1. Spirit Fanfics >
  2. Doce implicância >
  3. Capítulo 9

História Doce implicância - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


Gente, ATENÇÃO ❗❗
Eu estava vendo que no começo escrevi o nome dos personagens em português (James= Tiago), mas não me sinto mais confortável com isso então mudei para o nome original permanecendo em português os seus apelidos apenas.

Bom, capítulo curtinho apenas para incentivar a leitura.

Capítulo 9 - Capítulo 9


Snape acordou com os cabelos totalmente bagunçados, estava sem camisa, seu corpo tinha marcas de arranhão e até algumas marcas de mordida, ele se sentou na cama e lembrou-se da noite anterior. Não foi um sonho, as marcas em seu corpo eram a prova.

Quando ele foi ao banheiro e se olhou no espelho viu o "estrago" que Potter havia feito. Ele ainda não tinha caído na real, havia mesmo fodido Potter na noite passada? Se perguntava.

As imagens de Potter lhe fazendo um oral invadiam sua mente, depois James tirou toda a roupa e Severus não perdeu tempo. Transaram tão intensamente que depois o Sonserino apenas caiu no sono e nem viu Pontas ir embora.

Snape fechou os olhos enquanto entrava na banheira e se lembrou do rosto de Potter todo corado e pedindo para que Severus o fizesse seu. Nunca imaginou que ia gostar tanto de transar com a pessoa que mais detestava, ele era tão sexy e a forma como se entregava, como chamava seu nome e ainda pediu para Snape gozar no seu rosto. Que noite...

O Sonserino, ao terminar seu banho apenas se vestiu, olhou seus amigos dormindo e saiu. Foi curtir a manhã de sábado fazendo um passeio pelo castelo. O garoto não conseguia parar de pensar em Potter e na noite que tiveram, não podia deixar as coisas saírem do controle daquela maneira, definitivamente não. Ele não entendia o que estava acontecendo mas não queria esperar para descobrir, porque só haviam dois motivos ou Potter estava tramando algo ou ele não estava bem da cabeça.

Então ele viu aquela criatura de cabelos bagunçados vindo sorridente em sua direção, James se jogou em seus braços assim que o viu e o beijou ardentemente.

- Bom dia. - Pontas sorriu e deu um selinho no Sonserino.

- Bom dia, Potter. - Snape respondeu saindo de dentro daquele abraço.

- Dormiu bem? Você nem viu quando saí, eu não quis te acordar, estava tão lindinho dormindo. - concluiu sorrindo com os olhos brilhando.

- Olha, Potter, sobre ontem... - James notou a seriedade no tom de voz e se preocupou - Aquilo foi loucura, não vai se repetir. - Imediatamente Pontas ficou nervoso.

- Mas Sev, nós fizemos amor e eu nunca tinha feito assim... Nunca tinha deixado um outro cara me pegar daquele jeito, você foi carinhoso comigo e até ficamos abraçados depois. - James respondeu com os olhos cheios de lágrimas prontas para escorrer pelo seu rosto.

- Isso não importa. Eu só transei com você porque fiquei excitado, eu foderia qualquer outro que estivesse comigo naquela situação. Você não é especial por isso e eu não acredito nessa baboseira que inventou sobre de repente gostar de mim. - Snape disse tranquilamente como se não desse a mínima para James.

- Mas não foi de repente! - James falou alto - Eu já disse! Eu já sentia algo por você, só queria que me notasse! Por favor, acredite em mim. - pediu com seu lindo rostinho todo molhado pelas lágrimas, tentou segurar nas mãos de Severus mas ele se afastou bruscamente.

- Não ouse me tocar! - o Sonserino o repreendeu. - Fique longe de mim, Potter. Você me dá nojo.

Dito isso o Sonserino saiu andando deixando James para trás, totalmente magoado e sem saber o que fazer.

Irritado com tudo aquilo, Snape seguiu de volta para seu quarto. Se incomodou com a imagem de James chorando, estava com raiva de si mesmo por estar se importando com os sentimentos do Grifinório. Lembrou-se de todas as vezes que Potter lhe machucou e ofendeu, era impossível que Potter realmente gostasse de si, ninguém normal trataria a pessoa que gosta daquele jeito, mas era esse o problema, Pontas não era normal. O Grifinório não entendia o motivo de Snape chamar tanto a sua atenção, não entendia o motivo de sonhar com ele, de pensar tanto nele sem o garoto nem falar com ele e foi aí que Potter concluiu que odiava Snape, aquele Sonserino irritante que não saia de seus pensamentos, Severus nunca ligava pra o jeito incrível dele e por qual motivo? James não sabia e aquilo o deixava furioso, foi a partir disso que Pontas decidiu aprontar com Severus, daria um jeito de ficar na mente do Sonserino assim como ele ficava na sua. Mas isso com certeza foi um erro de cálculo... James poderia apenas ter se aproximado do garoto e dado um "oi" e tentado ser seu amigo, mas não, a mente hiperativa de Potter não pensou nisso e agora tudo o que acontecia eram as consequências de seus atos medíocres.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...