldi


Fanfic / Fanfiction Doce Fogo - Capítulo 57 - Elisa Grimaldi

  Elisa andava pela neblina ajuntando os cavalos em meio a tempestade com a ajuda de seus funcionários quando ouviu os gritos do irmão. Seguindo os gritos ela se deparou com três carros à deriva no meio da estrada para sua casa.

 

“ Os “japinhas” chegaram!” - ela se lembrou que Eduardo pediu que hospedasse por dois dias um grupo coreano e emprestasse a casa para a gravação de um clipe.

 

A garota desce do cavalo e dá a volta pelo veículo atolado tentando calcular os estragos.

 

- Edu pode seguir com o carro da frente. Deixa comigo, eu vou resolver.- Ela diz toda resoluta.

 

Confiando na irmã, Eduardo entrou no carro e seguiu viagem até chegar na sede da família. Dong Hee queria morrer! Além do problema existir agora estava longe dele!

 

Elisa colocou o cavalo perto de uma árvore e o chicoteou para dar coices no tronco liberando vários galhos que já haviam se quebrado com a chuva. Os galhos e folhagens que caíram Elisa foi colocando no buraco, e assim que ela sentiu firmeza pediu para o motorista do carro dar ré.

 

O carro deslizou um pouco, mas saiu do buraco sem muitas dificuldades. Os garotos do Bts começaram a bater palmas admirados pelo show que tinham acabado de ver. Elisa olhou para eles séria mas fazendo um leve sorrisinho de superioridade, empinando um pouco o queixo, fato que serviu de “flecha do cupido” no coração de Kim NamJoon.

 

- Welcome guys (Bem vindos garotos)! - São as primeiras palavras dela ao grupo, encharcada pela chuva.

 

 

Elisa Grimaldi era uma ambivalência ambulante. Seus pais haviam falecido há bastante tempo, fazendo a menina amadurecer depressa, mesmo que emocionalmente ainda fosse uma garotinha mimada. Assim que completou 18 anos retornou da Europa onde estudava em um colégio interno para morar no Casarão de sua família e poder investir na criação de seus cavalos puro sangue, com a herança “gorda” que recebeu dos pais.

 

Eduardo, seu irmão, já havia gastado quase toda a sua parte na herança em projetos de filmes e documentários frustrados. Ele hoje dependia um pouco da ajuda de Elisa.

 

Elisa era bem educada e rica, mas passava a maior parte do tempo pisando em esterco e com cheiro de bichos. Era branquíssima mas tinha a pela castigada pelo sol e por vários machucados Era alta e magra do tipo “vareta”, olhos azuis e cabelos descuidados pintados também de azul, o que a diferenciava de todas as mulheres da sua idade, 26 anos.

 

Era corajosa e decidida, mas sua voz era bem fina e estridente. Tinha uma elegância aristocrática herdada de seu bisavô Barão, mas almoçava sentada nas escadas de casa com o prato entre as pernas. Falava inglês, alemão e espanhol fluentemente mas preferia conversar com os animais.

 

Por todos esses predicados ambivalentes, somente Elisa poderia impressionar RM e Suga ao mesmo tempo. Os garotos eram totalmente diferentes um do outro mas ambos se encantaram pela moça brasileira por diferentes aspectos.

 

Ao chegar no Casarão, todos os coreanos ficaram admirados! Não se tratava de uma casa de fazenda como eles haviam pensando… era uma mansão belíssima e recém reformada pela jovem Dona. A casa tinha vários quartos, com lareira e banheiros espaçosos e suficientes para hospedar todo o grupo e o staff. Mais de 10 pessoas trabalhavam com Elisa no trato dos animais e do Casarão. Para receber os coreanos, Elisa contratou uma chefe gourmet para cozinhar tudo que fosse mais agradável aos hóspedes.

 

Depois de guardarem todas as coisas, tomarem banho quente e descansarem, o jantar foi servido.

 

Na enorme mesa havia comida coreana e brasileira com abundância e Elisa estava na ponta da mesa demonstrando que era a dona daquilo tudo, fato que chamou atenção de todos os homens coreanos presentes pela ousadia da mulher.

 

Eduardo, Dong Hee e Rm eram os que mais conversavam apresentando o grupo e contando histórias de quando os dois eram companheiros de faculdade. Elisa estava impressionada com a inteligência e o porte de Rm. Jin e Tae também impressionaram pela beleza, mas foi Suga que ganhou atenção da moça pelo fato que a cachorra da fazenda, Lola, cheirou todos os visitantes mas foi ao lado de Yoongi que a cadela se deitou.

 

“Deve ter energia boa ou o sangue quente...” - Pensou interessada Elisa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...