1. Spirit Fanfics >
  2. Doce implicância >
  3. Capítulo 8

História Doce implicância - Capítulo 8


Escrita por:


Capítulo 8 - Capítulo 8


Severus ouviu rumores pela escola de que haveria uma festa naquela noite, não que ele tivesse interesse em ir a tal festa, ainda mais sendo uma social de Grifinórios.

O que o deixava feliz era o fato de poder ficar sozinho em seu quarto, Lucius e Theodore iriam para a festa e Rodolphus Lestrange iria para seu passeio noturno na Floresta Negra praticar suas magias de conteúdo duvidoso... Sendo assim Snape poderia descansar sem nenhum incômodo. Pena que ele estava errado...

 

A festa havia começado finalmente, alunos de todas as casas estavam presentes e os organizadores se asseguravam de que nenhum professor iria descobrir.

Alguns alunos já estavam bebendo e dançando, Arthur Weasley e Sirius Black principalmente, os dois não tinham muito controle quando começavam a beber. Pontas estava sentado numa poltrona observando os amigos, não estava muito animado e é por isso que um pouco mais tarde ele saiu de fininho para respirar ar fresco.

Mas como estamos falando de um maroto, Potter logo teve uma ideia um tanto ousada. Ele pensou que seria uma boa "invadir" o salão da Sonserina usando sua capa de invisibilidade e então iria usar seu "mapa do maroto" para encontrar Severus Snape e foi o que Pontas fez.

Por sorte, James viu dois alunos Sonserinos, andando depois do horário permitido, rumando para a casa das serpentes e Potter os seguiu, por um fio ele conseguiu passar junto dos dois sem que os garotos o percebessem.

Pontas estava nervoso mas não ia desistir, ele conseguiu localizar Snape em seu quarto e cuidadosamente entrou, sem fazer barulho, ainda usando a capa viu Severus de costas para a porta, concentrado ao lado da janela olhando o céu, vestindo apenas calças do seu pijama. James olhava e desejava agarrar Snape e de repente ele jogou a capa no chão, Severus se assustou e arregalou os olhos na direção de James. Snape abriu a boca algumas vezes mas nada saia.

- Oi. - James disse tímido e com um pequeno sorriso como se invadir o quarto de alguém fosse super normal.

- Mas o que diabos está fazendo aqui?! Como conseguiu entrar?! Qual é o seu problema, Potter?! Seu débil mental! - Snape gritou para ele.

- Er... - James coçou a nuca - Eu... Queria ver você. - corou.

- Sim, claro! E pra isso você INVADE meu quarto! - olhava Potter indignado - Potter, sinceramente, estou impressionado com a sua capacidade de fazer da minha vida um inferno. - Snape exclamou cheio de raiva.

- Não precisa falar assim comigo, Sev... - respondeu com um olhar triste.

- Sev?! - Snape realmente emanava descrença, estava tão irritado que nem percebia que estava semi nu - De onde você tirou "Sev"? Você bebeu, Potter? Você bebeu com certeza!

- Por favor só me deixa falar... - pediu se aproximando.

- Não! Some daqui! Agora!

- Não! - James gritou ficando a um passo de distância de Severus - Você acha que é o dono da razão e que sabe de tudo, mas não sabe! Você é simplesmente a porra da paixão da minha vida e eu só queria que você me notasse, mas você nunca liga pra mim! - os olhos de Potter começaram a se encher de lágrimas.

- Talvez seja porque eu não gosto de você, Potter?! - fez uma pergunta com um forte tom irônico.

- Me deixa mudar isso... - agora James estava a um palmo de distância do outro - por favor. - olhou nos olhos pretos do outro.

Snape ficou em silêncio, praticamente hipnotizado pelos olhos de James. Sentiu o cheiro do garoto e não demorou para James avançar em seus lábios, novamente Severus sentia seu coração disparar com o toque de Potter, mas desta vez ele se permitiu sentir... Deixou que Pontas o beijasse e retribuiu com a mesma intensidade.

James não queria que o beijo acabasse, mas eles cessaram e pela primeira vez Severus o puxou pela cintura e o beijou novamente. O Grifinório não poderia estar mais feliz.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...