História Doce Obsessão. - Capítulo 67


Escrita por:

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Personagens Originais
Tags Abo, Alfas, Alfas Lúpus, Aventura, Larry, Mpreg, Ômegas, Romance
Visualizações 427
Palavras 1.833
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Famí­lia, Ficção, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Gente, esses capítulos estão sendo leves, eu achei que seria legal isso, mas se acharem que está ruim podem me contar ok, apago e reescrevo, se gostarem me contem, um beijo.

Capítulo 67 - Todas as peças do jogo parte 03.


Fanfic / Fanfiction Doce Obsessão. - Capítulo 67 - Todas as peças do jogo parte 03.

"Brad e Tristan"

-Ahh esses bebezinhos são uma graça, mas sinceramente é cansativo, ainda bem que temos babás e a mãe e o pai, senão a gente tava perdido amor.

Tristan ri e se joga na cama, descobrindo que se deitou sobre um chocalho de plástico meio babado.

-Tem toda razão...Mas eu adoro eles mesmo me deixando somente o pó depois.

Brad se sentou ao lado do namorado e beijou sua boca sempre tão apetitosa e riu maroto logo a seguir.

-Me conta, acha que o projeto passa? Estou me mordendo de curiosidade.

O alfa puxou o seu ômega para mais perto e sussurrou em seu ouvido.

-Acho sim...E acho que todos nós precisaremos trabalhar muito nele após aprovado, vamos incluir Liam e Takeru nisso, tá bom? E acho que você é a pessoa certa para convence-lo, o que acha?

Brad se deixou pensar por um instante.

-Posso tentar, mas você me disse que tinha uma novidade para mim, o que era?

O alfa sorri e pega uma chave dentro da comoda e puxa o menor pela mão.

-Vamos dar uma voltinha?

-Pra onde? A votação será hoje! Daqui duas horas.

-Estaremos aqui para ver juntos, mas agora temos tempo, não é longe, se quer descobrir tem que vir comigo.

Brad revirou os olhos mas já estava calçando os tênis, sua curiosidade só perdia para sua mania de provocar o alfa, e essa geralmente era sempre grande.

Eles saíram de casa e encontraram logo na saída Anne e Joana, rindo e brincando com os bebezinhos na sala.

-Hey meninos onde vão com tanta pressa?

-Oi mãe, vamos para um lugar surpresa, esse alfa aqui não quer me contar de jeito nenhum e olha que eu tentei arrancar a inforamção dele de todos os jeitos possíveis. Disse Brad indignado.

Anne riu, se ele não conseguiu então era importante.

-Ok, mas voltem logo, iremos assistir a votação ao vivo, veremos se o projeto de seu irmão foi aprovado no senado ou não.

Joana se sentou no sofá com um dos bebezinhos no colo.

-Sei que será aprovado e quando as coisas estiverem calmas lá em York o senador Harry irá nos visitar e implantar o mesmo projeto por lá.

Brad e Tristan se despediram e rumaram ao destino secreto, mas após uns trinta minutos pararam na frente de um prédio grande em estilo antigo, porém muito bem conservado, como se tivesse sido todo restaurado e mesmo assim mantiveram sua bela fachada e sua estrutura original, sólida e forte.

-Uau! Que prédio bonito.

Tristan sorriu.

-Conheço o proprietário...Vamos subir?

Brad desceu do carro e aceitou a mão do alfa ao sair, subiram no elevador até o quarto andar e pararam em frente a uma porta, pelo que o ômega viu haviam somente dois apartamentos por andar, isso significava que eram muito grandes.

O alfa sorriu e apontou a porta.

-Quer abrir? Disse mostrando uma chave pendurada num chaveiro de ursinho panda.

Brad pegou a chave meio trêmulo e abriu, as luzes eram automáticas e se acenderam a seguir, mostrando um belo apartamento todo decorado, lindo e perfeito, tons claros com predominância do azul suave enchiam o ambiente.

-Minha cor favorita...E tanto espaço, é lindo!

-E é nosso, todinho. Economizei por dois anos e enfim...Comprei de um amigo.

-Que amigo é esse?

Tristan sorriu.

-Esse prédio é de seu irmão, Harry o comprou a alguns anos e estava reformando ele, me contou a alguns meses quando eu disse que estava procurando um apartamento para nós dois, eu disse que queria um espaço somente nosso e ele achou que era hora de contar que ele pensava assim também, ofereceu um apartamento, eu podia escolher e escolhi esse, ele não queria me deixar pagar, mas eu insisti e ele acabou aceitando, claro que pela metade do preço, por isso pude comprar móveis.

Brad olhou em volta todo feliz, era lindo, realmente lindo, andou pelo ambiente observando os detalhes, o chão de madeira polida, lustroso e belo, as paredes pintadas em um tom clarinho, cortinas azul claro, tapetes azuis, um sofá macio bege e com uma manta também azul, só que xadrez em todas as mais variadas tonalidades de azul, um charme.

-Olha eu quis deixar bem bonito, mas não fiz tudo, deixei os detalhes, não temos quadros e nem vasos, nenhum arranjo de flores, não temos nada na cozinha e nem plantas no jardim de inverno, eu quero que a gente faça isso juntos.

-Temos um jardim de inverno? Perguntou o ômega todo feliz.

-Bem ali. Disse Tristan caminhando até o centro do apartamento e abrindo uma porta de vidro transparente.

Um espaço grande e bem iluminado, perfeito para muita plantas ornamentais.

-Ohh eu amei! Disse Brad batendo palmas e pulando todo feliz, até que pulou no colo do seu alfa e beijou suas bochechas, ele estava tão feliz que irradiava isso.

-Quer conhecer nosso quarto? Perguntou o alfa sorrindo.

-Temos tempo?

O alfa olhou o relógio no próprio pulso.

-Hum...Um hora, é pouco, podemos voltar mais tarde, teremos a noite toda...

Brad mordeu seu pescoço todo atrevido.

-Se conseguir esperar...Disse se agarrando a ele e mordendo todo seu pescoço, claramente tendo a intenção de provoca-lo muito.

-Seu ômega do mal, não faz isso comigo!

Brad riu alto.

-Querido, quando eu quero você sou capaz de usar o lado negro da força!

Tristan riu e o carregou para o quarto, brincando com ele.

-Vou usar meu sabre de luz meu pequeno aprendiz...

Os dois riram alto tropeçando no caminho...

…....................................................................................................................................

"Louis e Harry"

-Amor, eu quero!

-Louis...De novo? Assim eu não aguento sabia?

-De novo!! Disse Louis fazendo bico e o alfa riu, o que ele não fazia pelo seu pequeno?

-Tá bom...Só mais uma vez, e vou avisando que vou ganhar dessa vez, mas primeiro me deixa ir buscar a pipoca e não come todo o sorvete viu? Era a quinta vez que eles jogavam e em todas Louis ganhou.

Louis riu e se aconchegou no sofá sorrindo e tomando sorvete direto do pote, estavam no apartamento e ele ainda estava irradiando felicidade pela consulta de mais cedo, só de saber que tudo estava bem ele se sentia imensamente feliz e sortudo, mas lembrou da nova caixinha que ganhou de Tristan e enrubesceu ao perceber que ela ainda estava em sua mochila, o que era dessa vez? Deixou o pote de sorvete de lado e pegou a mochila abrindo seu zíper e pegando a caixinha roxa nas mãos, era leve...

Curioso abriu e sorriu todo corado ao ver que era um plug e um gel de chocolate, mas esse plug era bem interessante, ele tinha um rabinho de pelúcia no formato de um rabinho de gato e com orelhinhas para combinar.

Harry voltou e colocou a tigela no sofá, observando o namorado guardar sua caixinha dentro da mochila.

-O que foi Lou?

-Eu te acho um gato sabia?

Harry sorriu satisfeito.

-Verdade?

Louis sorriu manhoso e se sentou em seu colo, deixando suas pernas de lado e afagando os cabelos do alfa todo sorridente.

-Eu sou seu gato meu lindo ômega...Disse Harry todo derretido pelos intensos olhos azuis.

-Então...Usa algo pra mim?

Harry arqueou uma sobrancelha.

-Usar o que meu pequeno?

Com uma agilidade toda nova o pequeno ômega tirou a caixinha e a abriu, revelando seu conteúdo.

-Oh céus!!!

Louis riu e pegou tudo entregando ao alfa.

-Seja meu gatinho hoje amor?

-Louis...Eu acho que não dou muito certo de gatinho, sou meio ogro ainda sabe? Porque você não é o meu gatinho, combina mais...

Louis fechou a cara todo sentido.

-Mas eu quero que você seja o gatinho hoje...

Harry sorriu e se levantou.

-Tá bom...Um Harry gatinho saindo...Me espera aí, tá bom?

Louis riu ao ver o seu namorado saindo e indo ao quarto, e ele nesse meio tempo tirou a roupa e vestiu a outra parte da surpresa...

Harry se olhou no espelho, arrumou as orelhinhas e fez careta ao colocar o suposto rabinho...Lógico que ele usou um pouco de gel, mas isso era tão vergonhoso! No entanto ele teve que admitir ele era um gato!! Riu de si mesmo e saiu do quarto meio envergonhado.

No entanto ele paralisou ao ver o outro, e isso o deixou bem duro na hora...

Louis usava uma meia até as coxas, e um uniforme de líder de torcida sexy...

-Ok...Um gato e uma líder de torcida? Que universo louco é esse amor?

Louis riu e se aproximou rebolando ao caminhar.

-Meu universo...Onde a líder de torcida ganha um gatinho...Vamos brincar amor?

Harry nem se importaria se ficasse levemente dolorido depois...Nem ligaria se os universos convergissem agora, ele nem mesmo tinha pensamentos assassinos sobre o amigo safado que tinha ideias terríveis e ficava dando presentes instrutivos ao seu namorado, só para rir depois.

-Miau...Disse o dono dos cachinhos castanhos e pegou a líder de torcida no colo.

…...................................................................................................................................

 

Na casa dos Styles os bebezinhos dormiam tranquilos, e todos estavam na sala, ou pelo menos quase todos, Harry e Louis haviam sumido e Brad e Tristan também, mas isso não era novidade, e o rei e a rainha e Anne e Rob tinham uma boa ideia do motivo do sumiço deles, os outros meninos estavam ali, e a votação começou ao vivo.

-Não acredito que Harry vai perder isso! Disse Liam passando a pipoca pela sala.

-Acho que eles estão ocupados amor. Explicou Takeru.

-Ahh é, ocupados...Falou William rindo e levou um beliscão de Haruma que tentava se ajeitar no sofá, mas estava meio complicado achar uma posição confortável no momento.

Quando a votação começou Louis e Harry entraram correndo, seguidos de Brad e Tristan.

-Perdemos algo?

Todos se viraram e riram baixinho.

-Não...Mas seria bom o senhor senador guardar as orelhinhas de gato sabe? Disse Anne com as bochechas coradas.

-Ops! Foi mal...esqueci disso.

-Só isso que esqueceu de tirar? Perguntou Tristan ficando vermelho de tanto rir.

Harry corou e tirou logo as orelhinhas, fazendo todos na sala rirem ainda mais, mas Brad achou que era hora de ele também aproveitar um pouco.

-Sabe amor, eu comprei algumas coisinhas também, para comemorar a vitória dos ômegas nessa projeto, sei que vamos ganhar.

-Jura? E o que é?

Brad riu e mostrou seu melhor olhar inocente antes de repetir.

-Harry me ajudou a escolher, ele disse que é do tamanho perfeito de sua imaginação.

Tristan tossiu nervoso. E foi a vez de Harry lançar seu melhor olhar inocente para o amigo de longa data.

-Do que vocês estão falando? Não estou entendendo nada gente. Disse Haruma curioso.

Anne salvou todo mundo, porque senão Rob morreria ali mesmo.

-Todos quietos, vamos ouvir a votação!!

-Isso mesmo, vamos ouvir e eu espero que acabe logo, todo esse papo me deu fome. Respondeu o rei.

Haruma continuou sem entender e Will revirou os olhos, e enquanto todos conversavam e riam na sala Madame Kami observava de longe, saindo pelos fundos com sua pequena mala e o coração leve, ele deixou um último presente a seu filho e se sentia finalmente livre.


Notas Finais


Todos estão se divertindo...Madame Kami deixa um presente para o filho, e o projeto vai bem, certamente aprovado. Tudo está bem, mas ainda teremos algumas surpresas. Ahh sim, teremos o capítulo final e depois um epílogo ok. Só para constar eu também uso o lado negro da força quando quero algo...(meu melhor olhar de inocente, e sempre dá certo!). De novo eu digo que se não gostaram eu arrumo, apagando e reescrevendo porque não tenho certeza se está bom. Até breve.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...