História Doce mais psicótico - Jeon Jungkook - Capítulo 37


Escrita por:

Postado
Categorias Agust D / Suga, Bangtan Boys (BTS), Blackpink, Got7, Kim Nam-joon / Rap Monster
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jinyoung, Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Lisa, Mark, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé, Youngjae, Yugyeom
Tags Doce Mas Psicótico, Jungkook, Taehyung, Você, Yoongi
Visualizações 172
Palavras 1.882
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


ೋ❀❀ೋ═══ • ═══ೋ❀❀ೋ
ℓєiαм αвαixσ, ρσr ƒαvσr! αs vєʑєs єυ ƒαℓσ cσisαs iмρσrταทτissiмαs, мαs vσcєs ทασ ℓєєм.
ೋ❀❀ೋ═══ • ═══ೋ❀❀ೋ

➢💌Então gente, eu fiz de tudo para fazer esse capítulo hoje para vocês, até não dormir agora de tarde, somente para fazer esse capítulo mesmo. Então espero que vocês possam comentar mais vezes, está tendo pouquíssimos comentários nesse últimos capítulos... Isso me desanima um pouco, desanima todos que escrevem fanfic na verdade.

➢💌Eu acho que estou indo bem nas provas, amanhã será última, eu acho. Se eu passar direto, sem fica de recuperação, eu talvez fique bem mais ativa aqui para vocês, certo?

➢💌 Perdoe-me qualquer erro ortográfico ou qualquer outra coisa!

➢💌Espero muito que vocês estejam gostando dessa fanfic, eu fico tão feliz e ansiosa quanto vocês ficam quando faço algum capítulo e tem novidades, rsrs...

➢💌Sei que eu falo demais as vezes, mas é de minha pessoa mesmo, mas só falo muito as vezes... Enfim, tenham uma boa e excelente leitura.

Capítulo 37 - "Eu estou falando a verdade, noona..."


Fanfic / Fanfiction Doce mais psicótico - Jeon Jungkook - Capítulo 37 - "Eu estou falando a verdade, noona..."

 ꧁JUNGKOOK POV'S꧂

Eu estava dentro do mercado com o Hoseok hyung nas prateleiras de limpeza. Nós estávamos pegando alguns produtos de limpeza para o hyung, ele disse que ia dar uma geral na casa, pois estava uma bagunça e ele não gostava disso.

Quando de repente eu sinto braços finos envolveram minha cintura pela frente. Eu rapidamente verifiquei quem estava me abraçando tão repente, eu estava na esperança de ser a noona.

Até que eu direcionei meu olhar para a garota e ela afundou seu rosto em meu peito, impedido eu de a ver melhor.

Mas de uma coisa eu já tinha quase certeza. Não era a noona, ela não tem esse cheiro, eu conheço o cheiro da minha noona.

HS: Quem é essa garota, Jungkook? — Disse olhando sem entender.

JK: Eu não sei quem é, ela deve esta me confundindo com alguém. — Empurrei a garota, mas ela permaneceu apertando minha cintura e me abraçando fortemente — Olha moça, você...

Eu não estava querendo ser grosso empurrando a garota assim de uma vez, então quando eu estava quase a pedindo com calma para se afastar, eu vejo a S/N na minha frente, bem na minha frente naquele corredor.

Nessa hora eu sentir minha pernas tremerem, ela estava assustada e com os olhos marejados vendo aquela garota me abraçar?

JK: Me solta, eu não te conheço, garota! — Gritei e a empurrei, fazendo a mesma desandar um pouco se afastando de me rapidamente.

Xx: Por que está fingindo não me conhecer, oppa?

No momento em que eu olhei para a garota eu percebi, ela era uma garota que quando eu ainda frequentava a escola me perturbava de todas as formas possíveis.

Mas eu não dei a mínima para isso, eu queria a noona, ela estava na minha frente, não podia a perder novamente.

JK: Noona... — Caminhei para chegar mais perto da mesma, mas ela se afastou com minha aproximação, fazendo eu ficar assustado e parar novamente — Por que você não deixa eu chegar perto de você, noona? Eu juro, eu não conheço essa garota!

Xx: Conhece sim, claro que conhece, nós namoramos, oppa! Não finja que não me conhece na frentes dela e do seu amigo.

Olhei rapidamente para a garota que estava falando aquele absurdo, aquilo estava passando dos limites! Eu então direcionei meu olhar novamente para a minha noona e eu pude ver ela cair sentada naquele corredor frio.

Rapidamente corri até onde ela se encontrava, no chão daquele mercado, bem a minha frente.

꧁S/N POV'S꧂

Eu estava abismada com o que eu estava vendo e ouvindo naquele maldito lugar, aquela garota estava mesmo abraçando o Jungkook e dizendo que o namorava?

Eu já estava com os olhos marejados, mas eu não nunca iria chorar em frente aqueles malditos, na frente de ninguém. O Jungkook tentava se aproximar de mim, mas eu me afastava. Nem eu sabia direito o que estava acontecendo.

Até que quando eu iria responder a pergunta do Jungkook eu sinto uma tontura forte, é como se tudo estivesse girando, parecia que minha cabeça iria explodir a qualquer momento.

Perdir rapidamente as forças das pernas e cair sentada naquele chão frio, vendo o Jungkook rapidamente vim até mim.

JK: Noona... — Segurou as laterais do meu rosto fino, fazendo eu o olhar em seus olhos jabuticabas que estava marejados — Eu não estou com ela, eu juro. Ela era.. — O interrompe.

S/N: Eu recuperei todos os meus sentimentos por ti para ficar sabendo que você namora ela enquanto eu estava por aí enlouquecendo, Jungkook? — Disse com a voz fraca — Eu estou decepcionada contigo...

Nesse momento o menor não aguentou e desandou a chorar, fazendo meu coração apertar mais e mais, não posso o ver chorar... Ele estava ou não namorando com aquela garota insolente?

JK: Me escuta, eu estou falando a verdade, noona... — Me abraça — Eu te amo, eu te amo muito mesmo! Não me deixa de novo, você sabe o quanto eu te preocurei? Preocurei muito, só faltei ficar louco atrás de ti. — Se separa do abraço e me olhar com os olhinhos vermelho.

Eu não aguento o ver chorando, eu o amava, e ainda amo, é impossível não sentir absolutamente nada quando ver a pessoa que você ama chorando. Tentei me levantar, mas a tontura foi mais forte, fazendo eu quase cair por cima do Jungkook.

HS: Ela não está bem, traga ela comigo, temos que ir ao banheiro com ela, vamos ver se ela melhora com um pouco de água no rosto.

O Hoseok então ajudou o menor a me levantar, e quando estavam quase me levantado ao banheiro, o Youngjae aparece e me puxa para ele, colando nossos corpos, colocando minha cabeça em seu peito.

Eu estava me sentindo um fantoche aquela situação.

YJ: O que vocês estão fazendo com a S/N, seus malucos? — Indagou em um tom irritado — Vocês querem se aproveitar da minha namorada? Duma garota que está doente?

JK: N-namorada? Você está n-namorando, noona? — Disse chorando nervoso — Você não pode!

Eu não conseguia falar de tão fraca, e então messe momento eu fui puxada com um pouco de brutalidade pelo Jungkook. O mesmo me colocou sobre um de seus ombros e se direcionu ao banheiro, me colocando dentro e fechando a porta comigo e ele dentro do local, para nenhum dos garotos que estivessem fora entrar.

Ele me colocou sentada em cima da pia de mármore e colocou as mãos no meu rosto ainda chorando.

JK: Me diz que é mentira, me diz que ele não é seu namorado, por favor, diz que não é essa a verdade!

A tontura estava passando e então eu o pude responder a pergunta que eu queria tanto responder ao Jungkook.

S/N: Ele não é meu namorado, Jungkook! Eu te amo mais você...

O garoto não deixou que eu terminasse de dizer a frase e tacou um beijo na minha boca. Mas não era um beijo com luxúria, ou com desejo em sexo, ele estava transmitindo o quão aliviado o menor estava, estava tramitindo toda a saudades que estávamos um do outro.

Eu sentia um gosto salgado no beijo, por conta do mesmo ainda está chorando. Tão chorão...

Eu amo o Jungkook demais, o mesmo sempre foi o tipo de garoto que desejei, tão sensível, fofo, e eu devo o escutar para não tirar decisões precipitadas!

S/N: Amor... — Separei o beijo ofegante — Me conta essa história direitinho... Quem era aquela garota?

JK: Está bem... — Abri minhas pernas e fica no meio delas, com uma mão em casa lado da minha cintura — Eu queria aproveitar mais um pouquinho, mas você está doente e eu também tenho que te dar uma explicação, certo?

Apenas assenti e sorrir para o meu pequeno, claro, para transparecer que eu estaria ali, ouvindo atentamente o que o mesmo iria falar para mim.

JK: Então... Ela era uma garota que estudava comigo e sempre ficava atrás de mim na escola, e nos outros lugares também. Ela queria ficar comigo, queria transar comigo... — Disse sem jeito — Mas eu não gosto de garotas assim, oferecida. Ela sempre inventou para as meninas que era a minha namorada, sendo assim, as outras não chegaria perto de mim. Até que eu sair da escola e fui morar com o Seokjin, fazendo eu nunca mais ver ela. — Falou como se fosse uma dasa melhores coisa a acontecer na vida dele — Se você quiser, pode perguntar ao Hoseok hyung como ela me abraçou do nada, noona.

Ele falava tão inocente, como se tivesse se livrando do mostro em um filme de terror. Ele era tão meu, eu estou tão feliz de o ter de volta comigo, se está presente de volta na vida dele, eu acredito fielmente nas palavras do meu pequeno.

S/N: Eu acredito em você, meu anjo. — Acariciei seus cabelos e deixei um beijo em sua testa — Eu te amo tanto, mesmo que eu não estivesse nutrindo sentimentos por nada nos dias passados, você persistia em minha mente, eu te amava mesmo achando que não sentia nada, Jungkook.

JK: Noona... Eu vou chorar novamente se você ficar me falando essas coisas. — Indagou manhoso — Eu te amo mais que tudo, noona. Mas você tem que ir ao médico, você está doente, muito mesmo, todos nós percebeu.

Revirei os olhos ao ouvir falar de médico, odeio está em hospital e lugares parecidos.

S/N: Eu não vou a hospital, Jungkook! Eu vou aproveitar que estou aqui e vou comprar uns remédios que fica lá no caixa vendendo.

JK: Onde você está morando, noona? Eu quero você de volta! Nós voltamos, não é?

S/N: Claro, seu bobo! Eu vou leva você para minha casa, o que acha?

JK: Você tem uma casa, noona? Isso é sério?

S/N: Sim, muito sério. — Sorri juntamente com o mais novo — Mas depois nós conversamos bastante sobre tudo que aconteceu, temos que sair daqui, não acha? Está um calor dos inferno aqui dentro, Jungkook!

JK: Verdade, noona! Vamos logo, eu quero muito ficar com você, muito mais tempo.

Sem mais delongas, Jungkook pegou na minha cintura e me ajudou a descer de cima da pia, me colocando no chão do banheiro.

Eu estava me sentindo realizada novamente com o meu Jungkook comigo, apesar de está com um pressentimento estranho.

JK: Você consegui andar direito ou quer ajuda, noona? — Disse segurando no meu braço.

S/N: Eu estou bem, a tontura passou, acho que é apenas efeito do remédio daquele dia.

JK: Então tá, vamos logo que você está suando, meu amor.

Nós então saímos do banheiro rapidamente e estava o Hoseok junto com o Youngjae numa discussão somente eles dois, acho que a garota deve ter ido embora.

S/N: O que está acontecendo aqui? — Disse parada na frente dos mesmos.

HS: Ahh, aí está você, S/N! — Fez uma cara de aliviado — Esse louco aqui, ele queria arrombar a porta do banheiro para ti tirar lá de dentro, mas eu sabia que o Jungkook estava lá, então eu não podia me meter na conversa de vocês... — Olha para nós que estávamos de mão dadas — E que bom que você se resolveram! — Sorri transparecendo satisfeito com aquilo.

YJ: S/N! — Gritou e todos nós olhamos para ele assustados — Você não pode ficar com ele, eu amo você!

Eu estava até vendo aonde eu me meti, esse garoto é tão alucinado dessa forma?

JK: V-você ama a minha noona? — Youngjae concordou sorrindo cinicamente — Você não pode amar ela, ela está namorando comigo.

YJ: A S/N não dá a mínima para ti, você é apenas uma criança para ela, aposto que a mesma está somente te usando.

S/N: Youngjae, não fale uma... — Me interrompeu.

YJ: Não minta na nossa frente, na frente deles! Diga a ele o que você me disse no caminho que vínhamos para cá, diga a ele que você não o ama, afinal, ele não pode nem te satisfazer, pois não passa de uma criança, uma criança mimada. — Sorriu debochando.

Nessa hora eu apenas vir o Jungkook ferver de raiva, ele soltou a minha mão ligeiramente ligeiro e socou a cara do Youngjae.

Aquilo me arrancou um sorriso muito satisfatório do meus lábios, afinal, havia um tempo que eu não via mais esse lado do meu pequeno.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...